Visitando Malta no Inverno: como é o clima na ilha nesta época do ano

E como aproveitar da melhor maneira possível!

0

Malta é uma ilha ao sul da Sicília e um destino muito procurado no verão. Uma ilha pequena, mas não tão pequena assim, que tem muitas atrações interessantes, paisagens lindas e uma água transparente, como só o Mediterrâneo sabe oferecer. Mas o interessante é saber que Malta no inverno pode ser um programaço também.

Como nos sobraram alguns dias de férias em pleno mês de fevereiro, decidimos ir até lá fugindo das baixas temperaturas da Alemanha. Como a temperatura lá fica na casa dos 10-17 graus nesta época do ano, achamos uma grande vantagem ter pelo menos uns 15 graus a mais do que em casa. E embarcamos em busca de um pouco de sol e menos frio.

 

Malta no inverno Valletta3

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Nossos leitores recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: VIAJOTECA5.

Temperatura em Malta no Inverno

 

Realmente a média de temperatura em Malta no inverno variou no esperado. Pegamos dias de sol, dias de chuva e dias de vento em uma semana por lá. Tivemos temperatura perto dos 20 graus durante o dia, mas tivemos dias onde ele não passou dos 10 graus. E apesar de termos fugido do frio siberiano que assolava a Alemanha, devo dizer que passamos um pouco de frio por lá, porque não levamos em consideração alguns pontos.

Sensação Térmica

 

Quando chegamos, o sol estava a pino e o dia estava lindo. Com dias de sol, você pode facilmente sair com uma jaquetinha leve e ser feliz. Inclusive vi pessoas (corajosas!) só de camiseta e bermuda. Mas já no primeiro dia de passeio descobri que a ilha mesmo em dias de sol tem um ventinho gelado nesta época do ano.

 

O sol muda tudo de figura. Quando ele sai, fica um calorzinho delicioso, mas quando ele fica encoberto por nuvens, o que é frequente, vem o vento gélido. Então mesmo que os termômetros marquem 15 graus, se o sol está brilhando forte no céu, a sensação térmica de Malta no inverno é de um dos melhores dias de primavera. Eu queria ter tido a sorte e ter pego todos os dias assim! Já o contrário também é verdadeiro. Quando o sol resolve não dar as caras, o vento frio faz ficar menos agradável de passear.

 

Esta época do ano é uma gangorra em quesito sensação térmica. Vai do calor ao frio em questão de minutos e o ideal é estar preparado e aceitar de coração aberto quando o sol sai. Então o que acontece é que você está na rua, com solzão, tira casaco, tira luva, e vem uma nuvem, encobre o sol e o vento vem com tudo e você gela. Você corre e coloca jaqueta, se paramenta pro frio e as nuvens vão embora. O sol (e o calor) volta e você corre tirar tudo de novo. Isto acontece umas mil vezes por dia!

 

Malta no inverno Valletta4
Pessoas de camiseta em Malta no começo de fevereiro

Vento

 

Nesta época do ano, mesmo quando o sol está ali, o vento pode ser um empecilho para diversão. Não que ele seja forte, ele é na realidade gelado. E sopra principalmente quando o sol é encoberto por nuvens. O que acontece com frequência.

 

Quem escolhe se hospedar mais próximo do mar aberto sente o vento com mais intensidade. Mas ficando nas cidades e baías próximas de Valletta, ele tende a ser moderado. Não pegamos nenhuma ventania ou algo do tipo. Somente o vento de Malta no inverno soprando gelado mesmo.

 

Malta no inverno vento
Nós no vento frio em Malta
Você consegue viajar sem celular?
Já saia do Brasil com o seu chip de celular europeu e com internet boa! Ganhe o frete grátis toda vez que usar nosso link.

Chuva

 

Esta é uma época chuvosa também. Mas não espere chuvas torrenciais que não permitem fazer passeios e se divertir. As chuvas que pegamos foram rápidas e conseguimos aproveitar mesmo com elas. Choveu principalmente de manhã cedo ou de noite. E no dia que choveu de dia, foi em algumas partes localizadas da ilha.

 

Malta no inverno chuva1
St. Paul’s Bay num dia chuvoso

 

Malta no inverno chuva
Nuvens de chuva sobre a baía de St. Paul

Frio

 

Para quem atravessa um longo e cinzento inverno todos os anos, falar de frio numa ilha ensolarada e com temperaturas de meia estação é estranho. Mas os apartamentos e hotéis são preparados para o calor que acontece a maior parte do ano na ilha. E eles são construídos de forma que o calor não entre e tudo se mantenha o mais fresco possível. Ou seja, dentro dos apartamentos em Malta no inverno é gelado!

 

Eu fiquei hospedada em dois apartamentos diferentes, um em Sliema e outro em Saint Julian’s (recomendo os dois!) e ambos tinham piso de cerâmica, que mantém a temperatura bem fresca. A sorte que ambos tinham ar condicionado e que pudemos ligar no aquecimento, e assim manter os ambientes aquecidos.

 

+ ONDE SE HOSPEDAR EM MALTA NO INVERNO

 

Não é o frio de norte da Europa, não é algo que gele e que você precise ficar entrando em cafeterias para e esquentar. Malta no inverno tem um frio ameno e que com as roupas certas consegue-se aproveitar todos os passeios.

 

Procurando hotel em Malta?




 

Reserve seu hotel em Malta por aqui e garanta o menor preço! E ainda tenha, na maioria dos hotéis e apartamentos, a opção de cancelamento gratuito.

 

Leia:

+ ONDE SE HOSPEDAR EM MALTA NO INVERNO

O que levar na mala ao visitar Malta no inverno

 

Quando se está passando por temperaturas muito baixas, a gente tende a achar que qualquer temperatura mais alta é lucro. E é mesmo, desde que a gente tenha as roupas apropriadas para elas.

 

Eu fui achando que se levasse somente um casaco mais leve e um paletó estaria bem aquecida. O que aconteceu foi que tive de usar o casaco leve E O paletó, um em cima do outro, todos os dias! Usei minhas luvas de couro e senti muita falta de ter levado um gorro, por causa do vento.

 

Então se eu fosse fazer minha mala para visitar Malta no inverno de novo, eu não deixaria de levar luvas (nada muito grossas), um gorro, cachecol, um casaco bom (não de inverno alemão, mas um casaco que protege do vento e esquenta um pouco) e sapatos quentes e confortáveis.

 

Malta no inverno mala
Casacos corta-vento são essenciais nesta época do ano em Malta

Não se deve esquecer de colocar na mala um chinelo para andar dentro do quarto do hotel ou apartamento. Como os pisos costumam ser cerâmicos, é muito frio andar somente de havaianas ou de pé no chão (com meia).

 

Não creio que seja necessário se preocupar e levar guarda-chuva. Não sentimos falta para nós adultos, e minha filha tinha a capa de chuva do carrinho (que foi usada para chuva e para cortar o vento).

A melhor época para ir para Malta

 

Eu só estive uma vez na ilha e por uma semana, o que não me faz nenhuma especialista em Malta. Mas pelo que pude analisar da estrutura encontrada em termos de apartamentos, atrações e afins, acredito que a meia estação seja a época certa para quem deseja conhecer suas atrações históricas.

 

A ilha tem sítios arqueológicos, cidades fofas e históricas, igrejas famosas e muitas atrações que para serem visitadas no verão de calor escaldante podem ser cansativos e desgastantes. E estas mesmas atrações podem ser visitadas mais facilmente no inverno, caso não se pegue um dia de vento forte ou chuva. O que pode acontecer com frequência.

 

Malta no inverno2
Vista da cidade de Mdina no inverno em Malta

Inverno

 

A visita a Malta no inverno, como já expliquei em vários pontos acima, pode ser uma boa escolha, mas sem grandes expectativas. Eu voltaria sim para Malta no inverno, sabendo que a ilha promete mais na meia estação. Afinal fugir do friozão é uma necessidade pra gente e alguns graus a mais é lucro.

 

Quando falo em ir visitar sem grandes expectativas, quero dizer que temos de aceitar que nem tudo sai como o planejado. Os passeios de barco para as ilhas de Gozo e Comino, uma grande atração da ilha, não acontecem, por exemplo. E a opção que resta é ir de carro ou ônibus (público ou excursão).

 

O vento gelado e a chuva podem atrapalhar os planos inesperadamente. E tem de se ter uma certa maleabilidade para trocar os planos na última hora e optar por algo mais indoor. E ainda ter o cuidado para não ganhar uma gripe, com tanta mudança de sensação térmica.

 

Malta no inverno Valletta1
Brincadeiras com água na praça central de Valletta em pleno inverno

Escolher o lugar onde se hospedar nesta época do ano também é muito importante para se aproveitar a ilha ao máximo. E tem um post falando só sobre este tema!

Verão

 

Eu não escolheria a ilha como um destino de verão. E esta é minha opinião pessoal, baseada no que vi, já que não estive lá no verão. Dito isto, devo explicar o porquê.

 

Eu gosto de passear e conhecer cidades e atrações. Não sou uma pessoa “praiana”, que fica sentada sob o sol indo e voltando da água. Eu amo calor, mas gosto de passear e não de ficar parada na praia. E quando faço isto, tem de ser NA PRAIA! Ou seja, para me segurar ali, a praia tem de ser linda.

 

Apesar de a ilha ter uma costa bonita, não vi praias “desejáveis”. Nascida em um país com tantas praias lindas como o Brasil, devo dizer que as de Malta não são do meu tipo. As encostas são escarpadas e com poucos pedaços de praia. Lindíssimas para fotografar, mas não para se banhar. As baías mais famosas, onde estão os resorts e hotéis, não são apropriadamente feitas para banho. A menos que você não se importe de sentar sobre pedras e lajes…

 

Acredito que o calor faça com que os passeios nas cidades e nos sítios arqueológicos seja complicado. Afinal ninguém gosta de torrar no sol escaldante e estar na areia da praia seja mais interessante. Como a ilha tem muitas atrações que não são praias, a visita nestes lugares é muito mais agradável com temperaturas de meia estação.

 

Até mesmo o deslocamento pela ilha acredito que seja complicado no verão. Li muito a respeito da super lotação dos ônibus no verão. E mesmo no inverno, com bem menos turistas, já peguei ônibus cheios. Não quero nem imaginar o que é andar de transporte entre as cidades no verão!

Primavera e Outono são minhas indicações

 

Então, como para mim, passear e apreciar as paisagens são mais importantes, a meia estação, com um clima agradável, me parece perfeita para conhecer a ilha. Sentar nos seus cafés e restaurantes deliciosos nas orlas, apreciar o movimento, caminhar pelas lindas Valletta e Mdina, visitar os sítios arqueológicos, mosteiros e igrejas, é sem dúvida, mais agradável na meia estação. E este é o ponto forte de Malta. 😉

Vale a pena comprar antecipadamente:


Você lembrou do seguro viagem? Ele é um dos itens mais importantes da sua viagem. O seguro viagem é obrigatório em vários países, como Cuba, Jordânia, e principalmente os países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen e que precisa ter uma cobertura mínima de 30 mil Euros. Nos demais países em que ele não é obrigatório também é recomendável a contratação, já que infelizmente não podemos prever acidentes. Nos Estados Unidos, o custo médico diário de uma internação é muito caro (uns U$2.000). Não esquecendo que o seguro é muito útil nos casos de cancelamento de viagem, extravio de bagagem e assistência odontológica. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: VIAJOTECA5.

Comparar

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI :

–  Reserve seu hotel no Booking.com ( sem taxa de reserva e a maioria dos hotéis oferece cancelamento grátis)

–  Compre seu seguro de viagem na Seguros Promo (faz cotação em 10 ótimas seguradoras)

–  Compre seus Ingressos para atrações, excursões e passeios com a Get Your Guide

–  Alugue seu Carro com a RentCars

–  Índice com todos os posts do Viajoteca

Se você fizer sua reserva através dos links aqui da Viajoteca, a gente ganha uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Essa é uma forma de apoiar a Viajoteca a continuar escrevendo sempre ótimas dicas para você. Obrigada!

Comente Aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.