Miami Beach: pelas ruas de South Beach

7

Sol, praia, balada, gente bonita e arquitetura art deco… isso e muito mais é o que Miami Beach – South Beach tem a oferecer! E agora que estou morando pertinho de desse paraíso, sempre que posso, saio para explorar os bairros e as praias dessa região tão idolatrada e lotada de brasileiros (risos).

Praia de Miami Beach
Miami Beach – South Beach (SoBe)

SoBe, apelido de South Beach entre os locais, não deve atrair a brasileirada somente pelas praias, pois o Brasil oferece uma seleção muito mais diversificada e bonita… mas ao se falar de South Beach, a praia é um simples contexto dentre um complexo mundo de arquitetura art-deco, bares, pessoas querendo ver e serem vistas, o vibe urban beach chic e o prazer de viver num mundo latino dentro dos Estados Unidos, para muitos, umas das melhores combinações do mundo!!! Pra mim, que estava acostumada com a perfeição sem sal e sem açucar canadense, poderia ser um pouquinho menos apimentado, mas quando estou lá, entro no clima e me divirto muito 😉

Aliás, é preciso entrar no clima mesmo, pois facilmente os turistas podem se chocar com o que observam por lá, eu brinco que sentar em um dos bares da Ocean Drive e ver o povo passar, é como ver um zoológico humano … tem de tudo!

Praia de Miami Beach
Arquitetura da Ocean Dr.

Como South Beach começou

Engana-se quem pensa que South Beach sempre foi assim: areia branquinha, clima de praia e resorts… na verdade, como a maior parte da Florida, aquilo não passava de um brejo, um manguezal deserto e sem utilidade.

Em 1868, um investidor chamado John Lum comprou toda Miami Beach pela barganha de .35 centavos o acre, com a intenção de criar uma fazenda de coqueiros. Devido ao terreno infertil, em 1890 ele desistiu da ideia.

No início de 1900, veio John Collins com a ideia de plantar abacate e esta até que foi pra frente, mas sendo Miami Beach separada do continente, a questão do transporte para o mercado consumidor passou a ser um problema. Foi então que ele decidiu criar um canal e uma ponte que ligasse os dois pontos, infelizmente ele foi a falência antes de completar a obra! A sorte não estava do lado de SoBe…

Em 1912, or irmãos John and James Lummus, conceberam uma nova visão para South Beach, decidiram transformar aquilo numa “ilha da fantasia”, criando um pequeno balneário turístico e o meio de transporte para atrair o público seriam balsas. Esse foi o começo da era SoBe como destino de ferias.

Com Carl Fisher, South Beach ganhou ainda mais destaque; ele completou a ponte do Collins, construiu o primeiro hotel de luxo e criou a famosa Lincoln Rd para turistas se acabarem nos shoppings. Pelos idos de 1920, já tinham 5 hoteis e várias mansões decorando a orla.

E foi então que chegou a era Art Deco entre as décadas de 30 e 40, quando a maioria das obras arquitetônicas da região foram feitas e que deixou marcado pra sempre o layout de Miami South Beach.

Durante e depois do pós-guerra, o turismo caiu na região, mas por outro lado, família de militares começaram a se mudar pra lá e a população começou a crescer, mas o glamour de antigamente foi pro espaço. Aí vieram as décadas de 60 e 70 trazendo os aposentados a procura de residência barata e refugiados cubanos de Castro desembarcaram em Miami Beach na década de 80 para completar o fiasco.

Na metade da década de 80, South Beach renasceu novamente quando a comunidade revitalizou os predios da era art deco e o seriado Miami Vice estava bombando da TV. Depois da trágica morte do estilista Versace em frente a sua mansão na Ocean Dr. em 1997, houve uma crise de identidade que resultou em um breve esquecimento da região, mas na última década ela voltou e parece que agora é pra ficar, será?

Fonte de inspiração para o texto: History of South Beach

Caminhando por South Beach

Não é preciso carro para “desbravar” o bairro, com uma bicicleta alugada ou a pé, você aproveita tudo. Meu meio de transporte favorito são sempre os pés, pois me dou a chance de ir parando onde acho legal e um lugar como Miami Beach, onde um roteiro muito fechadinho perde a graça, tudo fica ainda mais perfeito.

A caminhada pela calçadão da praia na Ocean Dr. (entre a 5th St e a 14th St) é imperdível, mas a dica é fazer a ida e volta, uma hora do lado do calçadão do coqueiros para curtir o pessoal fazendo esportes e ver a arquitetura dos predios e na volta caminhando no meio dos bares para sentir o burburinho (o Kiko, marido, odeia essa parte ehehe). E tem que ir de dia e de noite para perceber a diferença. Nossa paradinha para um drink foi no Cardozo Bar & Grill, o lugar é ok, mas o tamanho da Marguerita que me serviram foi sem noção (fotos mais pra baixo)!

Esporte em Miami Beach
Volei no calçadão de South Beach
Ocean Dr em Miami Beach
Ocean Dr. e seus neons a noite… (fotinha tosca do celular)

Outra rua bastante visitada pelos visitantes é a Lincoln Rd, uma rua de pedestre cheia de coqueiros cercada de lojas de marcas, souvenirs, Romero Brito e besteirinhas em geral, é gostoso passear por ali e continuar a brincadeira de ver e ser visto de Miami Beach. Parar para um drink ou uma entradinha, também é bacana… Essa rua não fica de frente a praia, mas é parada obrigatória. Vale lembrar que essa area da Lincoln e imediações é no momento, a mais “chic /trendy”  de Miami Beach, apresentando os melhores hoteis do SoBe…

Lincoln Rd. Miami
Lincoln Rd. em Miami Beach

Eu particularmente não gosto da Washington Ave., maaaassss uma ruazinha gracinha perpendicular a ela é a Spañola Way, é basicamente um quarteirão de restaurantes entre a Washington e Drexel Ave. que me encantou…  confesso que nunca parei lá para um jantar ou para drink, mas está na lista do must do da minha próxima passada por Miami Beach.

Spañola Way, Miami
Spañola Way, Miami beach … uma gracinha!
Marguerita em Miami Beach
Eu e meus 2 dedinhos de marguerita – como bem disse o Kiko, “serve uma família de 4! ” 🙂 😉

E para terminar o post que já se prolongou demais, para quem gosta da coisa mais light, dê uma passadinha na região da Ocean Dr. entre a 5th St e 1st St, bem low profile, mas tem o restaurante/lounge super badalado Nikki Beach para “manhã”, tarde e noite! Nessa região é onde também fica o Fogo de Chão… [Leia mais sobre esse local em Miami Beach aqui]

Extra:  O relato de Miami Beach da Sylvia Lemos no Viaje na Viagem está uma delicia, a Aprendiz de Viajante também tem vários posts sobre a região e aqui no Viajoteca tem também as dicas para passear em Coral Gables, um bairro muito fofo da cidade. Do mais, aguenta que vai chegar mais post de Miami!!! See you… 

Todos os posts de Miami no Viajoteca

Você lembrou do seguro viagem? Ele é um dos itens mais importantes da sua viagem. O seguro viagem é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen e precisa ter uma cobertura mínima de 30 mil Euros. O Seguro viagem também é exigido em Cuba, Venezuela e Austrália. Nos demais países em que ele não é obrigatório também é recomendável a contratação, já que infelizmente não podemos prever acidentes. Nos Estados Unidos, o custo médico diário de uma internação é muito caro (uns U$2.000). Não esquecendo que o seguro é muito útil nos casos de cancelamento de viagem, extravio de bagagem e assistência odontológica. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 10% na hora de pagar. 

Clique aqui e ganhe 10% de desconto no seu seguro viagem

;

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI :

–  Reserve seu hotel no Booking.com ( sem taxa de reserva e a maioria dos hotéis oferece cancelamento grátis)

–  Compre seu seguro de viagem na Real Seguros (faz cotação em 10 ótimas seguradoras)

–  Compre seus Ingressos para atrações, excursões e passeios na Europa com a Get Your Guide

–  Alugue seu Carro na Europa com a RentCars

Índice com todos os posts do Viajoteca

Se você fizer sua reserva através dos links aqui da Viajoteca, a gente ganha uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Essa é uma forma de apoiar a Viajoteca a continuar escrevendo sempre ótimas dicas para você. Obrigada!

7 Comentários
  1. […] a Wynwood Art District em Miami como o bairro “Anti-SouthBeach“, pois diferente daquela Miami Beach turística “a la Romero Britto“, Wynwood ainda é um bairro em formação, de certa forma sujo e com muita “gente […]

  2. […] Wynwoods Arts District Miami: dicas de South Beach – Miami Beach Miami – Coral Gables (Everglades / South Beach) Miami (Everglades / South Beach) Miami, […]

  3. […] Leia também: Pelas ruas de South Beach […]

  4. […] o Tower Theater abriu suas portas em 1926 com arquitetura Art Deco, assim como muitos prédio de South Beach. Confesso que só conheço a fachada desse prédio e ela está bem caidinha, mas dos reviews que […]

  5. Freedom Tower em Miami

    […] o transporte público nem sempre ajuda e facilmente os turistas se perdem acreditando que somente South Beach é a […]

  6. O que fazer em St Croix

    […] apresentação Tahiti e Moorea… pra morrer de amor! Maldivas … paraíso na Terra! Miami Beach – roteiro Karpathos, uma ilha escondida na […]

  7. […] Leia mais… […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.