Um roteiro para conhecer Wiesbaden, na Alemanha

A bela e elegante capital do Estado de Hessen

18

Para quem não sabe, Frankfurt fica no estado de Hessen, mas ela não é capital, já que o título pertence a bela cidade de Wiesbaden, que fica a 40 km de Frankfurt. Esta é uma daquelas cidades imperdíveis e indicadas para se fazer um belo passeio bate-volta.

A cidade de Wiesbaden é muito charmosa e bem diferente da moderna Frankfurt. Conta com um passado requintado, que pode ser apreciado nos seus palacetes, e ruas centenárias. Mas não só, ela é também famosa por ter sido, desde os tempos romanos, um dos mais antigos e elegantes balneários terapêuticos da Europa. E isto se deve às suas famosas fontes de águas termais e medicinais.

Uma cidade bonita, com inúmeras áreas verdes e um centro cheio de vida, Wiesbaden é um passeio para quem quer conhecer uma Alemanha elegante, mas sem afetação. Um lugar para se descobrir belezas diferentes e surpreendentes por todos os seus cantos. Assim sendo, venha descobrir o que fazer em Wiesbaden!

Wiesbaden centro

KD RhinePass: Passe de 1 Dia para Cruzeiro no Rio Reno

 

Wiesbaden – Alemanha

 

História de Wiesbaden

A cidade surgiu no ano de 121, a partir de uma tribo germânica, os Mattiacis, e ficou conhecida pelo nome de Aquae Mattiacorum (Águas dos Mattiacis). Não surpreende que uma de suas maiores atrações seja a Kurhaus, a e traz a inscrição “Aquis Mattiacis” na sua fachada. A cidade já teve 27 nascentes de águas termais quentes, sendo que quinze das quais ainda hoje estão fluindo.

No ano 828/830 a cidade foi mencionada pela primeira vez com o nome Wisibada (o banheiro nos prados) por Einhard, o biógrafo de Carlos Magno.

Por volta de 1170, o Conde de Nassau adquiriu toda área em torno da cidade Wiesbaden atual. Mas a região teve de esperar até o ano de 1774, quando a família Nassau se instalou na cidade, no Schloss Biebrich, fazendo dele a residência principal da família. A partir daí tornou a cidade a principal estância balneária da Europa.

Procurando hotel em Frankfurt? Temos vários posts com excelentes indicações!

Reserve seu hotel na Alemanha no Booking.com, um comparador de hotéis que te garante o menor preço e na maioria dos hotéis e apartamentos tem a opção de cancelamento gratuito.

 

o que fazer em Wiesbaden

 

Como chegar em Wiesbaden a partir de Frankfurt, eu expliquei neste post aqui:

FAZENDO BATE-VOLTA A PARTIR DE FRANKFURT

Assim sendo, você vai saber que pode vir de trem regional a partir de Frankfurt. E os trens regionais vindos de Frankfurt, os S-Bahn, chegam na estação central da cidade, a Hauptbahnhof. Desta forma, é a partir dela que começamos o passeio e este roteiro de Wiesbaden. E já se aproveita para conhecer uma das atrações de Wiesbaden: a própria estacão de trem!

 

Hauptbahnhof (estação central de trens)

Construída em pedra de arenito vermelho, a estação principal de trem da cidade tem estilo barroco clássico. Ela foi inaugurada como a nova estação ferroviária central em 1906 na presença do Kaiser Wilhelm II, o último imperador da Alemanha. Apresenta uma alta torre de 40 metros, o pavilhão e da sala de embarque decoradas temas históricos. Por isto mesmo, também já é uma das atrações de Wiesbaden que você já deve apreciar ao chegar na cidade. 🙂

A Hauptbahnhof Wiesbaden é uma estação grande e conta com várias lojas, lanchonetes e restaurantes. Aqueles que desejam comprar algo essencial antes de uma viagem, sempre podem contar com ela.

Wiesbaden Hauptbahnhof
Estação central de Trens de Wiesbaden

Excursão a Mainz saindo de Frankfurt

A avenida reta que começa (ou termina) bem em frente à estação se chama Friedrich-Ebert-Allee e ela leva até o Museu Wiesbaden. Seguindo adiante nesta mesma rua se chega ao centro histórico de Wiesbaden, foco deste roteiro de Wiesbaden, e que fica a 1,5 km de distância.

 

Dica!

Uma opção para aqueles que não querem caminhar todo este trecho, é pegar um dos inúmeros ônibus que vão da estação de trem e passam pela Kurhaus, seguindo por esta avenida. Desçam na Kurhaus, caso não queiram visitar o Museu que foi falar abaixo, e querem seguir direto para o centro antigo de Wiesbaden.

Wiesbaden Landesmuseum mapa
Fonte: site da Prefeitura de Wiesbaden

 

Landesmuseum – Museum Wiesbaden

O Museu Wiesbaden é o Museu Estadual de Arte e Natureza na capital de Hessen. As exposições do museu de Wiesbaden vão desde a pré-história até os dias atuais. Sendo que estão divididos em várias coleções, como a de velhos mestres, modernismo clássico, arte moderna e contemporânea e as coleções de história natural. Depois de uma profunda remodelação, desde 2013 o museu apresenta seu acervo em 7.000 m² de espaço de exposição em uma turnê que liga esteticamente a visualização de arte e natureza.

Aberto de 3ª-feira a domingo, entre 10-17h. Sendo que nas 3ªs e 5ªs-feiras fica aberto até às 20h.

Friedrich-Ebert-Allee, 2.

museum-wiesbaden.de

 

Quem quiser continuar o passeio, deve continuar pela rua Friedrich-Ebert-Allee. Logo adiante ela se transforma em Wilhelmstrasse, logo após o cruzamento com a Rheinstrasse.

 

Wilhelmstrasse

A Wilhelmstrasse é o belo boulevard da capital do estado de Hessen. Esta longa avenida tem de um lado várias belas casa e mansões históricas e do outro lado o parque Warmer Damm. Como é um lugar nobre da cidade, ali estão Várias boutiques e lojas de design instaladas nos casarões centenários ao longo desta rua.

Outras atrações de Wiesbaden também ficam localizados ao longo da Wilhelmstrasse, como o Erbprinzenpalais – agora sede da Câmara de Comércio e Indústria de Wiesbaden – o Kurhaus, o Teatro Nacional da Capital de Hessen e o requintado Hotel Nassauer Hof.

De Frankfurt: Excursão para Heidelberg de 6 Horas

 

Erbprinzenpalais

O edifício neoclássico, que significa “Palácio do Príncipe Herdeiro”, foi construído em 1820 por Christian Zais para ser o Palácio do Príncipe Herdeiro Wilhelm von Nassau-Weilburg, mas nunca foi usado para este fim.

Mais tarde o lugar foi usado como a Biblioteca Ducal de Nassau (Herzögliche Nassauische Bibliothek), depois como sede da Secretaria de Finanças e da Câmara de Auditoria, bem como um museu. Após a Segunda Guerra Mundial, o Ministério da Justiça de Hessen se instalou no prédio no Wilhelmstrasse.

Após um longo trabalho de renovação em 1971, o Palácio virou a sede da Câmara de Comércio e da Indústria.

Wiesbaden mapa

 

Warmer Damm

O lindo parque que tanto encanta visitantes e moradores da cidade foi criado em 1860 em estilo inglês e conta com um lago. É um dos lugares mais agradáveis da cidade para se passar algum tempo, seja num dia quente de sol, ou mesmo num dia frio de inverno, para apreciar a bela paisagem gelada.

Com algumas obras de arte expostas, cheio de árvores frondosas, flores e patos, no inverno o lugar abriga um rinque de patinação no gelo. Já no verão, o que mais se vê são pessoas descansando na grama, fazendo piquenique e aproveitando o sol. Realmente um lugar delicioso e que vale a pena conhecer!

Wiesbaden Warmer Damm1
Praça Warmer Damm
Wiesbaden Warmer Damm2
Praça Warmer Damm
Você consegue viajar sem celular?

Já saia do Brasil com o seu chip de celular europeu e com internet boa!

 

Ao norte do parque fica o Hessisches Staatstheater, o Teatro Nacional da Capital de Hessen.

 

Hessisches Staatstheater

O Teatro Nacional da Capital de Hessen foi construído em 1894 por ordem do Imperador Wilhelm II. O grandioso lobby em estilo rococó foi acrescentado em 1902 e o grande auditório do teatro é em estilo neo-barroco. Construído em 1839, o Theater Kolonnade faz parte do Bowling Greens.

Wiesbaden Hessisches Staatstheater
Hessisches Staatstheater

 

Em frente ao Teatro está a estátua de Friedrich von Schiller, grande poeta, filósofo e historiador alemão.

 

Schiller-Denkmal

O monumento em homenagem a Schiller está localizado em frente da fachada sul do teatro e foi erguido em 1905 para comemorar o 100º aniversário da morte de Friedrich von Schiller. Esta é uma criação do escultor Joseph Uphues.

 

Poucos passos à frente está uma das maiores atrações de Wiesbaden, o Kurhaus.

 

Kurhaus – Cassino de Wiesbaden

Numa tradução livre, Kurshaus significa Casa de Cura, e ela piscinas de águas termais. Era neste lugar que as pessoas vinham de todos os lugares da Europa para se banhar nas águas curativas de Wiesbaden. O prédio foi  construído entre 1904-1907 por desejo do Imperador (Kaiser) Wilhelms II, em estilo neo-clássico e é realmente impressivo. A colunada da fachada da Kurhaus, que é sua maior atração conta com cerca de 129 metros de comprimento e é a mais longa da Europa. Na fachada se lê a inscrição “Aquis Mattiacis”, que é uma menção às fontes de Mattiaker.

Hoje funciona aqui o famoso e requintado cassino da cidade. O Cassino de Wiesbaden é um dos cassinos mais antigos da Alemanha. Cabeças coroadas, músicos, figuras literárias e muitos proeminentes vinham para Wiesbaden tentar a sua sorte aqui. Um deles foi o escritor russo Fyodor Dostoyevsky, que em 1865 perdeu todo seu dinheiro neste lugar. Ele descreve magistralmente o evento em seu romance “O Apostador” (Der Spieler, The Gambler). Ainda hoje pode se ver a roleta com a qual Dostoyevsky jogou.

O cassino tem experimentado muitas mudanças ao longo de sua história. Hoje ele está alojado no antigo salão de vinho da Kurhaus, com paredes forradas de madeira de cerejeira e adornadas com medalhões magníficos. Além de Roleta e Roleta Americana, são disputados no lugar Roulight, Blackjack e pôquer. Em 2001 foram instaladas cerca de 220 máquinas caça-niqueis na colunata da Kurhaus.

Cassino Kurhaus
Kurhaus e Cassino de Wiesbaden

 

Para trás do Cassino, está o parque Kurpark.

 

Kurpark Wiesbaden

O parque criando em 1852 no estilo de um jardim Inglês é um dos lugares mais agradáveis para se passear na cidade. Com lago e muitas flores, aqui se veem magnólias, azaleias, ciprestes, entre outros. No lago pode se passear com pequenos barcos, e ir até uma ilha artificial que apresenta uma imponente fonte de seis metros de altura, a fonte da Primavera (Springbrunnen-Fontäne).

O parque tem aproximadamente 75 mil m², e se estende do centro de Wiesbaden para o bairro Sonnenberg. O lugar também tem estrutura para shows de rock e pop, e abrigou mais de 10.000 espectadores no verão de 2005 que vieram ver o Dalai Lama, por exemplo.

>> Já está curtindo o Viajoteca no Instagram e Facebook?

 

Para continuar o passeio em direção ao centro antigo de Wiesbaden, atravesse a rua em frente ao Cassino e entre na Kaiser Friedrich Platz onde está a estátua do Imperador Friedrich.

 

Kaiser-Friedrich-Denkmal

O monumento ao Imperador Friedrich é uma estátua do mesmo que fica na praça homônima e em frente ao Hotel Nassauer Hof. A estátua foi criada pelo escultor de Berlim Professor Joseph Uphues e foi especialmente transportados em 1897 de Berlim para Wiesbaden. Depois de alguma discussão em relação a um local apropriado, a Imperatriz decidiu que o monumento ficaria na antiga Theaterplatz (praça do teatro). Anteriormente ficava neste local um monumento ao poeta Schiller e que foi transferido para a frente do Teatro na Warmen Damm. No entanto, a fundação do monumento do poeta não era tão fácil quebrar, de modo que decidiram usar esta base para o monumento do Kaiser-Friedrich.

Frankfurt: Excursão de 1 Dia ao Castelo de Eltz

 

Caso queira fazer um desvio rápido para conhecer aquele que já foi o maior relógio cuco do mundo, pegue a esquerda no final da Kaiser Friedrich Platz, na rua An der Quellen. Ela leva leva até o Kuckucksuhr.

 

Kuckucksuhr

O enorme relógio cuco na fachada de uma loja foi construído em 1946 pelo vendedor de souvenirs Emil Kronenberger. No começo da década de 50, o relógio cuco ganhou o título de “O maior relógio cuco do mundo”. Entretanto, ele não é mais o dono deste título faz tempo, já que os maiores relógios cucos do mundo ficam nos arredores de Triberg, na Floresta Negra.

Mas ainda assim é uma visita interessante, principalmente para quem está com crianças. Isto porque a cada meia hora, entre 08h e 20h, o cuco aparece nas horas cheias.

Wiesbaden Kuckucksuhr
O relógio cuco que já foi o maior do mundo!

 

Retorne para a Kaiser Friedrich Platz e siga para direita pela Spiegelgasse que leva até a Kochbrunnenplatz.

 

Kochbrunnenplatz

Kochbrunnen é fonte incandescente em alemão. E nesta praça está uma fonte de água termal quente, que é sua grande atração, o Kochbrunnentempel. Desta fonte ainda flui água termal. 15 fontes convergem suas águas para a Kochbrunnen e trazem 880 litros de água por minuto a uma temperatura de 68.75 graus Celsius na superfície. Sim, você pode tocar na água quentinha!

Kochbrunnen
A fonte Kochbrunnen na Kochbrunnenplatz, em Wiesbaden

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa.  Nossos leitores recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: VIAJOTECA5.

 

A Langgasse começa ali em frente à esta praça e é uma longa rua de pedestres, como já diz seu nome (lang = longo). Ela reúne inúmeras lojas e leva ao centro histórico de Wiesbaden.

Começando a caminhar pela Langgasse, logo a esquerda está a histórica Goldgasse.

Wiesbaden Goldgasse mapa
Fonte: site Prefeitura da cidade de Wiesbaden

 

Goldgasse

O “beco do ouro” é uma pequena rua no centro histórico de Wiesbaden. E onde vários estúdios de ourives se instalaram e suas oficinas ainda estão abertas oferecendo informações da arte de ourivesaria de filigrana, principalmente. Na Goldgasse, os visitantes podem esperar encontrar uma grande oferta gastronômica com tapas bar, cafés, bistrôs, restaurantes, além de se poder achar bons vinhos, o azeite mais fino, e uma variedade de especiarias.

De Frankfurt: Tour pelo Vale do Reno

 

Um pouco a frente, seguindo pela Langgasse, olhe para sua direita na rua Am Römertor, ela leva ao Heidenmauer e ao Römertor, outras duas atrações de Wiesbaden.

 

Heidenmauer

Este grande muro de pedra são os restos das muralhas romanas da antiga “Aquae Mattiacis”, do século IV. Esta é a construção mais antiga de Wiesbaden. A “parede pagã” foi considerada por muito tempo como parte de um sistema defensivo. Entretanto, interpretações mais recentes levam a crer que seria na verdade parte de um aqueduto romano do terceiro século depois de Cristo, e que trazia água das montanhas do Taunus para a cidade.

Wiesbaden Heidenmauer e Römertor
Heidenmauer e Römertor

 

Römertor

A “porta romana” é um complemento romantizado nas antigas muralhas romanas feito por Felix Genzmer em 1902. A muralha precisou ser aberta para passar a rua para o centro histórico, desta forma se criou esta ponte de madeira coberta, dando-a o nome de “Porta Romana”.

Wiesbaden Römertor
Römertor

 

Römischen Freilichtmuseum

O museu romano ao ar livre fica ao lado do Römertor e pode ser visitado livremente. Ali podem ser vistos tábuas de pedra do período romano.

 

A Langgasse acaba na Mauritiusplatz.

 

Mauritiusplatz

Com um projeto recente e moderno, a praça Mauritiusplatz recebeu fontes e um café, tornando-se o “centro” da região de comércio e pedestres. Sua localização central faz com que seja um ponto de encontro ideal.

>> Leia mais sobre: Frankfurt | Berlim | Munique | Rota RomânticaToda Alemanha

 

Logo ali ao lado está a Marktplatz, a praça do mercado.

Wiesbaden Marktplatz mapa
Fonte: site da Prefeitura de Wiesbaden

 

Marktplatz

Esta é a principal praça da cidade, a praça do mercado está localizada no centro de Wiesbaden. Aqui acontece um mercado ao ar livre nas quartas-feiras e aos sábados, entre às 07h e 14h. Nas barracas você pode encontrar uma grande variedade de produtos frescos e locais. São produtos vindos de fazendas de Wiesbaden e região, e oferecem o que árvores, campos e gado dão. Você vai achar legumes, frutas, especiarias frescas, queijos e pães, carnes e flores. Tudo feito ou colhido a pouco tempo, senão no dia.

Em agosto, acontece aqui na praça do mercado um dos maiores festivais de vinho da Europa, com estandes vendendo os melhores vinhos da região do Reno e do Mosel. É a época ideal para conhecer a cidade!

A Marktplatz abriga a nova prefeitura (Neues Rathaus), a antiga prefeitura (Altes Rathaus) e o Stadtschloss, assim como a linda fonte Marktbrunnen e a coluna Marktsäule.

 

Dica!

Interessante saber que sob a praça existe um parque de estacionamento subterrâneo. Uma excelente opção de estacionamento para quem deseja visitar a cidade de carro e quer parar bem no centro.

Castelo de Hohenzollern: Excursão de 1 Dia saindo de Frankfurt

 

Hessischer LandtagStadtschloss

O Palácio da Cidade foi construído entre 1837 e 1842 para o duque Wilhelm von Nassau em estilo neoclássico tardio. Este era o lugar onde o imperador Wilhelm II ficava durante suas visitas à cidade. O interior é muito bonito e decorado com pinturas da antiguidade clássica.

Após a Segunda Guerra Mundial, o palácio da cidade foi escolhido para abriga a sede do Parlamento do Estado de Hessen. Em 1961, um novo edifício do Parlamento foi inaugurado para os cidadãos e visitantes de Wiesbaden poderem estar presente nas sessões plenárias. Reformado novamente, em março de 2008 o novo prédio foi colocado em operação, e tem melhores condições de trabalho e modernas tecnologias da informação.

Hessischer Landtag
Hessischer Landtag, em Wiesbaden

 

Neues Rathaus

A nova prefeitura foi construída entre 1884-1887, e abriga, claro, a administração da cidade. Na frente da prefeitura, no chão, num círculo feito de pedrinhas, pode se ver o brasão (Reichswappen) da cidade de Wiesbaden e da região de Hessen-Nassau. Um dos motivos mais fotografados da cidade de Wiesbaden.

Brasão de Hessen
Brasão (Reichswappen) da cidade de Wiesbaden e da região de Hessen-Nassau
Wiesbaden Neues Rathaus
Fundos da Neues Rathaus

 

Altes Rathaus

A antiga prefeitura de Wiesbaden foi construída em 1610 em estilo renascentista e é o edifício mais antigo de Wiesbaden. Na reforma feita no ano de 1828, o piso superior em enxaimel foi remodelado pelo estilo gótico. Os relevos sob as janelas, que antes eram feitos de madeira, foram substituídos por cópias feitas de pedra. Os relevos representam símbolos das virtudes da força, justiça, caridade, prudência e moderação.

A partir do lado esquerdo da porta está esculpido na parede o brasão de armas de Wiesbaden com seus três lírios. Hoje, a antiga prefeitura serve como um escritório de registro.

Wiesbaden Altes Rathaus
Altes Rathaus

 

Marktkirche

A imponente igreja em estilo neogótico, construída entre 1852-1862, apresenta-se ainda em grande parte em sua forma original. Tem uma torre principal com uma altura de 89 metros e é a estrutura mais alta em Wiesbaden. O comprimento total externo da igreja é cerca de 60 metros. Imponente e muito bonita, ela vale a visita.

Wiesbaden Marktkirche
Marktkirche

Na frente da Marktkirche está a estátua conhecida como Der Schweiger, que significa o silencioso.

 

Der Schweiger

O “Schweiger” foi um presente do Kaiser Wilhelm II e inaugurado em 15 de maio de 1908. William de Orange era chamado de “silencioso”, porque ele era uma pessoa muito calma, equilibrada e serena. William de Orange foi o fundador da independência holandesa e caiu – como diz a inscrição no pedestal da estátua – por sua fé protestante. Em 15 de julho de 1584 ele foi morto, baleado, nas escadas da prefeitura de Delft, na Holanda.

Wiesbaden Marktkirche e Neues Rathaus
Marktkirche e Neues Rathaus

 

Ainda nesta praça, onde também acontece o belo mercado de Natal na cidade, está outro museu da cidade, o Stadtmuseum am Markt.

 

Stadtmuseum am Markt

O Museu da Cidade foi reaberto em março de 2016 no Marktkeller, um prédio que por si só é um monumento único. O “porão do mercado” foi construído em 1900 como uma área de adega em formato abobadada com uma área útil de 1300 m².

O novo Museu da Cidade proporciona um espaço para a exposição permanente (que antes ficava nos fundos da antiga prefeitura), e conta ainda com uma área de exposição temporária, exposição infantil e um espaço multifuncional.

 

Descendo em direção sul, sentido retornando para Estação de Trem, pela rua Bahnhofstrasse, a uma quadra adiante, pegue a direita na Luisenstrasse. Desta forma você chegará na Luisenplatz.

Wiesbaden Luisenplatz mapa
Fonte: site da Prefeitura de Wiesbaden

 

Luisenplatz

A Luisenplatz é um exemplo impressionante do classicismo em torno de 1832, particularmente o seu lado oriental. Nesta praça foi construída a Igreja Católica St. Bonifatius em 1843 e o Obelisco na praça, o recorda os Nassaus que morreram na Batalha de Waterloo, contra Napoleão.

A praça foi construída como homenagem à Imperatriz Luise, a primeira esposa do Imperador Wilhelm I. No lado oeste da praça está o Ministério da Educação de Hessen (Hessische Kultusministerium). Outra atração na praça é o Oraniendenkmal.

 

Oraniendenkmal

O monumento de Orange é um homenagem aos mortos da primeira artilharia de campo de Nassau, regimento Nr. 27 de Orange. O monumento mostra um cavalo que se eleva em um pedestal nos locais onde as batalhas são realizadas. Na inscrição no monumento se lê: “Eu permanecerei fiel à pátria até a morte”.

Em fevereiro de 1933 foi anunciada a competição para construção de um monumento equestre que teria atributos de artilharia. Dos mais de 100 projetos apresentados, nenhum provou ser adequado. Além disso, um segundo e terceiro concurso foram infrutíferos. Assim sendo, somente em setembro de 1933 foi selecionado o projeto do artista berlinense Professor Paul Scheurich. E finalmente em 21 de Outubro de 1934, o monumento foi inaugurado na Luisenplatz.

O orador principal na cerimônia foi o Dr. Hermann Kaiser, que lutou por sete anos pela construção de um monumento em homenagem aos Orange. Já durante a inauguração Hermann Kaiser tentou romper com o Nacional-Socialismo, que começava a ganhar força à época. Durante a 2ª Guerra Mundial, o professor se levou cada vez mais para a resistência. Um dia após a tentativa de golpe em 20 de julho de 1944, Hermann Kaiser foi preso em Berlim e condenado à morte. Em 23 de Janeiro de 1945, ele foi executado em Plötzensee.

Desta forma, o monumento mostra uma placa memorial adicional com a seguinte inscrição: “Sua vida é uma advertência contra a guerra e desumanidade”.

Luisenplatz e St Bonifatius
Luisenplatz e St Bonifatius, em Wiesbaden

 

Daqui, basta seguir em direção sul para se chegar novamente na Estação de Trem, a Hauptbahnhof e terminar o passeio pela bela e cheia de história Wiesbaden.

Contudo, a cidade tem muito mais a apresentar fora do seu centro antigo e comercial.

 

Fora do centro

 

Uma outra atração ainda pode ser visitada em Wiesbaden, mas já não no centro, que é o Neroberg, a montanha local. O Neroberg é uma das atrações mais populares de Wiesbaden.

Neroberg mapa
Fonte: site da Prefeitura de Wiesbaden

 

Neroberg

Este monte de 245 metros de altura, sobre o qual crescem inúmeras vinhas Neroberger sob os cuidados da Hessische Staatsweingüter (algo como “os guardadores de vinhas do estado de Hessen”), oferece muito entretenimento para os habitantes e visitantes de Wiesbaden. Atrações como o Nerobergbahn, a Floresta, o Kletterwald Neroberg e a Igreja Russa atraem inúmeros visitantes diariamente.

 

Nero­berg­bahn

Para chegar no alto do monte, pode-se usar o Nerobergbahn. Construído em 1888, o trenzinho que leva até o topo do monte funciona diariamente entre abril até o fim de outubro entre a estação na base até o topo do Wiesbadener Haus­­berg. O mais antigo trem de cremalheira movido a água na Alemanha é o marco mais inclinado de Wiesbaden. Considerado um monumento cultural e técnico, celebrou o seu 130º aniversário em 2018, e a cada ano atrai mais visitantes.

O Nerobergbahn faz o trajeto de 440 metros cada 15 minutos entre Wiesbaden Hausberg e a base. Ele faz o trecho em média de 7,3 quilômetros por hora, levando cerca de 3,5 minutos de tempo de viagem para subir do vale sobre o viaduto e chegar à estação de montanha, que fica a 245 metros de altura.

Neroberg mapa
Fonte: site da Prefeitura de Wiesbaden

 

Chegando lá no alto, logo se vê o Monopteros, que é o templo para apreciação da paisagem. O lugar foi construído em 1851, e dali os visitantes podem desfrutar de uma vista soberba sobre Wiesbaden e Mainz, e – em um dia claro – até o Odenwald. Em frente ao Monopteros fica “Der Turm“, a Torre.

A poucos passos abaixo do Monopteros foi construído em 1934 a Opelbad. Esta é uma piscina pública, que com sua localização única no alto da cidade, atrai banhistas da região Rhein-Main (Rio Reno e Main) inteira para visitar a “mais bela piscina em Wiesbaden”.

 

Russische Kirche

A Igreja Ortodoxa Russa fica no alto da colina Neroberg, em Wiesbaden. Esta capela foi construída em 1847-1855 para ser o mausoléu da princesa Isabel von Nassau (sobrinha do czar russo Alexandre I) pelo construtor Philipp Hoffmann, que também responsável pela construção da Igreja St. Bonifacius e a Sinagoga em Michelsberg. Depois de uma viagem à Rússia, Hoffmann focou-se na arquitetura russa contemporânea, e decidiu dar a igreja o estilo da Igreja do Salvador, de Moscou. Seu interior e o túmulo da princesa são impressionantes.

Conhecida também como a igreja da “Capela Grega”, hoje serve como igreja paroquial da comunidade russa de Wiesbaden. Atrás da igreja encontra-se o cemitério russo onde numerosas tumbas principescas do século XIX estão localizadas.

Christian-Spielmann-Weg, 2. Tel: 0611 / 528494.

Russische Kirche, Neroberg
Russische Kirche, em Wiesbaden, no Neroberg

 

Floresta do Neroberg

A floresta de Neroberg tem mais de três quilômetros de extensão, e os amantes da natureza podem apreciar as belezas e fazer deliciosas caminhadas por suas trilhas. Além de, é claro, de ver de perto sua fauna e flora. Uma grande diversão para criançada nesta área é o “Kletterwald Neroberg“, um parque de escaladas. Ele é supervisionado por especialistas experientes, e oferece a possibilidade de ir de “árvore em árvore” passeando pelas copas das mesmas de forma muito segura e se divertindo muito.

 

QUER APROVEITAR MELHOR SUA VIAGEM À ALEMANHA? VEJA ESTAS DICAS IMPERDÍVEIS!

 

Hotel

Uma dica que faz a diferença na viagem à Alemanha é escolher bem a localização do seu hotel e se hospedar perto das atrações turísticas. Quando você opta por ficar bem localizado tenha certeza que você vai aproveitar muito mais, além de gastar menos dinheiro com deslocamento até as atrações. Fora o mais importante numa viagem: economizar tempo! Não precisar perder preciosos longos minutos indo até os centros das cidades pode fazer toda a diferença na sua viagem.

Se você optar por se hospedar em Wiesbaden, dê uma pesquisada no Booking, onde você encontra as melhores opções e melhores preços. Você vai encontrar hotéis excelentes e de diversas faixas de preço.

Ou você pode optar por ficar em Frankfurt e fazer um bate e volta para a cidade. O que também é uma excelente opção.

DICAS DOS HOTÉIS MAIS BEM LOCALIZADOS EM FRANKFURT

5 Estrelas Centro Turístico Estação de Trem Messe Fora do Centro

*Se estiver no celular, mova a tabela com o dedo.

 

Carro

Outra dica para quem deseja fazer passeios de bate e volta, visitar outlets e algumas cidades vizinhas a sua base é alugar um carro. A Alemanha é o país perfeito para fazer viagens de carro, já que sua beleza está nas cidades pequeninas e que muitas vezes não são conectadas por trens. Fora que viajar pelas Autobahns é uma experiência muito inesquecível! Poder dirigir em alta velocidade, de forma segura e em estradas bem cuidadas não é muito fácil de se poder fazer em outros lugares.

Nós temos um post com tudo o que você precisa saber sobre o assunto aluguel de carros no exterior, com ótimas dicas e comparadores de preços para economizar ao alugar um carro na sua viagem.

 

Ingressos Antecipados para as atrações

Uma dica que considero importante dar é comprar todos os ingressos das atrações e excursões com antecedência, já antes de iniciar a viagem. Em várias cidades da Europa, como Paris, Barcelona, Amsterdam, entre várias outras já não existe mais a tal baixa temporada. As atrações sempre tem fila de horas pra comprar entradas na hora e muitas vezes nem tem mais entradas para aquele dia e os próximos. Então não corra o risco de viajar para este lugar e não conseguir entrar no que quer tanto ver!

Outra grande vantagem é que comprando antecipadamente você não pega filas e entra praticamente direto, muitas vezes até com hora marcada. E o melhor é ter a certeza que vai se visitar o que se sonha!

Um dos melhores sites para você encontrar o passeio que deseja e com os melhores preços é o Get Your Guide. Ele é um dos maiores do mundo e muito confiável. Eu mesma já comprei diversos passeios e ingressos por ele e recomendo. É muito fácil e rápido efetuar a compra online, além de você encontrar todos os passeios e excursões na Alemanha, sempre com preços excelentes.

 

E por fim, não esqueça o seguro viagem obrigatório para Europa

Uma dica que não posso deixar de compartilhar com vocês, e que muitas pessoas não sabem, mas Seguro de Viagem Internacional para Europa é OBRIGATÓRIO e precisa ter cobertura mínima de 30 mil euros. Leia tudo que você precisa saber sobre este tema aqui e tire suas dúvidas:

+ SEGURO VIAGEM É IMPRESCINDÍVEL?

Independente dessa exigência, é muito importante fazer Seguro Viagem quando você vai para o exterior. Isto porque nunca sabemos quando podemos ser pegos de surpresa e precisar de atendimento médico. E se tratamentos no Brasil já costumam ser caros, na França e na Europa, uma conta de hospital pode ser o mesmo valor (ou muito mais!) de sua economia de anos! Tudo pode parecer exagero, mas vai por mim, seguro viagem é o tipo da coisa que melhor dizer “paguei e não usei” do que “precisei e não tinha!”.

Seguro viagem é bem mais barato que parece. Por exemplo, com menos de R$175 já é possível comprar um seguro com cobertura de mais de 40.000 dólares para 15 dias na Europa! E usando nosso cupom de desconto, você consegue mais 5% de desconto pagando no cartão ou 10% no boleto! Olha que bacana! 🙂

 

Vale a pena comprar antecipadamente:

 

Você lembrou do seguro viagem? Ele é um dos itens mais importantes da sua viagem. O seguro viagem é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen e precisa ter uma cobertura mínima de 30 mil Euros. O Seguro viagem também é exigido em Cuba, Venezuela e Austrália. Nos demais países em que ele não é obrigatório também é recomendável a contratação, já que infelizmente não podemos prever acidentes. Nos Estados Unidos, o custo médico diário de uma internação é muito caro (uns U$2.000). Não esquecendo que o seguro é muito útil nos casos de cancelamento de viagem, extravio de bagagem e assistência odontológica. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 10% na hora de pagar. 

Clique aqui e ganhe 10% de desconto no seu seguro viagem

;

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI :

–  Reserve seu hotel no Booking.com ( sem taxa de reserva e a maioria dos hotéis oferece cancelamento grátis)

–  Compre seu seguro de viagem na Real Seguros (faz cotação em 10 ótimas seguradoras)

–  Compre seus Ingressos para atrações, excursões e passeios na Europa com a Get Your Guide

–  Alugue seu Carro na Europa com a RentCars

Índice com todos os posts do Viajoteca

Se você fizer sua reserva através dos links aqui da Viajoteca, a gente ganha uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Essa é uma forma de apoiar a Viajoteca a continuar escrevendo sempre ótimas dicas para você. Obrigada!

18 Comentários
  1. Bóia Diz

    Oi, Carina. Tudo bem? 🙂

    Seu post foi selecionado para o #linkódromo, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Bóia – Natalie

  2. Carina Diz

    Super danke, Nat!
    Sempre uma honra! 🙂
    Muitos beijos pra vc!

  3. Fernanda Scafi Diz

    Acredita que eu acabei não conhecendo Wiesbaden?? Mas depois desse post, achei até bom, pq ia morrer de raiva de não conhecer todos esses lugares – vários eu nem sabia que existiam e não estavam no meu roteirinho rs. Agora não tenho mais desculpa – da próxima vez, tenho que conhecer! rs Acho que acabei desanimando dps de ter ido pra Mainz em uma 2a feira (e pegar o museu do Gutemberg fechado ne?).

  4. Carina Diz

    Deve desanimar mesmo, Fer!
    Mas não deixe de ir a Wiesbaden na próxima oportunidade, ela é uma cidade bem mais elegante e requintada que as demais a sua volta. O passeio realmente vale a pena, mesmo sem museus do porte do de Gutenberg! 🙂

    Super beijo pra vc!

  5. Nildo Diz

    Muito legal o post!! Me mudei recentemente pra Frankfurt e as dicas e informações serão muito úteis para visitar Wiesbaden!!

    1. Carina Diz

      Fico contente em saber, Nildo! Tomara que vc curta muito Frankfurt e região, o que não falta são lugares lindos para se descobrir! 🙂

  6. Fátima Diz

    Olá, Carina!
    Parabéns pelo seu post!!! Acredita que só de ler, já estou me sentindo nos locais!!! rsrs 🙂
    Em outubro meu esposo e eu faremos uma viagem a Europa com duas escala em Frankfurt; no primeiro dia temos 9 horas e no segundo dia 12 horas!
    Gostaríamos de conhecer Wiesbaden e Frankfurt, parar para almoçar, fazer umas comprinhas rápidas e tirar fotos! Você pode nos orientar sobre o tempo que gastaremos de trem do aeroporto ao centro de Frankfurt e Wiesbaden para que possamos voltar a tempo do vôo?! Quanto tempo gastaremos a pé para conhecermos os principais pontos turísticos? Que trem deveremos pegar para cada cidade? O que não podemos deixar de visitar, comer, etc.?!!! Toda dica será bem vinda!!!
    Desde já, muito obrigada e um grande beijo!!!

    1. Carina Diz

      Fátima, deixe o dia com 12 horas para conhecer Wiesbaden e o de 9h para conhecer Frankfurt. Ambas tem várias coisas para ver, mas FFM fica mais perto do aeroporto.
      Eu tenho um post explicando tudo como ir para o centro de FFM a partir do aeroporto, de uma olhada aqui:
      https://www.viajoteca.com/sair-aeroporto-de-frankfurt-numa-conexao/

      Já para ir para Wiesbaden, eu expliquei aqui:
      https://www.viajoteca.com/bate-volta-partir-de-frankfurt/

      Boa viagem!!

  7. Humberto Brito Diz

    Olá. Pela sua descrição de Wiesbaden, ela parece ser a melhor cidade para se fazer um bate e volta de Frankfurt. Eu tinha olhado também Colônia, Heidelberg e Mainz. Como só terei um dia para fazer este bate e volta na primeira semana de novembro, você me indica Wiesbaden mesmo ou alguma outra dessas aí?

    1. Carina Diz

      Olá, Humberto!
      Esta é sua primeira visita a Alemanha? Se for, eu escolheria Heidelberg ou Colônia para fazer o bate-volta. Colônia tem a belíssima catedral, é Heidelberg tem o Castelo, a ponte…
      Mas todas as 4 cidades são incríveis. Mas estas duas que eu citei tem um Q a mais. 😉
      Boa viagem!

  8. Marcelo Higa Diz

    Artigo muito bem escrito e informativo ! Moro em Wiesbaden e fiquei contente por ter recebido informações novas ! Grato !

    1. Carina Diz

      Fico feliz em saber, Marcelo! Wiesbaden é uma das cidades mais charmosas aqui na nossa região, não é mesmo?!
      Grande abraço!

  9. Vera Rego Diz

    Olá Carina. Adorei suas dicas.
    Estou indo para Frankfurt dia 10/11/2019 ficando até dia 17/11/2019. Temos um roteiro para bate volta de Frankfurt:
    1º dia-Frankfurt-Wiesbaden-Seligenstadt
    2º dia-Colonia
    3º dia-Koblenz e o Burg Elizabeth
    4º dia- Wurtzbourg e Rothenburg ou der Tauber
    5º dia- Baden Baden e Heidelberg ou Stutgart e Heidelberg
    Tentar encaixar Mainz em algum dos 5 dias…
    Somos quatro amigas e queríamos encontrar alguém para nos levar nesses bate volta… você teria alguma indicação? E o que acha desse roteiro.
    Aguardo ansiosa pela sua resposta.
    Grande abraço.
    Vera.

    1. Carina Diz

      Oi, Vera!
      Tudo bem?
      Eu acho este roteiro bemmmm carregado.
      No primeiro dia, Seligenstadt e Wiesbaden ficam em sentidos contrários. Apesar de Seligenstadt ser pequena, vc vai perder bastante tempo indo e voltando para o outro lado, onde fica Wiesbaden. E colocar mais Frankfurt aí fica bem pesado. Eu não colocaria nem Frankfurt só com Wiesbaden num dia.
      Já no dia de Koblenz, eu não sei qual seria este Burg Elizabeth… acredito que deve ser outro nome, não? 🙂
      Mas Koblenz poderia ser sim compartilhada com um castelo d Reno.
      Würzburg e Rothenburg é outro passeio MEGA puxado. Rothenburg fica distante de Frankfurt, e a ida e volta toma bastante tempo. Se parar ainda em Würzburg, então… daqueles dias que vcs vão passar na estrada e ver pouca coisa.
      A mesma coisa com Heidelberg e qualquer outra cidade. Stuttgart eu tiraria definitivamente do roteiro, num caso de compartilhar com outra cidade. Ela merece um dia só dela, assim como Heidelberg.
      Outra coisa, é que são muitos dias com passeios bate e volta, isto é exaustivo depois de 2 dias… eu sinceramente colocaria no máximo uma cidade por dia e ainda intercalava com uma “ficada” em Frankfurt. Vai por mim, vcs vão aproveitar muito mais. 😉
      Um abraço!

      1. Vera Diz

        Obrigada pelas dicas, Carina. Hospedagem em Frankfurt. 11/11 até 17/11-volta para o Brasil.
        Estamos querendo então fazer assim:
        1º Colônia
        2º Heidelberg
        3º Koblenz
        4º Rothenburg
        Precisamos deixar tempo para conhecer Frankfurt …
        Tem como incluir Baden-Baden num desses dias? Vamos com excursão particular só para nosso grupo de 4 pessoas. E não é barato mas tbem não queremos fazer tudo correndo e deixar de aproveitar os lugares. Alguma sugestão de outra cidade, por ex. Wiesbaden ou está bom assim como fizemos? Vc tem algum conhecido que faz essas excursões?
        Obrigada desde de já por suas dicas, são muito boas.
        🥰 Vera Rego.

        1. Carina Diz

          Oi, Vera!
          Obrigada! 🙂
          Infelizmente eu não vejo tempo para encaixar Baden-Baden… de todas estas cidades, a única que fica mais na direção dela é Heidelberg, mas eu acho extremamente cansativo colocar estas duas cidades num mesmo dia. Principalmente no meio de tanto bate e volta, mesmo fazendo excursão privada, ainda assim acho bem puxado este roteiro de vcs, eu não incluiria mais nenhuma cidade, não. Colônia fica a 2h de distância de Frankfurt de carro, Rothenburg fica a quase 3h, Heidelberg 1h e Koblenz pouco mais de 1h.
          Talvez no dia de Koblenz eu indicaria fazer o Vale do Reno junto, passando pelas cidadezinhas e parando em Rüdesheim. Este passeio é lindo demais!
          Infelizmente também não conheço ninguém para indicar em Frankfurt, mas tem o pessoal do Viagem Alemanha e do Destinos A a Z que podem fazer esta viagem com vcs e organizar tudo. 😉
          Boa viagem!

          1. Vera Diz

            Obrigada pelas dicas. Gostei muito das indicações. Na volta conto como foi….
            Bjssss

            1. Mirella Matthiesen Diz

              Oi Vera,
              De acordo com o processing time atual, esta demorando cerca de 9 semanas.
              Link: https://www.canada.ca/en/immigration-refugees-citizenship/services/application/check-processing-times.html
              Abs,

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.