Logo

Fronteira Canada x Estados Unidos

Posso ir do Canadá para os Estados Unidos com o eTA (visto eletrônico)?

by / 2 Comentarios / 31 de julho de 2017

Uma das perguntas que está surgindo com muita frequência sobre o novo “visto” eletrônico para o Canadá (eTA), que na verdade é uma autorização de viagem,  é sobre a possibilidade de ir do Canadá para os Estados Unidos com o eTA depois de já ter entrado no país via aérea.

PS: Aqui no Viajoteca, temos dois artigos explicando o passo-a-passo de como tirar o visto de turismo “completo” para o Canadá (TRV – temporary resident visa) e também a autorização eletrônica (eTA), que é válida somente para quem tem um visto americano válido ou já teve um visto TRV para o Canadá nos últimos 10 anos. [Leiam esses posts antes de perguntar sobre eles, por favor!].

O foco desse post é discutir somente se brasileiros que estão indo visitar o Canadá podem ou não viajar por alguns dias para os Estados Unidos e depois retornar para o Canadá via terrestre ou marítima.

E aí que o bicho pega, pois as informações do website do governo canadenses não são claras e interpretações podem ser das mais variáveis possíveis. Então depois de muito pesquisar, achei que a melhor e única fonte para seguir seria o IRRC (Immigration, Refugees and Citizenship Canada / Government of Canada) – setor oficial de imigração do governo canadense.

Já reservou seu HOTEL no Canadá?

Confira as melhores ofertas no booking.com! 

O que é certo sobre o eTA:

1- A primeira entrada no Canadá PRECISA ser via aérea,

2- O visto de entrada geralmente vale por 6 meses, ou o tempo que o oficial de imigração limitar no carimbo do passaporte,

3- Para visitar os Estados Unidos você precisa do visto americano,

4- Para poder retornar ao Canadá via terrestre ou marítima dos Estados Unidos com o eTA, você precisa que seu primeiro carimbo de entrada (via aérea) ainda esteja válido. [leia com atenção a próxima parte do post]

Como confirmar essa informação:

Em Junho/2017 eu mandei um email para o IRRC (Immigration, Refugees and Citizenship Canada / Government of Canada), usando minhas credenciais de mídia. O email original está em inglês, e deixei ele disponibilizado para que todos possam ter acesso, inclusive imprimir se acharem viável.

Traduzindo, ficou mais ou menos assim:

Meu email: 

” Sobre o novo processo do eTA para brasileiros, está tendo uma grande dúvida entre meus leitores sobre a possibilidade de retornar ao Canadá depois de uma viagem ou cruzeiro para os Estados Unidos, sendo que a primeira entrada deles tenha sido via aérea.

Exemplo da viagem:

Primeira entrada via aérea para o Canadá: 30/Junho/2017

Visita para os Estados Unidos de carro ou cruzeiro: 05/Julho/2017

Retorno ao Canadá de carro ou cruzeiro: 12/Julho/2017.

Todos entendemos que a primeira entrada de brasileiros com eTA precisa ser via aérea, mas eles são autorizados a retornar por terra ou mar se eles decidirem visitar os EUA e retornar para o Canada passando a fronteira de carro ou cruzeiro?”

Resposta do IRRC:

“Todos cidadãos brasileiros chegando no Canadá de carro, ônibus, trem ou barco, incluindo cruzeiros, precisam do visto de turista para viajar pelo Canadá. Nosso conselho também para pessoas viajando entre o Canadá e os Estados Unidos de várias maneira (qualquer combinação de carro, ônibus, trem ou barco) que esses obtenham o visto pois ele oferece maior flexibilidade. O eTA só pode ser usado quando viajando via aérea ou trânsito por um aeroporto canadense. Veja aqui mais informações no nosso website.

Mas note que sob o regulamento canadense de proteção a Imigração e Refugiado, brasileiros que entraram no Canadá via aérea com o eTA válido estão isentos de apresentar o visto (TRV) se eles viajarem para os Estados Unidos ou St Pierre & Miquelon do Canadá e buscarem re-entrar no país (essa autorização geralmente é válida até 6 meses). Dito isso, nós encorajamos brasileiros que estarão viajando entre o Canadá e Estados Unidos que obtenham o visto de visitante (TRV).

Nancy Chan

Email completo para leitura e impressão [em inglês]:

PDF logo

 

Mais informações:

O email do IRRC seria o suficiente para confirmar que realmente pode sair e re-entrar no Canadá com o eTA, mas segue abaixo mais confirmações dessa analise:

Abaixo foi a primeira troca de mensagem via twitter que troquei com o pessoal do IRRC, mas queria um email oficial, e não somente essas respostas rápidas abaixo:




E por fim, se alguém precisar do link de onde está a informação da Nancy Chan do IRRC sobre: “sob o regulamento canadense de proteção a Imigração e Refugiado. Brasileiros que entraram no Canadá via aérea com o eTA válido estão isentos de apresentar o visto (TRV) se eles viajem para os Estados Unidos ou St Pierre and Miquelon do Canadá e buscam re-entrar no país estão autorizados a fazê-lo (essa autorização geralmente é válida até 6 meses).

Está nesse link, logo abaixo da lista de países e abaixo está o print screen da mensagem oficial:

CANADÁ PARA OS ESTADOS UNIDOS COM O ETA

Conclusão:

O melhor visto para brasileiros viajarem para o Canadá sem dúvida é o TRV (Temporary Resident Visa). Ele te dá total flexibilidade de ir e vir por qualquer meio de transporte e tem validade de até 10 anos ou a data de expiração do seu atual passaporte (o que vier primeiro).

Porém, para brasileiros que estão com o passaporte para vencer, que já tenham visto americano e preferem tirar o eTA, que é bem mais barato e menos burocrático que o TRV, podem sim viajar para os Estados Unidos e retornar via terrestre ou marítima, desde que a primeira entrada no Canadá tenha sido via aérea e o carimbo de entrada ainda esteja válido.

Espero que essas informações os tenha ajudado!

PS: Claro que a palavra final de aprovação da sua entrada no Canadá é do oficial de imigração no momento que você chegar no país, né?! 😉

Pitacos extras da Mirella:

Eu digo e repito que esse eTA para brasileiros foi muito mal implementado. Espero que ao longo dos próximos meses o setor de imigração canadense consiga ser mais transparente, integrar todo sistema da fronteira terrestre, aérea e marítima, liberar que o eTA para brasileiro seja mais flexível! Oremos!

Continue lendo sobre o Canadá:


Você lembrou do seguro viagem? Ele é um dos itens mais importantes da sua viagem. Ele é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen e também em Cuba e na Venezuela. Nos demais países em que ele não é obrigatório também é recomendável a contratação, já que infelizmente não podemos prever acidentes. Nos Estados Unidos, o custo médico diário de uma internação é muito caro (uns U$2.000). Não esquecendo que o seguro é muito útil nos casos de cancelamento de viagem, extravio de bagagem e assistência odontológica. Você pode cotar com a Real Seguro Viagem sem compromisso e, caso decida pela contratação, você poderá parcelar o valor do seguro em até 6 x sem juros no cartão de crédito, ou pagar com desconto de 5% no boleto bancário.

Seguro viagem geral 728x90

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI :

–  Reserve seu hotel no Booking.com ( sem taxa de reserva e a maioria dos hotéis oferece cancelamento grátis)

–  Compre seu seguro de viagem na Real Seguros (faz cotação em 10 seguradoras)

–  Agende suas excursões e passeios com a Get Your Guide

–  Alugue seu Carro com a RentalCars

–  Índice com todos os posts do Viajoteca

Se você fizer sua reserva através dos links aqui da Viajoteca, a gente ganha uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Essa é uma forma de apoiar a Viajoteca a continuar escrevendo sempre ótimas dicas para você. Obrigada!

TAGS: , , , ,

CATEGORIAS: .Novos posts na Viajoteca, Alberta, América do Norte, Américas, Canada, Columbia Britânica, Destinos, Estados Unidos, Manitoba, Montanhas Rochosas, New Brunswick, Newfoundland & Labrador, Northwest Territories, Nova Scotia, Nunavut, Ontario, Planejamento de Viagem, Quebec, Utilidades, Visto

2 Comment

  1. Ótimo post! Vou para Vancouver no fim do ano e queria dar uma passada em Seattle, mas tinha até desencanado. Vou levar tudo isso impresso para conseguir fazer meu passeio! Obrigada pela informação! =)

  2. Excelente post. Recentemente recebi comentários que uma pessoa portando o eTA carimbado na primeira entrada via aéreo, foi impedida de fazer a reentrada na fronteira EUA/Canadá por carro. Ela havia ido passear em Buffalo e na volta foi impedida de reentrar pois estava com o eTA. Essa informação será que procede?

Comente Aqui