Página Principal Serra Catarinense O que fazer na Serra do Rio do Rastro, Santa Catarina

O que fazer na Serra do Rio do Rastro, Santa Catarina

por Mirella Matthiesen

Durante nossa viagem de carro pelo Sul do Brasil, incluímos a região da Serra do Rio do Rastro em Santa Catarina no itinerário, e a surpresa foi muito melhor que a esperada!

Nessa road trip passamos por destinos incríveis como Gramado, Canela, Bento Gonçalves, Florianópolis e um dos lugares que mais nos fascinou foi a Serra do Rio do Rastro na Serra Catarinense.

Já ouviram falar? Além da famosa serra com uma estrada cheia de curvas, há também cânions, vinícolas e paisagens de tirar o fôlego!

Procure aqui descontos para preços de passagens aéreas

Estrada da Serra do Rio do Rastro
Estrada da Serra do Rio do Rastro

Sobre a Serra Catarinense…

A Serra do Rio do Rastro fica a 1.500 m de altitude e a apenas 50 km do mar, essa combinação causa bastante imprevisibilidade em relação ao clima, a dica é sempre ter um agasalho por perto.

Nossa visita a Serra do Rio do Rastro entrou no roteiro sem querer; a previsão do tempo para os cânions do Rio Grande do Sul era de chuva e bem nublado, então mudamos rapidinho os planos, conseguimos uma reserva no maravilhoso hotel Rio do Rastro Eco Resort  e lá fomos nós!

Muita surpresa nos espera na Serra Catarinense, curtimos vinícolas, cânions, araucárias e uma estrada cheia de curvas. E um dos pontos super positivos é que tem bem menos visitantes que as serras gaúchas! Depois da minha experiência, só digo uma coisa, você precisa incluir esse lugar na sua lista de viagens!!!

A fauna e a flora também são abundantes e ela ganhou o apelido de “Patagônia Brasileira“, devido a suas similaridades com a Patagônia da Argentina.


Leia também >> SERRA CATARINENSE | CIDADES, O QUE VISITAR, ONDE FICAR


Já está curtindo nosso perfil no instagram e no facebook (@viajoteca)

Canion das Laranjeiras, Santa Catarina
Cânion das Laranjeiras!

Como chegar na Serra do Rio do Rastro

A Serra do Rio do Rastro fica a 490 km de Curitiba e 220 quilômetros de Florianópolis, as duas metrópoles mais próximas da região e melhor acesso para chegar de avião, inclusive, clique aqui para pesquisar promoções de passagens aéreas.

O acesso é pelas rodovias BR-101e BR-282 até chegar na SC-438, que liga Bom Jardim da Serra e Lauro Müller.

As estradas de acesso são todas asfaltadas, mas melhor ter um carro com motor mais forte, pois há muitas curvas e sempre subida. Você pode também alugar um carro para o trajeto, mas caso for se aventurar pelas trilhas das fazendas, o ideal é ter um carro 4×4.

Canion das Laranjeiras, Santa Catarina
Paisagem da Serra Catarinense!

Antes de começar a viagem, que tal já deixar tudo reservado:


O que fazer na Serra do Rio do Rastro em Santa Catarina

Abaixo enumero algumas das principais atrações para se fazer na região da Serra do Rio do Rastro / Serra Catarinense.

A dica é escolher um hotel na região (mais dicas de onde ficar no final do post) e ir fazendo as atividades a partir do hotel.

Mirante da Serra do Rio do Rastro

Mirante da Serra do Rio do Rastro

O carro chefe da região é a famosa estrada SC-438, ou também conhecida como Estrada da Serra do Rio do Rastro.

São 284 curvas, entre as cidades de Lauro Müller e Bom Jardim da Serra. Não tem como não se impressionar!

Logo no topo da serra tem um mirante onde você consegue entender um pouquinho do que te espera na descida, ou o que você passou durante a subida! Acho que o Roberto Carlos ainda não conhecia essa serra quando escreveu a músicas “As Curvas da Estrada De Santos” (risos).

Serra do Rio do Rastro, Santa Catarina

Se ficar na região por alguns dias (super indicado) aproveite para ver o visual do mirante durante a noite também, pois é muito legal! Apesar da qualidade horrorosa da foto abaixo, acho que dá para ter uma idéia do que estou falando! Maneiríssimo…

Serra do Rio do Rastro

LEIA TAMBÉM :


Vinícola: Villa Francioni

Vinícola Villa Francioni , Santa Catarina

No caminho de Lages para a Serra do Rio do Rastro, a gente se encanta com o visual da estrada e no topo de uma das colinas, logo se vê um casarão que desperta curiosidade.

A Villa Francioni é uma vinícola lindíssima que conta com mais de 15 rótulos para todos os gostos. Inclusive, o vinho rose, caiu no gosto da Madonna (sim, ela mesmo!), depois que experimentou, a cantora comprou várias caixas em uma das viagens que fez ao Brasil.

Nós chegamos quando a vinícola estava quase fechando então, então não conseguimos fazer a degustação e nem o tour. Mas a gente pode curtir um pouquinho da decoração do interior do casarão e a imensidão da paisagem.

Outras vinícolas para provar na região são: Monte Agudo, Pericó, Quinta da Neve e Villaggio Bassetti. Acesse o blog Vila Vinífera para ler sobre elas.

Vinícola Villa Francioni , Santa Catarina
Vinícola Villa Francioni , Santa Catarina

Sugestões de passeios a partir de Florianópolis ou Balneário Camboriú:

Balneário Camboriú: Rota Alemã c/ Blumenau e Pomerode

Traslado Ida e Volta de Florianópolis para Beto Carrero

City Tour Histórico em Florianópolis


Cânion das Laranjeiras

Canion das Laranjeiras, Santa Catarina

Eu não sei quanto a você, mas eu não tinha idéia da existência de cânions em Santa Catarina, e confesso que depois que vi essa belezura me senti na responsabilidade de divulgar esse lugar INCRÍVEL para todo mundo!

Há outros cânions na região, mas nós só tivemos a oportunidade de visitar o Cânion das Laranjeiras que fica em uma área dentro da Fazenda Santa Cândida. Apesar da entrada ser aberta ao público, precisa-se pagar uma taxa para o proprietário (nós pagamos R$10 por pessoa).

Recomendo fazer esse passeio com um guia credenciado, pois a estrada para a fazenda é sapeca, requer carro 4×4, e achei fácil se perder na trilha de 1,5km em direção ao cânion.

Nós contratamos a empresa Tribo da Serra Ecoturismo diretamente no nosso hotel e eles organizaram tudo pra gente!

Para quem gosta de natureza, eu garanto que os olhos vão saltar de emoção a cada passo! Foi o lugar mais legal que visitamos na região da Serra do Rio do Rastro.

ATENÇÃO: ao chegar perto do desfiladeiro, fique de olho para não se empolgar com a paisagem e andar mais que o necessário. Sim, já houve incidentes fatais!

Canion das Laranjeiras, Santa Catarina
Trilha para o cânion.
Canion das Laranjeiras, Santa Catarina
Cânion das Laranjeiras

Leia também:


Rio do Rastro Eco Resort

Rio do Rastro Eco Resort

Que achado! Essas são as palavras que uso para descrever o Rio do Rastro Eco Resort.

Sobre as instalações: requinte com jeitinho rústico, clima de serra e serviço acolhedor. Nossa experiência foi fantástica! Na verdade, poderia ter sido melhor, se não houvesse tantos sapos a noite no caminho dos chalés até o restaurante! rs rs rs.

O Sr Ivan, proprietário, também é um fofo e nos fez sentir em casa rapidinho!

Se estiver procurando um espaço romântico, eu achei o ambiente perfeito, mais um daqueles lugares deliciosos da Serra Catarinense.

O Rio do Rastro Eco Resort é um hotel para quem está procurando por algo mais luxuoso. Mas há outras opções de hotéis na região para todos os bolsos como:

Rio do Rastro Eco Resort
Rio do Rastro Eco Resort
Show catarinense que acontece algumas noites do ano.

Conclusão sobre a Serra do Rio do Rastro

E aí curtiram as dicas do que fazer na região da Serra do Rio do Rastro? Você pode incluir outras cidades como São Joaquim e Urubici no itinerário da Serra Catarinense, com certeza um daqueles lugares do Brasil que a gente se apaixona e quer sempre voltar.

Lembre-se de usar nossos links de parceiros para fazer suas reservas, você não paga a mais por isso, muitas vezes recebe descontos especiais, e a cada reserva concluída, nós aqui do Viajoteca recebemos uma pequena comissão que nos ajuda a manter o blog operando! Seu apoio e muito importante e nós agradecemos muito.

Continue viajando com a gente:

Todas as Viagens - Botão Seguro Viagem

 

Botão Chip de Celular
Todas as Viagens - Botão Passagem aérea

 

Botão Hoteis

Todas as Viagens - Botão Aluguel de carro

 

Botão Ingresso

LEIA TAMBÉM:

5 comentários

Wagner 28 de junho de 2020 - 16:33

Olá, boa tarde! Parabéns pelo relato, bastante detalhado! Vc fez essa roadtrip no período de quarentena aqui do Brasil? Obrigado

Responder
Mirella Matthiesen 29 de junho de 2020 - 01:26

Oi Wagner, Tudo bem?
Obrigada pelo comentário, não viajei durante a pandemia para Serra da Canastra, somente estou atualizando vários posts do blog com algumas dicas extras e mais detalhes para ajudar as pessoas que estão pensando em viajar depois que essa maluquice do coronavírus acabar.
Se cuide por aí.
Abs,

Responder
Ricardo 5 de agosto de 2020 - 10:07

Olá, só para esclarecer, quando você diz em alguns trechos que “requer carro 4×4” está dizendo que a tração nas quatro rodas é realmente necessária, por exemplo, para áreas com muita lama ou muita areia, onde de fato há risco de perda de tração ou um carro mais alto como um duster, já daria conta? Pergunto porque não sei seu nivelde informação sobre isso e, para mim, é um detalhe importante.

Responder
Mirella Matthiesen 7 de agosto de 2020 - 01:16

Oi Ricardo, Tudo bem?
Escrevi esse post para pessoas que não são trilheiros e nem experientes em aventura 4×4, então a visão que eu tenho pode ser diferente da sua, entende?
Quando viajei não estava chovendo e nem coisa do tipo, que pode complicar a viagem em carros comuns.
Eu acho que um duster seria mais que suficiente, eu não teria problema de ir com um carro desse tipo, mas nós estávamos de Corolla.
Mas independente do carro, tem o fato de como chegar lá e depois saber seguir a trilha correta até o cânion, acho que por essa, vale o auxilio de um guia.
Espero ter ajudado.
Abs

Responder
5 Lugares para conhecer em Santa Catarina - Blog 11 de agosto de 2020 - 16:15

[…] inverno, com um pouco de sorte, você pode ver a neve. A Serra do Rio do Rastro liga Lauro Muller a Bom Jardim da Serra. São 15 quilômetros de curvas e muitas subidas e descidas […]

Responder

Fale com a gente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Viajoteca usa cookies para tudo funcionar direitinho no seu browser, tudo bem? Aceito Leia mais

Privacidade & Cookies