Logo

Zoológico de Cingapura

Zoológico de Singapura: O melhor zoológico tropical do mundo

by / 18 Comentarios / 3 de março de 2017

Zoológico de Singapura

O Zoológico de Singapura é um dos principais zoológicos do mundo, tendo sido eleito consecutivamente como o melhor zoológico da Ásia por vários anos seguidos. Localizado em Mandai na porção norte da ilha de Singapura, o Singapore Zoo ocupa uma área densamente florestada de aproximadamente 28 hectares às margens da represa do alto selatar (Upper Selatar Reservoir).

Entrada Zoológico no Zoológico de Singapura

Inaugurado ao público em 1973, o Singapore Zoo foi o primeiro dos Zoológicos de Singapura e desde então é considerado um dos melhores zoológicos do mundo localizado nos trópicos. Atraindo cerca de 1,4 milhões de visitantes por ano, o zoológico de Singapura conta com cerca de 2800 animais de 315 espécies diferentes de animais. Sendo que destas, 16 % são espécies ameaçadas de extinção. Fazendo dele não apenas um importante centro de educação ambiental e conservação ex situ de espécies em risco de extinção, mas também uma das atrações turísticas mais populares de Singapura.

Zoológico de Singapura

Na mesma região onde encontramos o Zoológico de Singapura encontramos também o River Safari e o Night Safari, formando um complexo que reune na mesma área as 3 principais atrações zoológicas de Singapura. Um local super especial para aqueles que curtem contato com a natureza e também para aqueles que viajam para Singapura com crianças.

no Zoológico de Singapura

E à partir de 2020, outro parque zoológico deve ser inaugurado nas imediações do Singapore Zoo. Desta vez, com a temática das florestas tropicais ao redor do mundo. Além dele, o Jurong Bird Park, o incrível parque das aves de Singapura hoje localizado em Jurong, um distrito industrial de Singapura, será transferido para a mesma região fazendo com que os cinco parques zoológicos administrados pela Wildlife Reserves Singapore fiquem concentrados num único lugar.

Por que o Zoológico de Singapura é diferente?

O grande diferencial do Zoológico de Singapura em relação aos outros zoológicos “comuns” que estamos acostumados a visitar pelo mundo, é que, desde que foi inaugurado, ele segue a moderna tendência de exibição de animais em forma naturalista. Ou seja, com barreiras ocultas, atrás de fossos e arbusto, fazendo com que o visitante tenha impressão que o animal não está confinado numa jaula.

Girafa no Zoológico de Singapura

Os animais mantidos nestes espaçosos recintos são separados dos visitantes, na grande maioria das vezes, por fossos secos ou molhados. Esses fossos são, geralmente, ocultados com algum tipo de vegetação abaixo da linha de visão do visitante. No caso dos animais mais perigosos ou que podem eventualmente nadar e subir estes fossos, eles são alojados em recintos cuja visualização se dá em ambientes com paredes de vidro.

Onça Pintada no no Zoológico de Singapura

Embora o zoológico de Singapura nunca tenha expandido para além dos 28 hectares originais. Alguns anos depois que foi inaugurado, cerca de 40 hectares de floresta secundária vizinhas ao zoológico foram convertidos no revolucionário Night Safari (o zoológico noturno de Singapura).

Orangotango no Zoológico de Singapura

O restante foi mantido como da mata ciliar do reservatório de Upper Selatar e foi mantido desde então como um maciço florestal. E em 2013 entre o Night Safari e o Singapore Zoo foi inaugurado o surpreendente Singapore River Safari. Um zoológico temático especializado na fauna dos ambientes ripários dos principais rios do mundo, que entre outra atrações possui o maior aquário de água doce do mundo e um casal de pandas.

As principais atrações do Zoológico de Singapura

Durante sua visita ao zoológico de Singapura você provavelmente irá conhecer diversos animais que você nunca viu antes na vida ao vivo e a cores. Entre alguns dos animais exóticos e raros encontrados no Singapore Zoo temos o gavial do Ganges (uma espécie de Jacaré/Crocodilo mas que tem o bico mais fino), a Babirussa (uma espécie de porco do mato com chifres, bem esquisitos), o Tapir (um animal nativo da península malaia e que é um parente distante da nossa anta do Brasil), os tigres de bengala albinos, o dragão de Komodo.

Gavial no Zoológico de Singapura

Babirusa no Zoológico de SingapuraBabirusa no Zoológico de Singapura

Babirusa

Dragão de Komodo

Tapir Malaio no Zoológico de Cingapura

Além deles, há várias espécies de macacos, lémures, marsupiais e outros mamíferos como a maior espécie de morcegos do mundo, entre vários outros animais de outras ordens inferiores.

Lêmures no Zoológico de Cingapura

Entre as diversas atrações que o zoológico de Singapura oferece, o ”almoço dos orangotangos” é um dos que mais se destacam. Trata-se de um programa que permite que os visitantes interajam de perto com os orangotangos do zoológico. O zoológico de Singapura por sinal abriga a maior colônia de orangotangos em cativeiro no mundo.

Orangotango no Zoológico de Cingapura

Um dos animais que mais me chamam atenção sempre que visito o Singapore Zoo são as lontras, no Singapore Zoo são inúmeras, que ficam brincando e mergulhando sem parar no tanque que elas ficam, muito fofas.

Lontra no Zoológico de Cingapura

Lontras no Zoológico de Cingapura

O Zoológico de Singapura também conta com uma área climatizada para animais de clima frio, como pinguins, wolverines e o urso polar. Por sinal, o Zoo de Singapura foi o primeiro zoológico no mundo a conseguir reproduzir um urso polar nos trópicos. Porém mesmo com ambiente refrigerado, creio que eles sofram um bocado com o calor que faz em Singapura.

Urso Polar no Zoológico de Singapura

Os tigres albinos são um outro espetáculo a parte. Eles possuem um espaço relativamente grande, embora esses animais merecam espaços ainda maiores. Muitas vezes é possível observa-los nadando no fosso ou geralmente tirando uma boa soneca. O fato é que mesmo dormindo, eles são animais muito bonitos.

Tigre Albino no Zoológico de Singapura

Durante sua visita ao Singapore Zoo você provavelmente também irá ver o “timão” e o “pumba” além de vários outros animais personagens do desenho do Rei Leão. Muito legal ver todos esses animais ao vivo e a cores.

Pumba no Zoológico de Singapura

Timão no Zoológico de Singapura

Dentre eles o rei dos animais, o leão, as zebras, as girafas, o rinoceronte branco, o guepardo, o avestruz, os antílopes, os gnus, passando pelas hienas, os macacos, os elefantes, até os insetos. Não é por acaso que a criançada em Singapura adora esse lugar.

Leão no Zoológico de Singapura

Leoas no Zoológico de Singapura


Uma outra parte do Zoo tem diversos animais da Austrália. Infelizmente sem nenhum coala, mas com diversos cangurus, wallabies e algumas espécies de repteis e aves do continente mais seco do mundo, entre elas os Emus e as Casowarys.

Cangurus no Zoológico de Singapura

Casowary no no Zoológico de Singapura

Wallaby australiano no Zoológico de Singapura

A hora do almoço dos orangotangos é um espetaculo à parte. Ao vermos estes primatas de pertinho a gente consegue realmente acreditar que nós possivelmente sejamos mesmo descendentes deles.

Os Orangotangos são uma marca do zoológico de Singapura, que por sua vez, dedica a eles um grande espaço ao ar livre. Além de um intenso trabalho de conservação e reprodução da espécie, um espaço único no mundo. Por isso, volta e meia é possível ver eles com filhotes. Umas gracinhas.

Orangotango e filhote no Zoológico de Singapura

Orangotango no Zoológico de Singapura

Orangotango no Zoológico de Singapura

Infelizmente essa é uma espécie seriamente ameaçada de extinção na Malásia e Indonésia, seu habitat natural. A principal razão é a constante destruição das florestas que estes animais habitam, que vem sido extensivamente convertidas em plantações de dendê, e áreas destinadas para a pecuária.

Orangotango no Zoológico de Singapura

Por sinal, você sabia que em Bahasa, a língua falada na Malásia e Indonésia. Orang significa pessoa e Utan significa floresta? Logo Orang Utan significa: Pessoa da Floresta.




Orangotango no Zoológico de Singapura

No passeio pelo Singapore Zoo você tem entre outras coisas, a oportunidade de conhecer as tartarugas gigantes de galápagos. O tamanhos delas é realmente impressionante, mas nada comparável, ao dragão de Komodo. Este último, é considerado o maior réptil a habitar nosso planeta nos dias de hoje e parece um lagartão gigante, isso que os exemplares do zoológico de Singapura são exemplares considerado jovens ainda.

Tartarugas de Galapagos no Zoológico de Singapura

Dragão de Komodo no Zoológico de Singapura

Falando em répteis, não deixe de passar para ver os crocodilos. Você sabia que dentre os animais, ele tem uma das mordidas mais potentes do reino animal? Separando nós, e aquela bocarra tamanho família, apenas um vidro de alguns milímetros. Muito interessante, mas ao mesmo tempo, um pouco assustador.

Crocodilo no Zoológico de Singapura

Deve ser interessante observar ele em ação através do vidro quando ele resolve almoçar alguns peixes do tanque que ele vive. Se bem que os animais do Zoo de Singapura parecem tão bem tratados, que eles provavelmente nem devem comer os companheiros de aquário.

Crocodilo no Zoológico de Singapura

Continuando a visita, não deixe de visitar enorme viveiro com tela, onde encontramos os Lémures de Madagáscar. Eles são muito simpáticos!! E lá dentro deste mesmo viveiro, encontramos vários outros animais como aves e pequenos mameiferos como os morcegos (Flying Foxes). Alguns deles com envergadura de quase 2 metros. Um pouco assustadores para dizer a verdade, mas eles felizmente são frugívaros.

Lemur no Zoológico de Singapura

Dentro do Zoo de Singapura, existe ainda um pequeno jardim temático, com plantas de interesse econômico com plantas frutíferas, oleaginosas. Enfim, você irá reconhecer várias destas plantas que estamos acostumados a ver o fruto, mas que nunca vemos a planta em si. Dentre elas o famoso Durian, que na verdade é uma anonácea, ou seja da mesma família da fruta do conde. Além do Durian, você também terá a chance de conhecer a árvore do mangostin, rambutam, lychia, logan e afins.

Morcego no no Zoológico de Singapura

Visitando o Zoológico de Singapura

Visitar o Zoológico de Singapura é um ótimo programa para se fazer com crianças. O Singapore Zoo conta com várias trilhas asfaltadas que permitem ver de perto todas as mais de 300 espécies disponíveis, desde os Ursos Polares até os Orangotangos.

Para quem deseja um pouco mais de conforto, o zoológico oferece trenzinhos elétricos sobre rodas que podem ser utilizados mediante a compra de um passe (não incluído no preço do ingresso) e que permite subidas e decidas ilimitadas durante todo o dia. Uma ótima pedida para pessoas com mobilidade reduzida ou em dias muito quentes.

As espécies de animais estão agrupadas em diferentes áreas temáticas. A maioria dessas áreas são relativamente grandes. Logo, venha preparado para uma boa caminhada. Como faz bastante calor em Singapura, lembre-se de se manter hidratado, principalmente fazendo o passeio com crianças.

A distribuição das espécies pelo zoológico pode ser facilmente consultada no mapa que é entregue  junto com a entrada do parque. O parque zoológico de Singapura conta com uma ótima sinalização, com a qual o visitante consegue se orientar com relativa facilidade. Combinada com o uso do mapa, o visitante sabe qual melhor caminho seguir em seu passeio.


Onde comer no Zoológico de Singapura?

Como o passeio ao zoológico de Singapura geralmente é um passeio de pelo menos meio dia, é bem possível que no meio do passeio você fique com fome. Sendo assim, o Singapore Zoo conta com alguns restaurantes e fast foods (KFC) distribuidos dentro e fora do parque. Junto a bilheteria, na parte externa do zoológico, existe uma pequena praça de alimentação com restaurantes, lanchonetes, cafeteria, lojas de conveniência e uma sorveteria.

Horário de Alimentação dos animais

Uma das atrações mais populares e interessantes do zoológico, principalmente para as crianças, é o feeding time, a hora que alguns animais do Zoológico são alimentados. Na entrada do parque, se pode pegar um informativo com os horários atualizados para o dia da sua visita ao parque em que constam esses horários. A dica é chegar uns 10 minutinhos antes para pegar um lugar bom.

Durante o horário de alimentação, os animais ficam mais ativos e aproximam-se mais do público, que em alguns casos pode inclusive alimentá-los com a comida fornecida pelo zoológico. Essa atividade é paga à parte e não está incluida no ingresso do zoológico, mas pelo menos existe e é uma experiência muito legal.

Espetáculos do Zoológico de Singapura

Uma das atrações mais populares e interessantes do zoológico, principalmente para as crianças, é o feeding time, a hora que alguns animais do Zoológico são alimentados. Na entrada do parque, se pode pegar um informativo com os horários atualizados para o dia da sua visita ao parque em que constam esses horários. A dica é chegar uns 10 minutinhos antes para pegar um lugar bom.

Ao longo de todo o dia, há uma série de shows, espetáculos e outras atividades que valem a pena serem vistos. Junto com o ingresso comprado ou trocado na entrada do parque, é entregue uma programação das atividades do dia e que permite saber o que e onde está acontecendo cada uma delas.

O primeiro espetáculo do dia acontece às 10:30 da manhã (e se repete às 17) no Shaw Foundation Amphiteathre. É o Splash Safari Show, um show no qual a principal estrela do show são os leões marinhos. Dica importante, não se sente nas primeiras fileiras se não quiser sair molhado! Com o calor que fas em Singapura pode não ser uma má idéia.

no Zoológico de Singapura

O segundo espetáculo do dia é o Animal Friends Show, no Kidzworld Rainforest Amphitheatre, um espetáculo que agrada principalmente as crianças pequenas e que acontece diariamente às 11 horas da manhã e se repete as 4 horas da tarde.

no Zoológico de Singapura

O terceiro espetáculo é o Elephants at Work & Play Show, no espaço Elephants of Asia, protagonizado pelos super inteligentes elefantes asiáticos. Este por sua vez acontece às 11:30h da manhã e se repete às 15:30h da tarde. Esse é provavelmente o meu show favorito.

Elefantes no Zoológico de Singapura

Elefantes no Zoológico de Singapura

O quarto e último espetáculo é o Rainforest Fights Back Show, que acontece também no espaço Shaw Foundation Amphiteathre às 12:30 e as 14:30 da tarde, com a participação de várias aves, mamíferos e répteis do parque.

Informações úteis para visitar o parque das aves em Singapura

Horário de funcionamento:

O zoológico de Singapura está aberto 365 dias por ano das 8:30 a 18:00 horas.

Eu pessoalmente prefiro ir ao Zoológico logo pela manhã assim que ele abre e assim evitar o calorão da tarde. Porém quem tem pique e tem vontade de conhecer os outros parques, e tem poucos dias na cidade, pode combinar uma visita ao Singapore Zoo com uma visita ao River Safari e / ou Night Safari. Se pretende fazer o Night Safari vá depois do almoço e fique até de noite.

Tickets

Você pode optar por adquirir entradas avulsas para o Singapore Zoo ou por comprar um combo que inclui entradas para o Singapore Zoo, o River Safari, o Night Safari e o Jurong Bird Park, parques administrados pela mesma empresa, a Wildlife Reserves Singapore Group ou WRS como é mais conhecida. Você também pode comprar ingressos para essas e outra atrações de Singapura aqui.

No caso de optar por um combo, você tem até 30 dias para visitar o(s) outro(s) parque(s), ou seja, tendo tempo não é necessário e na verdade recomendado correr de um para o outro no mesmo dia.

Como Chegar:

Existem inúmeras opções de transporte para se chegar ao Singapore Zoo, o qual se encontra relativamente afastado do centro da cidade (Aprox 20 km) e tem a sua entrada localizada muito próxima das entradas do Night Safari e do River Safari. Estas opções estão detalhadas na página Getting here do site oficial do Singapore Zoo.

Eu pessoalmente, prefiro ir e voltar de Táxi ou de Uber. A corrida fica na faixa dos 30 SGD porém existem ônibus especiais que fazem a ligação das áreas turísticas de Singapura com o parque. Além é claro, de opções utilizando o transporte público de Singapura.

Tudo é super organizado. Por exemplo, em frente ao parque existe uma área dedicada aos meios de transporte público, onde existe um ponto de ônibus e várias informações sobre os meios de transporte disponíveis para os visitantes, inclusive com estimativas de preço.

Se você quiser ir por conta própria e aproveitar o metrô para chegar próximo ao Singapore Zoo, faça o seguinte: pegue a linha vermelha do metrô com direção a Jurong East e desça na estação Ang Mo Kio. Nesta estação do MRT existe uma estação de ônibus. Lá você deve pegar o ônibus 138 até o Singapore Zoo, Night Safari e River Safari. Outra opção é pegar um taxi à partir dessa estação.

O deslocamento com transporte público saindo da Orchard Road dura um pouco mais de 1 hora, de taxi esse tempo cai pela metade. Alternativamente você pode também descer na estação Choa Chu Kang (na mesma linha vermelha) e depois pegar o ônibus 927 até o zoológico.

Mapa:

O mapa atualizado do zoológico pode ser visto nesta página do site próprio do Singapore Zoo.

Mais informações:

No site oficial do Singapore Zoo há várias outras informação úteis para você planejar sua visita. Recomendo que você o consulte o site para ter informações atualizadas sobre preços e horários de funcionamento. E não se esqueça de ir preparado para enfrentar o calor.

Zoológico de Singapura

– Compre ingressos para essa e outra atrações de Singapura aqui


Você lembrou do seguro viagem? Ele é um dos itens mais importantes da sua viagem. Ele é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen e também em Cuba e na Venezuela. Nos demais países em que ele não é obrigatório também é recomendável a contratação, já que infelizmente não podemos prever acidentes. Nos Estados Unidos, o custo médico diário de uma internação é muito caro (uns U$2.000). Não esquecendo que o seguro é muito útil nos casos de cancelamento de viagem, extravio de bagagem e assistência odontológica. Você pode cotar com a Real Seguro Viagem sem compromisso e, caso decida pela contratação, você poderá parcelar o valor do seguro em até 6 x sem juros no cartão de crédito, ou pagar com desconto de 5% no boleto bancário.

Seguro viagem asia 728x90

.


CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI :

–  Reserve seu hotel no Booking.com ( sem taxa de reserva e a maioria dos hotéis oferece cancelamento grátis)

–  Compre seu seguro de viagem na Real Seguros (faz cotação em 10 seguradoras)

–  Agende suas excursões e passeios com a Get Your Guide

–  Alugue seu Carro com a RentalCars

–  Índice com todos os posts do Viajoteca

Se você fizer sua reserva através dos links aqui da Viajoteca, a gente ganha uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Essa é uma forma de apoiar a Viajoteca a continuar escrevendo sempre ótimas dicas para você. Obrigada!

TAGS: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

CATEGORIAS: .Novos posts na Viajoteca, Ásia, Destinos, Estilo, Experiências, Passeios e Atrações Turísticas, Singapura, Viagem, Viagem com Crianças, Zoológicos

18 Comment

  1. Nossa, invrivel mesmo… e o q é esse tigre branco?! Apaixonada. Amei o post e as fotos. Parabéns.

    • Incrível mesmo né?! Esses dois tigres albinos são muito lindos e raros né?!

  2. Não sou muito fã de visitar zoológicos por questões pessoais, mas no Japão quis ver o grande Panda. Imagino que em locais com espécies diferentes assim seja um atrativo a mais.

    • Entendo perfeitamente aqueles que não visitam esse tipo de atração por suas convicções. Eu acho que existem zoológicos e zoológicos por aí. Claro que nenhum animal retirado de seu habitat natural vai ser 100% feliz vivendo em qualquer zoológico que seja, mas os zoológicos sérios espalhadas por ai fazem uma série de trabalhos voltados a conservação ex-situ das espécies ameaçadas que sano fundamentais para a preservação da espécie. Isso sem falar na importância desses lugares para a educação ambiental das futuras gerações. O ser humano só dá valor a aquilo que tem quando conhecer e quando perde aquilo que tem.

  3. Que animal esse zoológico! não imaginava que em Singapura tivesse uma atração tão legal para famílias. Obrigado por nos contar

    Bjs
    Dani Bispo
    abolonhesa.com

    • Realmente é uma Zoológico exemplar!! Eu não curto muito esse negócio de rotular melhor isso melhor aquilo, mas no caso do Zoo de Singapura sou obrigado a dizer que ele é o melhor Zoológico Tropical do Mundo.

  4. Confesso que não somos muito fãs de zoológicos ou aquários, temos dó dos bichinhos presos… Mas a diversidade do zoológico de Singapura é indiscutível. Que fofas as lontrinhas!

    • Entendo sua posição. Obviamente os animais nesse tipo de parque por melhor que eles sejam nunca vão gozar da liberdade que teriam em seus respectivos habitats naturais. Eu prefiro olhar sob o aspecto da educação ambiental das novas gerações e como uma estratégia de conservação ex-situ dessas espécies ameaçadas de extinção e pelo que tenho visto nem mais nos zoológicos esses animais estão salvos. Você viu que no inicio dessa semana entraram no espaço do Rinoceronte Branco no Zoológico de Paris, mataram o animal e serraram o seu chifre. A humanidade realmente não tem jeito.. O ideal seria não termos que ir em lugares assim para ver esses animais de perto.

  5. Parabéns! Está aqui um verdadeiro guia de viagem para o zoo de Singapura! Eu há imensos anos que não visito um jardim zoológico, talvez esteja na altura de pensar em fazer essa visita. Obrigado.

    • O ZOO de Singapura merece uma visita!! na minha opinião não existe zoológico melhor e mais completo nos trópicos.

  6. Oi, Oscar, tenho visto várias críticas a zoológicos e acho bem polêmico escrever sobre eles, parabéns pela ousadia. Estive recentemente no San Diego Zoo, que também é mega respeitado, e confesso que não me senti bem em diversas situações. Mas como mãe, acho que para crianças é inesquecível estar frente a frente com um animal africano ou espécies raras. Não há página da Internet ou livro ilustrado que substitua a experiência de vê-los de perto – pena que nem sempre no habitat deles, o que seria ideal. Seu post está muito bem detalhado e as fotos estão incríveis!

    • Polêmico é com certeza.. E eu entendo e respeito quem não curte este tipo de experiência, ao mesmo tempo acho importante a discussão e não demonizarmos as instituições que trabalham em projetos de educação ambiental, conservação e reabilitação de animais na qual também temos que incluir muitos zoológicos pelo mundo.

      Eu obviamente preferiria ver todos esses animais soltos em seu ambiente natural. Infelizmente várias das espécies que encontramos em cativeiro em Zoológicos pelo mundo talvez estejam mais bem protegidas assim do que em seu habitat natural..

      Eu infelizmente prefiro ver um elefante no zoológico do que um elefante morto por conta do seu marfim. Sinceramente me revolta muito mais viajar para alguns países aqui da Ásia e ver esculturas esculpidas em Marin, ou ver partes de animais à venda nos mercados de medicina tradicional chinesa. Aqui em Hong Kong não é nada difícil você encontrar todos esses produtos por exemplo.

      Acho que apenas com a educação ambiental e conhecendo aquilo que estamos perdendo que vamos criar consciência que estamos acabando com a vida selvagem de nosso planeta em uma velocidade assustadora.

  7. As crianças – e muitos adultos – devem mesmo pirar nesse Zoo. Quantos bichos! Já ouvi falar muito sobre ele na internet, tem mesmo uma fama muito respeitada. Eu não visito zoos há bastante tempo, por toda a questão ética envolvida, mas sei que eles existem e são uma atração muito convidativa especialmente pra crianças. Vamos torcer pra que os animais estejam mesmo em excelentes condições 🙂

    • Com certeza!! No Zoológico de Singapura tive a oportunidade de conhecer muitos animais ao vivo que jamais pensei que um dia teria a chance de ver ao vivo e a cores.
      Entendo sua posição e respeito, no entanto acho que para fins de educação ambiental você ter a oportunidade de conhecer essas criaturas de perto e conhecer as ameaças reais para espécie e seus respectivos faz você pensar que devemos fazer muito mais para proteger a espécie e o habitat natural desses animais. No caso do Zoológico de Singapura acho interessante o case dos Orangotangos.. Hoje a maior ameaça da espécie hoje no sudeste asiático é a destruição da floresta para conversão em plantação de dendê. A gente não imagina, mas o Palm Oil (dendê) está mais presente em nossas vidas do que imaginamos. Quase todos os alimentos industrializados que consumimos hoje usam de alguma forma em sua cadeia de produção o tal Palm Oil. Dessa forma todos nós estamos contribuindo com a destruição da espécie. Então antes de falarmos mal dos animais no Zoológico quem sabe seria mais interessante ler o rotulo dos produtos que consumimos, por que se hoje só podemos ve-los nos zoológicos é porque nós fomos ou estamos sendo responsáveis pela destruição de seus habitats naturais.

  8. oi Oscar… Esse é um texto bem detalhado e informativo. Como muitas pessoas citaram, eu também não sou uma fã de Zoos, mas confesso que o macaco de nariz colorido e as tartarugas mega gigantes chamaram a minha atenção. Tem muitas espécies diferentes ai né?

    Ao menos, pelo que você conta, eles tentam recriar um ambiente próximo ao habitat natural, com interferências minimas dos visitantes e salvam algumas espécies em extinção, certo?

    • Com certeza!! tem uma série de animais que eu nem sabia que existiam que acabei conhecendo visitando o Singapore Zoo. Obviamente seria muito melhor ver todos eles em seus respectivos habitáts naturais. Mas infelizmente isso não é possível e se pensarmos no carbon footprint que iriamos gerar viajando para conhecer cada um desses animais em seu ambiente natural acho que talvez já seria o suficiente para mudarmos um pouco de idéia em relação ao assunto. Zoológicos são fundamentais para a estratégia de conservação ex-situ de espécies ameaçadas e peça fundamental na mudança da mentalidade das novas gerações através da educação ambiental.

  9. eu AMEI esse zoologico! fui de dia e a noite, duas experiencias totalmente diferentes! até escutei um leão rugindo!!! foi OMG fenomenal! apesar de estarem soltos, percebi que alguns animais presos expressavam olhares tristes, como o leopardo e principalmente o urso polar que fazia o mesmo movimento repetidamente (um sinal de stress) e pelas fotos ele continua mal…foi a partir dai que comecei a pensar sobre os animais em zoo e só visito se a empresa faz algum trabalho de recuperação e cuidados. adorei suas fotos!

    • É verdade as experiências em cada um dos Zoológicos de Singapura são completamente diferentes e complementares. Querendo ou não por melhor que seja o “enclousure” do animal, muitos desses animais precisam em seu ambiente natural quilômetros de área para viver.. Num Zoológico por melhor que ele seja, isso é logisticamente impossível. O Zoológico de Singapura apoia uma serie de iniciativas locais e regionais que visam a preservação e conservação das espécies ameaçadas de extinção. Se você tiver interesse em conhecer, a lista desses projetos você encontra aqui. Obrigado pela visita e pelo comentário 😀

Comente Aqui