Viagem para Seychelles: dicas de planejamento para as férias perfeitas!

Tudo que você precisa saber para fazer a viagem perfeita ao paraíso! Detalhes que você não deve deixar de saber.

Praia em Mahé (Anse a la Mouche)
3

Já que Seychelles um destino tão inóspito e paradisíaco para nós, brasileiros, é normal ficarmos um pouco receosos de planejar uma viagem para Seychelles. Mas eu fiz o caminho das pedras e posso garantir que o planejamento é muito mais tranquilo do que você imagina!

Seychelles é um destino turístico muito procurado, e apesar de ficar num lugar tão remoto, realmente é tranquilo organizar uma viagem para lá. Em nada difere do planejamento de qualquer outra viagem. E posso até arriscar a dizer que é mais em conta do que você está imaginando! Atenção! De forma alguma eu estou dizendo que é um destino barato, mas não é impagável, como muitos imaginam. 😉

Como tudo nesta vida, se você dispender um pouco de tempo e disposição para procurar, definitivamente você pode transformar sua viagem para Seychelles na viagem da sua vida! Isto, porque Seychelles é realmente o paraíso!

viagem para seychelles Praslin
Ilha de Praslin vista do mar

Leias outros posts aqui no blog que vão ajudar bastante neste planejamento:

+ ILHAS SEYCHELLES: O PARAÍSO DE ÁGUAS CRISTALINAS E BELEZA INTOCADA

+ MAHÉ, PRASLIN E LA DIGUE, EM SEYCHELLES: O QUE VER E O QUE FAZER NAS 3 ILHAS

+ COMO SE DESLOCAR POR SEYCHELLES: ENTRE AS ILHAS E NAS ILHAS

+ HOSPEDAGEM EM SEYCHELLES: COMO ACHAR O LUGAR CERTO PARA O SEU BOLSO!

Planejando uma viagem para Seychelles

 

Para qualquer viagem ser perfeita, definitivamente ela deve ter um planejamento prévio. Desta forma, uma viagem para um destino distante como Seychelles, requer uma boa organização antes de embarcar. Não só uma apurada organização burocrática é necessária, bem como um roteiro bem pensado. Afinal, ninguém que ir para um lugar tão longe e ao chegar de lá se descobrir que se estava do lado da praia mais linda do mundo e não a viu porque não sabia da sua existência!

viagem para seychelles Mahé Anse a la Mouche capa
Praia em Mahé (Anse a la Mouche)

O que pensar ANTES de partir numa viagem a Seychelles

 

Visto de entrada

Não é necessário tirar nenhum tipo de visto para entrar no país para visitas de turismo de até 30 dias. Mas é necessário cumprir alguns pré-requisitos.

  • O passaporte precisa ter validade por pelo menos 6 meses e ainda ter pelo menos uma página em branco.
  • Ainda é necessário apresentar o bilhete de retorno, além do comprovante de alojamento no arquipélago durante toda a estadia.

Vacinas

Primeiramente, brasileiros precisam apresentar o certificado internacional de vacina contra febre amarela. Uma vez que o Sistema Único de Saúde (SUS) brasileiro fornece a imunização e o documento gratuitamente fica fácil cumprir esta etapa.

Ainda é interessante fazer uma visita ao seu médico de família com uma antecedência de oito semanas antes da sua viagem. Desta forma pode-se verificar com tempo se você precisa de alguma outra vacina ou ainda outras medidas preventivas.

Para informação:

– Em Seychelles acontecem casos de dengue, já que a doença é transmitida por mosquitos diurnos. A doença é acompanhada por febre, dores no corpo e erupção cutânea. Deste modo, convém tomar medidas apropriadas para proteção.

– No entanto, não há casos de malária nas Seychelles.

Seguro de viagem

Este é um assunto de deve ser tratado com bastante cuidado antes de se iniciar uma viagem. Seja para qual for o destino, ter um seguro de viagem sempre é muito indicado, independente da idade do viajante. Entretanto, para destinos remotos, como é o caso de uma viagem para Seychelles, ter um seguro passa a ter uma importância ainda maior.

Não viaje sem seguro de viagem! >>> Faça o seu!

Apesar de Seychelles contar com estado sanitário satisfatório, em contrapartida as suas estruturas hospitalares são inadaptadas para receber pacientes que sofrem algum tipo de acidente ou de doença grave. E ainda mais em se tratando de ilhas mais remotas, onde muitas vezes não existem médicos disponíveis, deve-se pensar seriamente em opções caso algo venha a acontecer.

Transporte aéreo em caso de acidente

Só pra exemplificar, em casos de acidentes em outras ilhas, os feridos são levados de helicóptero para Mahé ou até mesmo de jato de ambulância para outros países. Você pode imaginar o custo de um serviço deste? Os custos somem rapidamente para valores acima de cinco dígitos. Caso você não tenha um seguro que cubra tal eventualidade, você pode facilmente arrumar mais um outro problema: a ruína financeira.

Claro que para o tratamento de doenças padrão, como tratar um corte, ou um resfriado, ou uma dor de barriga, em todas as três ilhas principais você poderá achar facilmente atendimento. Até mesmo nas farmácias você estará em boas mãos. Mas é bom ter em mente que fazer um raio X, por exemplo, só é possível em Praslin e Mahé.

Então, antes de viajar, é importante fazer um seguro de viagem e ainda verificar se o seu seguro de saúde cobre eventuais despesas que possa ter neste país, incluindo repatriamento explicitamente a partir das Seicheles.

Mahé Anse a la Mouche conchas

Quanto custa uma viagem para Seychelles

 

Esta é uma pergunta espinhosa e difícil de ser respondida sem ser de forma generalista. Primeiramente porque depende do tipo de viagem que cada pessoa vai fazer. Existem opções para viagens simples, para viagens sofisticadas e ainda para viagens de sonhos. Principalmente porque varia do tipo de experiência que vai se querer ter nas ilhas. Entretanto, vou tentar dar uma ideia de valores para quem está organizando uma viagem para Seychelles, pode, ao menos, ter uma ideia básica.

A fama de uma viagem cara vem do fato de Seychelles ser um destino remoto e de difícil acesso. Sobretudo por ter hotéis fantásticos e exclusivos, em ilhas paradisíacas. Mas Seychelles não vive só de resorts de luxo, inclusive a oferta de casas e apartamentos para alugar em Seychelles é grande!

Como os valores de pacotes para ilhas Seychelles podem ser facilmente pesquisados pela internet, eu não vou entrar neles. Até porque não foi a forma como eu viajei para lá. Outrossim, vou falar dos preços de voos e de hospedagem que encontrei quando organizei minha viagem.

Preços de voo para Seychelles

Como não existem voos direto do Brasil para Seychelles, com certeza será necessário fazer uma conexão na Europa ou até mesmo na África do Sul. Já que eu moro na Alemanha, vou falar especificamente da minha procura com voos saindo de Frankfurt.

Comecei a procurar valores e comprei a passagem com cerca de 3-4 meses de antecedência. Com toda certeza o período de viagem influência muito no valor da passagem. Desta maneira deixo claro que minha viagem aconteceu final de maio e começo de junho.

Para este período eu encontrei valores de Frankfurt até Mahé a partir de 550 euros pela Ethiopian Airlines e a partir de 700 euros com a Emirates e a Qatar. Existe um voo pela Condor Airlines a partir de Frankfurt para Mahé, mas ele não se encaixava nas minhas datas e custava a partir de 700.

Preços de hospedagem em Seychelles

Principalmente nas maiores ilhas e mais visitadas pode-se encontrar todas as formas de hospedagem.  Os apartamentos simples com um quarto e que não tem nenhum tipo de serviço, além de limpeza, custam a partir de 80 euros por noite. A partir disto, é bom saber que quanto mais próximo do mar e mais confortável a hospedagem é, como é de se imaginar, mais caro fica. Para ter uma ideia de valores média, eu diria que um casal, num resort bacana (não estou falando de resort luxuoso!) pode contar com diárias entre 250 e 300 euros por dia.

Certamente o país não tem fama de ser caro em vão. Existem vários hotéis tem diárias com valores bem maiores do que estas. Mas vale dizer que eles “valem o quanto pesam”. Definitivamente, são hotéis realmente incríveis.

Quem procura casas e apartamentos de aluguel consegue encontrar custo benefício melhor. Eu aluguei casas na ilha de Mahé e de Praslin com 2 quartos e paguei em ambos 200 euros de diária. Posto que, estas casas ficavam de frente para o mar, mas eram em regiões onde foi necessário alugar carro para se deslocar. Minha prioridade foi tranquilidade e mar em frente de casa, e definitivamente foi o que encontrei.

Praslin anse kerlan casa jardim
Jardim da casa que alugamos em Anse Kerlan, Praslin

Ideia de preços em Seychelles

Em nenhum momento quero passar a ideia de que viajar para Seychelles é barato. Temos que ter em mente que quase tudo que circula na ilha vem de fora. Se bem como esta é uma ilha que fica num lugar super distante. O continente mais próximo, a África, fica a mil quilômetros de distância.

Entretanto também não acho justo espalhar a ideia de que seja muito caro. Não é. Inclusive é possível visitar as Seychelles com orçamento limitado. Na realidade, a viagem por lá não é nada muito diferente do que se gasta em outras viagens. Para quem está acostumado a visitar algumas cidades famosas pelo mundo, como Nova York e Paris, por exemplo, não vai sentir muita diferença.

No site Visite Seychelles eu peguei uma tabela de alguns valores para que você possa ter ideia do que vai encontrar. Os valores estão em Euros. Na primeira coluna são os valores praticados pelas ruas e na segunda em hotéis em Seychelles.

viagem para seychelles tabela de preços
Tabela de valores médios. Fonte: Visite Seychelles
Além dos produtos e serviços acima vale saber:

Balsa de Mahé para La Digue: entre €50 e €70 cada trecho.

Balsa de Praslin para La Digue: €15 cada trecho.

Aluguel de bicicleta em La Digue: €10 por dia.

Entrada L’Union State: 115 SCR (€7).

Entrada Valle de Mai: 350 SCR (€25).

Coco fresco para beber: 50 rúpias (€3).

 

Minha experiência

Como optamos por alugar casa, fizemos alguns almoços em casa e frequentamos bastante minimercados e mercados. Deste modo, devo dizer que encontrei preços mais altos que os dados na tabela acima. Principalmente nos chamados Take Aways, a comida custa entre 7 e 10 euros por refeição. Um valor bem mais elevado do que o citado na tabela.

viagem para seychelles Mahé take away preço
Lista de preço de um dos Take Aways que visitamos

viagem para seychelles Mahé take away marmita
Porções de comida de um Take Away em Mahé

Quantos dias em cada ilha

 

Esta é a grande dúvida de quem está planejando uma viagem para Seychelles pela primeira vez. Afinal, quantos dias ficar em cada ilha? Qual ilha escolher? Realmente esta não é uma dúvida fácil de se sanar. Principalmente porque gosto é uma coisa muito particular e não se esteve lá antes para saber qual é mais o seu estilo.

O ideal é ler bastante para conhecer bem cada uma delas e assim escolher com mais propriedade.

+ O QUE VER E FAZER NAS 3 MAIS VISITADAS ILHAS DE SEYCHELLES

Outro ponto a se levar em consideração é o estilo de viagem que quer se fazer. Muitos visitantes querem somente relaxar e curtir uma mesma praia ou resort. Já, outros, querem ver o máximo possível de praias e lugares. E ainda tem aqueles que ficam no meio termo. Onde eu me encaixo.

viagem para seychelles Mahé Anse a la Mouche
Anse a la Mouche, Ilha de Mahé

1ª viagem para Seychelles

Numa primeira visita, especialistas sugerem que deve-se dividir igualmente as noites por entre as maiores ilhas, e que o mínimo deveria ser entre 4 e 5 noites em cada uma delas. E quem for ficar menos de 10 dias não deveria escolher mais do que duas ilhas para ficar. Entretanto, nem sempre se tem todo este tempo.

Outra ponto importante para se levar em conta é o deslocamento entre uma ilha e outra. Tem que se saber que se perde pelo menos meio dia indo de uma ilha próxima a outra. A gente tende a esquecer o tem por que se perde fazendo preparativos para esta viagem. Tem que se fazer check-out na hospedagem, contar o tempo de deslocamento até o aeroporto ou o porto, e a espera até embarcar. E depois, na nova ilha, o tempo para chegar na nova hospedagem, check-in e etc.

Então qual seria a regra?

Na minha procura para responder esta pergunta, encontrei as seguintes sugestões:

 

1 semana de viagem para Seychelles

Quem tiver somente uma semana ou menos para fazer sua viagem para Seychelles, deve optar por somente uma ilha. No máximo, duas. Mas o ideal seria ficar numa ilha só e fazer um passeio de um dia, estilo bate-volta, para alguma outra ilha. Como Mahé é a maior ilha e também tem a maior seleção de praias, atividades, atrações e acomodações, esta seria a melhor opção, neste caso.

Praslin Anse Boudin
Anse Boudin, na Ilha de Praslin
10 dias de viagem para Seychelles

Para aqueles que tem disponível 10 dias de viagem para Seychelles, é dito que seria o tempo perfeito para ficar em duas ilhas. Desta forma, poderia se dividir 5 noites para cada ilha e desta forma conhecer bem cada uma delas. Fazendo eventualmente um passeio de um dia (estilo bate-volta) para alguma outra. E fazer 3 ilhas neste período não seria indicado. Foi exatamente esta minha opção, e eu achei perfeita.

2 semanas de viagem para Seychelles

2 semanas seria o tempo ideal para quem quer conhecer 3 ilhas com propriedade. E o ideal seria dividir a viagem em 5 dias em Mahé, 4 dias Praslin (ou La Digue) e 5 dias em La Digue (ou Praslin).

3 semanas de viagem para Seychelles e mais

Que sonho, não?! Pelo menos três semanas em Seychelles seria perfeito para conhecer as ilhas maiores com calma. E ainda daria para aproveitar outras, como Silhouette, Cerf ou Bird Island. Neste caso, a matemática de dias deveria levar em conta o que gostaria de se ver. Poderia se dividir a estada em 1 semana em cada uma das ilhas maiores, ou ainda incluir algumas menores.

Curieuse
Ilha Curieuse, um excelente passeio a partir da Ilha de Praslin

Onde se hospedar em Seychelles?

 

As ilhas maiores de Seychelles oferecem inúmeras opções de hospedagem. Você pode encontrar opções para todos os gostos e bolsos. Desta maneira, as opções vão desde resorts exclusivos até pousadas simples e apartamentos de temporada.

Para se fazer a escolha de qual tipo de escolher, deve se levar em conta o estilo de viagem que quer se fazer. Geralmente os resorts exclusivos ficam em ilhas isoladas, onde se chega só de helicóptero. E quando estão nas ilhas maiores, possuem suas praias exclusivas. Geralmente isto significa ficar longe do agito.

Aqueles que querem ficar perto de restaurantes e mais animação, devem escolher a região de Beau Vallon, Grand’Anse e norte da ilha de Mahé. Já em Praslin, deve optar por Grand’Anse e Cote D’Or.

Quem optar por hotéis, apartamentos ou pousadas mais afastadas destes lugares, deve pensar seriamente em alugar um carro para poder se deslocar. Desta forma, pode-se conhecer as ilhas e ter um pouco de mobilidade. Nunca esquecendo que a mão é inglesa em Seychelles.

 

+ HOSPEDAGEM EM SEYCHELLES: COMO ACHAR O LUGAR CERTO PARA O SEU BOLSO!

Hospedagem não é problema em Seychelles! Existem excelentes opções para todos os gostos e bolsos. Procure aqui o hotel que mais combina com você!

O Booking tem as melhores opções por aqui, oferece o menor preço e, ainda tem, na maioria dos hotéis e apartamentos, a opção de cancelamento gratuito.

Melhor época para visitar Seychelles

 

Paraíso é paraíso, não é mesmo? E no caso de Seychelles a palavra é levada a máxima potência. Então é certo que Seychelles é um grande destino todos os meses do ano. Estando muito próxima da linha do Equador, quase não acontece mudanças nas estações e o clima é praticamente o mesmo o ano todo. Ali o clima é tropical durante todo o ano e as temperaturas ficam um pouco abaixo de 30 graus de janeiro a janeiro.

O que muda durante o ano são os ventos e as chuvas, devido as monções. Com isto, a escolha da época para visitar Seychelles deve ser baseada nas suas preferências de viagem.

Diferentes monções

Entre novembro e março, as ilhas estão sob o impacto da monção noroeste. Neste período, tem-se menos vento (entre 15-22 km/h), deixando o ar mais quente e o mar mais calmo. Desta forma, este é o período ideal para quem quer visitar as ilhas para fazer mergulho e snorkel. Já que a visibilidade da água pode chegar a 30 metros!

entre maio e outubro, a monção sudeste aparece, e com ela, o vento. O clima fica bem agradável e seco. Mas devido aos ventos, o mar fica mais agitado (ventos entre 19-37 km/h) e com ondas. Assim sendo, este período deveria ser a escolha de quem planeja velejar e surfar.

As chuvas aparecem entre dezembro e fevereiro, quando cai aquelas pancadas diárias de chuva tropical. Mas é importante saber que nada que não tenha um sol brilhando alguns minutos depois que elas foram embora. Entretanto, devido as chuvas, a umidade fica bem alta entre dezembro a abril, onde a percentagem é de mais de 80%. Portanto, este é um período abafado e mais quente.

Os meses de “entressafra” (entre as monções), que são abril e outubro, ou seja, entre os movimentos das monções, o vento gira e isso garante um clima quente e quase sem vento. Ainda que a umidade seja particularmente alta.

clima viagem para seychelles

Como chegar e como se deslocar em Seychelles

 

Temos um post super detalhado e só sobre o tema deslocamento nas ilhas e entre as ilhas de Seychelles. Vale  pena dar uma lida para mais informações adicionais.

+ COMO SE DESLOCAR POR SEYCHELLES: ENTRE AS ILHAS E NAS ILHAS

Mas o resumo seria basicamente assim:

 

Como chegar

A maioria dos visitantes que planejam uma viagem para Seychelles chegam pelo seu aeroporto internacional, que fica na maior ilha, Mahé. Entretanto, ainda é possível chegar através de cruzeiros e por barcos, mas é bem menos comum.

Infelizmente não existe nenhum voo direto entre o Brasil e Seychelles. Sendo que algumas companhias aéreas realizam a rota com apenas uma conexão, o que faz com que a viagem não seja tão longa assim. E esta conexão pode ser na África, na Europa ou até nos Emirados Árabes.

Algumas empresas que voam para Seychelles são: South African Airways em code share com Air Seychelles (conexão em Joanesburgo), Air France (conexão em Paris), Condor (via Frankfurt), Marinair (via Amsterdam), Turkish Arlines (conexão em Istambul), Ethiopian Airlines (via Adis Abeba). Ainda tem a Qatar Airways (conexão em Doha), Etihad (via Abu Dhabi) e a Emirates Airline (conexão em Dubai). Uma das possibilidades é comprar uma passagem pela Latam Airlines e voar até Johanesburgo. De lá é possível seguir até Seychelles com a Air Seychelles.

Deslocamento entre as ilhas

A grande maioria dos turistas visita mais de uma ilha, e neste caso precisa se planejar mais este deslocamento. Entre as ilhas maiores, que são Mahé e Praslin, é possível fazer um voo de 15 minutos. Outra opção é seguir de barco, que faz este trajeto em cerca de 1 hora. A diferença de valor entre estes dois meios de transporte não é muito significativa.

viagem para seychelles Mahé aeroporto
Avião da Air Seychelles que faz a linha Mahé – Praslin

O motivo de se escolher um ou outro deveria ser onde você escolhe se hospedar em ambas as ilhas. Caso você se hospede próximo do aeroporto em uma das ilhas e longe do porto, vale mais a pena pegar um ou o outro. Desta forma, pode-se economizar nos custos de transfers para o aeroporto ou para o porto.

Existe ainda a possibilidade de fazer o deslocamento com helicóptero. O helicóptero pode levar de forma rápida para Praslin, La Digue e outras ilhas exclusivas. Para chegar em La Digue pode se ir de balsa a partir de Mahé e de Praslin.

Já para as outras ilhas, deve ser analisado individualmente como fazer este deslocamento. Algumas, as ilhas exclusivas, com resorts privados, só se chega de helicóptero. Nestas, geralmente o transfer até a ilha já está incluído no pacote de hospedagem.

Air Seychelles
Voo da Air Seychelles chegando em Mahé

Deslocamento dentro das ilhas

Somente nas ilhas maiores e mais visitadas, Mahé, Praslin e La Digue, os carros são permitidos. Mas geralmente turistas alugam carros somente em Mahé e em Praslin. Em La Digue, a ilha é tão pequena que mais vale a pena alugar uma bicicleta.

O transporte público também é uma boa opção nas duas maiores ilhas, que tem linhas de ônibus ligando vários pontos das ilhas.

Atenção: em Seychelles dirige-se na mão inglesa!

Viagem para Seychelles La Digue Centro
Ilha de La Digue e suas muitas bicicletas

Facilidades em Seychelles

 

Internet em Seychelles

Hoje em dia, quase todos os hotéis, apartamentos e pousadas oferecem internet wi-fi gratuita. Mas para aqueles que querem ter internet o tempo todo em Seychelles, recomenda-se um cartão SIM local. Isto caso seu telefone não seja habilitado para o país.

O SIM Card local pode ser comprado diretamente no aeroporto, na sala de desembarque. Os dois provedores locais são a Cable & Wireless e a Airtel. Conforme vi, um SIM Card que dá direito a usar 1,5 gigabytes custa cerca de €20 e deve ser suficiente para todo período.

Além disso, em alguns lugares há pontos de acesso gratuitos onde pode-se usar a internet gratuitamente por um período limitado de tempo (geralmente 15 minutos).

Você consegue viajar sem celular?

Já saia do Brasil com o seu chip de celular e com internet boa! Ganhe o frete grátis toda vez que usar nosso link.

Corrente elétrica

A corrente elétrica é de 220-240 Volts e 50 Hz.

As tomadas são de dois e três pinos (tipo G).

Imagem 1 ilhas seychelles

Telefones de Emergência e Endereços de Hospitais

O maior hospital fica na capital Victoria, em Mahé (tem outro menor em Anse Royale) e um menor em Praslin. Além disso, existem centros de saúde menores nas pequenas cidades, os chamados centros de saúde. Aliás, em La Digue, o hospital mais parece um consultório médico com poucos leitos.

Tenha anotado o endereços dos principais hospitais e clínicas em Seychelles:

Central Hospital: Mont Fleuri Road bei Victoria, Mahé, Tel: +248 4 38 80 00

Anse Royal Hospital: Anse Royal, Mahé, Tel: +248 4 37 12 22

Baie Ste Anne Hospital: Praslin, Tel: +248 4 23 23 33

Logan Hospital: La Digue, Tel: +248 4 23 42 55

Número gratuito para acidentes e serviço de emergência: +248 151

Número de emergência: +248 999

Farmácias

As farmácias estão disponíveis nas três principais ilhas. Apesar de elas costumarem ser bem equipadas, entretanto ainda não são comparáveis com o padrão europeu.

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem! E transforme sua viagem ao paraíso ainda mais completa e sem riscos. Nossos leitores recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: VIAJOTECA5.

Moeda

A moeda local é a Rúpia de Seychelles (SCR). As notas de rúpias de Seychelles disponíveis são de 10, 25, 50, 100 e 500 rúpias. Já as moedas encontradas são de 5, 10, 25 centavos e 1 e 5 rúpias.

Para pagamento das compras do dia-a-dia é esta moeda usada. Já nos estabelecimentos maiores, como hotéis e restaurantes, são aceitos cartões de crédito.

A saber, existem caixas eletrônicos espalhados pelas ilhas de Mahé, Praslin e La Digue, além dos aeroportos das duas ilhas principais, onde é possível sacar dinheiro na moeda local. Euro é amplamente aceito.

Cotação atual:

US$ 1 = SCR 13,5

€1 = SCR 15,5

Gorjeta

A maioria dos serviços já inclui uma taxa de 5% a 10%, assim a gorjeta não é obrigatória em Seychelles. Naturalmente, quem desejar gratificar por um bom serviço, será bem-vindo.

viagem para Seychelles La Digue
La Digue, Seychelles

Dicas de comportamento e alertas

 

Hábitos e comportamento:

– respeite os costumes e cultura locais;

– evite fotografar edifícios públicos e pessoas sem autorização prévia;

– o uso e porte de entorpecentes são duramente punidos por lei;

– topless é tolerado apenas em algumas praias;

– nudismo não é bem aceito.

Hospedagem e deslocamento:

– reserve sua hospedagem com antecedência, desta forma costuma se conseguir tarifas melhores;

– muito hotéis e resorts oferece pacotes especiais ou estadias com três diárias e mais uma livre;

– para evitar multidões e preços altos, evite as férias de verão na Europa.

– a balsa para as principais ilhas você pode reservar localmente ou antecipadamente online;

– se for fazer o voo interno entre Mahé e Praslin, compre antecipadamente para não correr o risco de não conseguir voar no horário desejado.

Mergulho:

– quem deseja mergulhar pode deixar para reservar no local, sem problemas.

viagem para Seychelle Praslin Anse Lazio
A bela praia de Anse Lazio, em Praslin

O que vestir numa viagem a Seychelles

 

Taí um tópico que você precisa se preocupar bem pouco! O destino é de praia, quente e úmido, para tanto você precisa levar roupas leves e confortáveis. Tudo é muito simples por lá. Eu levei bem pouca roupa e ainda voltei com várias sem usar. Não esqueça de levar chapéu (ou boné), óculos de sol, e protetor solar.

Além das roupas de praia do dia a dia, leve pelo menos uma roupa mais casual para jantar à noite. Muitos restaurantes e hotéis exigem calça e sapatos para os homens. Mas se você não for se hospedar em resorts luxuosos, certamente não precisa ser nada sofisticado.

Ainda aqueles que planejam fazer trilhas pelas matas e para visitar praias mais remotas devem lembrar de levar roupas e sapatos apropriados.

Check-list de viagem

 

O que não pode faltar na sua mala numa viagem a Seychelles:

  • protetor solar e repelente de mosquitos. Leve protetores solares com alto teor de proteção e repelentes de insetos, já que os encontrados em Seychelles são caros e de qualidade desconhecida.
  • adaptadores de tomada padrão britânicos (plugues de três pinos);
  • lanterna – seja a função lanterna do celular ou uma lanterna mesmo. Em Seychelles quase não há iluminação pública e as bicicletas não têm luz. Então depois das 18h30 pode-se ter de andar na escuridão completa (especialmente em La Digue).
  • material para prática de snorkel (principalmente óculos e snorkel, e também pé de pato, para os mais aventureiros).
  • capa de chuva fina ou um pequeno guarda-chuva, não ocupa muito espaço e pode ser muito útil.
  • kit de primeiros socorros (medicamentos para dor e febre, desinfecção de feridas, medicamentos para diarréia, medicamentos para alergias, band-aid)
  • leve livros e revistas, já que material de leitura é difícil de encontrar.
Praslin anse kerlan casa por do sol
Por do Sol em Anse Kerlan, Ilha de Praslin

Vale a pena comprar antecipadamente:

Você lembrou do seguro viagem? Ele é um dos itens mais importantes da sua viagem. O seguro viagem é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen e precisa ter uma cobertura mínima de 30 mil Euros. O Seguro viagem também é exigido em Cuba, Venezuela e Austrália. Nos demais países em que ele não é obrigatório também é recomendável a contratação, já que infelizmente não podemos prever acidentes. Nos Estados Unidos, o custo médico diário de uma internação é muito caro (uns U$2.000). Não esquecendo que o seguro é muito útil nos casos de cancelamento de viagem, extravio de bagagem e assistência odontológica. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 10% na hora de pagar. 

Clique aqui e ganhe 10% de desconto no seu seguro viagem

;

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI :

–  Reserve seu hotel no Booking.com ( sem taxa de reserva e a maioria dos hotéis oferece cancelamento grátis)

–  Compre seu seguro de viagem na Real Seguros (faz cotação em 10 ótimas seguradoras)

–  Compre seus Ingressos para atrações, excursões e passeios na Europa com a Get Your Guide

–  Alugue seu Carro na Europa com a RentCars

Índice com todos os posts do Viajoteca

Se você fizer sua reserva através dos links aqui da Viajoteca, a gente ganha uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Essa é uma forma de apoiar a Viajoteca a continuar escrevendo sempre ótimas dicas para você. Obrigada!

3 Comentários
  1. Alexandre Diz

    Boa tarde Carina,
    Excelente a matéria, para quem como eu sabia quase nada, foi uma aula obrigado. Seria interessante se no final pudesse dar uma estimativa do total de gastos e acordo com o perfil da pessoa.
    A simples, a sofisticada e a viagem dos sonhos.

    1. Carina Diz

      Olá, Alexandre!
      Obrigada! Infelizmente é muito difícil fazer esta estimativa de cálculo, principalmente porque cada pessoa tem interesses diferentes. Abranger este 3 tipos de budget sem eu ter de fato passado por pelo menos 2 deles, seria só chutar. 😉
      Mas vá mesmo a Seychelles, o país é lindo! E já te adianto que vai entrar mais 4 posts só sobre Seychelles nos próximos dias por aqui, tenho certeza que eles vão te ajudar no teu planejamento. 🙂
      Um abraço!

  2. Alexandre Seabra Dutra Diz

    Carina gostei muito das informações, uma verdadeira aula para quem como eu ainda está na fase de planejamento da viagem. Senti falta no final de um balanço com as estimativas de gastos totais para cada tipo de viajante, ou seja, o simples, o sofisticado e a viagem dos sonhos.

Comente Aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.