Página Principal Alemanha Um roteiro para conhecer a medieval Büdingen, na Alemanha

Um roteiro para conhecer a medieval Büdingen, na Alemanha

por Carina
4 comentários

Conversando com minha vizinha alemã, ela me perguntou se eu já tinha estado na pequena cidade de Büdingen, não muito distante daqui de casa. Disse que não e ela me disse que eu deveria ir. Dica de alemão se anota sempre. Anotei o nome da cidade.

Passaram-se uns dias e apareceu na minha timeline do Instagram uma foto da cidade e eu vi que eu precisa ir mesmo logo até ali. Então foi o que fiz na primeira oportunidade. O que vi foi uma cidade na Alemanha de 22 mil habitantes, tranquila, cheia de flores e de muita história.

Aliás, este é um passeio que pode ser um excelente bate e volta de Frankfurt. E pode ser casado com uma visita ao belo castelo de Ronneburg que fica bem próximo.

Büdingen Jerusalemer Tor
Büdingen – Jerusalemer Tor

+ RONNEBURG, UM CASTELO MEDIEVAL NOS ARREDORES DE FRANKFURT

FAZENDO BATE-VOLTA A PARTIR DE FRANKFURT


Büdingen

Caminhar por Büdingen e ver sua história marcada nas suas paredes é uma viagem no tempo. Com uma história documentada desde antes do século V a.C. a cidade tem muito a contar.

Várias casas mostram suas datas de construção e contam em placas quem residiu ou nasceu ali, o que aconteceu, o que a cidade viveu. Várias vezes me peguei pensando: – Uau, esta casa é mais antiga que o Brasil!

A cidade oferece uma rara chance de experimentar um clima medieval. Afinal ela preserva suas ruas e casas quase da mesma forma ao longo dos séculos. Até porque, tentar conter o crescimento não é uma tarefa fácil nos dias de hoje. Principalmente, incentivar e fazer com que os moradores mantenham casas com mais de 500 anos, investindo em melhorias é algo digno de admiração. Afinal, seria muito mais fácil colocar estas estruturas abaixo e fazer tudo novo.

Budingen rio

Procurando hotel em Frankfurt? Temos vários posts com excelentes indicações!

Reserve seu hotel na Alemanha ou Frankfurt no Booking.com, um comparador de hotéis que te garante o menor preço.

Conhecendo a cidade

Surpreendentemente, a cidade mantém boa parte de seu muro, que continha 22 torres. Tanto que várias delas ainda estão lá. Inclusive, o portão principal de entrada do muro pode ser o ponto inicial do passeio.

Mas antes de entrar para dentro dos muros, dê uma caminhada monte acima para ter uma vista incrível da cidade. As torres Bollwerk e Hexenturm (torre da bruxa) ficam lado a lado, na parte mais alta da cidade, e tem uma ótima vista.

BÜD fortaleza Ronile por Pixabay
Foto: Ronile por Pixabay

Bollwerk

Incrivelmente, esta torre conta com paredes de 4 metros de espessura e 16 câmaras em quatro andares, com cerca de 20 metros de altura.

Hexenturm

Nesta torre está a Hexenkammer (câmara das bruxas), que foi a principal prisão da cidade durante séculos. Apesar da sua história assustadora, vale a pena conhecer.

O principal portão de entrada de Büdingen é o Jerusalemer Tor.

Jerusalemer Tor – Portão de Jerusalém

O portão construído em 1503 teve a tarefa de proteger a frente ocidental facilmente acessível da cidade. Originalmente, o portão estava conectado a uma ponte levadiça. Hoje o fosso que circunda a cidade foi fechado nesta altura e foi feita uma rua. O lugar é passagem de carros e entrada para o que eles chamam de cidade nova dentro dos muros (entretanto, não é uma cidade nova aos moldes atuais).

O nome do portão surgiu no início do século XVIII, quando foram construídas casas em frente ao portão especialmente para pessoas perseguidas religiosamente. Eles batizaram o portão de Porta de Jerusalém, já que a viam como uma porta celestial para Jerusalém. Mas o portão também é chamado de “Kreuztor” (portão da cruz), porque no lugar onde hoje está o hotel Stern (construído em 1755), ficavam três cruzes.

O brasão do conde Louis II de Ysenburg e o de sua esposa Maria de Nassau decoram o portão, já que foi no seu reinado que o mesmo foi construído. Vale a pena observar também as bolhas de peixe no parapeito das balaustradas e as torres de água em forma de leão.

Portão de Jerusalém Ronile por Pixabay
Portão de Jerusalém / Foto: Ronile por Pixabay

Aliás, em uma das torres do portão de Jerusalém funciona o Sandrosenmuseum.

Sandrosenmuseum

No museu você pode apreciar tesouros geológicos pré-históricos da Terra. O grande Mar do Norte tinha rios que atravessavam a área há 30 milhões de anos onde hoje se localiza a cidade. Juntamente com o vulcão, cujo magma modelou o Vogelsberg (monte que está ao lado da cidade), deram à região um milagre da natureza, o chamado sandrosen. A princípio, sandroses são estruturas de cristal em diferentes formas e cores. Ao se precipitar, as soluções altamente mineralizadas de grãos de areia tomaram formas que lembram as rosas.

Deste modo, a visita vale a pena por dois motivos: para poder admirar estas raridades geológicas e conhecer o imponente portão de Jerusalém por dentro.

O museu funciona somente 6ª, sábado, domingo e feriados das 14-17h.

Sandrosenmuseum BÜD DE
Sandrosenmuseum

De fato, entrando na “cidade nova” através do portão de Jerusalém e seguindo pela rua Neustadt, você vai chegar no coração desta área. Aqui está a Neustadt-Brunnen (fonte da cidade nova), que tem vários sapos.

Neustadt-Brunnen
Neustadt-Brunnen

Os mais observadores vão perceber que a cidade é toda decorada com sapos pelas paredes e ruas. Em resumo, o motivo é uma lenda antiga que conto abaixo:

Büdingen e seus sapos

Conta a história que o conde Anton zu Ysenburg und Büdingen casou com Elisabeth von Wied. Depois das festividades de casamento na casa do pai da noiva, o casal veio para Büdingen, onde seria sua residência. Ao chegar, já cansados da festa de casamento, foram recebidos com mais festas pelos habitantes da cidade. Quando finalmente puderam deitar para descansar, o noivo logo caiu no sono. Mas a noiva não conseguia dormir devido aos coachos dos sapos do lado de fora do castelo. Então, a noiva começou a ameaçar o noivo que iria embora para casa do seu pai, porque aquele barulho infernal estava lhe dando enxaqueca. Deste modo, no meio da madrugada, o noivo mandou que todos os sapos fossem removidos dos arredores do castelo.

Vários homens foram chamados para o serviço no meio da noite, causando um alvoroço na cidade. Assim sendo, todos os sapos foram recolhidos e levados para praça do mercado. Lá eles iam decidir o que fazer com todos eles. O barulho ali se tornou ensurdecedor e toda cidade já estava em polvorosa. Mas ao menos a princesa pode dormir.

Assim que os conselheiros da cidade se reuniram na Marktplatz, eles decidiram afogar os sapos no rio Seemenbach. De fato, todos eles foram levados para a ponte que fica junto do portão Mühltor. Logo depois, todos eles foram jogados no rio. Portanto, não se ouviu mais nenhum sapo. Com isto, aquela noite memorável entrou para história de Büdingen e todas as festividades que se seguiram lembravam daquela noite.

Sapo: símbolo da cidade

Por causa deste ocorrido, seus habitantes ficaram orgulhosos de sua cidade ser conhecida como “limpa dos sapos”. Desde então, os habitantes da cidade de Büdingen são conhecidos como “Beuringer Frääsch“. E fizeram disto um título honorário mostrando que são orgulhosos da ação de seus antepassados.

Por fim, o sapo tornou-se marco da cidade. Desta maneira, em todos os cantos você vai poder ver os animais verdes pendurados e escalando as paredes. Sem dúvida, eles são muito populares.

sapos BÜD DE
Sapos por Büdingen

Atualmente, um passeio por esta região da cidade e suas ruelas é uma agradável surpresa de casas fofas!

Seguindo pela Obergasse se chega ao Oberhof. Esta é uma grande construção com pátio lateral, bem ao lado do muro da cidade. Aliás, você pode passear por cima do muro nesta seção e ter uma outra visão da cidade.

Oberhof

O Oberhof é o mais antigo edifício renascentista da cidade e você pode comprovar o fato ao ver a inscrição no lado norte do prédio. O lugar foi originalmente construído para ser a residência de uma condessa viúva, mas serviu de residência para muitas gerações da nobre família reinante na cidade. Até que em 1959 foi doada à cidade. Vale a pena observar os detalhes da construção, como as pinturas no frontão do sul, a porta de entrada toda esculpida, o brasão no portal principal e as cabeças assustadoras na janela oriental.

Büdingen Oberhof
Oberhof

No prédio Oberhof fica o Modellbaumuseum, que é um museu de maquetes e miniaturas, bem famoso na região.

Modellbaumuseum

Neste museu você vai encontrar mais de 150 artigos em exposições como navios, veículos, ferrovias, uma plataforma de perfuração e muito mais. Inclusive, o museu apresenta uma frota de navios de guerra meticulosamente reconstruídos do século XVII que ganharam o prêmio de campeões do mundo. Além disto, um modelo de 18 m² de um porto completa a magnífica coleção. Para os cinéfilos, é bacana saber que o filme “Das Boot”, que ganhou com inúmeros prêmios, contou nas suas filmagens com diversas obras expostas no museu.

A entrada ao museu é gratuita, mas ele só está aberto no 1º e no 3º domingo do mês, entre 14h e 17h.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa.  Nossos leitores recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: VIAJOTECA5.

Atravessando pelo pátio do Oberhof, você vai sair na outra ponta do terreno que dá para a histórica e bela Marktplatz, a praça do mercado na cidade. Aliás, na Marktplatz está o escritório de turismo na cidade. Ali você pode obter informações, comprar souvenires de Büdingen e reservar um dos inúmeros tours guiados que a cidade oferece.

Büdingen Marktplatz
Marktplatz

De fato, a praça também é o marco de separação do que eles chamam da cidade antiga e da cidade nova. Seguindo adiante a gente entra na cidade antiga (apesar de a cidade nova ser muito antiga também).

Na esquina da Rathausgasse está a antiga prefeitura da cidade, a histórica Rathaus.

Rathaus

A casa em enxaimel, decorada em estilo gótico tardio, foi o centro da comunidade burguesa por séculos. No piso térreo, funcionava um mercado. No andar de cima os conselheiros da cidade se reuniam, e usavam o salão para festividades. Atualmente, o prédio abriga o museu da cidade, conhecido como Heuson Museum. Só para exemplificar, o museu ganhou este nome devido ao historiador da cidade Karl Heuson.

Heuson Museum

O museu apresenta no piso superior objetos dos antigos artesãos e da comunidade judaica da cidade, enquanto no piso térreo pode-se conhecer sua história, que remonta à Idade da Pedra. Através de inúmeros documentos, gráficos, fotografias e reconstruções de modelos, dá para acompanhar o desenvolvimento de Büdingen e arredores, inclusive desde a pré-história.

A entrada é gratuita e o museu abre em horários diversos ao longo do ano, mas está sempre aberto de 3ª-domingo no período da tarde.

Büdingen Rathaus
Rathaus (prefeitura) e Heuson Museum

Ao fundo da Rathausgasse vê-se a Marienkirche, a principal igreja da cidade.

Büdingen Kirchgasse
Kirchgasse

Marienkirche

A Igreja da Virgem Maria, também conhecida como Igreja da Senhora, foi construída em 1367 como uma “Frauenkapelle” de madeira. Em 1377 foi substituída por um edifício de pedra. A igreja em estilo gótico tardio tem um magnífico teto abobadado e merece uma visita.

Observe no lado sul do coro um grande número de sulcos verticais. Presumivelmente, este sulcos são testemunhos da crendice das mulheres da cidade do século XVI. Elas acreditavam que poderiam produzir remédios a partir do pó das pedras retiradas dali. De uso generalizado na Idade Média, acreditava-se que este tipo de pó protegia contra todos os tipos de espíritos malignos. Frequentemente, este pó era misturado com remédios para prevenir ou curar doenças.

Büdingen Marienkirche
Büdingen Marienkirche

Você consegue viajar sem celular?

Já saia do Brasil com o seu chip de celular europeu e com internet boa!

Passando pela igreja, chega-se no castelo da cidade, Schloss. Atualmente, no castelo funciona um hotel e ainda é a residência da nobre família proprietária, os Fürst zu Ysenburg und Büdingen.

Schloss

O castelo foi construído em forma de um polígono de treze lados fundado no século XII. Deste modo, um condado independente desenvolveu-se na região sob o domínio da família Ysenburg.

O reinado deles começou em 1258 e desde lá sempre este foi o lugar de residência da família, que ainda habita o castelo. Embora seja fechado para visitas, o complexo pode ser visitado com uma visita guiada programada. Deste modo, nesta visita pode se ver diversos equipamentos originais de mais de 5 séculos de história, como afrescos, móveis, armas de caça.

Dica!

O castelo tem um átrio que dá acesso ao hotel e a um café, abertos ao público. Então caso você esteja procurando um castelo para se hospedar, esta pode ser uma grande escolha!

Aliás, a entrada a este átrio é gratuita.

Buedingen_Buedingen
Fonte: site da cidade de Büdingen

Hospede-se no Hotel Schloss Büdingen!! Clique aqui e faça sua reserva!

Para quem quer aproveitar um pouco do clima da nobreza, uma boa pedida é ir ao café do Schloss. O café e restaurante é chamado de Schlosscafé. Por certo, é bem fácil de achar, já que fica no pátio do castelo, entre a Marienkirche e o Schloss.

Büdingen Schlosscafe
Büdingen Schlosscafe

Logo atrás do castelo fica o Schlosspark (parque de castelo), em grande parte público, que serve de destino recreativo para os habitantes da cidade.

Depois de sair do Schloss, o caminho para ver a parte mais antiga da cidade é pela Schlossgasse. Uma rua muito charmosa e cheia de construções seculares muito bem preservadas. Esta rua sim é uma viagem no tempo!

Steinernes Haus, na Schlossgasse em Büdingen
Steinernes Haus, na Schlossgasse em Büdingen

Na Schlossgasse está o prédio Luckische Hof.

Luckische Hof

A magnífica estrutura em enxaimel da Corte de Luckian foi construída entre 1506/1507. Este é um exemplo da arte de carpintaria do período de transição entre o gótico tardio e o início do Renascimento. O nome do prédio é devido ao funcionário público Luck, que morava com sua família aqui no século XVII. É digno de nota a forma e a construção dos pilares centrais, que são ornamentados com cabeças e pés.

Luckische Hof Büdingen
Luckische Hof, Büdingen

A Schlossgasse acaba na Steinernes Haus, que fica junto de outro portão de entrada da cidade, o Mühltor.

Steinernes Haus

Este é o edifício residencial mais antigo da cidade de Büdingen, construído inteiramente em pedra. Ele foi construído em estilo gótico tardio em torno de 1500. Aliás, este prédio funcionava como prefeitura para o Conde Johann zu Ysenburg. A casa tinha função de garantir a integridade da ponte no portão de entrada da cidade, conhecido como Mühltor. Sua fachada prestigiosa chama atenção na cidade antiga.

No pátio há também uma fonte de 1544. As marcas de água nas paredes do portão interno documentam de forma impressionante os problemas da cidade velha de Büdingen com inundações. Vale a pena mencionar as marcas de tiros no muro da cidade antiga que faz parte da estrutura da casa. Ao lado do portão principal está uma lendária cabeça de javali.

Büdingen Steinernes Haus
Steinernes Haus

Como chegar em Büdingen

Carro

Chegar em Büdingen é mais fácil de carro. Contudo, a cidade não fica muito perto de nenhuma Autobahn (autoestrada) e precisa pegar estradas secundárias. Mas ainda assim é mais prático ir de carro.

A cidade fica em torno de 50 km de distância de Frankfurt. Aliás, o passeio por toda a região vale muito a pena! A região é belíssima! Inclusive, mais um bom motivo é juntar a visita com o castelo Ronneburg, que fica bem próximo.

Estacionamento

A cidade tem bastante vagas de estacionamento, não apenas gratuitas, como também com uso de parquímetro). Do mesmo modo, que várias vagas são próximas do centro antigo e fácil de chegar até la.

Büdingen mapa

Trem

A ida até Büdingen pode ser feita de trem e é um bate-volta muito bacana a partir de Frankfurt. Entretanto, a ligação entre as cidades não é direta, inclusive você vai precisar trocar de trem no meio do caminho. A viagem dura em torno de 1h, dependendo do tipo de trem e da quantidade de conexões.

Onde se hospedar em Büdingen


Apesar de Büdingen ser um passeio perfeito de bate e volta a partir de Frankfurt, você pode perfeitamente escolher um hotel na cidade e aproveitar ainda mais seu charme. Aliás, eu super indico!

Como eu já mencionei ali em cima, atualmente o castelo da cidade de Büdingen é um hotel 3 estrelas e com boas resenhas. Então, se você quiser passar pelo menos uma noite num castelo medieval, não perca a chance de fazer uma reserva e se hospedar no Hotel Schloss Büdingen!

Outra opção muito bacana é o Hotel Saline 3-Sterne Superior, que fica num casarão de pedra lindo, bem pertinho do centro antigo da cidade. Caso queira algo bem central, tem o Steinhaus 1718, que é excelente e super perto do castelo.

Entretanto, uma opção bem bacana é ficar num tipo de sítio alemão, numa casa enxaimel super charmosa e que fica a cerca de 5 km do centro de Büdingen, no meio do caminho entre a cidade e Ronneburg, onde está o outro catelo da região! O B&B Diebacher Hof é super bem indicado e sua nota é 9,6 no Booking! Ainda, outra opção no estilo é o Gästehaus Iwwerdorfer Hof.

DICAS DOS HOTÉIS MAIS BEM LOCALIZADOS EM FRANKFURT

5 Estrelas Centro Turístico Estação de Trem Messe Fora do Centro
*Se estiver no celular, mova a tabela com o dedo.

Continue lendo sobre a Alemanha:

+ MICHELSTADT, NA ROTA ENXAIMEL

+ MILTENBERG, A PÉROLA DO RIO MAIN

+ O CASTELO BREUBERG, PERTO DE FRANKFURT

BURG WERTHEIM, NA ALEMANHA


Vale a pena comprar antecipadamente:

LEIA TAMBÉM:

4 comentários

Você lembrou do Seguro Viagem? 


Ele é um dos itens mais importantes da sua viagem. seguro viagem é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen e precisa ter uma cobertura mínima de 30 mil Euros. Nos demais países em que ele não é obrigatório também é recomendável a contratação, já que infelizmente não podemos prever acidentes. Nos Estados Unidos, o custo médico diário de uma internação é muito caro (uns U$2.000). Não esquecendo que o seguro é muito útil nos casos de cancelamento de viagem, extravio de bagagem e assistência odontológica. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto no boleto. Nossos leitores ainda recebem no mínimo um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: VIAJOTECA5.


Cotação seguro viagem



Continue planejando sua viagem:


> Reserve seu hotel

> Seguro Viagem com desconto

> Passagem aérea

> Ingressos e Passeios

> Aluguel de veículos

> Tours Exclusivos Viajoteca

> Chip de celular


Reserve com nossos parceiros para garantir os melhores preços e ótimos descontos. A cada reserva concluída nós recebemos uma pequena comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Essa é uma forma de apoiar a Viajoteca a continuar escrevendo sempre ótimas dicas para você. Obrigada!

Naldo 10 de junho de 2019 - 12:07

Oi, Carina, adorei suas dicas, estou indo pela primeira vez para Alemanha em fevereiro de 2020. Se puder, me ajuda em algumas dúvidas? Vou em fevereiro, muito frio né? Queria visitar algumas cidades medievais, a partir de Frankfurt e/ou Berlim, nesse caso do frio, seria proveitoso, quero dizer, há possibilidade de cancelamentos de Trens? Neva muito em toda a Alemanha no mês de fevereiro ficando inviável o deslocamento? Não tenho problema com frio, mas no caso de neve, quase sempre atrapalha!!! Grato, adorei seus relatos!

Responder
Carina 13 de junho de 2019 - 17:00

Oi, Naldo!
Bom, a gente não consegue mais falar sobre o clima sem estar chutando total hoje em dia, mas a chance de nevar em fevereiro é baixa, ainda mais em Berlim e Frankfurt, que são cidades onde não costuma nevar muito. Isto acontece mais pro sul da Alemanha. Quanto ao cancelamento de trens, só acontece em nevascas e acidentes, coisas muito difíceis de se prever. Eu planejaria as visitas sem grandes preocupações com isto. 😉
Boa viagem!

Responder
Naldo 14 de junho de 2019 - 15:00

Carina, que máximo, você me respondeu, rsrsrs Grato pela ajuda!

Responder
Carina 15 de junho de 2019 - 05:20

Estamos aqui pra isto. 😉
Aproveite muito a Alemanha!!

Responder

Fale com a gente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Viajoteca usa cookies para tudo funcionar direitinho no seu browser, tudo bem? Aceito Leia mais

Privacidade & Cookies