Logo

Chobe Botsuana

Botsuana na prática

by / 0 Comments / 566 View / 01/07/2014

 

 

Botsuana é, na prática, um país fácil e muito tranquilo de ser visitado, além de muito bonito. Oferecendo uma diversidade incrível de paisagens e experiências variadas, deixa turistas extasiados e impressionados com o que encontram.

 

Delta Okavango Botsuana

 

Com um Índice de desenvolvimento (IDH) de 0,634, o segundo maior da África subsaariana, o país figura entre os mais seguros da África e apresenta por décadas um dos maiores crescimentos econômicos do mundo. Por todos os lados encontram-se escolas em excelente estado e o índice de analfabetismo é de 18%, e vem caindo consistentemente a cada ano, o que mostra claramente o desenvolvimento do país e sua perspectiva de futuro. Um país muito seguro onde os casos de roubos são raros e os índices de violência baixíssimos.

 

Botsuana escola

Uma das muitas escolas com excelente estrutura em Botsuana, esta em Gweta.

 

Quando conquistou a independência do Reino Unido, em 1966, a nação era uma das mais pobres do mundo, com um PIB per capita de cerca de US$ 70 por ano. Desde então, Botsuana transformou-se numa das economias de mais rápido crescimento no continente, com um PIB per capita de cerca de US$ 16.400 em 2013, um alto rendimento nacional bruto, o quarto maior da África, dando ao país um padrão de vida modesto. (Fonte: Wikipedia)

Botsuana é um dos maiores produtores mundiais de diamante e possui importantes jazidas de níquel e cobre, o que eleva tanto a sua renda per capita, mas a distribuição de renda é muito pequena.

 


Botsuana é um dos países menos povoados no mundo, tendo pouco mais de 2 milhões de habitantes distribuídos numa área do tamanho da França, e que tem Gaborone como capital, que é também a maior cidade do país, com pouco mais de 200 mil habitantes.

 

Botsuana Maun

A cidade de Maun vista do ar e suas casas com muito espaço.

 

O país faz fronteira com a África do Sul, Namíbia, Zimbábue e Zâmbia, e 70% da sua superfície é coberta pelo deserto de Kalahari. Botsuana fica no interior do continente africano e não tem mar. Sujeito a secas que podem durar anos, a maior parte dos seus rios é temporária – uma das exceções é o rio Okavango, que tem suas águas vindas da Angola, em cujo delta vivem várias espécies animais. A chuva é tão importante no país que a moeda nacional se chama Pula que significa chuva na língua setswana.

 

 

Cerca de 40% do território do país são parques nacionais, reservas e áreas de preservação. Grande parte desses espaços não são cercados, permitindo assim que os animais andem livremente e permitindo que a natureza se movimente e sobreviva.  É um dos melhores lugares do mundo pra fazer safári, com uma vida animal abundante e tem mais elefantes do que qualquer outro país no mundo, algo em torno de 130 mil, sendo 71 mil deles no Chobe National Park.

 

 

 

Língua

A língua oficial é o Inglês e a língua nacional é a Setswana, amplamente falada através do país.

 

Visto
Visitantes de muitos países não necessitam de visto de entrada em Botsuana, caso do Brasil, EUA e países da Comunidade Europeia, basta chegar no aeroporto e preencher um formulário de entrada. Na nossa entrada por terra, vindos do Zimbábue, não foi necessário preencher nenhum formulário. Encontramos sempre funcionários gentis nas 3 vezes que tivemos contato nas fronteiras de Botsuana.

 

Dinheiro e valores
A moeda do país é a Pula (BWP) e todos os preços são apresentados na moeda local, mas o dólar americano também é comumente aceito em hotéis, agentes de turismo e afins. Cartões de crédito (Visa e MasterCard) são amplamente aceitos, e encontram-se facilmente ATMs para saque nas cidades maiores.
Apesar de a hospedagem não ser nada barata e alugar um carro no país também tem um custo elevado, comparado com outros países, os gastos diários no país não são altos. Come-se bem pagando pouco e os passeios tem valor compatível com o oferecido.

 

Botsuana gweta-pan

Um dos Pans de Botsuana.

 

Vacinas

É necessário ter o Certificado Internacional contra Febre Amarela (deve ser providenciado até 11 dias antes do embarque). Sugere-se a medicação anti-malária.

 

Hospedagem
A indústria do turismo ainda está nos passos iniciais, e poucos hotéis podem ser reservados pelos sites aglutinadores como Booking ou Expedia, por exemplo. A grande maioria, apesar de ter página na internet, requer que se escreva para eles para saber da disponibilidade. Não espere respostas rápidas, algumas nunca vem, outras podem demorar uma semana.
Os preços variam das regiões onde estão, em Maun, no Delta do Okavango, os preços são maiores, e a qualidade do serviço oferecido anda bem baixa. Espere pagar em torno de US$ 100,00 de diária num lodge médio.

 

Locação de carro
A Avis e a Budget apresentam representações nas principais cidades de Botsuana, mas alugar um carro no país custa sensivelmente mais caro que na África do Sul. Para quem pretende alugar um 4×4 (indispensável para quem pretende fazer safari por conta própria), conte com uma tarifa de, no mínimo, mil dólares por 1 semana. A melhor opção é alugar na África do Sul e vir de carro para o país. Não esqueça de pedir os papéis de liberação do carro nas locadoras para atravessar as fronteiras, seja o carro alugado em Botsuana, seja nos países vizinhos. E conte em pagar taxas de entradas para eles nas fronteiras dos países que pretende ir e seguros locais.
Direção é mão inglesa.

 

Estradas
As estradas nacionais que ligam as principais cidades são asfaltadas e muito boas, algumas contam com trechos esburacados, mas são poucos. As estradas secundárias são todas de terra, e carros baixos tem dificuldade de circulação. Nos parques nacionais só são permitidos 4×4, pois as estradas são de terra e sem preservação. Não existe nenhum tipo de taxa ou pedágio para circulação.
Esteja preparado para parar em algumas barreiras na estrada, para verificação de documentação ou barreira sanitária, para passar o carro e os sapatos (de todos que estejam no carro) num líquido que teoricamente mata pestes e sementes. Este último é necessário também para quem entra de carro no país.

 

Botsuana estradas

Uma das estradas principais de Botsuana, ligando Kasane a Nata.

 

Horários
Esteja avisado: tudo fecha muito cedo. Lojas em Maun, por exemplo, fecham suas portas às 17h, restaurantes aceitam pedidos somente até 21-21:30h. A vida começa cedo pela manhã e termina cedo nesta parte do mundo.

 

Para mais informações sobre Botsuana, visite a página em português, aqui.

 

Para ver todos os posts de Botsuana aqui no Viajoteca, clique aqui.

 

Delta Okavango barco

 

Para ler todos os posts sobre Botsuana, clique aqui!

 

Quer um roteiro personalizado pela África? A Senzatia Roteiros faz exclusivamente para você!

 

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI:

– Quer um roteiro personalizado para África? A Senzatia Roteiros faz pra você!

– Reserve seu hotel com o Booking.com

– Compre seu seguro viagem com a Mondial Assistance

– Alugue seu carro com a RentalCars

– Compre seu bilhete ou passe de Trem com a RailEurope

– Quer fugir da fila nos museus e fazer passeios? O TicketBar te ajuda!

– Procurando por excursões? Veja com a Viator!

– Índice com todos os posts do Viajoteca

 

Cada vez que você reserva algo por algum link aqui do blog, recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter sempre atualizado e com novas dicas de viagem.

 

Procurando hotel para a sua viagem?

Comente Aqui