Logo

Bolshoi capa

O Teatro e Ballet Bolshoi em Moscou

by / 4 Comentarios / 13 de novembro de 2016

Moscou é uma das cidades mais lindas do mundo e que tem ícones famosos e imperdíveis numa visita, como a Praça Vermelha e suas atrações (que por si só já valem a viagem), museus excelentes, suas Estações de Metrô que mais parecem salas de museus, e ainda o grande Teatro Bolshoi, que hospeda uma das maiores companhias de Ballet do mundo, que leva seu nome, a Bolshoi Ballet Academy.

Bolshoi1

O Bolshoi tinha um atrativo extra para mim nesta viagem que fiz a Moscou, já que o Ballet Bolshoi possui uma única filial de sua escola de balé fora da Rússia e ela fica exatamente na minha terra natal, em Joinville (Santa Catarina). Como eu já havia visto algumas apresentações na terrinha, durante o famoso Festival de Dança que acontece todos os anos na minha cidade, eu queria muito ver uma apresentação em Moscou. Não foi possível ver um balé, mas o Teatro eu conheci e assisti uma ópera, e conto algumas coisas aqui pra vocês.

Seguro viagem geral 728x90

História do Teatro e Ballet Bolshoi

O Teatro Bolshoi foi fundado em 1776, quando o príncipe Peter Urusov ganhou da Imperatriz Catarina II da Rússia o direito exclusivo de realizar em Moscou show e comédias musicais. Ele então se associou ao empresário inglês Michael Maddox para fundar o Teatro Público de Moscou. Os primeiros atores eram servos do príncipe e as performances eram encenadas primeiramente em uma casa particular, e apenas em 1780, quando Maddox transformou-se em único proprietário foi construído um edifício para a companhia na Praça Petrovskaya (agora Teatralnaya) no local do teatro atual. O primeiro o teatro foi chamado de Teatro Petrovsky, já que ficava nesta que era uma das principais ruas da cidade.

Ballet Bolshoi-Opera Iolanta01

Em 1805 o fogo destruiu o edifício, arruinando Maddox e trazendo o teatro para o controle do estado, para ser rebatizado de Teatro Imperial. 20 anos mais tarde o prédio foi desenhado pelo arquiteto Joseph Bové (Osip Ivanovich Bové) e construído de acordo com planos por Andrei Mikhailov para abrigar espetáculos de ópera e balé. Só então passou a ser chamado de Teatro Bolshoi. Em 18 de janeiro de 1825 o novo Teatro Bolshoi foi reaberto, com a representação do ballet “Cinderela” do compositor catalão Fernando Sor, com o Ballett Cendrillon e música de Alexei Verstovsky e Alexander Alyabyev.

No século XVIII foram óperas em sua maioria realizados por compositores russos, mas também dramas e balés. Na era soviética aconteciam ali os congressos do partido do PCUS e os congressos da Internacional Comunista.

O palco do Bolshoi foi o primeiro a ver muitas obras notáveis de compositores russos e estreias históricas, como em 4 de março de 1877, do famoso bailado O Lago dos Cisnes de Pyotr Ilyich Tchaikovsky, e de várias composições de Sergei Rachmaninoff.

Entre julho de 2005 e outubro de 2012 o teatro esteve em profunda remodelação. O edifício, cujas estruturas vem de três eras diferentes, tornou-se degradado, necessitando de uma renovação completa. No início das obras, os técnicos descobriram que a instabilidade do edifício era maior que a esperada, já que o prédio é estaqueado em postes de madeira em uma parte originalmente pantanosa do centro de Moscou, e que fez com que as obras prologarem-se por seis anos. Estima-se que os custos de renovação totalizaram 25,5 bilhões de rublos, o equivalente a quase um bilhão de euros, mas os números oficiais indicam somente a metade deste valor. A renovação incluiu a restauração da qualidade acústica original (que foi perdida depois de modificações feitas durante e época soviética), com equipamentos de som e iluminação de última geração, bem como a restauração da decoração que remonta à estética da Rússia Imperial, dando uma atmosfera mais íntima, semelhante à de um teatro de corte czarista.

ballet-bolshoi-opera-iolanta04

O Teatro Bolshoi é sede da Academia Estatal de Coreografia de Moscou, também conhecida como Academia de Balé Bolshoi, Companhia de Balé Bolshoi ou simplesmente Balé Bolshoi, sendo uma das mais antigas e prestigiosas companhias de dança do mundo, que consiste de famosos cantores locais, dançarinos, condutores, diretores, e coreógrafos.

Prédio do Teatro Bolshoi

O Teatro Bolshoi é um dos mais belos e um dos melhores edifícios de teatro do mundo, tendo um estilo único do classicismo russo, é um importante ponto turístico moscovita e de toda a Rússia. Tanto que a sua icônica fachada neoclássica com 8 grandes colunas encimadas por uma escultura de Apolo na Carruagem do Sol (o símbolo do movimento eterno da arte e da vida) foi cunhada em uma moeda russa moderna (prata) e impresso na nota de 100 rublos. Uma construção imponente, que faz jus à sua história e aos corpo de ballet que abriga.

Bolshoi3

O Bolshoi é a segunda maior casa de ópera da Europa (depois de La Scala, em Milão), sendo conhecida pelo seu tamanho e excelente acústica. Mesmo seu prédio tendo sido reconstruído e renovado diversas vezes em sua história.

O belo edifício é decorado internamente em vermelho e com estuque dourado, murais no teto, e enorme lustre de cristal. O palco tem 21 metros de altura, 25 metros de comprimento e 26 metros de largura e dá lugar a 2.153 espectadores. As antessalas também são belíssimas e cheias de lindos lustres.

O Teatro Bolshoi fica numa praça, a Teatralnaya Ploshad, e em frente do prédio está uma fonte, e tudo estava congelado nos -7 graus que peguei no fim de março.

Bolshoi2

O Bolshoi

O nome do Teatro Bolshoi em russo é Большой театр e que significa “Grande Teatro”. O nome vem da palavra russa, Большой “Bolshoi”, que quer dizer “grande”. Em Moscou e São Petersburgo, havia apenas dois teatros, um deles destinado à ópera e ao ballet (estes eram conhecidos como Teatros Bolshoi) e outro para tragédias e comédias. Como a ópera e o ballet eram considerados mais nobres que o drama, a ópera foi nomeada o “Grande Teatro” e o teatro de teatro, era conhecido como “teatro pequeno”, ou teatro de “Maly”, Малиый que é pequeno em russo.




É difícil estimar a importância do Teatro Bolshoi para a Rússia, já que é sem dúvida uma atração cultural famosa e extremamente respeitada em todo o mundo, não só por suas criações imortais e seu magnífico edifício, mas também por fazer parte da história russa e mundial.

Desde a sua criação, o Teatro Bolshoi sedia sua companhia de ballet, e é o lar do grupo de bailado Bolshoi. Muitos dos grandes ballets do mundo se apresentaram no teatro Bolshoi, incluindo algumas estreias importantes, como o balé de Tchaikovsky, Lago dos Cisnes, que estreou no teatro no dia 4 de março de 1877. O Bolshoi também foi o local da estreia do grande diretor francês, Marius Petipa, com a produção Don Quixote, um Grand Ballet em 4 Atos-8 Cenas, e música de Léon Minkus.

O Bolshoi assume seriamente o papel do teatro nacional da Rússia, e a política é garantir que 70% do seu repertório seja composto de obras-primas russas. Nos últimos anos, a empresa fez todos os esforços para aumentar o número de obras de compositores russos do século XX não executadas ou pouco realizadas na União Soviética, e algumas das mais recentes e emocionantes adições ao repertório foram ballets e óperas de Prokofiev, Shostakovich, Stravinsky, etc.

Ballet Bolshoi-Opera Iolanta09

No Teatro Bolshoi operam cerca de 900 atores, dançarinos, cantores e músicos, mas por ser uma companhia de dança mundialmente famosa, as grandes estrelas estão geralmente em turnê por todo o mundo, e, portanto, é raro conseguir vê-los em Moscou. O que aconteceu comigo.

Assistindo uma apresentação no Teatro Bolshoi

Para os amantes genuínos da ópera e do ballet, e grandes conhecedores, vale a pena fazer alguma pesquisa antes de escolher a apresentação que se deseja ver, já que a qualidade pode ser variável. Não é tudo que se vê no Teatro Bolshoi tem a qualidade do seu ballet, por exemplo. Mas para a grande maioria das pessoas, que estão interessadas na experiência de conhecer o teatro e ver de perto a beleza deslumbrante do cenário e da atmosfera histórica (eu!), qualquer apresentação ali deve ser mais do que suficiente para garantir uma noite verdadeiramente memorável.

Ballet Bolshoi-Opera Iolanta16

É possível comprar bilhetes na internet, direto no site do Teatro Bolshoi, mas também é pode-se comprar na bilheteria do teatro em Moscou. No entanto, algumas performances vendem muito rápido, por isso pode valer a pena se organizar e comprar online. As vendas começam cerca de 2-3 meses antes do espetáculo. Para o caso de se desejar muito ver uma apresentação e não ter conseguido bilhetes, saiba que existem revendedores de bilhetes na frente da entrada do teatro, mas esteja preparado para pagar um valor superfaturado.

Para compra online é necessário ter cartão de crédito Visa ou Mastercard. Um voucher vai ser enviado por email e este mesmo voucher deve ser impresso e trocado numa bilheteria do teatro própria para isto, por um bilhete original. Preste atenção no horário de abertura desta bilheteria, a informação vai junto com o voucher, e ela não fica aberta sempre.

Ballet Bolshoi-Opera Iolanta15

O site do teatro é muito bom e oferece todas informações necessárias (em inglês), dando o mapa de assentos e a visibilidade de cada lugar, o calendário de apresentações, os valores mínimos e máximos dos ingressos de cada apresentação (em rublos), os tipos de apresentações, como chegar no teatro, além da venda de bilhetes.

Atenção! Não é permitido menores de 10 anos nas apresentações noturnas.

Endereço do Teatro Bolshoi

1, Teatralnaya Ploshad, Moscow, 103009, Russia
Telefone da bilheteria: +7 (495) 455-5555.

Bilheteria abre diariamente entre 12:00 e 19:00 com pausa entre 15:00 e 16:00.

Como chegar no Teatro Bolshoi

Metrô: estações Teatralnaya (saída Bolshoi Theatre), Okhotnyi Ryad (saída Theatre Square) e Ploshad Revolutsii.


Você lembrou do seguro viagem? Ele é um dos itens mais importantes da sua viagem. Ele é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen e também em Cuba e na Venezuela. Nos demais países em que ele não é obrigatório também é recomendável a contratação, já que infelizmente não podemos prever acidentes. Nos Estados Unidos, o custo médico diário de uma internação é muito caro (uns U$2.000). Não esquecendo que o seguro é muito útil nos casos de cancelamento de viagem, extravio de bagagem e assistência odontológica. Você pode cotar com a Real Seguro Viagem sem compromisso e, caso decida pela contratação, você poderá parcelar o valor do seguro em até 6 x sem juros no cartão de crédito, ou pagar com desconto de 5% no boleto bancário.

Seguro viagem europa 728x90

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI :

–  Reserve seu hotel no Booking.com ( sem taxa de reserva e a maioria dos hotéis oferece cancelamento grátis)

–  Compre seu seguro de viagem na Real Seguros (faz cotação em 10 seguradoras)

–  Compre seus Ingressos para atrações, excursões e passeios na Europa com a Get Your Guide

–  Alugue seu Carro na Europa com a RentalCars

–  Índice com todos os posts do Viajoteca

Se você fizer sua reserva através dos links aqui da Viajoteca, a gente ganha uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Essa é uma forma de apoiar a Viajoteca a continuar escrevendo sempre ótimas dicas para você. Obrigada!

TAGS: , , , , , ,

CATEGORIAS: .Novos posts na Viajoteca, Arquitetura & Design, Arte, Cultura, Dança/Ballet, Destinos, Europa, Experiências, Joinville, Lugares Históricos, Moscou, Planejamento de Viagem, Russia, Santa Catarina, Utilidades

4 Comment

  1. Oi Carina, excelente post e super completo, mesmo!

    • Obrigada, Pedro! Vindo de um expert em Rússia como vc, é um tremendo elogio!!
      Obrigada!
      Super beijo pra vc!

  2. Oi Carina, como eu gostaria que existisse este seu post em 2011 quando fui para a Russia… Teria me poupado muito trabalho. Está completissimo, e endosso todas as suas informações de como comprar os ingressos on line nos sites diretamente. Nos revendedores era exatamente o dobro do que pagamos. Vi o Dom Quixote no Bolshoi (naquele prédio anexo) pois como voce bem disse no post o grande estava em reforma. Mas foi maravilhoso assim mesmo. Vi também o Lago do Cisne no Mariinsky em São Petersburg. Agora fiquei com agua na boca de conhecer o Bolshoi reformado.
    Acredita que quando fiquei uma semana a trabalho em Joinville não consegui ver o Bolshoi do Brasil? Bjs

    • Oi, Flora!!
      Hora de voltar! Tanto para Moscou, como para Joinville! 😉
      Super obrigada pela tua visita e adorei teu comentário endossando as informações.
      Um beijo grande pra vc!

Comente Aqui