Os castelos do Vale do Reno na Alemanha

31

Nossa visita ao Vale do Reno na Alemanha, se concentrou entre as cidades de Frankfurt e Koblenz, a Rota Romântica do Reno. Não é atoa que ela é uma das regiões mais visitadas da Alemanha, pois a cada cada curva você se depara com um castelo no alto da colina, as cidadezinhas são um charme e tem-se a todo momento a sensação que você se materializou num conto de fadas… Imagine uma Disney para adultos, compreende? 🙂  … E como se não bastasse, é uma região de vinhos onde se os Rieslings imperam … Um sonho!

 

OS CASTELOS MAIS BONITOS DA ALEMANHA

15 CIDADES PEQUENAS E CHARMOSAS NA ALEMANHA

Quando reservei nossas passagens com milhas da Star Alliance para essa viagem, chegar na Europa por Frankfurt foi nossa única opção e assim, sem ter ideia do que fazer por lá, descobri a região do Reno e o Mosel, e não tive mais dúvida que a chegada em Frankfurt tinha caído do céu [PS: esta indo a Frankfurt? A Carina aqui do viajoteca, que mora na cidade, publicou vários artigos sobre o assunto, clique aqui].

Sabendo também que para se viajar para Europa é obrigatório a aquisição de seguro viagem, fiz minha cotação de seguro com Seguro Promo e usei o cupom de desconto do blog de 5%: VIAJOTECA5.

Navegando pelo Reno na Alemanha
Passeio de barco pelo Reno (vista da cidade de Oberwesel)

Mapa do Vale do Reno
Mapa das principais cidades ao logo do Reno (Mitterland).

DICA DE VIAGEM: As cidadezinhas ao longo dessa região do Reno, podem ser facilmente feitas através de bate-e-volta desde Frankfurt via trem, carro, barco e até bicicleta, mas nós optamos por dormir em Bacharach para termos uma real imersão na época medieval. Ficamos um dia e meio perambulando pelas cidades e atrações, e deixamos aqui as dicas do que mais gostamos:

O que visitar e quanto tempo ficar no Vale do Reno

A maioria dos visitantes reservam apenas um dia para conhecer esse pedaço de 125 km entre Frankfurt e Koblenz, mas eu recomendo pelo menos 2 dias para fazer esse percurso com calma, assim você consegue curtir pelo menos 4 cidades e com direito a paradinhas em uma ou duas vinícolas. Eu gostaria de ter ficado uns 4 dias, para poder ainda fazer várias trilhas e conhecer outras cidades… mas essa sou eu, né? 🙂

Degustando vinho na alemanha
Vai um vinho aí? Essa é a degustação de 15 vinho no restaurante Weingut Fritz Bastian em Bacharach.

Pelas minhas pesquisas e depois pelo que vi ao vivo, minhas cidadea favoritas foram: Eltville, Rüdesheim am Rhein, Bacharach e St. Goar – Oberwesel também é bacaninha.

Quando falo em castelos, tento descrever aquelas cidades da época medieval; dos castelos no topo de uma colina, casinhas de comerciantes logo abaixo e muro para proteger das invasões… Não tem nada a ver com os castelos modernos que vemos em Londres, Paris e Vienna, por exemplo.

Castelo Marksburg no Reno
Castelo Marksburg fotografado pelo celular do carro (focado e desfocado)… esse foi o único castelo da região que não foi destruído ao logo dos seus 700 anos de história!

Cidades e Atrações que valem a parada

Obviamente não deu tempo de conhecer TUDO, mas conseguimos ver bastante coisa e dividimos aqui nossas dicas para ajudar no seu roteiro de viagem pelos Castelos do Vale do Reno na Alemanha:

*** Eltville é a cidade mais próxima de Frankfurt e ao meu ver a mais “moderninha”, mas ao mesmo tempo a muito charmosa, arrumada e perfeitinha. Pra mim, a grande vantagem dessa cidade é o fato da promenade ser do ladinho do Reno sem ter estrada entre o rio e a cidade, como todas as outras que passamos. E então, curtir o calçadão beirando o rio, tomar um vinho no barzinho e deixar a vida passar é um programão. Pelo jeito da cidade e pela proximidade de Frankfurt, logo se vê que é uma vila do suburbio onde pessoas abastadas residem (moraria lá fácil!).


Promenade de Eltville
Promenade de Eltville

*** Mosteiro Eberbach, para quem leu ou assistiu o clássico “O Nome da Rosa” de Umberto Eco, vai se surpreender ao saber que esse foi o mosteiro alemão escolhido para fazer as filmagens internas do filme. Hoje, o Kloster Eberbach, é a sede de uma vinícola com o mesmo nome, de religioso só ficou o nome 🙂 . As partes do antigo mosteiro virou museu e é aberto ao público, nós até gostamos da visita, mas sinceramente não acho que valeu os 7,50 euro do ticket, a parte externa é gratuita e é um ótimo lugar pra fazer picnic 🙂 .

Pra quem gosta de vinhos, tem uma sala grande com produtos da vinícola para venda e para degustação dos vinhos no balcão, gratuita. Mas vale lembrar que se você não fala alemão, a comunicação com os atendentes pode ser complicada, já quem nem todos falam inglês… mas com mímicas, gestos e tentativa de comunicação de ambos os lados, nós nos demos bem e saímos de lá com duas garrafas, depois de experimentarmos 8 vinhos 🙂 …


O nome da rosa em Eberbach
Anttigo dormitório dos monges em Eberback na Alemanha

*** Rüdesheim am Rhein, é a cidade mais turística e lotada que passamos ao longo do Reno. Não posso negar que ela é uma gracinha, mas não tem a tranquilidade das outras, especialmente no meio do dia e aos finais de semana quando os ônibus de excursão desembarcam seus tripulantes! Aproveitei o clima turistão e almoçamos em uma Wein & Biergarten (casa de vinho e cerveja) bem no meio da Drosselgrasse, o cartão postal da cidade; uma rua fininha cheia de lojinhas, restaurantes e gente (muita gente)… Como estávamos de carro alugado, subimos para o Monumento de Niederwald por conta, e o estacionamento custou 1,50 euro, mas tem também a opção de ir de teleférico saindo na rua de pedestre Oberstrasse (7,50 euro ida/volta), em dias de céu aberto deve ser um programão! [Leia mais detalhes sobre essa cidade nesse post excelente da Carina].

> Dica do GPS: É comum todos chamarem a cidade somente de Rüdesheim, mas ao se tratar de GPS não esqueça de incluir o restante “am Rhein”, para ele não se confundir, ok?

> Dica para pedir um Riesling: se você não gosta de vinho doce (como eu), aprenda a palavrinha mágica “Trocken” para pedir seu Riesling seco na Alemanha e ser feliz 🙂


Wein & Biergarten na Drosselgrasse de Rüdesheim am Rhein
Wein & Biergarten na Drosselgrasse de Rüdesheim am Rhein

Vista de Rudshein on Rhein desde o Monumento Niederwald
Vista de Rudshein on Rhein desde o Monumento Niederwald

*** Bacharach, minha cidade favorita no Reno. Charmosa, pequeninha e com todos os adjetivos de um conto de fadas… Foi lá que nos hospedamos no B&B Pension Bei der Post dos queridos Becky e Gary (mais detalhes nesse post). Obviamente, foi a cidade que gastamos mais tempo e recomendo fortemente a trilha que vai seguindo a antiga muralha da cidade. O castelo Stahleck não é tão charmoso como outros que vimos pelo caminho, mas a entrada é gratuita e tem uma vista belíssima, hoje o castelo é um hostel e no pseudo-restaurante dá para pedir um Riesling da região e aproveitar. E pra quem gosta de vista bonita, não perca as ruínas logo acima do castelo.

Se optar por passar a noite em Bacharach, recomendo experimentar o carrossel de degustação de 15 vinhos da região no restaurante Weingut Fritz Bastian, a cozinha fecha as 21hs aos finais de semana, mas pode continuar pedindo bebidas, o carrossel dá pra duas ou três pessoas (para aqueles que não tem problema em dividir o copo)…

PS: A primeira foto do post (aquela da “capa” também é de Bacharach)


Vila de Bacharach na Alemanha
Vila de Bacharach na Alemanha

*** Loreley não é uma cidade, mas é um rochedo de 120 metros entre as cidade de Oberwesel e St. Goar. Localizado na parte mais estreita do rio Reno, se tornou famoso devido aos inúmeros acidentes de barcos causado por sua forte correnteza e por isso, muitas lendas folclóricas foram sendo criadas.

Loreley é um nome feminino, e assim como nossa Yara brasileira, Lorelei é a sereia alemã, que “afogou” muitos marinheiros ao longo dos séculos. De tão famoso, o rochedo até virou música e quando se passa de barco por essa parte do rio Reno, a melodia começa a tocar… São muitas histórias e a Angela conta com mais detalhes lá no blog Alemanha, por que não? . A música cantada por um coral de crianças está logo abaixo para você ir entrando no clima…

Rochedo Lorelei na Alemanha
Rochedo Loreley na Alemanha

*** St. Goar, famosa pelos cucos, confesso que ela não me deixou impressionada, mas as ruínas do Castelo Rheinfels foi um dos pontos altos do nosso primeiro dia no Reno, para quem gosta de historia ele nos dá uma ideia de como funcionavam as coisas nos burgos na época medieval e a vista que se tem de lá de cima, vale a visita! (Custa 4 euro – horários de visita nesse link).


Castelo Rheinfels em St Goar
Ruínas do Castelo Rheinfels em St Goar

Vale do Reno na Alemanha
Vista do Reno desde o Castelo Rheinfels

 

Você lembrou do seguro viagem? Ele é um dos itens mais importantes da sua viagem. O seguro viagem é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen e precisa ter uma cobertura mínima de 30 mil Euros. O Seguro viagem também é exigido em Cuba, Venezuela e Austrália. Nos demais países em que ele não é obrigatório também é recomendável a contratação, já que infelizmente não podemos prever acidentes. Nos Estados Unidos, o custo médico diário de uma internação é muito caro (uns U$2.000). Não esquecendo que o seguro é muito útil nos casos de cancelamento de viagem, extravio de bagagem e assistência odontológica. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 10% na hora de pagar. 

Clique aqui e ganhe 10% de desconto no seu seguro viagem

;

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI :

–  Reserve seu hotel no Booking.com ( sem taxa de reserva e a maioria dos hotéis oferece cancelamento grátis)

–  Compre seu seguro de viagem na Real Seguros (faz cotação em 10 ótimas seguradoras)

–  Compre seus Ingressos para atrações, excursões e passeios na Europa com a Get Your Guide

–  Alugue seu Carro na Europa com a RentCars

Índice com todos os posts do Viajoteca

Se você fizer sua reserva através dos links aqui da Viajoteca, a gente ganha uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Essa é uma forma de apoiar a Viajoteca a continuar escrevendo sempre ótimas dicas para você. Obrigada!

31 Comentários
  1. Fran Agnoletto Diz

    Adorei o post!
    Quanto mais leio, mais tenho certeza que nosso 15 dias na Alemanha serão poucos, rsrsrs.
    Vale do Reno, já para o roteiro, rsrsrsr

    Bjs,

    Francine

    1. Mirella Matthiesen Diz

      Oi Fran,
      A Alemanha é demais … nem voltei de lá e já quero voltar e conhecer mais coisas 🙂
      Você já sabe seu itinerário?
      bjão

  2. Nanda | Vontade de Viajar Diz

    Uau, essa região parece ser um charme! Viajei pela Alemanha em maio e voltei completamente apaixonada : )

    1. Mirella Matthiesen Diz

      Essa região é demais, confesso que não estava esperando tanto… fiquei pasma 🙂
      A Alemanha é muito especial… eu adoro, e olha que só conheço um pedacinho dela já estou sonhando com um retorno!!!
      bjos

  3. Obrigada pessoal por citar o Alemanha! Por que nao? neste post 🙂 Beijos para todos vcs 🙂 🙂

    1. Mirella Matthiesen Diz

      O prazer é todo nosso Angela… adoramos seu blog!
      bjos

  4. […] Dia 2: Rio Reno – Bacharach  […]

  5. […] Leia o post “Os Castelos do Vale do Reno na Alemanha” para conhecer as cidades que recomendamos as visitas e mais detalhes dessa […]

  6. Mauricio Fortunato Diz

    Olá, parabéns pelo blog!
    Estou programando Alemanha para o ano que vem e fiquei com uma dúvida: Você fez Bacharach – St Goar de barco e voltou de trem, mas disse em outro post que isto durou 7 horas??
    De barco dá 1 hora e como foi a volta? É fácil ir a pé do pier em St Goar para a estação de trem?
    O trem demora a passar? Qual a frequência? E a passagem é fácil de comprar?
    E por fim, em Bacharach a estação do trem também é próxima do pier?
    Eu ficarei em Rudeshein e separei um dia para este passeio até Koblenz. Quero ir de carro até Bacharach e pegar o barco lá, mas não queria demorar tanto, pois depois queria ainda ir de carro a Boppard e Lahnstein .
    Será fácil deixar o carro em Bacharach?
    Desde já agradeço e desculpe tantas perguntas!

    1. Mirella Matthiesen Diz

      Oi Mauricio, Tudo bem?
      Acabei de ver que me expressei mal no post “Como conhecer o Vale do Reno na Alemanha de carro, barco ou trem“, alterei as explicações para deixar tudo mais claro.
      O passeio de barco de Bacharach a St Goar demorou apenas 1 hora, e o retorno de trem a Bacharach somente 15 minutos, as 7 horas foram referentes ao passeio com as paradas nas duas cidades, entende? 🙂
      As cidades são super pequenas e tudo é pertinho. Foi muito tranquilo ir a a pé até a estação de trem de St. Goar e a frequencia era a cada 30 minutos ou uma hora (acho) e compramos o ticket na maquina mesmo – nesse link você consegue ver os horários.
      É tranquilo deixar o carro em Bacharach sim, pelo menos quando eu fui, tinha vários estacionamentos na beira da estrada, próximo a estação de trem. Não deixe de dar uma voltinha em Bacharach a cidade é muito linda!
      Espero que tenha ajudado… qualquer coisa estou a disposição.
      Abs

  7. […] (15 minutos), lembrando que paramos para passear em St Goar e Bacharach. – Leia o post “Os Castelos do Vale do Reno na Alemanha” para conhecer as cidades que recomendamos as visitas e mais detalhes dessa […]

  8. […] Roteiro 9 dias pela Europa – Os Castelos do Vale do Reno na Alemanha – Vale do Reno: de carro, barco ou trem – Keukenhof: Festival de Tulipas na […]

  9. […] Roteiro 9 dias pela Europa – Os Castelos do Vale do Reno na Alemanha – Vale do Reno: de carro, barco ou trem – Keukenhof: Festival de Tulipas na […]

  10. André Luiz Diz

    Olá Mirella!
    Sensacional seu Blog. Parabéns!
    Temos 2 dias e meio na Alemanha para passear pela região do Reno.
    Vc acha que seria melhor ficarmos em 1 cidade-base para conhecer a região ou trocar de cidade a cada dia? Caso seja melhor ficar em apenas uma, qual seria a melhor? (depois temos que ir para Frankfurt pegar nosso trem).
    Obrigado pela ajuda.

    1. Mirella Matthiesen Diz

      OI Andre,
      Eu sou super chata em ficar trocando de hotel, sempre prefiro ter uma base e de lá seguir para os lugares que quero conhecer. E como esse pedaço do Vale do Reino é bem pequeno, acho que vale fazer isso. Eu ficaria em Bacharach, pois achei a cidade um charme 🙂 .
      Abs

      1. André Luiz Diz

        Muito obrigado, Mirella.
        Tentarei acatar sua sugestão.
        E, mais uma vez, parabéns pelo Blog

        1. Mirella Matthiesen Diz

          Legal André…
          Obrigada você pela visita! Espero que sua viagem seja tão bacana quanto a minha…
          Ah, e se der tempo tenta dar uma esticadinha até o Mosel pra ver o Burg Eltz, adorei 🙂
          Abs

  11. Nicole Plauto Diz

    Demaiss!! Fui agora na Páscoa pro Vale do Reno e amei! 🙂 Adorei o post, bem completinho :*

    1. Mirella Matthiesen Diz

      Que bom que gostou do post Nicole, gostei tanto dessa minha viagem, queria ir de novo e com mais calma 🙂
      Se escrever sobre sua viagem, depois me passa o link 🙂
      bjos

      1. Nicole Plauto Diz

        Com certeza, Mirella! Eu também já quero ir de novo. Passei 4 dias e ainda tem tanta coisa pra ver, haha
        Quero escrever em breve, vamos ver quando o tempo me permitirá, hehe. Beijos!!

  12. Alexandre Diz

    Boa noite.
    Estou pesquisando alguns destinos para fazer minha primeira viagem internacional, gostei muito dessa do Vale do Reno. Pretendo fazer a viagem no começo de junho, você pode me orientar sobre empresa aérea, qual a cidade de destino e hotel? Muito obrigado.

    1. Mirella Matthiesen Diz

      Oi Alexandre, Tudo bem?
      Olha… a gente não pode montar um roteiro pra você, há empresas que fazem tudo isso pra você, inclusive recomendamos a Senzatia.
      Temos vários posts aqui no Viajoteca para te auxiliar a montar por conta própria também, quando tiver perguntas mais específicas, será um prazer ajudálo.
      Abs

  13. Diana Diz

    Ameiiiiiiii esse post e já planejei 4 dias para embarcar nesse aventura as margens do rio Reno. Obg.?

    1. Mirella Matthiesen Diz

      Que bom que te ajudei Diana … eu também AMEI essa viagem!!! Muita coisa linda para ver 🙂
      bjos

  14. […] Roteiro 9 dias pela Europa – Os Castelos do Vale do Reno na Alemanha – Vale do Reno: de carro, barco ou trem – Keukenhof: Festival de Tulipas na […]

  15. […] + OS CASTELOS DO VALE DO RENO NA ALEMANHA […]

  16. Katia Ramos Diz

    Oi Mirella….. uma dúvida, dá para levar bagagem nesses cruzeiros da KD de 1 dia? Minha ideia inicial seria pegar o barco em Coblença e ir para Colonia e aproveitar o passeio, em vez de ir de trem. Obrigada!

    1. Katia Ramos Diz

      Oi Mirella… acho que vc nao viu minha pergunta…. hoje ja penso em fazer o contrário, ir de colonia até Mainz mas pernoitando em uma das cidades no meio. Dá para levar bagagem? Obrigada

      1. Mirella Matthiesen Diz

        Oi Katia, Tudo bem?
        Realmente essa sua pergunta escapou… me desculpa.
        Sobre bagagem, acabei de acessar o website da KD e eles informam que aceitam somente malas de mão, mas não se responsabilizam pela mala, você que carrega e cuida dela o tempo todo.
        “There is no luggage office on board or at the wharf, therefore large baggage cannot be transported (max. hand baggage size). The passenger is responsible for transporting their luggage and other items brought on board to and from the ship. The carrier accepts no liability for luggage and other items brought on board.”
        Fonte: https://www.k-d.com/en/faq/

        Espero que ajude 🙂

  17. Flavia Pontes Diz

    Ola, sei que seu post é um pouco antigo, mas por incrível que pareça é o mais completo… ?

    Queria que vc me explicasse, pois não entendi, como fazer todas essas cidades ( principais da rota romântica ) em 2 dias.

    Outra dúvida, meu interesse antes de ler seu post era conhecer Frankfurt ( 1 dia e 1 noite ) e Colonia ( 1 dia e 1 noite tbm), mas achei interessante esse roteiro de barco que sai de Frankfurt e vai passando por varias cidades ao longo do Rio Reno…

    Queria conhecer uma vinicula também, o que vc me indica ? Obrigada desde já e aguardo seu retorno.

    ( como faço pra ir de ônibus de Frank a Colonia ? outra opção que estou analisando … )

    1. Mirella Matthiesen Diz

      Oi Flavia, Tudo bem?
      Você vai precisar ver suas prioridades e o que quer fazer.
      Eu fiz um dia de carro e outro dia de barco e trem.
      De carro: Eltville, Mosteiro Eberbach (degustação de vinho) e Rüdesheim am Rhein.
      Minha base para dormir foi Bacharach.

      De barco: fiz de Bacharach até St. Goar, sendo que nesse dia caminhei por St. Goar e Bacharach.

      Sobre ônibus na Alemanha, melhor seguir as dicas da Carina que mora em Frankfurt: https://www.viajoteca.com/onibus-dentro-da-alemanha/

      Ajudei?
      Abs

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.