Wartburg: um dos castelos mais cheio de histórias da Alemanha!

0

Quase 16 anos atrás eu me mudei para a Alemanha e a cidade onde eu passaria a chamar de casa se chamava Eisenach, no estado alemão da Turíngia. Eu nunca havia ouvido falar da cidade e claro que não sabia nada sobre ela. Ao chegar lá, eu me deparei um lindo castelo que eu vi por 3 anos da janela do meu quarto. O belo Castelo de Wartburg faz parte da minha vida, assim como faz parte da história da Alemanha e do mundo.

wartburg9
O Castelo de Wartburg visto a distância

O Wartburg, com seus quase mil anos, já viu muitos acontecimentos históricos se passar nas suas dependências. E também já serviu de inspiração para muitos artistas e poetas ao longo da história, como Goethe e Richard Wagner. Devido a sua importância histórica, é Patrimônio Mundial da UNESCO.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa. Nossos leitores recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: VIAJOTECA5.

Castelo de Wartburg

O Wartburg tem mil histórias para contar, afinal um castelo de quase mil anos viu muita coisa acontecer. Ele foi o primeiro castelo alemão a ser designado Patrimônio da Unesco, e merece todos os adjetivos que recebe. Estando 220 metros acima da cidade de Eisenach, ele olha de cima a Floresta da Turíngia e a cidade, que está aos seus pés. Impossível não notar sua suntuosidade de diversos pontos da região!

Desde sua fundação, o castelo sempre foi habitado e foi um ponto de referência, atraindo visitantes importantes. Sempre foi uma poderosa fortaleza e esplêndida residência, tida como um local de segurança, abrigo e retiro para seus habitantes ao longo dos séculos passados.

Wartburg0

Arquitetura

 

Sua história começou em 1067, mas pouca coisa da estrutura daquela época pode-se ver ainda nos dias de hoje. Na realidade, ao se visitar o castelo, logo se percebe a “colcha de retalhos” de sua estrutura, onde prédios de diferentes épocas estão interligados e formando o enorme castelo no topo do morro. A arquitetura do Wartburg provém de quatro estilos arquitetônicos diferentes: romântico, gótico, renascentista e historicismo.

O castelo é uma união de prédios construídos em diferentes períodos, sendo que a estrutura principal do Wartburg data do século XII. E pode-se ver partes construídas no século XV e no século XIX. E basta olhar em volta para perceber a diferença gritante entre estas partes.

O Wartburg é um exemplo valioso da arquitetura românica tardia. Palas (Residência do Landgrave) é o nome do edifício principal, que foi construído em estilo bizantino no século XII. Ele é o único palácio real deste período que ainda existe com este estilo arquitetônico.

Wartburg-Bergfried-séc. 19
Wartburg- a torre Bergfried (séc. 19) e o Palas (telhado verde)

Acontecimentos passados no Wartburg

 

O Castelo de Wartburg foi o cenário de diversos fatos importantes da história da Alemanha e mesmo do mundo. Ele também serviu de inspiração para inúmeros artistas e até mesmo para um rei, como se verá abaixo. E a primeira famosa a residir no castelo foi Santa Isabel da Hungria.

Santa Isabel da Hungria (Isabel da Turíngia)

Isabel da Turíngia, princesa do Reino da Hungria, casou-se com o duque Ludwig IV da Turíngia, soberano de um dos feudos mais ricos do Sacro Império Romano-Germânico. E foi viver no Wartburg entre os anos de 1211 e 1227, mais tarde ela virou Santa Isabel da Hungria.

Isabel tinha 4 anos de idade e ficou noiva de Ludwig IV, que tinha 11 anos, no castelo de Wartburg. O casamento só foi realizado quando Isabel tinha 13 anos, mas os noivos se apaixonaram e tiveram 3 filhos.

Lendas

Isabel sempre foi uma pessoa boa, e queria viver na pobreza voluntária total, influenciada pela espiritualidade franciscana. Era do tipo levava comida escondida do castelo para os pobres. Numa destas vezes, encontrou o marido pelos corredores e ele quis saber o que ela tinha escondido embaixo de sua capa. Isabel nada falou e abriu sua capa, de onde saíram rosas vermelhas e brancas, embora não fosse época destas flores.

Outra lenda conta que Isabel acolheu um leproso em seus aposentos e Ludwig “só conseguia ver a imagem de Cristo crucificado”. À partir deste episódio, Ludwig passou a apoiar e auxiliar sua amada esposa em suas obras de caridades, sob os olhares aterrorizados de sua mãe e de seus irmãos.

Durante as cruzadas, Ludwig IV veio a falecer de peste e se aproveitarem de toda a situação, os irmãos de Ludwig expulsaram Isabel e os 3 filhos do castelo. Isabel foi acolhida em um convento, onde tornou-se freira da Ordem Terceira de São Francisco.

Isabel, com o auxílio de cavaleiros fiéis a Ludwig IV, conseguiu seus bens e propriedades de volta. Com seu dinheiro, Isabel construiu um hospital em honra a São Francisco de Assis, mas seguiu seus votos de pobreza até o fim da vida. Ela morreu em 1231, aos 24 anos e foi canonizada em 1235 pelo papa Gregório IX.

Wartburg3

Martinho Lutero

 

Um dos acontecimentos mais famosos passados dentro do Wartburg conta com um personagem tão famoso quanto: Martinho Lutero. Ainda criança, Martinho Lutero viveu em Eisenach, mas não foi neste período que sua vida esteve ligada ao castelo e sim mais tarde, quando ele foi escondido pelos nobres da região no Wartburg.

Devido suas críticas ferozes à Igreja Católica, o precursor da Reforma escondeu-se no Wartburg depois de ser banido e excomungado por Roma, seguindo do Edito de Worms (1521). Ele esteve escondido no castelo entre 1521/22, sob o pseudônimo de Junker Jörg. Recebendo a proteção de Frederico, o Sábio, ele viveu espartanamente no castelo, num quarto que pode ser visitado durante a visita guiada feita no castelo.

Wartburg-Lutherstube
Lutherstube, o quarto de Lutero no Castelo de Wartburg
Tradução da bíblia

Durante este descanso forçado ele preparou seus futuros argumentos teológicos e realizou o projeto da tradução da Bíblia do Novo Testamento para a língua alemã. Sim, foi neste quarto, o famoso Lutherstube (Estúdio de Lutero), que Lutero fez a tradução do Novo Testamento do latim para o alemão em apenas 11 semanas.

Isto foi um grande fato, pois desta forma, Lutero propiciou o acesso de mais pessoas a leitura (e interpretação) da bíblia. As versões existentes da bíblia até este período eram somente em latim, língua que muito poucos dominavam. Antes desta tradução o acesso à leitura era restrito quase que somente aos homens de fé, que passavam ao povo a interpretação da mesma da forma que desejavam.

Outra consequência desta tradução feita por Lutero foi lançar as bases para uma língua alemã padronizada.

Neuschwanstein

 

O rei Ludwig II da Baviera foi outro visitante que se encantou com o castelo. Tanto que ele nunca escondeu de ninguém que tomou o Wartburg como modelo para o seu famoso castelo Neuschwanstein.

Um dia, ao visitar a região, Ludwig se encantou com a presença do Wartburg no alto de Eisenach e disse que faria um castelo tão ou mais bonito que ele.

De fato, ele construiu o castelo mais famoso da Alemanha, num cenário de sonhos, aos pés dos alpes. E ao lado da ponte Marienbrücke, de onde se tem a mais bela vista do Neuschwanstein, tem uma placa que relata o fato de o Neuschwanstein ter sido inspirado no Wartburg.

Imagem 2

Os dois castelo não se assemelham apenas na silhueta, mas também no seu salão de baile, que foi imitado pelo rei bávaro. Ele enviou o arquiteto responsável pela obra para o Wartburg para que ele estudasse os detalhes, seu tamanho e mobiliário artístico.

Wartburg2

Música, Poesia e Ópera

 

O Wartburg sempre foi um castelo em evidência e atraiu diversos artistas e inspirou diversos outros. Nas suas salas aconteceram diversas formas de expressões artísticas, muitas delas de importância inestimáveis.

Sängersaal (Salão dos Menestréis) que tem afrescos pintados por Moritz von Schwind, abrigou por muitos anos a “Sängerkrieg“, uma competição entre menestréis. Este mesmo salão serviu como cenário para o segundo ato da ópera “Tannhäuser“, de Richard Wagner, que conta a lendária Batalha dos Bardos. Tannhäuser (também conhecida como O Concurso de Canto de Wartburg) é uma ópera de 3 atos que fala da redenção pelo amor.

Wartburg-Sängersaal
O Sängersaal, no Wartburg

Já o Festsaal (Salão de Festas) apresenta conservado 13 pinturas românticas de Moritz von Schwind dedicados ao triunfo do Cristianismo (imagens das obras de misericórdia de Santa Isabel e lendas da santa), de 1855.

Ainda na área das artes, o castelo foi inspiração para as canções de Walther von der Vogelweide e para uma série de poemas épicos de Wolfram von Eschenbach.

Festival de Wartburg

O castelo também era palco do Festival de Wartburg de 1817. Ele foi organizado pelas fraternidades estudantis, as “Burschenschaften“. “O festival foi organizado pela primeira Burschenschaft, composta por antigos combatentes das guerras contra Napoleão Bonaparte que estudavam na Universidade de Jena. Um dos principais eventos do Festival do Wartburg foi uma fogueira de obras literárias de reacionários e napoleônicos.” (Fonte: Wikipedia)

Este festival celebrava as conquistas de Lutero, a Reforma (que havia acontecido 300 anos antes) e a Batalha de Leipzig. Foi a primeira declaração popular para um Estado nacional unificado e independente. O segundo festival foi organizado no mesmo ano da Revolução de 1848.

Goethe

 

Johann Wolfgang von Goethe foi outro famoso poeta e escritor alemão que esteve várias vezes no castelo, sendo a primeira delas em 1777. Ele também foi inspirado pelo Wartburg para um de seus poemas. Goethe fez inclusive alguns esboços do castelo, organizou observações meteorológicas e fez registros do castelo.

Desde 1815, Goethe estava empenhado na ideia de montar um museu de arte no Wartburg e foi até o Ministro de Estado Grão-Ducal, Christian Gottlob von Voigt, em Weimar, para pedir a facilitação da aquisição de obras de arte essencialmente sacras. O sonhado museu de Goethe nunca foi implementado, mas obras adquiridas formaram mais tarde a base das coleções Schnitzplastik do Museu da Turíngia (Thüringer Museum Eisenach).

Goethe era impressionado com a paisagem ao redor do castelo, com a mineralogia, o clima e alguns detalhes da construção. Ainda avaliava o valor histórico do castelo como inestimável, por ter sido a morada dos landgraves e também de Martinho Lutero.

Hoje em dia

O Wartburg ainda sedia nos dias de hoje um lindo festival de verão, o MDR-Musiksommer. Este festival acontece desde 1992 em alguns monumentos históricos, como a Semper Opera (Dresden), Catedral de Magdeburg e dentro das muralhas do Wartburg.

Curiosidade

Vários lugares e uma marca de automóveis da antiga Alemanha Oriental receberam o seu nome inspirados no castelo de Wartburg.




Se você gostou do post e ele vai ser útil na sua viagem, nos ajude a manter o blog para ter sempre posts deste tipo fresquinho para você! Reservando seu hotel na Alemanha ou Eisenach por aqui, além de você garantir o menor preço você ainda ajuda o blog! E o mais importante: você não paga nada mais por isto! E ainda tem, na maioria dos hotéis e apartamentos, a opção de cancelamento gratuito.

Passeio pelo Wartburg

 

Pode-se fazer dois tipos de passeio pelo Wartburg. Aqueles que desejam conhecer o castelo por dentro podem pagar a entrada e fazer uma visita guiada, que vai explicar todos os pormenores e histórias passadas dentro de suas muralhas. Mas é possível só entrar nos seus pátios internos gratuitamente e, além de conhecer uma boa parte da estrutura externa, ainda ter lindas vistas da região.

Ainda na parte externa do castelo tem um pátio que serve de mirante, dali pode-se ver Eisenach abaixo do monte e pode-se tirar lindas fotos do castelo. Neste pátio estão as muralhas do castelo e alguns canhões, que faziam a defesa dele.

Wartburg-pátio externo
Pátio antes da entrada do castelo e de onde já se tem lindas vistas de toda região

Wartburg-vista7

A entrada no castelo e para seu pátio interno é feita através de uma ponte levadiça medieval. Esta ponte é feita em madeira e segue até hoje sendo o único acesso ao castelo permanecendo inalterada ao longo dos séculos. A ponte levadiça passa por cima de um fosso que também pode ser acessado num passeio por uma trilha ao redor do castelo. Existem inúmeras trilhas de caminhada ao redor do castelo, pela floresta e pela região.


Wartburg-trilha
Caminho ao redor do castelo

Pátios internos

Os pátios internos se intercalam e pode-se circular livremente ali dentro. Todos os pátios são acessíveis e pode-se admirar a estrutura do castelo toda pelo lado de fora. Até pode-se espiar a linha piscina cheia de afrescos na parede do Ritterbad (piscina dos cavaleiros).

Wartburg-Pátio interno
Os pátios internos do Wartburg podem ser acessados gratuitamente


Nos pátios internos tem vários lugares para sentar e passear, tem um fosso com água onde são criadas carpas, e até uma horta pode-se ver ali. Ali também encontra-se uma lojinha, lanchonete e até um restaurante.

Torre Sul

Uma possibilidade é subir na torre sul, pagando-se algumas moedas. Basta inserir uma moeda na catraca que ela gira para se ter acesso a escada. A subida vale a pena! De lá do alto se tem uma vista ainda mais linda da região.

Wartburg-Torre sul
Torre Sul

Você consegue viajar sem celular?
Já saia do Brasil com o seu chip de celular europeu e com internet boa! Eu testei algumas vezes e aprovei. Ganhe o frete grátis toda vez que usar nosso link.

Informações Práticas

 

Endereço do Castelo de Wartburg
Auf der Wartburg, 1
99817 Eisenach
Telefone: +49 3691 250-0

www.wartburg.de/en

Como chegar

O Castelo de Wartburg fica no alto de um monte, bem próximo ao centro da cidade de Eisenach. É acessível à pé, mas não indico ir desta maneira para quem não deseja fazer trilhas. A subida do morro é longa e inclinada. E a partir do estacionamento é necessário subir até o castelo num caminho de 500 metros morro acima.

Para quem vai estar na cidade sem carro, indico pegar um táxi, já que nenhum ônibus de transporte público sobre até o estacionamento do castelo. Os ônibus da cidade param num ponto na base do monte, sendo necessário subir todo trajeto à pé. São aproximadamente 2 quilômetros de subida até o topo do morro.

Wartburg-estrada de subida
Estrada de subida ao Wartburg
Horário

De novembro a março o castelo abre entre 09 e 15h30. As dependências ao redor do castelo (pátios e jardins) abrem até às 17h.

De abril a outubro o castelo abre entre 08h30 e 17h. As dependências ao redor do castelo (pátios e jardins) abrem até às 20h.

Tours guiados em inglês

A visita ao castelo só é possível através de tours guiados, e quase todos eles são em alemão. Mas diariamente acontecem tours guiados em inglês e tem também existem informações impressas em outras 18 línguas.

O tour guiado em inglês acontece diariamente, mas somente às 13h30.

Entrada

Como já dito, a visita ao interior do Castelo de Wartburg só é possível através de um tour guiado. E a entrada do castelo já inclui o valor do tour. Entretanto, o Castelo oferece dois tipos de tours pelas suas dependências, um tour longo e um tour curto.

Tour longo adultos: €10 (menores de 6 anos não pagam)

Tour curto adultos: €6 (menores de 6 anos não pagam)

Permissão para fotografar e filmar: €2.

A visita aos jardins e pátios do Castelo é gratuita.

Estacionamento

Existem um parque de estacionamento na base do castelo ao custo de €5 por dia. Motocicletas €2.

Hospedagem

Para quem deseja se hospedar na cidade, é interessante saber que existe um hotel anexo ao Castelo, o Romantik Hotel auf der Wartburg. Este hotel é um 5 estrelas e faz jus a cada uma delas. As vistas dos quartos são sobre a cidade e a Floresta da Turíngia, realmente encantador!

Wartburg-hotel1
Hotel anexo ao castelo do Wartburg
Alimentação

Quem visita o Castelo de Wartburg pode ficar tranquilo que irá encontrar opções de alimentação durante sua visita. As opções vão desde barraquinha servindo um simples salsichão com pão até uma refeição requintada. São servidos lanches, café e refeições completas.

Aqueles que pretendem ter uma experiência gastronômica podem fazer uma reserva e desfrutar de menus históricos com uma filosofia culinária contemporânea.

Mais informações sobre as opções encontradas no castelo, aqui.

Wartburg8

Wartburg1

Vale a pena comprar antecipadamente:


Você lembrou do seguro viagem? Ele é um dos itens mais importantes da sua viagem. O seguro viagem é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen e precisa ter uma cobertura mínima de 30 mil Euros. Nos demais países em que ele não é obrigatório também é recomendável a contratação, já que infelizmente não podemos prever acidentes. Nos Estados Unidos, o custo médico diário de uma internação é muito caro (uns U$2.000). Não esquecendo que o seguro é muito útil nos casos de cancelamento de viagem, extravio de bagagem e assistência odontológica. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: VIAJOTECA5.

Europa 1

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI :

–  Reserve seu hotel no Booking.com ( sem taxa de reserva e a maioria dos hotéis oferece cancelamento grátis)

–  Compre seu seguro de viagem na Seguros Promo (faz cotação em 10 ótimas seguradoras)

–  Compre seus Ingressos para atrações, excursões e passeios na Europa com a Get Your Guide

–  Alugue seu Carro na Europa com a RentCars

–  Índice com todos os posts do Viajoteca

Se você fizer sua reserva através dos links aqui da Viajoteca, a gente ganha uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Essa é uma forma de apoiar a Viajoteca a continuar escrevendo sempre ótimas dicas para você. Obrigada!


Comente Aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.