Como visitar o Park Güell, em Barcelona – Espanha

2

Se tem uma cidade cheia de atrações interessantes, esta cidade é Barcelona! Com belezas naturais e construídas por grandes arquitetos, visitar a capital da Catalunha é sempre um grande prazer e descobertas a cada esquina. Dentre as visitas imperdíveis está o belo Park Güell, que não deve ficar fora da sua lista!

 

Park Güell-escadaria

Barcelona é uma cidade viva e linda!

 

São tantos lugares bacanas para se visitar que para quem vai à cidade, é necessário fazer um certo planejamento prévio. Pois para conseguir ver o que se quer e não ficar horas esperando precisa de um pouco de organização.

 

Sim, a cidade é sempre cheia e não existe mais aquela história de “baixa temporada”. Para aqueles que não querem deixar de conhecer tudo que tem vontade, a palavra-chave é planejamento!

Uma das atrações mais visitadas de Barcelona, e não sem merecimento, é o Park Güell, uma das grandes obras de Gaudí. E para visitar o lugar, é necessário um pouco de planejamento, já que o parque fica afastado do centro.

 

Outro grande motivo é para não chegar lá e ficar horas esperando para entrar, ou ainda não encontrar mais entradas disponíveis para o dia.

Por isto este post foi pensado como uma ajuda de planejamento prévio para quem vai para cidade e quer visitar o imperdível parque de Gaudí.

O Park Güell

 

O Parque Güell é Patrimônio Mundial da Unesco desde 1984 e uma das atrações mais visitadas de Barcelona.

 

O parque fica no bairro de Gracià, numa região alta da cidade, e um pouco afastada da área mais central e movimentada de Barcelona.

 

É uma enorme área de 20 hectares de mata na encosta do Monte Carmelo. Como todo parque, conta com uma enorme área verde, trilhas de caminhada e algumas atrações espalhadas pelas suas dependências.

 

O parque foi construído entre 1900 e 1914 pelo arquiteto espanhol Antonio Gaudí a pedido do rico empresário Eusebi Güell. Gaudí foi o arquiteto modernista que deu alma a Barcelona e que fez muitas das obras imperdíveis da cidade.

 

Impossível andar pelas ruas de Barcelona e não se deparar com suas genialidades e perceber o estilo que ele imprimiu na capital catalã.

Quem presta um pouco de atenção no parque e suas construções pode perceber um forte simbolismo nas obras. Gaudí e Güell espalharam pelo parque simbolismos em assuntos como a religião católica, mitologia, política catalã, história e alquimia.

 

Com formas da natureza e novas soluções estruturais, Gaudí aprimorou sua técnica nos estudos e projetos deste parque.

 

Park Güell2

O lugar foi pensado para ser um grande projeto imobiliário, um condomínio de casas de luxo em meio a mata numa parte alta da cidade e Gaudí deveria fazer a urbanização da área. Como ficava afastado do centro, o projeto naufragou devido à falta de compradores.

 

Anos se passaram até que em 1922 a administração da cidade decidiu transformar a área em um parque.

 

Hoje o lugar atrai milhares de turistas todos os anos, que vem conhecer a fase naturalista de Gaudí. Aqui está impressa nos detalhes espalhados pelo parque toda sua genialidade.

 

E de brinde, a vista fantástica de toda Barcelona aos seus pés.

 

Park Güell-Gran Plaça3

O que ver no Park Güell

 

O parque conta com duas partes visitáveis: uma paga e outra de livre acesso. A parte paga é uma pequena área cercada, mas onde estão as grandes atrações do lugar.

 

Park Güell-escadaria3

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa.  Nossos leitores recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: VIAJOTECA5.

Parte de acesso livre do Park Güell

 

Quem vai até lá só para ver a vista incrível de Barcelona não precisa se preocupar e comprar a entrada, porque de vários pontos do parque pode se ficar de queixo caído com a beleza que se vê de lá.

 

Park Güell-edifício

Caminhar pelas trilhas e caminhos de terra batida do parque é um programaço!

 

Além da vista incrível da cidade, pode-se descobrir detalhes interessantes e ter um contato bem próximo com a natureza. Todos os caminhos que percorrem o parque também foram projetados pelo mestre Gaudí.

 

O principal caminho do parque, chamado Caminho do Rosário, é ladeado por uma fileira de esferas de pedra como as contas de um rosário.

 

Park Güell-casa Gaudí1

Ainda na parte de acesso não paga do parque, está a casa onde Gaudí morou durante quase vinte anos. Na casa chamada de Torre Rosa funciona desde 1963 a Casa-Museu Gaudí, cujo acervo inclui objetos pessoais e obras de Gaudí e de alguns dos seus colaboradores.

 

Park Güell-casa Gaudí

 

Este museu não fica na parte de acesso paga do parque, mas a entrada desta atração é paga.

No ponto mais alto do parque está outra atração acessível gratuitamente, o Turó de les Tres Creus (calvário das três cruzes).

 

Park Güell Turó de les Tres Creus

 

No topo do monte estão três cruzes, onde a cruz maior representa a de Jesus.

 

Para chegar lá é necessário percorrer uma trilha pela mata e se indica usar sapatos adequados. Mas quem o faz não se arrepende! A vista é incrível.

Outras grandes atrações são os pórticos e viadutos feitos por Gaudí e espalhados pelos 3 quilômetros de trilhas pelo parque.

 

Estas belas construções são de pedras rústicas, extraídas do próprio lugar. Todas são sem linhas e ângulos retos.

 

Os pórticos e viadutos são perfeitamente integrados à natureza e com seus simbolismos.

A parte paga do Park Güell

 

Claro que esta é a parte mais famosa e mais interessante do parque, sendo conhecida como Área Monumental. Por isto ela foi toda cercada alguns anos atrás (2013) e começou a se cobrar entrada para fazer a visitação desta parte do parque. Ela cobre em torno de 8% de toda área do parque. Mas saiba que vale a pena se organizar e pagar para conhecer de perto as belezas incluídas aqui.

 

Park Güell-mapa

A Área Monumental é cercado por um muro, e ali fica a Gran Plaça Circular que é considerada o centro do parque. A partir desta praça oval que todas as demais áreas do parque estão estruturadas.

 

 

Esta praça de chão batido é delimitada por um banco ondulado, decorado com mosaicos coloridos e de diversos motivos, de onde pode se ter uma vista panorâmica privilegiada de Barcelona.

Esta praça é sustentada por uma sala com 86 colunas dóricas que fica abaixo, e que é outra das grandes atrações do parque. A Sala Hipòstila é incrível, toda decorada com mosaicos e colunas de 6 metros de altura.

 

Park Güell-Gran Plaça4

 

Este lugar deveria abrigar o mercado ao ar livre do condomínio planejado.

 

Park Güell-Gran Plaça1

Em frente a Sala Hipòstila fica a famosa Escadaria Monumental, nomeada de L’Escalinata del Drac. Esta é, sem dúvida, a parte mais conhecida do parque e a que mais atrai turistas.

 

Em frente a Sala Hipòstila fica a famosa Escadaria Monumental, nomeada de L'Escalinata del Drac, que é sem dúvida a parte mais conhecida do parque. Ali está a conhecida Salamandra revestida de mosaicos, o El Drac, que é o motivo mais fotografado do parque e emblema do parque Güell, além de ser um dos símbolos de Barcelona

 

Ali está a conhecida Salamandra revestida de mosaicos. O El Drac é a atração mais fotografada e emblemática do parque Güell. O El Drac é também um dos símbolos da cidade de Barcelona.

 

Park Güell-escadaria2

 

Park Güell-salamandra

A entrada principal do parque é delimitada por um portão e dois pequenos pavilhões integrados ao muro do parque. Esses edifícios eram usados originalmente como casas para os porteiros do parque e hoje fazem parte dos serviços de administração do lugar. São estruturas belíssimas e bem ao estilo Gaudí.

 

Você consegue viajar sem celular?
Já saia do Brasil com o seu chip de celular europeu e com internet boa! Ganhe o frete grátis toda vez que usar nosso link.

Tempo de visita ao Park Güell

 

O tempo de visita ao parque Güell depende do que se pretende ver. Para fazer uma visita rápida, onde se visita somente suas partes mais famosas, leva-se pelo menos 1 hora. Neste tempo, pode-se conhecer a área monumental (paga) e bater algumas fotos dos arredores.

Aqueles que pretendem conhecer o parque com um pouco mais de interesse, a visita pode levar de 2-3 horas até mais de meio dia. Caso queira ainda caminhar pelas trilhas, visitar o museu do local, subir o calvário das três cruzes, entre outros, deve-se planejar algumas horas a mais.

Atenção!

 

Como o parque fica numa região mais afastada do centro, planeje sua visita de modo que tenha menos meio dia disponível. Você vai precisar de tempo para chegar lá, conhecer o básico e ainda retornar ao centro.

 

Park Güell-vista da entrada

Deve-se comprar os ingressos antecipadamente para o Park Güell ou não?

 

Existem 5 entradas com 3 bilheterias disponíveis no parque para entrar nesta parte paga do Park Güell. E o bilhete de entrada pode ser comprada na hora ou antecipada pela internet.

 

Park Güell mapa entradas
Fonte: site oficial do Park Güell

 

Existem máquina onde pode-se fazer a compra por conta própria e guichês com atendentes. Nos guichês encontram-se displays luminosos informando o horário do próximo lote com ingressos disponíveis.

 

Park Güell-bilheteria

Dica

Ao chegar no parque, siga para um dos guichês de venda de entradas. Ali verifique o horário de entrada que está sendo vendido no painel luminoso. Faça isto antes de entrar na fila para comprar entrada.

 

Se o próximo horário de entrada a ser vendido for muito distante, avalie se vale a pena comprar a entrada e esperar. Muitas vezes a espera é tão longa que não compensa. Sabendo disto, se evita perder tempo na fila e permite planejar o que fazer no tempo até sua entrada.

A indicação de compra antecipada é fortíssima, porque não existe muita coisa o que fazer na região. Não existe lugares para matar o tempo ali nos arredores do parque, a não ser caminhar pela parte não paga do mesmo.

 

Como a entrada no parque só é permitida no horário designado no bilhete de entrada, o ideal é chegar com ele marcado e ir direto para a portaria.

 

Park Güell-bilheteria1

Atenção!

 

O problema de deixar para comprar na hora é que a quantidade de pessoas dentro desta área é limitada. Além do que são vendidos somente um lote de ingressos para cada hora. Isto foi definido para evitar a superlotação do lugar.

Esta é uma das maiores atrações de Barcelona e os ingressos são vendidos muito rapidamente. Não é difícil chegar lá antes das 10 da manhã e só ter ingressos disponíveis para parte da tarde. Ou até mesmo se conseguir entrada somente para o dia seguinte. E isto não acontece somente nos períodos de alta temporada. Eu mesma estive lá em março, durante a semana, e tive problemas. Cheguei antes das 11 da manhã, e só encontrei entradas disponíveis para às 16:30.

Portanto, saiba que não existe mais baixa temporada na cidade. Se você deseja ver de perto a salamandra e caminhar pela Área Monumental, não marque bobeira! Compre os ingressos antecipadamente antes de ir para Barcelona.

Ingressos antecipados para o Park Güell

 

A entrada na parte monumental do Park Güell é paga, e a indicação para fazer a compra antecipada é forte. Além de conveniente, existe um limite no número de pessoas que podem entrar no parque em cada horário. Por este motivo, a espera para entrar na zona monumental pode ser de algumas horas para aqueles que deixam para comprar a entrada na hora.

O Park Güell fica afastando do centro da cidade e das outras atrações de Barcelona. E é interessante saber que não há muito o que fazer nas redondezas, além da visita ao próprio parque. Então para não perder muito tempo numa cidade onde qualquer tempo para conhecê-la é precioso, a grande dica é: compre as entradas antecipas pela internet!

 

Sem riscos

Tendo as entradas compradas não se corre o risco de chegar ao parque e ter de ficar esperando horas para entrar, ou até mesmo ter de voltar outro dia.

 

O ingresso para poder acessar a área monumental do parque tem dia e hora marcados. Então só pode se entrar nesta área do parque no horário que está marcado no bilhete. Não adianta chegar horas antes, mesmo que no mesmo dia. A entrada só é permitida dentro de um slot.

 

Park Güell-entrada escadaria

Valores dos ingressos

 

Adultos: € 7 ingresso comprado online e € 8 ingresso comprado na hora.

 

Crianças entre 07-12 anos e maiores de 65 anos: € 4,90 ingresso comprado online e € 5,60 ingresso comprado na hora.

 

Menores de 06 anos não pagam entrada.

 

Link para comprar as entradas online no site oficial: www.parkguell.cat/es/compra-de-entradas/
Pode se optar por comprar o ingresso e junto pagar para fazer uma visita guiada com um grupo de pessoas , que custa € 14 (adulto).

Ou ainda fazer uma visita guiada privada (que pode ser em inglês, francês, catalão, castelhano, russo, português ou alemão).

Horários do Park Güell

Os horários de abertura e fechamento do parque variam conforme os períodos e meses do ano. Para saber mais detalhes, informe-se no site oficial.

Endereço e entradas do Park Güell

A entrada principal do parque Güell fica na rua Carrer d’Olot, 78.   Park Güell-rua entrada   Esta entrada fica na parte mais baixa do parque e é a que poderíamos tomar como oficial. Mas existem também entradas secundárias, como as que ficam na Baixada de la Glòria, na Avinguda del Santuari de Sant Josep de la Muntanya e na Avinguda del Coll del Portell.

Como chegar ao Park Güell

Para seguir até o Park Güell, o turista tem basicamente 3 opções: ônibus, táxi e metrô. Existe a possibilidade de ir de carro alugado também, mas isto poucos turistas utilizam dentro de Barcelona.  

Táxi

Esta é a maneira mais prática, rápida e cômoda, contudo também a mais dispendiosa. A corrida de táxi da Plaça Catalunya até a entrada do parque custa em torno de €15. Uma corrida de táxi leva em média 15 minutos, dependendo do trânsito.

Ônibus

Você pode optar por um dos ônibus de linha de transporte público da cidade que conta com algumas linhas que param na porta do parque. Ou ainda pelos ônibus que fazem passeios pela cidade, das empresas Bus Turístico e Barcelona City Tour.

Drop-in Drop-off

As empresas Bus Turístico e Barcelona City Tour tem paradas ditas “Park Güell”, mas são distantes do portão de acesso e é necessário uma caminhada cansativa para subir as ruas que dão acesso ao parque.

Ônibus de linha

Os ônibus de transporte público linhas nº 24, 25, 31, 32, 74, 92 deixam perto do portão de entrada. Sendo que as linhas 24 e 92 são as mais indicadas, já que elas param na frente dos portões do parque.

Linhas nº 24 e 92

A linha de ônibus nº 24 (Paral·lel/El Carmel) parte da Plaça Catalunya e percorre o Paseo de Gracia. Se optar por pegar esta linha, desça na parada na Carretera del Carmel-Park Güell, que fica em frente de uma das entradas principais do Park Güell.

A linha de ônibus nº 92 (Pg. Marítim – Av. Tibidabo) segue da parada Trelawny-Passeig Marítim, passando pela Sagrada Familia e pelo Hospital de Sant Pau. Ao pegar esta linha, deve-se descer na parada Carretera del Carmel-Park Güell. Esta parada de ônibus fica em frente de uma das entradas principais do Park Güell.

O valor da viagem de ônibus é de € 2,15 por cada trecho e por pessoa.   A grande desvantagem do ônibus é que a parada do ônibus no Park Güell costuma estar lotada de pessoas esperando para pegar o ônibus e retornar ao centro.   Park Güell-parada de ônibus

Metrô

Quem optar por seguir para o parque de metrô, deve seguir na linha 3 até a estação Lesseps, onde deve descer. Dali, uma caminhada de 10 minutos aproximadamente leva até o parque Güell, que fica a 1300 metros de distância.   Park Güell-mapa metrô

Atravesse a Plaça de Lesseps e siga pela Travessera de Dal por aproximadamente uns 300 metros. Ao chegar na Av. del Santuari de Sant Josep de la Muntanya, que fica a esquerda, suba em direção ao parque.   Outra opção é seguir adiante e entrar na próxima, que é a Carrer de Larrard. Ambas as ruas tem sinalização indicando o parque. Entre numa destas ruas e suba até o Parque Güell. A rua del Santuari de Sant Josep de la Muntanya é a mais indicada, já que ela conta com escadas rolantes que auxiliam na subida até o parque. Como o parque fica no alto de um monte, as ruas que levam até ele são íngremes e cansativas para subir à pé, até o portão de acesso ao parque. Park Güell-escada rolante

O valor da viagem de metrô é de € 2,15 por cada trecho e por pessoa.

Vale a pena comprar antecipadamente:


Você lembrou do seguro viagem? Ele é um dos itens mais importantes da sua viagem. O seguro viagem é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen e precisa ter uma cobertura mínima de 30 mil Euros. Nos demais países em que ele não é obrigatório também é recomendável a contratação, já que infelizmente não podemos prever acidentes. Nos Estados Unidos, o custo médico diário de uma internação é muito caro (uns U$2.000). Não esquecendo que o seguro é muito útil nos casos de cancelamento de viagem, extravio de bagagem e assistência odontológica. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: VIAJOTECA5.

Europa 1

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI :

–  Reserve seu hotel no Booking.com ( sem taxa de reserva e a maioria dos hotéis oferece cancelamento grátis)

–  Compre seu seguro de viagem na Seguros Promo (faz cotação em 10 ótimas seguradoras)

–  Compre seus Ingressos para atrações, excursões e passeios na Europa com a Get Your Guide

–  Alugue seu Carro na Europa com a RentCars

–  Índice com todos os posts do Viajoteca

Se você fizer sua reserva através dos links aqui da Viajoteca, a gente ganha uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Essa é uma forma de apoiar a Viajoteca a continuar escrevendo sempre ótimas dicas para você. Obrigada!


2 Comentários
  1. Adriele Diz

    Obrigada pelas dicas Carina, estou indo para Barcelona em agosto.. qualquer dica para a rota andalusia? (costa del sol)

    1. Carina Diz

      Olá, Adriele!

      Que bom que te ajudou! 🙂
      Que dicas vcs procura?

Comente Aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.