Página Principal Piauí Delta do Parnaíba no Piauí – o que fazer e onde ficar

Delta do Parnaíba no Piauí – o que fazer e onde ficar

por Mirella Matthiesen
13 comentários


Você sabia que o Delta do Parnaíba é o terceiro maior delta oceânico do mundo e fica na divisa dos estados do Piauí e do Maranhão? 

Confesso que cheguei no Delta do Parnaíba sem muita expectativa, mas a surpresa foi linda e adoramos! Para te ajudar a entender a região, esse post será cheio de fotos e espero fazer jus a tudo o que vivenciei!

O Delta do Parnaíba perde em tamanho somente para o Delta do Nilo (Egito) e o Mekong (Vietnã). E acredite se quiser, mas só me dei conta da sua existência, depois que comecei a pesquisar sobre a Rota das Emoções e defini meu roteiro de viagem pelo litoral do Ceará e Piauí.

Pescador no Delta do Parnaíba
Família de pescadores no Delta do Parnaíba

Vai viajar pelo Brasil? Contrate um seguro viagem!

Sabia que vários planos de saúde possuem apenas cobertura estadual? Pesquise a cobertura que seu plano saúde oferece e se precisar de seguro para suas viagens nacionais, clique aqui para receber de 5 a 10% de desconto.

Dica: o seguro viagem nacional pode ser contratado para viagens a partir de 100 km de distância da residência do contratante.


Sobre o Delta do Parnaíba
(Delta das Américas)

Sinceramente, o Piauí nunca esteve na minha lista de lugares para visitar (pelo menos não na minha listinha do “preciso ir urgente”, e olha que ela é grande, hein?!).

Por pura ignorância, não tinha ideia de quantos segredos o Piauí tem escondido no seu litoral e interior, e talvez um dos mais impressionantes seja o Delta do Parnaíba.

A título de curiosidade, o Delta do Parnaíba também é conhecido como Delta das Américas, e a cidade de Parnaíba, segunda maior do Piauí, é o ponto de partida para se aventurar por suas águas.

Mapa do Delta do Parnaíba

O Delta do Parnaíba é um emaranhado de canais e para visitá-lo recomendamos contratar um guia experiente para que o passeio seja proveitoso e perfeito, assim como o meu!

Para quem está pesquisando sobre a Rota das Emoções, que passa pelos estados de Piauí, Ceará e Maranhão, vai se deparar com o Delta das Américas no itinerário.

Veja o mapa do Delta do Parnaíba abaixo para você se localizar e entender mais ou menos sua geografia:

Mapa do Delta do Parnaíba
Mapa do Delta do Parnaíba.
Crédito da imagem por Morais Brito Viagens e Turismo

Esse passeio pelo Delta foi organizado pela empresa Natur, de Parnaíba, e eles oferecem passeio de meio dia ou dia completo, dependendo do que seu grupo quiser ver.

Há excursões em grupos nos barcos maiores ou passeios privado em pequenas lanchas.

Nós optamos pelo passeio completo e privado, pois estávamos em três pessoas, queríamos aproveitar o máximo possível do delta e no final, nosso objetivo era ver a revoada dos guarás vermelhos (sonho!).

+ O que fazer em Canoa Quebrada – dicas

Porto dos Tatus
Porto dos Tatus, local do nosso embarque para conhecer o Delta…
(nosso barquinho não foi aquele colorido, mas a mini-lancha de teto vermelho, achou?!)

Passeio de barco pelo Delta do Parnaíba

Abaixo descrevo sobre tudo que experimentamos nesse dia, bem cheio, pelo melhor do Delta do Parnaíba.

Começamos com o motorista vindo nos pegar no hotel que estávamos hospedados em Parnaíba, Casa de Santo Antonio Hotel de Charme (amei esse hotel e falo mais sobre hospedagens em Parnaíba no final desse post).

Casa das Rendeiras

No caminho de Parnaíba ao Porto dos Tatus, demos uma paradinha na Casa das Rendeiras de Ilha Grande.

O centro é uma casinha pequena, com algumas mulheres trabalhando (vimos 3) e bem informal. Elas tem muito orgulho do trabalho e das conquistas que tiveram vestindo muita gente famosa.

O trabalho das meninas é lindo e demanda muito tempo, mas a visita é rápida, 5 ou 10 minutinhos o assunto está resolvido.

No final, acabei comprando um brinco de renda azulado para levar de lembrança.

Casa das Rendeiras de Ilha Grande
Rendeiras de Parnaíba – trabalho manual!

+ O que fazer em Icapuí, CE

+ O que fazer em São Miguel do Gostoso, RN

+ As praias mais bonitas do Ceará!


Porto dos Tatus

O Porto dos Tatus é o local de onde saem os passeios para o Delta do Parnaíba, foi lá que conhecemos nosso mestre.

A maioria dos visitantes fazem o passeio 1/2 dia em barcos coletivos, mas eu adorei ter escolhido o dia todo e em barco privado. 

Para você ter ideia, mesmo gastando o dia inteiro nas suas águas, conhecemos somente um pedacinho, pois o delta é composto de um arquipélago com 2.700 km² de área e formado por mais de 70 ilhas!!!

Pois é… grande pra caramba!

+ O que fazer em Icapuí e Praia da Redonda no Ceará

Igarapés no Delta do Parnaíba
Cercada de igarapés o Delta do Parnaíba vai se abrindo pra gente!

O delta impressiona em todos os momentos; ao observar seu ecosistema, ao vivenciar as pessoas que vivem e dependem dele, na grandiosidade de suas dunas, no encontro das águas, na fauna e flora e na imensidão que te absorve.

Na minha opinião, a melhor parte, é o isolamento! São tão poucos visitantes, que quase parece um sonho!

Imagine dunas, natureza e um marzão só pra você, isso é o delta do Parnaíba! Conforme escrevo esse post aqui no Viajoteca, sinto uma saudade gostosa desse dia!

Já está seguindo o Viajoteca no Facebook?

Detalhes do Delta do Parnaiba
Detalhes do Delta

Navegando um labirinto chamado Delta do Parnaíba

O delta mais se parece com um labirinto de iguarapés e sem um guia especializado, acho que nunca mais voltaria pra casa! (risos)

Mas pra ser sincera, nem me preocupei com isso, estava mais interessada em procurar macaco prego nas árvores, jacarés nos cantinho dos manguezais e ficar na expectativa de qual seria nossa próxima surpresa.

Sem contar que nosso mestre nos passou muita segurança, apesar de ser uma pessoa bem tímida!

Baía do Feijão Bravo

Nossa primeira parada foi a Baia do Feijão Bravo, um lugar absolutamente incrível!

Tenta imaginar uma formação de dunas, onde de uma lado você tem praia de rio e do outro praia do mar… estava no céu!

Mas nem tudo são flores, meus amigos… para chegar lá, tivemos que enfiar o pé na lama literalmente, pois a maré estava baixa e essa era a única forma de chegar! AMEI!  [Para ver uma foto aérea desse lugar clique nesse link]

Passeio no Delta do Parnaíba
Enfiando o pé na lama e nos caranguejos!!! Não, nenhum mordeu a gente!
Siri azul
Vai um siri azul? Aliás, sabia que o Piauí é o maior exportador de caranguejo para o Ceará?
Dunas do delta do parnaíba
Duna olhando o rio e o manguezal – Baia do Feijão Bravo.

CURIOSIDADE: Acredito que as dunas do delta do parnaíba sejam a melhor introdução para os Lençóis Maranhenses.

A única coisa que me arrependo é de ter ido na época que as lagoas naturais estavam secas (fomos em setembro), do contrário, teria sido ainda mais especial (melhor ir de Junho a Agosto).

Dunas da Baia do Feijão Bravo
Kikão e as Dunas da Baia do Feijão Bravo
Praia da Baia do Feijão Bravo
Minha mãe não estava acreditando que era verdade e que só a gente estava lá!!!

Almoço regional

Já “cansados” do paraíso e quase sendo empurrados pelo mestre para sairmos das dunas, seguimos caminho para a Casa do Caboclo, um local no meio do Delta do Parnaíba onde você pode se hospedar ou almoçar.

Para nossa alegria, vimos o encontro das águas do Rio Parnaíba com o mar, coisa linda!

Encontro das águas no Delta do Parnaíba
Encontro das águas no Delta do Parnaíba, repara na diferença de tonalidade!

O almoço na Casa do Cabloco foi bem gostosinho, uma pousada na beira do Rio Parnaíba, na Ilha das Canarias, tudo muito simples, cheio de redes e com um visual inspirador.

A comida é super caseira, o atendimento é lento, os sucos são deliciosos e o pé-de-cabloco de sobremesa fechou com chave de ouro (pé de moleque de castanha de caju, ao invés de amendoin, bão demais!).

Dica: não deixe de subir no mirante do restaurante, é interessante poder olhar o delta de cima.

Casa do Caboclo, Delta Parnaíba
Casa do Caboclo, restaurante e mirante

Dunas do Delta do Parnaíba

Estácio, nosso mestre, era todo acanhado, quase não falava, mas a tarde ele foi ficando mais tranquilo e nos contou muitas histórias, riu com a gente e me ganhou quando no final da tarde vimos um jacaré!

Mas o melhor foi a história da flor da índia, pena que não filmei para mostrar pra vocês!

Flor do Delta do Parnaíba
Estácio e a história da flor…
Casa de pescador no Delta do Parnaíba
Casebre as margens do Delta do Parnaíba… linda!
Dunas no Delta das Americas
Armações de pescadores usada como abrigo temporário quando vão pescar.

Cerca 1 ou 2 horas antes do pôr-do-sol, chegamos em outro emaranhado de dunas e talvez pelo horário, ou a formação, aquilo tudo parecia uma miragem!!!

+ O que fazer na Serra do Rio do Rastro em Santa Catarina

Dunas do Delta do Parnaíba
Eu e minha mãe na imensidão das dunas…
Dunas do Delta do Parnaíba
Quando eu digo que as dunas do Delta do Parnaíba é uma excelente iniciação para os Lençóis Maranhenses, eu não estou exagerando!
Dunas do Delta do Parnaíba
E por fim, eu e o Kikão voltando a ser criança! Delícia!

Guarás vermelhos no Delta do Parnaíba

E pra quem pensa que acabou, se engana, o momento que eu estava esperando o dia inteirinho, finalmente havia chegado: a revoada dos guarás vermelhos no Delta do Parnaíba!

Sonhei com esse momento desde o início da nossa viagem, quando ainda estava pesquisando os lugares que queria visitar.

O mais bacana foi que esqueci de contar pra minha mãe e o Kiko o que eram os guarás, eles achavam que era um lobo-guará ou uma árvore, mas quando eles se deram conta que eram pássaros de cor escarlate que chegavam na Ilha do Caju no pôr do sol, a emoção foi maior ainda!!! (Sorte deles que tiveram a surpresa)

Revoada dos Guarás
Os Guarás vão chegando em bando logo que o sol começa a se pôr e vão todos pra pequena ilha do caju pra dormir, ou pra fazer festa, ainda não sei…
Revoada dos Guarás
Infelizmente as fotos não mostram o que realmente vimos, mas tentei o meu melhor. 🙂

Sobre os Guarás Vermelhos

– Guará também conhecido como íbis-escarlate, guará-vermelho, guará-rubro e guará-pitanga é uma das aves brasileiras mais bonitas que já vi.

– São carnívoros e ingerem caramujos, insetos e caranguejos.

– O cor avermelhada de sua plumagem só pode ser vista nas aves adultas, e isso acontece devido a alimentação baseada em crustáceos.

– As aves novas tem cor pardo-cinzenta nas penas superiores, e quase branca nas inferiores, quando elas vão se aproximando da ilha, dá para diferenciar claramente esses dois grupos!

Pôr-do-sol no Delta do Parnaíba
Pôr-do-sol no Delta do Parnaíba…

Retorno ao Porto dos Tatus

E foi assim que nosso passeio chegou ao fim, mas o detalhe é que ainda demoramos 1 hora pra chegar no Porto dos Tatus e já estava completamente escuro.

Graças so nosso mestre chegamos são e salvos, e no caminho ainda vimos um jacaré, que diga-se de passagem, eu fiquei o dia inteiro perturbando a cabeça do Estácio para achar um! 🙂

O que fazer em Parnaíba, Piauí

Pra mim, Parnaíba pode ser considerada uma cidade pequena, com estilo de vida bem interiorana e tentando entrar no circuito turístico do país, mas depois de pesquisar, aprendi que apesar de apenas 150 mil habitantes, ela é a segunda maior cidade do Piauí!

Historicamente, ela pode ser considerada mais famosa que Teresina, só ficamos lá 1/2 dia, mas deixo abaixo algumas dicas do que fazer em Parnaíba

  • Porto das Barcas,
  • Paróquia Nossa Senhora da Graça,
  • Experimentar torta de caranguejo, e
  • Conversar com o povo sobre Simplício Dias, segundo a “lenda” ele continua vagando pela cidade; de tão ruim que era, nem Deus e nem o Diabo o aceitaram! Tem ótimas histórias… 🙂
Caranguejo Express
Torta de Caranguejo e Porto das Barcas

Onde ficar em Parnaíba, Piauí

Agora vamos falar do nosso hotel, que foi sensacional.

Casa de Santo Antonio Hotel de Charme foi um daqueles lugares que eu gostei de tudo: atendimento, ambiente, quarto e alimentação. Instalado em um casarão antigo, no esquema hotel boutique! Amei e um dia eu volto!

Apesar da gama de hoteis não ser vasta em parnaíba, tem outras boas opções com boas avaliações, tais como: Citi Executivo Hotel e Pousada Rio Mar.

Conclusão

Quanto mais eu viajo pelo Brasil, mais me apaixono pela paisagens, diferenças culturais, sotaques, culinária e nossas semelhantes diferenças!

Apesar de tantos problemas, nosso Brasil é lindo demais!!!

E aí? Ficou com vontade de conhecer o Delta do Parnaíba no Piauí? A Rota das Emoções é linda e recomendo demais!

Leia mais do Brasil aqui no Viajoteca:

Pirenópolis (GO) – Um final de semana no cerrado

4 Vinícolas em Bento Gonçalves que vale visitar!

Paraty, Para mim, Para Todos

Organize sua viagem com nossos parceiros:

Todas as Viagens - Botão Seguro Viagem

 

Botão Chip de Celular
Todas as Viagens - Botão Passagem aérea

 

Botão Hoteis

Todas as Viagens - Botão Aluguel de carro

 

Botão Ingresso

LEIA TAMBÉM:

13 comentários

apaixonadosporviagens 30 de abril de 2014 - 13:05

Parabéns pelo Viajoteca! Adorei a inciativa de vocês e já vi que tem muuuuuuita coisa legal por aqui para inspirar minhas próximas viagens, como esse excelente post sobre o Delta do Parnaíba, um lugar que desejo conhecer!
Bejinhos e muito sucesso a vocês!!
Lily Pestana (www.blogpaixonadosporviagens.com.br)

Responder
Barra Grande no PiauíViajoteca – Blog de Viagens 1 de agosto de 2014 - 07:10

[…] ir lá ver, conferir e me apaixonar… Eu já contei aqui no Viajoteca sobre o passeio pelo Delta do Parnaíba, mas hoje vou contar sobre Barra Grande, uma praia lindona, quase intocada, “cheia” de […]

Responder
Carolina 21 de janeiro de 2015 - 17:52

Boa tarde!
Quais restaurantes você indica em Parnaíba?

Obrigada desde já.

Carolina

Responder
Mirella Matthiesen 23 de janeiro de 2015 - 15:31

OI Carolina,
Nós só experimentamos dois, o Carangueijo Express (que tem foto no post) e o jantar no nosso hotel que foi ótimo também.
Abs

Responder
carla 14 de agosto de 2015 - 10:16

Olá Mirella!

Suas fotos me deixou com vontade de conhecer o Delta . Quantos dias são suficientes para fazer esses passeios? Tenho somente 4 dias livres em outubro, mas se for pouco….programa para o final do ano! Já conheço Lençois e Jeri! Então o foco é Piaui mesmo……Teresina ….
abraços, Carla

Responder
Mirella Matthiesen 17 de agosto de 2015 - 13:50

Oi CArla,
Nós fizemos somente a costa do Piauí e gastamos uns 5 dias entre o Delta e Barra Grande.
Nesse roteiro que fizemos, vai te ajudar a entender como fizemos.
https://www.viajoteca.com/litoral-do-ceara-e-piaui/
Abs

Responder
Matheus 2 de outubro de 2015 - 19:15

O que do Parnaíba é Realmente maravilhoso, fiz o passeio e adorei.

Responder
Mirella Matthiesen 4 de outubro de 2015 - 21:41

Muito legal mesmo… eu amei Matheus!
Abs

Responder
Flecheiras no Ceará, acertou meu coração - 15 de fevereiro de 2016 - 05:46

[…] adorei esse passeio, as paisagens são lindas e me fez sentir saudades do incrível Delta do Parnaíba. Me apaixonei pela bela paisagem do rio Mundaú, pelas dunas e […]

Responder
ROTEIRO LENÇÓIS MARANHENSES DE 1 A 7 DIAS E QUANTO CUSTA 19 de setembro de 2019 - 18:39

[…] passeios de rio, ver outras dunas e a revoada dos guarás, aves vermelhas. Confira mais sobre o Delta do Parnaíba, no Piauí, no blog […]

Responder
Ibsen Flores Lima 20 de fevereiro de 2020 - 11:28

Prezada Mirella, parabéns pelo seu blog e relato sobre o Delta do Parnaíba. Foi o mais completo e bem escrito que eu li.
Estou planejando uma viagem pela Rota das Emoções em junho com mais 5 amigos e gostaria de fazer este passeio de dia inteiro que você fez. Me pareceu bem completo. Você poderia compartilhar como você contratou. Foi por agencia? Qual? alguma dica especial.
Agradeço imensamente sua resposta.
Ibsen

Responder
Mirella Matthiesen 23 de fevereiro de 2020 - 22:12

Oi Ibsen, Tudo bem?
Fico muito feliz que gostou no relato, essa viagem foi muito bonita e super recomendo.
Fiz esse passeio com a Natur Turismo, eles que organizaram o passeio pra gente.
Diga que a Mirella do viajoteca.com que indicou. 🙂
Abs,

Responder
Ibsen Flores Lima 27 de fevereiro de 2020 - 17:36

Obrigado. Vou dizer si. depois te como foi.
Abraco. Ibsen

Responder

Fale com a gente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Viajoteca usa cookies para tudo funcionar direitinho no seu browser, tudo bem? Aceito Leia mais

Privacidade & Cookies