Tsz Shan Monastery em Hong Kong

20

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Quando viajamos pelo mundo e nos propusemos a conhecer um pouco da cultura local dos destinos que visitamos, acabamos conhecendo entre outras coisas, vários lugares de adoração religiosa. Para quem visita a Ásia por exemplo, incluir visitas à templos, mesquitas, pagodas e outros lugares de culto religioso são passeios praticamente obrigatórios. Em Hong Kong, território onde cerca de 2/3 da população segue religiões de origem chinesa como o Budismo, Confucionismo e Taoísmo. Isso não é diferente.

A título de curiosidade, só em Hong Kong, existem mais de 600 templos e outros lugares sagrados para você conhecer. Alguns deles são bastante populares entre os visitantes e moradores de Hong Kong. Este é o caso do Man Mo Temple, Chi Lin Nunnery e do Po Lin Monastery ao lado do Buda Gigante em Lantau. Outros no entanto, mal sequer aparecem em blogs e guias de viagem.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Um destes locais pouco conhecidos, e um dos meus favoritos é o Tsz Shan Monastery. Um impressionante monastério budista inaugurado em Abril de 2015 e que levou mais de 12 anos para ser construído e que custou cerca de $1,5 bilhões de dólares de Hong Kong.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

A construção do Tsz Shan Monanstery é imponente e grandiosa. Foi quase inteiramente patrocinada pelo magnata Li Ka-shing. Considerado o homem mais rico de Hong Kong e a segunda pessoa mais rica da Ásia de acordo com a Forbes. Li Ka Shing é famoso por suas ações de filantropia e fez sua fortuna no ramo têxtil e de plásticos e hoje controla um holding com investimentos diversificados.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Localizado no distrito de Tai Po em New Territories, o Tsz Shan Monastery não é exatamente um lugar digamos muito fácil de se visitar. Primeiramente pelo fato dele ficar à cerca de 1 hora e 45 minutos da região central de Hong Kong, usando transporte público. Em segundo lugar pelo fato dele ter um número limitado de visitantes todos os dias. O que faz com que você tenha que agendar a visita ao local com antecedência.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Apesar desses pormenores, por outro lado, o monastério é maravilhoso e pelo fato de ter número restrito de visitantes (só 500 visitantes por dia) um lugar de tranquilidade e paz absolutamente fantástico. Com este post, eu espero atiçar a sua curiosidade e ajudar você a conhecer quando visitar Hong Kong.

Ocupando um enorme terreno de cerca de 500.000 metros quadrados, o monastério de Tsz Shan está situado em um bonito e sereno cenário entre as colinas de Ting Tsz perto de Tai Mei Tuk e o mar. Logo atrás do Tsz Shan Monastery encontramos a serra Pat Sin Leng, que faz parte do estágio 9 da famosa Wilson Trail. Já no lado oposto encontramos a Tolo Harbor e Plover Cove. O Feng Shui do monastério deve ser perfeito.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

O fato é que cerca de 90% de sua área total, foi mantida como área verde, e o restante edificado com belíssimos pavilhões budistas. Os quais combinados perfazem uma área construída de mais de 45.000 m2. O Tsz Shan Monastery é um dos maiores templos budistas de Hong Kong e é também um dos templos budistas mais caros já construídos na Ásia.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Um projeto que foi concebido para ser luxuoso e ao mesmo simples. Onde o visitante tem a oportunidade de contemplar linhas arquitetônicas simples, mas ao mesmo tempo notar em cada parte do monastério que dinheiro não foi problema.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Inúmeras estátuas de Buda, maioria delas em ouro, muito mármore e granito nos pavilhões do complexo e uma residência com aposentos luxuosos e também à prova de bala, voltados para a visita de dignatários ou líderes religiosos, também fazem parte do projeto.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Para os monges budistas que residem no local, foi construído um dormitório capaz de acomodar até 80 monges de uma so vez, além de um amplo estacionamento para mais de 100 carros.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Como o monastério recebe no máximo 500 visitantes ao dia, ao visitarmos Tsz Shan Monastery podemos fugir um pouco da aglomeração humana tão comum numa cidade como Hong Kong e de fato se reconectar com o lado sagrado do lugar. Sem turistas tirando foto com pau de selfie, por sinal proibidos no local.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Falando em sagrado, a principal atração de Tsz Shan Monastery é a enorme estátua ao ar livre de Guan Yin. Com impressionantes 76 metros de altura, ela é a segunda estátua mais alto do mundo desta divindade budista no mundo. E assim como o Buda Gigante, ela também é feita de bronze, mas no caso desta aqui, ela é coberta em tinta protetora de cor branca.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Guan Yin ou Kuan Yin (em chinês: 觀音; pinyin: Guānyīn) é o bodisatva associado com a compaixão tal como é venerada pelos budistas do Extremo Oriente, geralmente na forma feminina. O nome Guanyin e uma abreviação de Guanshiyin que significa “Observar os Sons (ou Gritos) do Mundo”.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Na forma como está representada em Tsz Shan Monastery, ela está segurando uma pérola em sua mão direita e um jarro em sua mão esquerda e que supostamente trazem a paz aos seus seguidores e ajuda a realizar os desejos e pedidos daqueles que pedem por sua intercessão.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Algo que você logo irá notar falta em Tsz Shan é a falta de incensos queimando e oferendas. Como não é permitido acender incenso nos limites do templo, o lugar é impecavelmente limpo e sem cheiro. No lugar dos incensos, alimentos e frutas, se utiliza água para as oferendas.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Além de visitar os templos e estátua do monastério também é possivel dedicar 1 hr da sua visita para fazer uma espécie de aula de caligrafia chinesa, onde o visitante é convidado a usar uma canetinha especial de nanking para fazer o traçado dos caracteres chineses de um sutra budista. Dá um pouco de trabalho e chega até a cansar um pouco do braço, mas no final vira um excelente souvenir da visita. Até porque quando você termina tudinho ele ganha ainda um carimbo especial. E uma benção e um brinde especial do templo.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

O tempo da visita ao Tsz Shan Monastery é de aproximadamente 3 hrs e para fechar a visita com chave de ouro, você é convidado a tomar um delicioso café ou chá e ainda comer um bolo ou biscoito. Ao contrário de outros lugares, não há almoço oferecido no mosteiro, mas o pequeno café fornece café, chá e bolo, biscoito que você está convidado a experimentar gratuitamente. Você pode (mas não tem que) fazer uma doação para o funcionamento do monastério.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Passo à passo : Como agendar a visita ao Tsz Shan Monastery

Como mencionei acima, a primeira coisa a se fazer para visitar o monastério de Tsz Shan em Tai Po é fazer o agendamento online da visita através deste link com até 1 mês de antecedência.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

O sistema de reserva das visita ao Tsz Shan Monastery abre sempre 30 dias antes do dia desejado de sua visita, as vagas surgem por volta das 08 da manhã no horário de Hong Kong (HKT).

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Uma vez clicando no link, você seleciona o número de pessoas que irá visitar o monastério além de você. Se você for visitar o monastério sozinho/a, deixe o número de pessoas no 0.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Selecionando o número de pessoas e clicando no OK, o sistema então mostra as datas disponíveis para a visita (em marrom). Aí, dentre os horários disponíveis você escolhe o horário para a sua visita, preenche os dados pessoais e voi lá!! Aparece um código de reserva (anote ele por garantia).

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Na seqüência, este código de reserva também deverá enviado por email e SMS (se seu número de celular for de Hong Kong). Você deve então imprimir este email com o código (ou ter o email ou SMS no celular) para mostrar justo com seu documento no dia e horário de visita.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

É um processo meio chatinho e burocrático, mas fácil e intuitivo e que além de tudo é gratuito. Isso tudo porque o lugar pode receber no maximo 500 visitantes diários e, como não foi construído para fins turísticos, segue várias regras de etiqueta (leia no terms & conditions). Tudo isso para manter o espaço limpo (aliás é impecável), silencioso e voltado ao culto religioso.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Passo à passo : Como chegar ao Tsz Shan Monastery

O Tsz Shan Monastery está localizado em Tai Po e está à cerca de 35 km ao norte do centro de Hong Kong (Central Station). Para chegar lá você pode utilizar o ótimo sistema de transporte público da cidade combinando o metro (MTR) + ônibus ou minibus + caminhada. Para este trajeto, programe cerca de 1 hora e meia à 1 hora e 45 minutos em cada sentido para fazer o deslocamento entre Central e o Tsz Shan Monastery. Leve esse tempo em consideração quando planejar sua visita. Eles são rigorosos com o horário. Se você atrasar mais que 30 minutos não vai poder visitar o monastério.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Alternativamente, você pode entrar em contato comigo aqui ou no Descubra Hong Kong para fazermos esse passeio num tour privativo. Neste caso, podemos ir com o meu carro até lá (max 3 pessoas) ou uber (5-6 pessoas). Neste caso você me informa as datas disponíveis, o numero de participantes e eu me encarrego do restante. Além de conhecer este belíssimo monastério você terá a chance de conhecer quem escreve este blog e vai conhecer um pouco mais de Hong Kong sob a minha perspectiva.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Se ainda assim, você ainda preferir ir por conta própria, a maneira mais fácil e barata de chegar até o Tsz Shan Monastery é pegar o Metro (MTR) até Tai Po Market Station. Saindo de Central você terá que trocar de metro 2 vezes.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Em Central você embarca na Tsuen Wan Line (linha vermelha) até Mong Kok MTR Station. Lá embarca na Kwun Tong Line (linha verde) até Kowloon Tong MTR Station. Lá então embarca na East Rail Line (linha azul) até Tai Po.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Cuidado neste último trem (East Rail Line) para não entrar na primeira classe sem validar seu cartão (Octopus Card) para fazer uso da primeira classe caso queira fazer. Indo na classe comum você não precisa fazer nada. Apenas passar seu cartão (Octopus Card) na saída na estação em Tai Po Market MTR Station.

Chegando em Tai Po MTR Station você tem várias opções de ônibus e minibus para chegar até o monastério. Uma delas é embarcar no ônibus 75K e descer na San Tau Kok Station, em seguida, basta seguir Tung Tsz Road e dobrar à direita quando você ver Universal Gate Road.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Alternativamente, para andar um pouco menos você pode pegar o microônibus 20B (verde) do Mercado Tai Po e descer cerca de 15 minutos depois na interseção de Tong Tsz Road e Universal Gate Road. Siga à pé ao longo da Universal Gate Road por 10 minutos até o portão do Tsz Shan Monastery.

Tsz Shan Monastery em Hong Kong


Visitando o Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Depois de “viajar” até Tai Po, chegando ao portão do Tsz Shan Monastery você deve mostrar o email/sms com o código da reserva da visita que você efetuou previamente justamente com um documento de identificação com foto (passaporte).

Uma vez que seu nome consta na lista da segurança, você irá ganhar um crachá de visitante que irá lhe dar acesso ao interior das áreas públicas do monastério de Tsz Shan.

Lembre-se que este é um lugar de culto religioso, vista-se adequadamente para a ocasião.

No mapa abaixo, você encontra as principais atrações que você pode visitar no Tsz Shan Monastery e suas respectivas explicações.

1 – Tsz Shan Gate

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

O Tsz Shan Gate foi construído utilizando o design tradicional da Dinastia Tang, e é deslocado do portão principal (Main Gate) para criar um interesse visual do visitante. Caminhar daqui até o portão principal, ao longo de um curto e sinuoso caminho cênico, prepara as mentes dos visitantes para o encontro com o Buda.

 

2 – Main Gate

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

A entrada principal é o ponto de partida da visita ao monastério e é também o eixo central do Tsz Shan Monastery. De cada lado do portão há um Vajrapāni (guardião) de bronze de pé em uma postura de ira, guardando o monastério.

Uma vez que os visitantes entram através dessa entrada, a ganância, o ódio e a ignorância devem ter sido postos de lado. Portanto, os visitantes são capazes de entrar no portão da libertação com uma mente purificada e pacífica.

 

3- Joyful Terrace

Tsz Shan Monastery em Hong KongEntrando pela entrada principal (Main Gate), os visitantes alcançarão o amplo e espaçoso terraço conhecido como Joyful Terrace, assim chamado para lembrar os visitantes de visitarem o monastério com o corpo, fala e mente purificados. Desta forma, o respeito, alegria e uma mente gentil surjam dentro deles de forma que possam aprender com os bodhisattvas que chegaram ao bhūmi (estado de grande alegria).

No lado mais distante do Joyfull Terrace na extremidade inferior da escada de pedra, há uma lagoa de lótus em forma de lua crescente, que representa uma Terra pura, serena e não poluída.

 

6 – Maitreya Hall

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

A fachada frontal deste pavilhão é dividida por colunas em cinco compartimentos. Bodhisattva Maitreya, o futuro Buda é a estátua principal dentro deste pavilhão. O estilo da imagem do Bodhisattva Maitreya, usa uma coroa celestial, popular nas Dinastias Sui e Tang.

Enquanto olha para o portão principal (Main Gate), Maitreya olha para o mundo à sua frente. Em pé atrás dele está o Bodhisattva Skanda, o devoto guardião do Dharma, que detém um vajra precioso e enfrenta o Salão do Grande Buda, protegendo o mosteiro.

Dos dois lados há os Quatro Reis Celestiais com olhares ferozes. Todas as seis estátuas dentro do pavilhão de Maitreya são esculpidas em madeira de cânfora, com imagens de Maitreya e Skanda douradas em dois acabamentos, fosco com pó de ouro e cintilante com folhas de ouro, e os Quatro Reis Celestiais ornamentado com diferentes materiais enaltecendo as características únicas de cada um deles.

 

5- Grand Buddha Hall

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

O pavilhão do Grande Buda tem sua fachada frontal dividida por colunas em sete compartimentos / portas com uma crista de dezoito metros de altura no telhado. Dentro do pavilhão estão colocadas três estátuas de Buda, nomeadamente o Buda Śākyamuni, o Buda Bhaiṣajyaguru (o Buda da Medicina) e o Buda Amitābha.

De cada lado do Buda Śākyamuni estão seus discípulos, venerável Mahākāśyapa e venerável Ānanda. As estátuas são esculpidas a partir de madeira de cânfora e pintado com pó de ouro ou ornados com folhas de ouro.

As estátuas dentro deste pavilhão foram esculpidas seguindo as tradições escultóricas das dinastias Tang e Liao. Nos dois lados do pavilhão, há dezoito estátuas de bronze de arhats, uma espécie de santo que atingiu o Nirvana no Budismo.

 

6 – Dharma Rain Terrace

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Localizado atrás do Grand Buddha Hall, o Dharma Rain Terrace é composto por duas paredes, com uma cascata de água. Além de seu aspecto paisagístico, o local também pode ser usado para meditação ao ar livre e outras práticas.

 

7- Brillance Pound

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Localizado em frente ao Universal Gate Hall esta fonte d’agua é baseado num conceito muito importante da religião budista. A contemplação da sabedoria.

Construído na forma de dois círculos concêntricos, o espelho d’água tem um diâmetro de oito metros. Enquanto a água do espelho d’água interior continua fluindo, o externo parece de longe, literalmente um espelho, significando assim a contemplação da sabedoria.

 

8 – Universal Gate Hall

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Com 5 portas e catorze metros de altura, o Universal Gate Hall é o segundo maior pavilhão do Tsz Shan Monastery. Em seu interior há uma estátua de Guan Yin (Cintacakra Avalokiteśvara) de seis braços, que realiza os desejos de quem pede por sua intercessão..

As paredes em seus dois lados são esculpidas com caligrafia gravando os dez grandes votos de bodhisattvas Samantabhadra e Guan Yin mostrando sua profunda convicção em salvar todos os seres sencientes.

 

9 – Compassion Path

Tsz Shan Monastery em Hong KongO

caminho de compaixão é um caminho reto e largo que se estende Universal Gate Hall até a Estátua de Guan Yin (Avalokiteśvara). Em seus dois lados há dezoito pinheiros budistas envelhecidos antigos trazidos da China.

No meio do Caminho, bem em frente à Estátua, há um grande vaso de água feito em bronze conhecido como a Lagoa dos Mil Desejos. Alí, os visitantes podem fazer uma oferta de água para Guan Yin despejando água que coletaram ao lado do Universal Gate Hall neste grande vaso. Assim eles terão seus pedidos atendidos por Guan Yin.

 

10 – Guan Yin (Avalokiteśvara) Statue

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

A estátua de Guan Yin (Avalokiteśvara) tem uma altura de 76 metros, compreendendo uma estátua branca de Guan Yin de 70 metros de altura fundida sobre uma base de granito de 6 metros de altura.

A estátua de bronze é revestida com tinta branca auto-limpante de fluorocarbono e é modelada em esculturas da dinastia Song. Guan Yin tem um comportamento compassivo e gracioso e em seu chapéu há uma pequena imagem de Amitābha, implicando as bênçãos e proteção recebidas através de seu poder incomensurável.

Em sua mão direita ela segura uma pérola maṇi de sabedoria e em sua mão esquerda um vaso, do qual ela derrama água pura para limpar o mundo de suas impurezas. Usa um colar e uma roupa drapejada elegante.

Seu corpo se inclina para a frente enquanto olha para baixo de cima para cima de todos os seres, guiando-os para a iluminação com sua compaixão e sabedoria.

 

11- Great Vow Hall

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Localizado embaixo da torre do sino, o Great Vow Hall conta com três portas, hospeda uma estátua do bodhisattva Kṣitigarbha feita da madeira de nanmu. Em sua mão esquerda ele segura uma pérola flamejante, significando a iluminação de inúmeros reinos com sua sabedoria.

Informações úteis para visitar o Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Horário de funcionamento:

O Tsz Shan Monastery abre ao público de segunda à sexta  das 09:30 às 17:00 sendo que a último horário de tickets oferecido às 14:15.

Tickets

Os tickets para visitar o Tsz Shan Monastery são gratuitos porém é necessário fazer o agendamento online da visita através deste link com até 1 mês de antecedência.

O sistema de reserva das visita ao Tsz Shan Monastery abre sempre 30 dias antes do dia desejado de sua visita.

Como Chegar:

Existem várias opções de transporte para se chegar ao Tsz Shan Monastery. Eu particularmente recomendo o tour privativo do Descubra Hong Kong

Para quem quiser chegar ao parque usando o transporte público, basta pegar o Metro (MTR) até Tai Po Market Station. Dali você pode pegar o ônibus 75K ou minibus 20B até as proximidades do monastério. O trajeto de Central até o Tsz Shan Monastery dura cerca de 1 hora e 45 minutos.

Mapa:

Clique nesse link para visualizar o mapa do Tsz Shan Monastery em Hong Kong

Tsz Shan Monastery em Hong Kong

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI:

Toda vez que você reserva algo por algum link aqui do blog, recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter sempre atualizado e com novas dicas de viagem. Obrigado!!


Você lembrou do seguro viagem? Ele é um dos itens mais importantes da sua viagem. O seguro viagem é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen e precisa ter uma cobertura mínima de 30 mil Euros. Nos demais países em que ele não é obrigatório também é recomendável a contratação, já que infelizmente não podemos prever acidentes. Nos Estados Unidos, o custo médico diário de uma internação é muito caro (uns U$2.000). Não esquecendo que o seguro é muito útil nos casos de cancelamento de viagem, extravio de bagagem e assistência odontológica. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: VIAJOTECA5.

Comparar

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI :

–  Reserve seu hotel no Booking.com ( sem taxa de reserva e a maioria dos hotéis oferece cancelamento grátis)

–  Compre seu seguro de viagem na Seguros Promo (faz cotação em 10 ótimas seguradoras)

–  Agende suas excursões e passeios com a Get Your Guide

–  Alugue seu Carro com a RentCars

–  Índice com todos os posts do Viajoteca

Se você fizer sua reserva através dos links aqui da Viajoteca, a gente ganha uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Essa é uma forma de apoiar a Viajoteca a continuar escrevendo sempre ótimas dicas para você. Obrigada!


20 Comentários
  1. Christian Gutierrez Diz

    Ótimo dica, Hong Kong está um plano futuro de viagem, aguardarei o link do seu post para ver antes da minha viagem.

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      Legal Christian.

      Aos poucos irão saindo mais alguns posts sobre a cidade.
      Abs

  2. KEUL FORTES Diz

    Parabéns pelo post! Muito bom conhecer um pouco mais sobre. Você escreve e detalhe tudo com muita clareza de detalhes.

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      Oi Keul

      Obrigado pela visita e que legal saber que você curtiu o post 😀 Abs

  3. viajarcorrendo Diz

    Oi Oscar! Só posso dizer que fiquei ENCANTADA com o post, não só pelo monastério em si, mas pela riqueza dos detalhes… Amei a questão de fazer a aula de caligrafia chinesa, de não ter incensos e também ter uma estátua gigante de Kwan Yin (fiz um curso de um sistema de cura em que esse Buda era meio que o “principal”. Também não conhecia o nome escrito com G). Adorei! Parabéns! Quando for a Hong Kong, pode ter certeza de que vou me esforçar ao máximo para conseguir agendar essa visita. Incrível…
    Abraços
    Carolina

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      Oi Carolina

      Obrigado pela visita e que legal saber que você curtiu o post. Eu adoro esse templo e desde que me mudei para Hong Kong já o visitei em 3 diferentes oportunidades. No inicio até achava ruim o esquema da reserva das visitas, mas hoje acho uma maravilha.. Afinal de contas você sabe que quando for visitar o local vai ter uma visita legal sem um montão de gente como muitas vezes acontece aqui na Ásia. Se eu estiver morando por aqui ainda quando você vier quem sabe a gente não vai lá visitar o templo juntos.

      Abs
      Oscar

  4. Casal com rodinhas nos pés Diz

    Esses templos de Hong Kong nos encantam…
    Nunca tinha lido sobre a caligrafia chinesa e foi muito bom vc trazer essa informação.
    Parabéns pelo post.
    Abraços!

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      Esse monastério é realmente encantador..Só o fato de você praticar a caligrafia chinesa já é um dos principais diferenciais dele em relação aos outros templos que eu conheço por aqui.
      Obrigado pea visita e comentário

      Abs

  5. biancaiglesias Diz

    Que post maravilhoso e inspirador. Super completo, daqueles que fazem a gente viajar mesmo sem sair do lugar. Parabéns!

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      Oi Bianca. legal saber que voici curtiu e consegui viajar com a gente sem mesmo sair o lugar.
      Abs

  6. Aquele Blog de Viagens Diz

    Ótimo post Oscar! Hong Kong para ser incrível, temos muito vontade de conhecer! Parabéns pelo blog e pelo post!

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      Obrigado pela visita!!
      Hong Kong é um lugar bastante peculiar.. Costumo dizer que Hong Kong é uma ótima introdução para a China.. Tendo a oportunidade não deixem de conhecer.

  7. Josiane Bravo Diz

    Uau, quanta informação neste post, super completo e rico em detalhes. Agora, desculpe minha falta de informação, mas só fiquei sabendo sobre este monastery agora, depois de ler o post. Com certeza um lugar do qual adoraria conhecer, e fiquei aqui de olhão quando vi a foto do bolo e do café rs 🙂
    Abraços

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      Oi Josiane.
      Bem pode ficar tranquila quase ninguém conhece sobre esse monastério ainda. Além de relativamente novo ele é um pouco afastado e quem vem muitas vezes a passeio a Hong Kong vem com os dias contados e as atrações tradicionais acabam ocupando o tempo todo que as pessoas tem. O café com bolo é um baita diferencial.. Tendo a oportunidade super recomendo conhecer.

      Abs

  8. Pedro Henriques Diz

    Este mosteiro é poderoso! Adorei as fotos e as dicas, parabéns pelo artigo deste monumento fantástico!

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      Obrigado pela visita e legal saber que você curtiu o local..
      Abs

  9. Flávio Borges Diz

    Oscar! Que post completo! parabéns cara!
    Sou fascinado com a cultura asiática e nunca descartei a possibilidade de conhecer tudo isto! Deve ser massa demais!
    Abç!

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      Olá Flávio.
      A cultura asiática é fascinante e conhecer um pouco dela e sua diversidade é um baita programa. Obrigado pela visita e comentário
      Abs

  10. Salonisses Diz

    Que post lindo, cheia de dicas e fotos fantásticas. Coincidência, pois nesse exato momento estou assintindo um programa grego desses de viagens exatamente sobre Hong Kong. Estou apaixonada <3

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      Que coincidencia interessante Ana.
      Hong Kong é uma cidade muito interessante e vibrante, para mim ela é a Nova York do Oriente.
      Abs

Comente Aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.