Sugestão de Roteiro : 4 dias em New Orleans (arredores – parte 2)

4

Passear pelas ruas de New Orleans é um delícia, a gente facilmente se apaixona pela arquitetura, história e o povo, mas para a viagem ser completa, é preciso gastar um (ou dois) dias explorando as fazendas de cana de açucar (plantations) e o pântano (swamp), ambos uma excelente opção bate e volta da cidade.

Como mencionei no post anterior, a ordem dos passeios não alteram a experiência, e o nossa sugestão de roteiro para 4 dias em New Orleans ficou assim:

Parte 1 – New Orleans : explorando a cidade

Dia 1: Streetcar pela St Charles St (bondinho) + Audubon Park + Garden District

Dia 2: French Quarter + Faubourg Marigny

Extra – Onde sair a noite: Bourbon St., Frenchmen St. e Tchoupitoulas St.

Parte 2 – New Orleans : explorando os arredores

Dia 3: Houmas House Plantation + Laura Plantation St.

Dia 4:   Kayak no Swamp (empresa: Lost Lad Tour)

Extra – Nossa experiência no hotel Renaissance Marquette

Visitando Plantations em New Orleans
O casarão e o carvalho na Houmas House!

Os arredores de New Orleans

Vocês vão reparar que fizemos os passeios dos arredores em dois dias separados, primeiro visitamos as Plantations e em um outro dia exploramos o swamp de kayak. Mas gostaria de ressaltar, que para quem tem tempo limitado, ou não quer alugar carro para fazer esse passeio independentemente, há vários tours, tipo excursão de ônibus que sai de New Orleans e visita as plantations e o pântano no mesmo dia, a Luciana do blog Colagem, fez uma dessas excursões com as crianças e contou como foi nesse post.

Mas quanto mais eu lia sobre essas excursões, mais eu sabia que não iria me enquadrar, então, para aqueles que gostam de viajar independente e com um pouquinho de aventura (kayak), eu achei nossos dois dias perfeitos e bem simples de fazer por conta.

Tour pelo Swamp em New Orleans
Comemoramos o Valentine’s Day kayakando pelo pântano!

Dia 3: Houmas House Plantation + Laura Plantation

Por séculos, a economia do estado de Lousiana foram as plantações e a industria da cana de açucar. Pelo curso do famoso Rio Mississipi, mais de 400 fazendas, ou plantations, floresceram na região; criando novas fortunas, perpetuando outras, vários casarões foram construídos e uma cultura própria foi desenvolvida, mas infelizmente o fantasma da escravidão também esteve presente, como conhecemos tão bem com a nossa própria história.

Visitar pelo menos um dos históricos casarões dessas plantations deve fazer parte da sua viagem para New Orleans. Eu recomendo fazer o passeio por conta própria, alugando um carro e selecionando pelo duas fazendas para fazer o tour completo.

Nós escolhemos a Houmas House Plantation e a Laura Plantation. Ambas muito interessantes e bem distintas entre si.

Seguindo o mapa que coloquei acima, comece pela Houmas House, depois siga pela estradinha 18 passando pela Oak Alley Plantation (tenta parar em algum lugar para ver a entrada do casarão com os carvalhos em fileira, é fascinante, nós não a visitamos, pois pelas minhas pesquisas, o tour não vale a pena, então o jeito é tentar dar uma paradinha rápida, ou simplesmente passar por ela, como eu fiz, e suspirar rs rs rs…- foto para ilustrar), depois, continue até a Laura Plantation.

Para almoço, quem quiser esticar na Houmas House, o almoço é servido no Cafe Burnside das 11h às 14h, do contrário ali perto, tem o “The Cabin“, uma antiga plantation que virou restaurante, e por fim, para quem quiser algo mais roots e econômico, minha sugestão é levar comidinhas para picnic.

Minhas impressões sobre as Plantations:

Houmas House: na minha opinião ela representa todo aquele mundo imaginário que eu tinha de uma plantation. Um jardim rodeado de belos carvalhos, flores e vegetação local, um casarão lindo cercado por uma varanda de fazer inveja e o tour pelo interior da casa é muito bem explicado. A coleção de artefatos históricos impressionam, tem até kit caça vampire (risos). A casa foi completamente restaurada e hoje está aberta ao público. [Preço: US$24, o ingresso pode ser comprador online ou na lojinha da entrada].

Houmas House Plantation
O belo e imponente casarão do Houmas House!

Houmas House Plantation
Jardim no Houmas House

Visitando Plantations em New Orleans
Corredor de entrada do casarão no Houmas House!

Laura: essa é a unica plantation de origem criola* da região, e sua arquitetura é bem peculiar e bem mais “simples” que a Houmas House. Gostei do fato dela ainda possuir um exemplo da moradia dos escravos e saber que foi habitada até 1977. O tour é excelente e bem carismático.[Preço: US$20].

* Quando fala-se da origem criola em Louisiana, isso significa a cultura desenvolvida pelos franceses, negros e índios durante a colonização francesa na região, antes do estado de Lousiana ser vendido para os Estados Unidos, em 1803. Aliás, ler ou tentar entender essas nuances, faz sua viagem a New Orleans ser muito mais interessante.

Laura Plantation
Fachada da Laura Plantation

Laura Plantation
Varanda deliciosa da Laura Plantation

Laura Plantation
Exemplo da casas de escravos da Laura Plantation

Nesses dois tours que fizemos, nenhum abrange com muito detalhe a questão da escravidão, minha sensação, é que todo o sofrimento dos negros ainda está entalado na garganta e melhor não comentar! Então fiquei na minha…

Visitando Plantations em New Orleans
Homenagem aos negros, acrevo no Houmas House

Laura Plantation
Acervo do Laura Plantation

Para quem gostou muito de tudo isso, é possível passar a noite em algumas das plantations, ou participar de um jantar bem servido.

Outras plantations que eu adoraria ter visitado: Nottoway Plantation and Resort e Evergreen Plantation (essa dá para ver no caminho da estrada 18, depois que passar a Laura Plantation, coloquei no mapa para vocês visualizarem).  

Dia 4: Kayak no Swamp com Lost Land Tour

Não vou colocar o mapa nesse passeio, pois contratamos um tour para visitar o pântano de Louisiana (swamp), um dos programas para se fazer na viagem para New Orleans.

Pesquisei bastante antes de chegar na Lost Land Tours e quanto mais lia a respeito, mais me identificava com a filosofia da empresa e com a maneira que ela nos guiaria pelo swamp de Louisiana.

Adorei o estilo relax da Lost Land, pareciamos uma turma de amigos indo passear de kayak no final de semana, fácil de se sentir em casa, sabe?

swamptour-nola007

Como foi o tour de kayak pelo swamp:

Às 9 da manhã nos encontramos na casa de uma das donas da empresa, e depois de uma breve palestra ilustrativa e consciente sobre os problemas ambientais que o estado de Louisiana vêm enfrentando, seguimos de carro até o pântano (cerca de 1 hora de distância da cidade).

Swamp Tour em New Orleans
Na estrada para o swamp

A empresa oferece carona para no máximo 3 pessoas como cortesia, do contrário você precisa alugar um carro para poder ir, e foi o que tivemos que fazer, pois outras pessoas já tinham se inscrito antes da gente – alugamos na Hertz do Convention Center pegando logo de manhã e devolvendo a noite.

No swamp, foram quase 3 horas kayakando e curtindo a natureza, vimos jacarés, águias, pássaros, um bicho que se parece com uma mini-capivara etc … foi simplesmente perfeito.

Swamp Tour em New Orleans
Nosso almoço foi nesse antigo pesqueiro abandonado com direito a sanduiche de creme de amendoin com geleia (super gringo!)

O passeio é recomendado para quem gosta de natureza e aventura (nível leve), esquema sem frescura. Eu adorei e recomendo!

O que levar ou como se vestir: roupas leves que sequem rápido ou hipermeáveis, filtro solar e boné. Almoço e água é fornecido pela empresa.
Custo: $90 à $125 por pessoa, dependendo do número de pessoas que participar do tour.

Extra – Nossa experiência no hotel Renaissance Marquette

New Orleans não é um destino que eu classificaria como barato, na verdade, ele está mais para preços de Nova York que Orlando (risos), mas com um jeitinho e adaptação, tudo se ajeita.

Nós escolhemos o Hotel Renaissance Marquette e saiu de bom tamanho. A localização foi perfeita, pois estávamos no French Quarter, mas não no miolinho da bagunça e do barulho (coisas que mais nos incomoda em hotel).

Como somos membros elite do Marriott, tivemos o café da manhã incluído na diária, que ajudou, mas se esse não for seu caso, tem um café logo em frente ao hotel super gostoso.

Hotel em New Orleans
Nosso quarto no Renaissance Marquette

A cama era boa, o quarto silencioso e a estrutura do hotel bem arrumadinha. Ficaria lá de novo sem problemas… se bem, que em uma próxima oportunidade, vou olhar com carinho hospedagem no Warehouse District ou mesmo no Garden District, mas por ter sido minha primeira vez em New Orleans, eu adorei!

Você lembrou do seguro viagem? Ele é um dos itens mais importantes da sua viagem. O seguro viagem é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen e precisa ter uma cobertura mínima de 30 mil Euros. O Seguro viagem também é exigido em Cuba, Venezuela e Austrália. Nos demais países em que ele não é obrigatório também é recomendável a contratação, já que infelizmente não podemos prever acidentes. Nos Estados Unidos, o custo médico diário de uma internação é muito caro (uns U$2.000). Não esquecendo que o seguro é muito útil nos casos de cancelamento de viagem, extravio de bagagem e assistência odontológica. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 10% na hora de pagar. 

Clique aqui e ganhe 10% de desconto no seu seguro viagem

;

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI :

–  Reserve seu hotel no Booking.com ( sem taxa de reserva e a maioria dos hotéis oferece cancelamento grátis)

–  Compre seu seguro de viagem na Real Seguros (faz cotação em 10 ótimas seguradoras)

–  Compre seus Ingressos para atrações, excursões e passeios na Europa com a Get Your Guide

–  Alugue seu Carro na Europa com a RentCars

Índice com todos os posts do Viajoteca

Se você fizer sua reserva através dos links aqui da Viajoteca, a gente ganha uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Essa é uma forma de apoiar a Viajoteca a continuar escrevendo sempre ótimas dicas para você. Obrigada!

4 Comentários
  1. […] Sugestão de Roteiro : 4 dias em New Orleans (arredores – parte 2) […]

  2. […] Roteiro do que fazer nos arredores de New Orleans (Plantations e Swamp) […]

  3. CLAUDIO C ROCHA Diz

    boa noite, ja li, reli e estou trilendo. Uma duvida.
    Pq escolheu houmas house ao inves da Oak alley plantation?

    1. Mirella Matthiesen Diz

      Oi Claudio,
      Pelo que pesquisei o tour não vale a pena e o grande barato do Oak Valley é aquele cenário dos carvalhos e a casa ao fundo, nós nos contentamos em arranjar um lugar para parar o carro e somente ir lá no portão e tirar uma foto.
      Se tivesse mais tempo, com certeza eu visitaria também.
      Ajudei?

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.