Página Principal Kiev O imperdível complexo da Catedral de Santa Sophia, em Kiev, na Ucrânia

O imperdível complexo da Catedral de Santa Sophia, em Kiev, na Ucrânia

por Carina
0 comment

A Catedral de Santa Sophia (Собор святої Софії) é uma das maiores atrações da cidade de Kiev. Não sem merecer! Ela, que é a mais antiga catedral da cidade, é simplesmente fantástica. Sem dúvida, deixa os visitantes sem fôlego com sua beleza sem fim.

Esta é uma igreja linda, com 13 cúpulas douradas, que embeleza a cidade de forma espetacular. Como se não bastasse, seu maior predicado é seu interior. Toda recoberta de mosaicos e afrescos de mestres bizantinos do século XI, a Catedral de Santa Sophia é uma obra de arte de valor inestimável.

Ela faz parte do que se chama Complexo Nacional de Conservação da Santa Sophia, do qual fazem parte outros museus e construções que apresentam exposições. Aliás, o lugar é também, como o portão Golden Gate de Kiev e outras atrações da cidade, patrimônio da Unesco.

Catedral de Santa Sophia

Leia também:

+ 10 RAZÕES PARA VISITAR E SE ENCANTAR POR KIEV, NA UCRÂNIA

+ O PORTÃO GOLDEN GATE DE KIEV: UMA DAS MAIORES ATRAÇÕES DA CAPITAL UCRANIANA


Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Aliás, nossos leitores recebem um desconto de até 10% na hora de pagar. Então, use o código promocional: VIAJOTECA5.

+ SEGURO VIAGEM É IMPRESCINDÍVEL?

Catedral de Santa Sophia

Certamente faltam-me adjetivos para explicar a beleza desta catedral. Sem dúvida, ela é a igreja mais incrível que visitei em Kiev. E olha que não faltam belas igrejas na cidade! Mas uma das descrições que eu li a respeito dela e que me fizeram entender um pouco da sua importância é que ela pode ser considerada como “uma ilustração da Bíblia para os analfabetos devido seus enormes afrescos e mosaicos”. Então, você já pode imaginar o que a visita vai ser. Afinal, eles são uma espécie de enciclopédia dogmática cristã. Isto diz muito sobre o que se vê na visita.

A Catedral de Santa Sofia é uma das atrações mais populares em Kiev. Fora que é um dos marcos da cidade há mais de mil anos. Segundo o site da instituição, ela é a igreja cristã mais antiga e totalmente preservada na parte eslava oriental. É o maior monumento da cultura eslava e mundial, em termos de história, arquitetura e arte. Ainda é um dos principais locais arquitetônicos de Kiev.

O nome da catedral vem da palavra grega “sofia”, que significa “sabedoria” e é um dos fundamentos do cristianismo oriental. Nesse sentido, Santa Sofia, a Sabedoria de Deus, zela pela imagem do estado soberano sabiamente guardado por Deus.

Infelizmente, não se pode fazer fotografias durante a visita. Por isto, este post vai ficar devendo ilustrações do interior da igreja. Mas eu espero ao menos tentar passar um pouco de informação que descreva a beleza do lugar. Assim, para aqueles que ficarem interessados a conhecer esta beleza de lugar se preparem para o que vão ver.

Vista aérea do complexo
Vista aérea do complexo da Catedral de Santa Sophia. Fonte: Shutterstock / Por JaySi

História da Catedral de Santa Sophia

Construída em 1037, a Catedral de Santa Sofia é a catedral mais antiga de Kiev. Além disso, ela também é a mais bela. Ela foi erguida na área mais alta da antiga capital com o intuito de ser realmente um marco. Assim como, para mostrar o poder do Príncipe Yaroslav, o Sábio.

Sua construção levou duas décadas e vale lembrar que neste período histórico Kiev era uma das cidades mais bonitas da Europa e da Ásia. Naturalmente, a Catedral de Santa Sophia era uma das maiores embelezadoras da cidade. Vale também dizer que foi uma época de muita prosperidade na área das artes, para educação e cultura.

A catedral também servia como centro social, político e cultural da Rússia de Kiev. Desse modo, reis e embaixadores estrangeiros eram recebidos em suas dependências. Inclusive, várias coroações foram celebradas nos seus domínios, o que mostrava sua importância. Fora que foi aqui que o Príncipe Yaroslav, o Sábio, fundou a primeira biblioteca russa.

Catedral de Santa Sophia

Declínio

Entretanto, em 1240 aconteceu a invasão mongol e a catedral começou a cair em desuso. De tal forma, que ela ficou em ruínas por mais de 400 anos. Batu e suas hordas destruíram quase todo o edifício e levaram preciosidades. A partir daí, a catedral foi atacada repetidamente por invasores, sendo queimada e reconstruída muitas vezes. Também foi muito danificada no século XVI, quando a Polônia e a Ucrânia estavam tentando unir as igrejas católicas e ortodoxas.

Torres da catedral

Restauração

Então, em 1633, sob a supervisão de Octaviano Mancini, arquiteto italiano, a restauração da catedral começou. O exterior da catedral foi renovado e passou a ter formas barrocas ucranianas. Assim como ganhou as cúpulas douradas em forma de pera. A reconstrução chegou ao fim em 1740, quando seus ícones e afrescos foram restaurados. Hoje em dia, o edifício da catedral combina construções dos séculos XVII, XVIII e XIX.

De Catedral a Museu

A Catedral de Santa Sofia teve status de igreja e catedral de Kiev até 1917 quando aconteceu a Revolução de Outubro. Neste período, com o advento do regime soviético, ela recebeu o status de reserva histórica do estado. Desse modo, ela virou um museu. Mas a luta para manter o monumento durante o período que a da Ucrânia fez parte da União Soviética foi grande. Os bolcheviques quiseram por diversas vezes destruir o lugar, para transformar a área um parque. Em conclusão, eles queriam apagar uma parte da história da Ucrânia.

Mas graças a luta do povo, isto não aconteceu. Em contrapartida, o monumento entrou para Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO. Desta forma, todos os serviços eclesiásticos foram extintos e o complexo virou um lugar de visitação e preservação.

Complexo Santa Sophia, Kiev

Arquitetura e Interior da Catedral de Santa Sophia

A Catedral de Santa Sophia é famosa por sua arquitetura e belíssimo interior, além de sua importância histórica. Certamente, poucos templos conseguem se equiparar a ela. Afinal, esta catedral foi construída para ser o principal templo da Rússia.

Medidas

Ela conta com 5 naves, 5 absides e 13 belas cúpulas. Suas medidas são generosas e de acordo com seu site, ela tem 37 a 55 metros de altura. No seu interior, a gente vê 2 galerias amplas que circundam 3 de seus lados. Sendo que tudo isto é decorado com a maior coleção do mundo de mosaicos e afrescos do século XI.

A cúpula central sobre o altar é rodeada por 12 pequenas cúpulas. Simbolicamente, estas cúpulas retratam a comunhão dos 12 apóstolos com Cristo. Então, a cúpula alta seria Jesus Cristo e as doze menores seriam os apóstolos. Onde quatro delas simbolizam os evangelistas, que pregaram os ensinamentos de Cristo.

Mosaicos e afrescos

Quando a gente entra na catedral não sabe ao certo para onde olhar. Os olhos procuram se fixar em alguma representação, mas a que está ao lado também atrai. Assim a gente vai girando a cabeça e não consegue focar num ponto só, de tanta beleza.

Ali dentro está nada mais que o mais completo conjunto de mosaicos originais e afrescos do século XI do mundo. Enfim, são 1260 m² de mosaicos e 3000 m² de afrescos. Sendo que eles adornam a cúpula central, arcos, pilares e as abóbadas. Nestes mosaicos foram usados 177 tons de cores pelos antigos mestres bizantinos. Então, o que você tem na sua frente são verdadeiras obras-primas da história da arte mundial.

Em resumo, os afrescos da catedral apresentam várias cenas da Bíblia. Então, ali você vai ver a Infância da Virgem, os atos dos apóstolos, as vidas e as imagens dos santos. Assim como, o estágio das paixões de Cristo e muitos outros.

Shutterstock Por Uladzik Kryhin
Interior da Catedral Santa Sophia. Fonte: Shutterstock / Por Uladzik Kryhin

Maria Orans

Apesar de todo o conjunto ser uma obra de arte de valor incalculável, a parte mais importante é o famoso mosaico da Virgem Maria chamado “Muro Invincible”. Também conhecido como Maria Orans, ele decora a parte central da catedral. O mosaico tem 6 metros de altura e consiste em placas de pedra e vidro de diferentes cores e matizes. Felizmente, esta parte da Catedral nunca foi danificada. Aliás, Maria Orans é a padroeira de Kiev e simboliza a sabedoria de Deus. O mosaico é chamado de “Virgem do muro inquebrável”, porque diz a lenda, que desde que este mosaico não seja danificado, nada de mal acontecerá com Kiev.

Importância

Alguns afrescos são ainda mais importantes do ponto de vista histórico. Pois eles representam não apenas temas bíblicos sagrados, mas também seculares e mundanos. Cerca de 300 pinturas relatam eventos políticos e personalidades históricas. O que se encontra ali desenhado é tão significativo que foi através de algumas destas pinturas que pode-se dar nomes a personalidades históricas. Assim como foi possível datar exatamente eventos significativos na história de Kiev, Rússia e até mesmo da Europa.

Por exemplo, os retratos de membros da família Yaroslav Mudry, o Sábio, que foram identificados pelos murais. Outro ponto são os afrescos do campanário que é decorado com pinturas do século XI. Ali estão retratados cenas dos jogos organizados pelo imperador Constantino em homenagem à princesa Olga, em Constantinopla. Sem dúvida, pode-se ver palhaços, malabaristas, músicos, dançarinos, treinadores de animais e corridas de bigas.

Túmulos

Realmente o lugar servia para muitos fins. De tal importância que foi aqui que Yaroslav, o Sábio, escolheu ser enterrado. Não só ele está enterrado ali. Ou seja, o lugar conta com mais de 100 túmulos, apesar de alguns terem se perdido. Ali estão também seu filho Vsevolod, sua esposa Irina e Vladimir Monomakh. Além disso, a catedral é o local de sepultamento de vários príncipes de Kiev.

Você consegue viajar sem celular e sem internet?

Então já saia do Brasil com o seu chip de celular europeu e com internet boa!

Outras atrações do Complexo da Catedral de Santa Sophia

O Complexo da Catedral de Santa Sophia é uma área cercada e murada. Ali dentro deste território estão vários prédios que pertenciam ao complexo de alguma forma. Entre eles estão vários jardins, onde tem bancos, esculturas, árvores frondosas e muita sombra num dia de calor. Então, este é um lugar que só de passear pelos arredores dos prédios já é um super passeio.

mapa do complexo
Fonte: Esctoday

Os vários prédios que fazem parte do complexo funcionam hoje como salas de exposições, salas de conferências, museus e administração do lugar. Os prédios que possuem exposições podem ser visitados mediante pagamento. Pode-se comprar a entrada geral e visitar todos ou pode-se comprar a entrada no complexo e só a entrada de um e outro. Lugares como a antiga Residência Metropolitana, a antiga Padaria do mosteiro, na antiga Igreja do Refeitório e em alguns outros edifícios podem ser visitados.

Torre do Sino

Esta linda torre foi o primeiro edifício de tijolos a surgir no terreno do Mosteiro de Santa Sophia após o incêndio de 1697. Ela foi construído entre 1699 e 1706 e originalmente tinha três níveis. A torre tem 76 metros de altura e a subida de seus degraus oferecem como recompensa uma das mais belas vistas da cidade. São vários lances de escada e com alguns pontos para se observar a vista.

Ele é construído na forma de uma pirâmide escalonada de quatro andares, diminuindo gradualmente de tamanho até a cúpula. Toda decorada de forma opulenta, vê-se diversas esculturas no seu exterior. Ali pode-se ver máscaras, cabeças de cupidos, águias de cabeça dupla, medalhões, folhas, cachos de uvas, buquês e guirlandas de flores. Os retratos esculpidos nas paredes do terceiro nível representam o Príncipe Vladimir Svyatoslavich e o Apóstolo André (fachada leste), e o Apóstolo Timóteo e o Arcanjo Rafael (fachada oeste).

Catedral de Santa Sophia torre do sino

Nesta torre está o sino mais pesado da Ucrânia e que pode ser visto primeiro nível da torre do sino. Ele foi fundido em 1705 por Afanasiy Petrovich, um talentoso artesão de Kiev. Ele pesa cerca de 13 toneladas. E é decorado com plantas, um amplo friso e uma faixa estreita que circunda a borda inferior.

A vista que se tem do alto da Torre do Sino:

Residência Metropolitana

A Residência Metropolitana é um prédio barroco que fica na parte oeste do pátio do complexo de Santa Sophia. Ela está bem em frente à entrada principal da catedral. Este prédio começou a ser construído em 1722 e várias obras de ampliação se seguiram até 1757. Hoje em dia funciona funciona no térreo um museu que reproduz o interior e os utensílios dos apartamentos metropolitanos dos séculos XVIII e XIX. Já no primeiro andar estão salões de exposição e uma grande e moderna sala de conferências.

Catedral de Santa Sophia Residência Metropolitana

Refeitório

O refeitório do século XVIII é um dos principais edifícios do complexo da Catedral de Santa Sophia. Ele foi construído entre 1722 e 1730 e como era típico naquela época (século XVIII) combinava um refeitório e uma igreja. O antigo refeitório é um edifício barroco com uma cúpula em forma de pêra. Ele conta com uma cozinha e uma torre, e foi transformado em um museu. Ali são apresentadas exposições temporárias e também maquetes da antiga Kiev. Pode-se ver nelas como era a cidade antes da invasão dos mongóis em 1240 e entre os séculos X, XI e XII.

Catedral de Santa Sophia Refeitório

Outros edifícios que podem ser visitados no Complexo da Catedral de Santa Sophia:

– Edifício da Irmandade

– Consistório Torre de Entrada Sul

– Portão Zaborovsky

– Celas dos Anciãos da Catedral

– Pousada Monástica

– Memorial da Biblioteca de Yaroslav

– Padaria

– Escola Diocesana

Entre outros.

Catedral de Santa Sophia Escola Diocesana
Escola Diocesana
Catedral de Santa Sophia Celas dos Anciões
Celas dos Anciões da Catedral
Viaje Conectado

Informações Práticas sobre o Complexo da Catedral de Santa Sophia

Endereço

24, Vladimirskaya Street, Kiev.

https://st-sophia.org.ua/en/home/

Como chegar

Ônibus 24A e 114A, parada Sofiiska Square.

Ônibus elétrico (trólebus) 6, 16, 18, parada Sofiiska Square.

Metrô: estações mais próximas = Zoloti vorota, linha 3 e Maidan Nezalezhnosti, linha 2.

Horário

O complexo abre diariamente entre 10:00 – 18:00.

Mas os jardins e a torre do sino estão abertos entre 09:00 e 19:00.

Bilhetes

Somente entrada no território

A entrada ao complexo Santa Sophia é paga. Desse modo, somente para circular pelo território dentro dos muros custa UAH 20.

Entrada geral

Entretanto, quem deseja visitar ainda a Catedral de Santa Sophia e as salas de exposição do refeitório paga UAH 180 adultos e UAH 60 crianças e estudantes.

Museum card do Complexo Nacional de Conservação da Santa Sophia

Este cartão dá direito a visitar a Catedral de Santa Sofia e a Residência Metropolitana. Assim como a Torre do Sino e as salas de exposição do Refeitório, além da Padaria. Portanto, é o bilhete que permite a visita mais completa e ainda é válido por 7 dias.

Valor: UAH 200 adultos e UAH 60 crianças e estudantes.

Torre do Sino

Quem deseja subir a Torre do Sino e ter a bela vista do complexo, e da cidade, do alto pode comprar o bilhete para somente esta atração (além da entrada da circulação pelo território).

A subida custa UAH 60 para adultos e UAH 20 para crianças e estudantes.


Leia mais sobre Kiev:

+ 10 RAZÕES PARA VISITAR E SE ENCANTAR POR KIEV, NA UCRÂNIA

+ QUAL SOUVENIR COMPRAR NA UCRÂNIA

+ 6 PRATOS TÍPICOS PARA PROVAR NA UCRÂNIA

+ VISITAR CHERNOBYL, NA UCRÂNIA – GUIA COMPLETA DA VISITA


Seguros Promo

Onde se hospedar em Kiev:

Booking.com

Gostou do post?

Você já esteve em Kiev e visitou o complexo da Catedral de Santa Sophia? Então, conta pra gente o que você achou! Certamente, nós e nossos outros leitores vamos curtir muito suas dicas e opiniões!

Vale a pena comprar antecipadamente:

LEIA TAMBÉM:

Fale com a gente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Viajoteca usa cookies para tudo funcionar direitinho no seu browser, tudo bem? Aceito Leia mais

Privacidade & Cookies