Página Principal Blog Montanhas Rochosas Canadenses: Vancouver a Banff de carro

Montanhas Rochosas Canadenses: Vancouver a Banff de carro

por Mariana Matthiesen
37 comentários

Ouso dizer que esta é uma das regiões mais bonitas do mundo! Não sou uma pessoa tão viajada como o pessoal da Viajoteca, mas faço minha classificação quando os lugares em que estou são tão lindos que tornam fotografias incapazes de transparecer a realidade. Até agora minha lista tem dois, e um deles (com certeza!) é a região das montanhas rochosas canadense.

Lagos glaciais de um azul estonteante, geleiras incríveis, montanhas gigantescas (em que você é até mesmo capaz de ver a junção de placas tectônicas, uma sobrepondo a outra) e tudo o mais que as rochosas tem a oferecer. A região passa uma energia incrível e um sentimento de natureza diferenciado, especialmente para nós brasileiros.

Foi uma experiência inesquecível!! Tivemos que trabalhar com apenas 4 dias para fazer essa viagem pelas Rochosas Canadenses, mas certamente gostaria de passar muito mais tempo por lá. É muita coisa linda pra ver e vivenciar!!

* Texto por Mariana Matthiesen, ela passou 3 semanas estudando inglês em Vancouver em Agosto/2014.

Montanha Rochosas Canadenses

Montanha Rochosas Canadenses, roteiro 4 dias de Vancouver a Banff

Roteiro de carro: Montanhas Rochosas Canadenses

De Vancouver a Banff  em 4 dias

Quando resolvemos fazer essa viagem tive muita dificuldade em achar um roteiro curto saindo de Vancouver. Nos fóruns que pesquisava, os roteiros iam de 5 a 21 dias saindo de Calgary, em sua grande maioria, devido a proximidade da cidade a região.

Outra impressão que tive, é que em Vancouver apenas as escolas de inglês oferecem algo próximo a esse roteiro, porém são excursões feitas com grandes grupos de ônibus e sem flexibilidade de paradas, o que nem sempre agrada todo mundo, mas não deixa de ser uma opção.

DICA PARA DIRIGIR no CANADA: O Canadá faz parte da Convenção de Viena (firmada em 08 de novembro de 1968 e promulgada pelo Decreto nº 86.714, de 10 de dezembro de 1981) em que vários países se comprometeram a aceitar as CNH’s válidas de outros Estados. O que geralmente muda é o período de aceitação, em British Columbia você pode dirigir 6 meses sendo visitante e em Alberta até 1 ano.

Embora sejam cobertos aproximadamente 2200 km ela não é uma viagem muito cansativa, a quilometragem ficou bem dividida, a meu ver (deixe depois sua opinião se fizer o roteiro, please!!) – vale lembrar também, que gostamos de road trips! 🙂 .

Montanha Rochosas Canadenses

Paisagens da viagem…

O roteiro básico foi Vancouver – Valemount – Banff – Revelstoke – Vancouver.

Tivemos paradas em Kamloops (primeiro dia – só pra comer e esticar as pernas), Jasper (segundo dia – pra dar uma xeretada básica na cidade) e Kelowna ( quarto dia – pra comer, esticar as pernas e degustar vinhos! Uhu!!). Vale muito a pena alugar um carro, as belas paisagens já começam na estrada e as paradas são em lugares de beleza única, assim você decide onde, quando e por quanto tempo parar.

Além disso, o custo de ir de ônibus com a excursão é um pouco abaixo do que se pagaria para ir em 4 pessoas no carro. Pelos meus cálculos são menos de 80 dólares de diferença por pessoa.

Dicas – Aluguel de carro no Canadá:

1. Acredite! No verão os carros se esgotam rapidinho nas locadoras aos finais de semana. Fique atento e se programe para reservá-lo pelo menos 2 semanas antes da viagem.

2. Se atente e tenha certeza de reserva o carro com quilometragem ilimitada!

3. Os dias que encontrei os melhores preços online foram segunda-feira e terça-feira no final da noite e madrugada.

4. Caso queira pegar um carro mais legal, acima da categoria que mais compensa financeiramente, reserve no máximo um de categoria intermediaria e negocie no balcão. Muitas vezes tem alguma desistência e você consegue um carro melhor por uma diferença de preço menor que a da internet. Foi o que aconteceu com a gente!

5. Verifique se seu cartão de crédito cobre o seguro de colisão! Dá pra economizar ± 25 dólares canadenses por dia no aluguel.

6. Certifique-se ao alugar o carro se você pode dirigir entre províncias, no caso dessa viagem, entre British Columbia e Alberta. Não há pedágios. Sim! Você leu corretamente. As estradas são boas, metade delas pista dupla, a outra metade simples com trecho de serra.

A única taxa necessária a ser paga, é a taxa de entrada e circulação nos parques nacionais. Você paga por pessoa ou por grupo/ família e pela quantidade de dias que ficará circulando nos parques. Pagamos C$ 20.00 por um dia.

Montanha Rochosas Canadenses

Lago Moraine, um espetáculo em azul turquesa

Saímos de Vancouver numa sexta-feira de manhã e voltamos na segunda-feira no final da tarde e esse roteiro se encaixa muito bem para quem esta fazendo ou pretende estudar inglês em Vancouver!

Muito provavelmente você irá poder faltar dois períodos por semana do seu curso, assim, faltando na sexta e na segunda você não se prejudica.

Onde domir …

Reservei hotéis para pernoitar, também umas 2 semanas antes de seguir viagem. Prezei pela limpeza e preço. Nenhum deles foi fabuloso, mas serviram bem para os propósitos. As diárias em Valemount e Revelstoke desse tipo de acomodação ficaram em torno de C$ 60.00, já em Banff a diária foi mais cara, onde optei por ficar em um albergue, mas me arrependi. Não por conta do albergue, ele atendeu super as nossas necessidades, mas por que meu digníssimo marido ronca muito, muito (sério!) e fiquei com dó das outras pessoas que estavam no quarto e acabei não dormindo direito.

DICA de HOSPEDAGEM: Uma opção para fugir dos preços altos de Banff é Canmore, fica a uns 25km de Banff. O único “porém” dessa dica é que diante do nosso roteiro de 4 dias, essa hospedagem acontece no segundo dia, e é o mais cansativo da viagem, então se fizer o mesmo itinerario, leve em conta se você acha 25km muito ou pouco estando cansado.

Caso interesse, os hotéis que ficamos foram; o Valemount Hotel, HI Banff Alpine Centre (os quartos são de no máximo 4 pessoas, você pode tentar pegar um só pra você e os ocupantes do carro!) e o Powder Springs Inn Revelstoke (o único que incluía café da manhã).

Montanha Rochosas Canadenses

Peyto Lake

Mais dicas rápidas e práticas…

* Em Valemount tomamos café da manhã em uma padaria suíça incrível!! Chama Swiss Bakery [1020 Main Street, Valemount, BC], eles fazem vários tipos de doces e salgados e usam frutas frescas, é extraordinário!!

* Se programe e acorde cedo para conseguir fazer tudo! Senão não dá tempo… é muita coisa incrível pra ver!!

* Anote seu roteiro no papel e preste atenção ao caminho que você irá percorrer!  Eu sei… meio arcaico, mas o sinal de celular não funciona bem entre as montanhas (especialmente entre Banff e Revelstoke). Pegue mapas nas cidades em que parar também, eles podem ser bons recursos na hora do perrengue

* Leve comidas rápidas! Frutas, barrinhas de cereal, salgadinhos, bolachas e água. Você vai consumi-los muito, especialmente no segundo e terceiro dia.

Montanha Rochosas Canadenses Montanha Rochosas Canadenses

E finalmente o roteiro completinho, dia-a-dia…

  • Primeiro dia : Vancouver => Valemount (672.5km ± 8h30)

Paradas: – Kamloops para comer (3h45 de Vancouver) – Helmcken Falls

  • Segundo dia : Valemount => Banff (411km ± 4h30 de pista/ 10hs com passeio)

Paradas: – Learguard Falls – Mount Robson – Moose Lake – Jasper * – Athabasca Falls – Sunwapta Falls – Columbia Icefield Glacier** – Saskatchewan River – Peyto Lake – Bow Lake – Crowfoot Glacier – Hector Lake Tem muita coisa para ver nesse caminho, percebeu?! 🙂

* Na região de Jasper, acrescentaria o Maligne Lake, o Medicine Lake e Mistaya Canyon (não deu tempo de eu ir e são lindos!!)

** No Columbia Icefield Glacier: Leve em consideração que aqui você terá duas opções ir a pé até a geleira ou ir com um ônibus especial até o meio dela (custa C$50). A primeira leva 1h a segunda 2h, em média.

  • Terceiro dia : Banff => Revelstoke (283km ± 3hs de pista/ 8hs com passeios)

– Bow Falls – Lake Minnewanka – Two Jack Lake – Banff Gondola (C$35) – Vermellion Lake – Bow Valley Parkway (é uma rodovia pista simples, procure por bichos!!!) – Johnston Canyon – Lake Louise – Morraine Lake***

*** Se você ainda não estiver tendo uma overdose de lagos e paisagens bonitas eu adicionaria o Emerald Lake e Takakkaw Falls (infelizmente não fui, mas gostaria de ter ido também!)

  • Quarto dia : Revelstoke => Vancouver (588km ± 7hs de pista/ 9hs de passeio)

Parada em Kelowna para comer e visitar uma vinícola (essa região faz parte do Okanagan Valley bastante conhecida pelas vinícolas premiadas, além de linda, esta super na moda, vale até se programar para uma viagem maior para a região!).

De Vancouver a Banff de carro

Kelowna para curtir e degustar vinhos

O quanto custou tudo isso …

Como sou uma pessoa que adora organizar a vida financeira antes de qualquer empreitada vou dividir minha planilha de custos dessa viagem com vocês. Os preços são de Agosto de 2014.

Planilha de Gastos

Planilha de gastos para a viagem das Montanhas Rochosas

Essa região é maravilhosa!!! Se você conseguir passar mais tempo melhor, mas o mais importante é ir. Definitivamente esta na minha lista de lugares mais lindos que já vi e que as fotos não conseguem traduzir a beleza.

37 comentários

Mariana 28 de agosto de 2014 - 10:46

Imagina!! Esta sendo um enorme prazer poder compartilhar minhas experiencias!! Obrigada pela oportunidade!! Beijos

Responder
Regina Giovanini 3 de setembro de 2014 - 11:05

Fiz uma viagem bem parecida com a sua, tb de carro. Começamos pela bela Calgary (ficamos 2 dias). Seguimos para Banff (ficamos 3 dias), visitando o Lake Louise e outros lagos que não lembro o nome agora kkkk e o Columbia Icefields, uma geleira eterna. Depois seguimos para Whistler (para mim foi o trecho mais bonito da viagem), onde ficamos 2 dias. E finalizamos em Vancouver, onde ficamos mais 3 dias. Adorei e indico!

Responder
Mirella Matthiesen 4 de setembro de 2014 - 12:31

Oi Regina obrigada por dividir seu roteiro com a gente.
Somos todos apaixonados pelas paisagens das Rochosas… né? 🙂
bjos

Responder
14 lugares imperdíveis em VancouverViajoteca – Blog de Viagens 20 de novembro de 2014 - 14:51

[…] Leia também: De Vancouver a Banff de carro […]

Responder
Dicas de Viagem Canada 2 de março de 2015 - 12:25

[…] Lago Louise Região de Banff – Geleira Athabasca, Lago Peyto e Lago Bow 6 horinhas em Banff Montanhas Rochosas Canadenses – de Vancouver a Banff de carro Rochosas Canadenses: 6 dias na Trilha Rockwall no Kootenay National […]

Responder
Cida Fialho 17 de maio de 2015 - 02:00

Cheguei semana passada do Canadá. o meu roteiro foi: Belo Horizonte – São Paulo
São Paulo – Chicago – 3 dias
Chicago – Calgary( já no Canadá) 1 dia.
Já pegamos o carro no aeroporto que tínhamos reservado pela internet.Dormimos em Calgary.
Seguindo viagem . Calgary- Banff – 2 dias
Banff – Jasper – 2 dias
Jasper – Kamloops – 1 dia
Kamloops – Whistler – 1 dia
Whistler – Vancouver – 4 dias
Quando chegamos em Vancouver entregamos o carro.Visitamos também a cidade de Victória perto de Vancouver.Passeio maravilhoso.Lugares lindíssimos. Se tivesse que mudar o roteiro ficaria mais tempo em Chicago e pelo menos dois dias em Wistler.Viagem fantástica?

Responder
Mirella Matthiesen 18 de maio de 2015 - 09:18

Oi Cida,
Que bacana receber seu roteiro e recomendações, obrigada mesmo.
Chicago é uma cidade incrível, não é? Uma de minhas favoritas nos Estados Unidos… eu amei a região de Banff, gostaria de ter ficado mais tempo por lá para fazer mais trilhas e explorar a região 🙂
bjos,

Responder
14 dias pelo leste do Canadá 19 de maio de 2015 - 06:27

[…] (PS: Se você se perguntou; “Cadê Vancouver?“, então, Vancouver fica na costa oeste do Canadá… há 5 horas de avião de Toronto… longe pra burro, mas temos uma dica de roteiro dessa região nesse post aqui) […]

Responder
Sylvia 8 de junho de 2015 - 20:39

Oi gostaria de agradecer pois suas dicas foram MARAVILHOSAS! Estava em duvida sobre sair de Victoria para ir ao Lake Louse pq era muito longe, mas a estrada e linda e vimos diversos animais ao longo do caminho.

Responder
marianasran 9 de junho de 2015 - 09:32

Que bom Sylvia!!! Fico feliz por ter ajudado e você ter gostado!!! Obrigada pelo feedback!!!

Responder
andre yamamoto 28 de junho de 2015 - 08:19

mariana gostei muito como escreveu. rapido e pratico. hhehehe
estou indo para vancouver e vou ter uns 5 dias liver. essa sua trip ser encaixa perfeito.
obrigado

Responder
Mirella Matthiesen 28 de junho de 2015 - 15:01

OI Andre,
Aproveita pra ler esses outros posts sobre Vancouver aqui no blog: https://www.viajoteca.com/category/destinos/america-do-norte/canada/vancouver/ . Tem bastante dica legal 🙂
Abs

Responder
andre yamamoto 28 de junho de 2015 - 09:46

mariana uma duvida. se por acaso voce tivesse mais um dia. aproveitaria onde?

Responder
Mariana 28 de junho de 2015 - 15:12

Legal que vc gostou André!! Eu aproveitaria mais um dia em Banff, a cidadezinha é bem simpática, e faria o percurso com um pouco mais de calma. Depois conta como foi pra gente. Abraço

Responder
Ricardo A. Pereira 28 de setembro de 2015 - 14:43

Olá Mariana, tudo bem? Estou a algum tempo lendo seu site e o admirando, seus comentários são muito bons sobre viajar ao Canadá. Parabéns, muito bacana.

Gostaria de uma ajuda se possível;

Eu e minha esposa iremos a Vancouver em 11 de Dezembro de 2015 ficaremos até o dia 31 e dentro deste período pensamos em alugar um carro para conhecer as montanhas rochosas até Banff retornando a Vancouver pois já compramos as passagens;

Tenho muitas dúvidas como sobre as estradas? Qual o tipo de carro alugar, quantas horas dirigir por dia e quais cidades parar para descansar e fazer passeios;

Você poderia me dar uma luz? Algumas sugestões ou talvez mesmo um roteiro? Penso em usar de 6 a 7 dias para esta parte da viagem;

Muito Grato;

Responder
Mirella Matthiesen 28 de setembro de 2015 - 19:25

Oi Ricardo, Tudo bem?
Essa viagem foi feita durante o verão, o que é bem diferente em relação so inverno (que eu, Mirella, e a Mariana nunca fizemos).
Minhas dicas para aproveitar mais a viagem e evitar algum problema:
1- Dirija somente durante o dia
2- Prefira alugar um carro 4×4
3- A Trans-Canada é uma boa estrada, mas como o inverno é imprevisível… sempre bom ter a agenda aberta em caso de nevasca e coisa do tipo.
4- Nas viagens na estrada, tenha sempre roupas quentinha com vocês, barrinhas de cereais e agua… just in case da estrada ficar parada por algumas horas devido ao clima.
Se você lê inglês, essas dicas do tripadvisor são ótimas e fique ligado nesse website também: BriveBC.
Abs

Responder
Felipe Zervelis 30 de dezembro de 2015 - 16:35

Simplesmente TUDO que eu precisava está aqui. MUITO OBRIGADO.
escrevo no mochileiros.com e sei exatamente como é difícil montar roteiros mas gratificante voltar e ajudar as pessoas.

estarei fazendo essa viagem no último final de semana de abril com minha mãe. quero alugar um carro e fazer um roteiro parecido. talvez com um ou dois dias a mais…..
Alguém já foi a essa época…

Responder
Mirella Matthiesen 4 de janeiro de 2016 - 13:05

Oi Felipe, Tudo bem?
Eu nunca viajei pelas Rochosas em Abril… o que você precisava saber?
Abs

Responder
Felipe Zervelis 6 de janeiro de 2016 - 08:58

Tudo bem sim e com você ?! =)

Pretendo ir para Banff !!!! Você acha que 2 ou 3 dias tão bons ? De lá vou descer para o parque Glacier e Yellowstone nos EUA….
Estou bem ansioso, mas com medo por ser ainda abril (ultima semana) e muita coisa estar fechada por causa da “neve” !!!!

abs e obrigado

Responder
Qual a melhor época para viajar pelas Montanhas Rochosas do Canadá - 9 de fevereiro de 2016 - 06:30

[…] Leia também: Roteiro de carro de Vancouver as Montanhas Rochosas […]

Responder
Cristina 22 de fevereiro de 2016 - 21:09

Oi Mirella tudo bem? estou planejando em fazer esse roteiro das rochosas agora em julho com minha família; vou ter 15 dias inteiros e pensei em começar por Calgary e ficar em Banff 2 dias e minha duvida devo seguir para Whistler ou Kamloops? Quais dessas cidades tem uma infra melhor de hospedagem e comida? estarei com crianças durante o percurso, teremos acesso a banheiros? E por fim,quantos dias em Vancouver? meu voo de retorno ao Brasil, saíra de Seatle. Obrigada, Cristina

Responder
Mirella Matthiesen 23 de fevereiro de 2016 - 10:38

Oi Cristina, Tudo bem?
Para ser sincera… eu nunca fui além da região de Banff, esse post é da minha cunhada, a MAriana.
Mas tendo 15 dias, eu conheceria tudo: Banff (pelo menos 2 dias), Kelowna (2), Kamloops (2), Whistler (1), Vancouver (3) e Victoria (2).
Vou ver se a Mari consegue vir aqui te ajudar, ou se quiser, pergunte sobre isso no nosso grupo do facebook Viajando pelo Canadá.
Abs

Responder
Priscilla 28 de junho de 2016 - 15:04

Olá,

Muito bacana o seu roteiro!

Eu estudei em Vancouver em 2013 por 3 meses, amo amo Vancouver! Fui para Whistler num fds e amei demais!

Agora eu e o meu marido vamos juntos para um tour de 15 dias no Canada, (ele também ja morou em Vancouver em 2008 ficou 6 meses).

Meu Deus, tem tanta coisa linda nesse país, que fica difícil fazer um roteiro e visitar tudo o que queremos.

Então esse é o Roteiro que estou montando:
Setembro/16
Vamos direto para Vancouver – curtir a cidade, reservei 6 dias, para ir em todos os lugares e aproveitar bem com calma a cidade as cafeterias os passeios, e em um desses dias ir para Victoria.
Depois vamos alugar um carro e ir para Banff, coloquei 2 dias na estrada, e pensei em dormir 1 noite em Kamloops e 1 noite em Jasper. E ficar 3 dias em Banff (to com medo de ser pouco).
Vamos devolver o carro em Calgary e pegar um voo para Montreal, conhecer o lado Frances do Canada, com uma estadia de 3 dias e retornamos para o Brasil.

O que você acha, do tempo de viagem e estadia nas Rochosas?

obrigada e abraços!!

Responder
Joel Boeng 21 de agosto de 2016 - 10:24

Oi Mariana,
Muito bom seu post. Obrigado pelas informações.
Eu e meus amigos vamos repetir seu roteiro, saindo de Vancouver e retornando em 4 dias.
Minha maior dúvida é em relação ao Icefield Glacier. Li em outros blogs que é importante comprar os tickets com antecedência. Você comprou antes? Acha que é realmente necessário?
Obrigado

Responder
Mariana Maranhão 7 de março de 2017 - 20:51

Olá! Estou planejando ir em junho fazer algum roteiro entre Vancouver e montanhas rochosas. Lendo os posts fiquei em dúvida se vale a pena alugar carro nos dias de Vancouver mesmo. O que acha?
Pensei também em aproveitar e conhecer Seattle. Será que vale a pena?

Obrigada!!

Responder
Mirella Matthiesen 8 de março de 2017 - 15:49

Oi Mariana,
Minha sugestão é fazer um combinado, muita coisa em Vancouver dá para fazer a pé ou com transporte publico… então você pode se organizar para os primeiros dias não ter carro e depois aluga e faz o resto.
Se você tiver com tempo livre, Seattle é legalzinha. Mas se tiver tempo restrito, eu gastaria mais nas Rochosas… é muito lindo!
Bjo

Responder
Sylvia Paes de Carvalho Gimenez 8 de março de 2017 - 08:28

Oi Mariana, eu tive uma experiência ruim com o transporte público em Vancouver, ônibus lotados e demorados. Acho que vale a pena alugar um carro ou andar de bike. Eu sugiro Victoria Island para conhecer, não fica muito longe e é deslumbrante.

Aproveitem

Responder
Mariana 10 de março de 2017 - 12:41

Obrigada pelas dicas!!

Responder
Lucas Maia 6 de dezembro de 2017 - 19:28

Não entendi uma coisa no seu roteiro: Você parou e viu Helmcken Falls? O percurso a pé é longo?

Responder
Lucas Maia 6 de dezembro de 2017 - 19:29

Sem dúvida alguma esse post é de longe o melhor roteiro para quem fará Banff a partir de Vancouver. Por isso, tomei o seu roteiro como base para o meu, mas surgiu uma dúvida:
Todas as atrações do trecho entre JASPER e BANFF parecem estarem ao longo da rodovia. E deu a entender que vc estacionou o carro em cada um dessas atrações para ir a pé para vê-las inloco. A minha dúvida é se em alguma atração foi emendada com a próxima por via terrestre ou se é estão mesmo todas separadas por um trecho rodoviário.

Responder
Udson Augusto Lima Santos 5 de março de 2018 - 14:15

Olá, irei para Vancouver em outubro, seria viável essa viagem nesse período? do dia 20 a 24/10.

Responder
Mirella Matthiesen 6 de março de 2018 - 21:20

Oi Udson,
A transcanada (estrada que leva de Vancouver a Banff) é aberta o ano inteiro, só fecha quando tem tempestades de neve ou coisa assim.
Dito isso, eu acho arriscado pegar a estrada nessa época, é um trajeto muito longo e neve pode acontecer. Eu pegaria um avião para Calgary e de lá dirigiria para conhecer a região de Banff.
Aqui tem um post sobre o clima nessa região: https://www.viajoteca.com/montanhas-rochosas-do-canada/
Abs

Responder
Marcia Pereira Costa Laus 15 de fevereiro de 2019 - 10:05

Oi Mirela, estarei chegando em Vancouver no dia 9 de outubro! Terei do dia 9 de outubro ate o dia ate 15, onde sairei em voo noturno de Vancouver! Quero dividir este roteiro entre Vancouver e Banff, o que voce sugere?
Muito Obrigada!!

Responder
Mirella Matthiesen 16 de fevereiro de 2019 - 02:53

Oi Marcia,
Puxa são apenas 7 dias e apesar de ser viável essa viagem eu acho bem cansativa.
Não tem como mudar seu voo de volta e sair de Calgary? Ai voce curte uns 3 ou 4 dias em Vancouver e depois vai para Calgary, aluga um carro e vai passear na região de Banff.
Eu acho que cruzar as rochosas de carro em outubro não é uma boa ideia, pois nevar, chover ou sei lá.
Acho que nao ajudei, ne? Mas se quiser mesmo ir, eu pegaria um avião de Vancouver a Calgary para fazer essa viagem.
Vamos nos falando.

Responder
Mirella Matthiesen 17 de fevereiro de 2019 - 03:20

Oi Marcia,
Acabei de achar um tour de 4 dias pelas rochosas e acho que de repente seria legal pra vocês, tem um tour saindo dia 11/Out.
Olha aqui o link: https://www.getyourguide.com/vancouver-l189/from-vancouver-4-day-rocky-mountains-tour-t172680/?partner_id=TGFVGNJ&utm_medium=online_publisher&placement=other&cmp=commentMi.
Eh rapidinho, mas acho que evitar dirigir por lá nessa época é melhor 🙂
Abs

Responder
Vitor Pigatte 24 de julho de 2019 - 16:14

Olá, Mirella.
Estou planejando fazer um bate volta a partir de Vancouver.
Seria no final no ano, entre o natal e o ano novo.
Meu medo são as condições climáticas.
Pretendo alugar um carro.
Você acha recomendável? Obrigado.

Responder
Mirella Matthiesen 25 de julho de 2019 - 01:32

Oi Vitor,
Bate-volta as rochosas eu acho bem complicado, pois é bastante longe e não recomendo cruzar as rochosas nessa época do ano, especialmente se não tiver experiência em dirigir na neve.
De repente, um bate e volta a Whistler pode ser uma boa ideia, mas claro que se estiver nevando e as condições climática não forem favoráveis, aé melhor pensar em outro programa.
Ajudei?

Responder

Fale com a gente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Viajoteca usa cookies para tudo funcionar direitinho no seu browser, tudo bem? Aceito Leia mais

Privacidade & Cookies