Página Principal São Francisco Roteiro São Francisco – 4 dias e com mapa!

Roteiro São Francisco – 4 dias e com mapa!

por Mirella Matthiesen
87 comentários

San Francisco, na California, é um desses lugares que quanto mais tempo você fica, mais se apaixona. Uma cidade americana diferentona, liberal e muito linda! Elaborei um Roteiro São Francisco redondinho de 4 dias, que você pode usar como preferir, todos os dias ou apenas alguns deles.

Tentei encaixar os principais pontos turísticos de San Francisco de uma maneira que acho lógica e para quem gosta de andar, mas é possível utilizar transporte público ou uber / lyft para as distâncias maiores.

Para te ajudar a organizar sua viagem para São Francisco, recomendo também a leitura dos posts abaixo:

Roteiro São Francisco, 4 dias

Não Esqueça seu Seguro Viagem

Uma coisa que não pode faltar na sua viagem é um bom Seguro Viagem Internacional. Viaje tranquilo e esteja protegido/a se alguma emergência acontecer! O sistema de saúde americano é muito caro para turistas!!! Aproveite nosso link e receba no mínimo 5% de desconto!!!

Desconto Seguro Viagem

O que fazer em San Francisco, California

Não vou entrar em muitos detalhes sobre cada lugar que descrever aqui, a idéia desse roteiro de San Francisco é dar o caminho das pedras para você montar seu próprio itinerário.

Caso tenha apenas um dia para conhecer San Francisco recomendo fazer um tour com ônibus turístico estilo hop on-hop off para dar uma pincelada na cidade, ou uma excursão pela city que inclui visita ao Alcatraz, ou um cruzeiro de catamarã pela baía.

Nesse Roteiro São Francisco não incluí a região vinícola de Napa Valley e/ou Sonoma, já que não é um lugar de interesse de todo mundo. Para quem gosta de vinhos, não pode faltar, pois é um excelente bate e volta. Caso não queira ir de carro e prefira uma guia brasileira excelente para te levar, me manda um email que posso organizar esse tour privado para você e seu grupo ( [email protected] ).

Quando ir a San Francisco | Clima e Temperatura

O clima de San Francisco, na California é uma loucura e não segue os padrões das estações do ano regulares.

O verão (julho e agosto) trazem as nuvens baixas e temperaturas frias, mas quando chega o outono (setembro e outubro), o “personagem” carinhosamente apelidada de “Karl the Fog” (Karl, a névoa) recua e as temperaturas podem subir para a casa dos 20oC. Dessa forma, uma das melhores épocas para visitar são Francisco acontece entre setembro e outubro.

O inverno (janeiro e fevereiro) costuma ser um período chuvoso, mas no geral, a geografia única desta península, cria bolsões de ar quente e frio durante todo o ano, o que faz o clima se tornar imprevisível.

A temperatura média de San Francisco geralmente fica entre os 10C e 18C. Já colocou o agasalho na mala?

Qual a temperatura de São Francisco mês a mês

Já deu para se ter uma ideia de como o clima funciona em São Francisco, certo? Então deixo abaixo um gráfico visualizar o clima de San Francisco mês a mês:

Quando ir a São Francisco
A palavra “mean” é a média de temperatura para cada mês do ano.
E “precipitation” significa média do índice pluviométrico (mililitros por mês). Fonte da tabela: The Weather Networks

Como vocês puderam ver na tabela acima, chove relativamente pouco em São Francisco, especialmente nesses últimos anos, onde a seca está deixando todo mundo de cabelo em pé na California. O que pega na cidade de verdade, é a névoa que vai e volta durante o dia, e muda o clima de uma hora pra outra.

Sendo assim, durante o passeio pelo roteiro São Francisco, tenha sempre um agasalho por perto.

Curiosidades sobre o clima

  • Ao sair de San Francisco, para Sausalito ou Napa Valley, por exemplo, tudo muda de figura e as estações do ano como a gente aprende na escola, voltam a imperar. Então, não tome esse post como previsão do tempo para a região inteira de São Francisco, ok? Somente para a cidade…
  • As vezes, mesmo dentro da cidade de São Francisco, a diferença de temperatura é gritante, enquanto na região do Presídio faz frio e está todo encoberto, Missão Dolores está ensolarada e radiante. Então, quando eu digo que tudo pode acontecer durante um dia em São Francisco, vai por mim, não estou exagerando!
Karl the fog
Karl the Fog, a famosa névoa de São Francisco

Roteiro São Francisco

Dia 1 – Cable Car, Lombard St, Pier 39 e Embarcadero

Cable Car – “Powell – Hyde” & Lombard Street

Comece seu Roteiro São Francisco chegando cedo na região da Union Square, compre seu ingresso do cable car (bondinho) e vá curtir as ladeiras em uma das atrações mais bacanas de San Francisco. Imagine que esses bondinhos operam na cidade, nessas mesmas linhas, desde meados de 1870.

  • Você pode comprar ingresso do bondinho na bilheteria da Powell St, pertinho do ponto de partida dos bondes, ou online no app do MuniMobile. O ingresso single dá direito a somente uma rodada ($8), mas se comprar o passe do dia ($13 – One Day Pass), ele pode ser usado em todo sistema de transporte, incluindo o cable car e até o trem de/para o aeroporto (tem Day Pass para 1, 3 e 7 dias)
  • Prepara-se para esperar pelo bondinho, pois tem sempre uma fila monstruosa. Muitos recomendam pegar o bonde uma estação pra frente, mas se quiser evitar o tumulto, o ideal é pegar o bonde logo cedo ou a noite.

A linha do Cable Car que você deve pegar na Powell St é a “Powell – Hyde”.

Desça na famosa rua sinuosa Lombard Street para ver como ela é bonita e diferente. Depois, se tiver o Day Pass do bondinho, você pode pegá-lo até o ponto final dessa mesma linha, a Ghirardelli Square, ou desça a pé, a ladeira é bem íngrime, bom para as panturrilhas! 🙂

Ghirardelli Square e Fisherman’s Wharf

Na Ghirardelli Square você pode tomar um sorvete ou comprar chocolates na Ghirardelli, uma chocolateria muito tradicional de São Francisco e de todo os Estados Unidos. São duas lojas nesse mesmo ambiente, praticamente uma do lado da outra, a original e uma mais moderninha.

Nessa mesma pracinha tem também algumas galerias e o Aquatic Cove, uma praia artificial que é bacana observar as pessoas nadando na água geladíssima!

Agora pegue a Jefferson Street e vá caminhando até o Fisherman’s Wharf uma região meio sujinha, tumultuada e cheia de restaurantes de frutos do mar. Algum dos pratos típico da região de San Francisco são o Cioppino ou o caranguejo (Dungeness crab), mas eu gosto mesmo é da sopa de clam chowder no pão da padaria Boudin! Aliás, o Boudin Bakery original, fica bem no meio desse ambiente e se estiver com fome, uma sopinha desce muito bem.

  • A Boudin Bakery tem em vários lugares de São Francisco, essa da Fisherman’s Wharf foi a primeira da rede.
  • Nessa região do Fisherman’s Wharf tem muitas lojas de souvenirs baratos, se precisar comprar algumas lembrancinhas.

Nesse miolo você também irá encontrar o Musée Mecanique, um museu especializado em jogos históricos, um lugar bem alternativo, mas vale a visita rápida, a entrada é gratuita e os jogos são pagos em moedas.

Roteiro São Francisco, 4 dias

Pier 39

A Embarcadero é a rua que vai contornando a baía de São Francisco do Fisherman’s Wharf até um pouco depois da Bay Bridge (ponte). Dessa forma, pegue a Embarcadero e vá caminhando até o Pier 39.

O Pier 39 é um dos locais mais visitados de São Francisco. Na minha opinião o lugar é mega turístico, mas não posso negar que é gracinha, especialmente durante a semana quando tem menos gente! Se perca entre as lojinhas, restaurantes e claro, não esqueça de ver os leões marinhos.

Roteiro São Francisco, 4 dias
  • São quase dois quilômetros de caminhada do Pier 39 ao Pier 7, então, se preferir pegue um taxi ou o bonde histórico L-OWL até a estação “The Embarcadero & Broadway” e vá curtir a vista do Pier 7.

Do contrário… volte para a Embarcadero e vá andando até chegar no Pier 33, que não tem muito pra ver, mas para quem for visitar o Alcatraz (dia 3 do roteiro) já fica a dica do local de onde saem os barcos da excursão oficial, aquela que estaciona na ilha do Alcatraz.

Se for caminhando, você passará pelo Pier 27, o novo terminal de cruzeiros de São Francisco, e pelo museu Exploratarium.

O Pier 7 pode até parece meio sem graça, mas seguindo até o final e olhando para San Francisco, vai te render uma das melhores fotos do skyline da San Fran. Adorooooo! (ver imagem abaixo para entender o que estou falando).

  • Caminho alternativo: do Pier 7 vá sempre seguindo pertinho da água, eu acho mais gostoso ir por ali do que pela avenida principal.
Roteiro São Francisco

Ferry Building e Union Square

Continue pela Embarcadero até o Ferry Building e curta as guloseimas, os azeites, os queijos e todas as coisas deliciosas que tem lá dentro. Se não tiver uma fila gigante, tente experimentar um dos melhores cafés de SF no Blue Bottle, ou a famosa sorveteria com sabores alternativos, Humphry Slocombe.

  • Restaurantes legais da região do Embarcadero/Ferry Building: aproveitando a oportunidade, os restaurantes La Mar Cebicheria (peruano), o Coqueta  (espanhol) e o The Slanted Door (vietnamita) são maravilhosos para o jantar, mas tem que fazer reserva com antecedência!

Termine seu roteiro na escultura “Cupid’s Span na rua Embarcadero, quase embaixo da Bay Bridge, que deve também ser apreciada (e a noite ela fica ainda mais bonita!). Eu adoro essa escultura!

Roteiro São Francisco, 4 dias

Dependendo de onde estiver hospedado e do horário, você pode retornar para seu hotel, ou seguir a pé, de taxi ou transporte público até a Union Square pela Market Street, exatamente de onde começou o dia. Lá tem vários shoppings (Macy’s e Westfield, por exemplo), lojas de marcas famosas e a pracinha que tem algumas esculturas de corações.

Para jantar você pode ir para North Beach, Chinatown ou alguns dos restaurantes do Ferry Building que mencionei acima.

PS: Se preferir, você pode fazer esse roteiro invertido, ou começando de qualquer outro ponto, mas lembre-se da ladeira entre o Ghirardelli Sq e a Lombard Street, você praticamente sobe ou desce a Hyde Street deitado/a (risos).

Union Square em San Francisco
Union Square vista de cima, foto tirada do terraço do restaurante Cheesecake Factory, no topo da Macy’s.

Chip de Internet para os EUA!

Use nosso cupom: VIAJOTECA e garanta 15% de desconto na compra do seu chip de internet 4G com “O Meu Chip“! Super promoção!

Chip celular Estados Unidos

Dia 2 – Pedalando pela Golden Gate, Marina e Sausalito

Esse dia dois do nosso Roteiro São Francisco foi feito especialmente para quem sabe andar de bicicleta e tem um condicionamento físico bom para ir até Sausalito pedalando. Caso saiba andar de bike mas precisa de uma forcinha, tem sempre a opção de alugar bikes elétricas para te ajudar nas subidas, falo disso mais abaixo.

Do Pier 39 até Sausalito são cerca de 15km e o retorno é de balsa.

O passeio para Sausalito é IMPERDÍVEL, a cidade é uma gracinha!!! Mas se houver restrições da sua parte, vá para Sausalito de qualquer jeito: de balsa, carro ou tour! E se precisar de um guia que fala português para te levar, fale comigo que agendo para você ([email protected] – mirella com dois L)

Como alugar bicicleta em San Francisco

Alugue sua bicicleta no Fisherman’s Wharf, nós usamos a Blazing Saddles, mas qualquer outra empresa de bike resolve. Abaixo algumas opções para já deixar isso organizado, e prefira alugar com o ingresso da balsa já incluído, uma coisa a menos para se pensar.

Minha dica é alugar uma bike para o dia inteiro, assim, dá pra explorar tudo com calma – não esqueça do capacete e nem de comprar o seguro, as empresas vendem esses extras no dia que você for pegar as bikes.

As empresas de aluguel de bicicleta também podem te ajudar com o roteiro até Sausalito, não tem muito mistério, pois o caminho é quase sempre o mesmo. Veja o mapa e algumas dicas para esse roteiro de São Francisco a Sausalito:

Roteiro de bike de SF a Sausalito

O passeio mais tradicional começa no Fisherman’s Wharf e vai beirando a baía. Curta a Marina (um dos meus bairros favoritos de San Fran), dê uma espiada no espaço do belo Palace of Fine Arts (lá perto tem a escultura do Master Yoda para quem gosta), passe pelo Crissy Field e depois vá subindo do parque Presidio até a ponte Golden Gate

Se perca um pouco a pé no centrinho de Sausalito, a cidade é uma graça e recomendo 3 restaurantes que provei e adorei: um fica praticamente em frente a estação do ferry, o mexicano Copita, o outro fica passando o Yatch bar e chama-se Bar Bocce (adoro) e o mais afastadinho chama-se o Le Garage Bistro (dica da Mary e que adotei, fique atento/a aos horários de funcionamento desse último restaurante).

Se der tempo, aproveite a bike e vá até as casas barcos de Sausalito, teoricamente só os moradores podem entrar, mas os portões estão abertos durante o dia (respeitando o local, geralmente não tem problema, mas veja bem, comigo foi tranquilo, mas só dei uma espiadinha!).

Vá ao terminal de ferry para retornar a São Francisco, ponto de chegada, Ferry Building. Aproveite para jantar em algum lugar próximo ao lugar de retornar a bicicleta ou do seu hotel.

Eu e o marido pedalando em San Francisco

+ JOGOS DA NBA – COMO E ONDE COMPRAR INGRESSO

+ SÃO FRANCISCO: TOURS GRATUITOS QUE VALEM A PENA

+ DUAS BELAS ESCADARIAS DE SÃO FRANCISCO


Dia 3 – Alcatraz, Coit Tower, Chinatown e Civic Center

Visitando o Alcatraz

Na minha opinião, a melhor maneira de visitar lugares é evitando os horários de pico, dessa forma, quem for do meu time deve agendar a visita a ilha de Alcatraz no primeiro horário (8h40) ou a visita noturna (Night Tour).

Se optar pelo primeiro tour da manhã, assim como eu, ao desembarcar na ilha do Alcatraz, não fique ouvindo o guarda dar dar instruções, suba direto para a prisão, pegue seu audio-guide (que tem versão em português e já está incluído no valor do ticket) e “curta” o Alcatraz inteiramente pra você. 🙂

Acredito que 2 horas seja o suficiente para conhecer toda a ilha (e 3 horas para os detalhistas).

>>> Aqui todas as dicas de como visitar o Alcatraz

Alcatraz em São Francisco
Um look diferente das celas do Alcatraz… o tour vale a pena, mas o clima do lugar é muito pesado e triste!

Coit Tower no Telegraph Hill

De volta a São Francisco, siga para Coit Tower no Telegraph Hill, uma torre no alto da colina que oferece uma bela vista da baía. Como ela fica no alto, prepara a panturrilha, se não quiser subir a pé, pegue o ônibus 39 que sai do Pier 39 e vai direto para o Telegraph Hill, ou pegue um uber ou taxi. Aprecie a vista, conheça os murais do piso térreo (tema sobre a década de 30 e a vida californiana), e suba na torre se quiser ($7).

North Beach ou Little Italy

Descendo a Coit Tower, em alguns quarteirões você estará em North Beach ou Little Italy, siga para Washington Square e veja aqui todas as dicas para um roteiro na Little Italy/North Beach de São Francisco.

Aproveite para almoçar em alguns dos restaurantes ao redor da praça ou os da rua Columbus. Como, por exemplo, o Calzone’s ou os sanduíches do Mario’s Bohemian Cigar Store Cafe (não tem mesa). Se quiser somente um café com uma trufa de chocolate, vá no XOX Truffles.

Washington Square em North Beach
Washington Square em North Beach

Chinatown

Logo ao lado de Little Italy, fica a famosa Chinatown de São Francisco.

São muitas ruazinhas escondidas e muitas histórias pra contar, mas se seguir o mapinha que eu coloquei acima, você passará pela Stockton que é a rua do mercado chinês (lotado e bem típico com frutas, legumes, carnes e tudo mais), depois conhecerá a ruazinha Ross Alley com sua a fábrica de bolachas chinesas e o senhor Jun Yu tocando o instrumento Erhu (nem sempre ele está lá, mas…).

Continue pela Grant St, a rua do comércio de souvenirs e antiguidades até chegar na Union Square (que você provavelmente já explorou ontem).

Dragon's Gate em Chinatown
Portão do Dragão (Dragon’s Gate), entrada ou saída de Chinatown (entre as ruas Grant x Bush)

Civic Center

Ainda tem perna? Vamos então conhecer a região do Civic Center, o centro político de São Francisco.

Vale notar que no momento que estiver caminhando pela Market Street até a UN Plaza, as pessoas que frequentam essa parte da rua são esquisitinhos (mendigos, caras estranhas e malucos falando sozinhos), mas como eu nunca tive problema, recomendo a caminhada desde que não tenha anoitecido, do contrário, com o mesmo ticket do ônibus que foi pra Coit Tower, você pode pegar a linha F na Market St até o UN Plaza – se não tiver com tempo vencido, é claro!

Chegando na UN Plaza, passe pelas colunas até chegar na prefeitura (City Hall), não deixe de entrar no prédio da prefeitura, que além de ter uma belíssima arquitetura exterior, interiormente a parte da rotunda é majestosa – entrada gratuita para o público das 8hs as 20hs.

Se quiser jantar ou tomar um café na região, siga para Hayes Valley, há menos de 2 quarteirões da prefeitura, um lugar super descolado de San Fran com várias lojas e restaurantes (Hayes St, entre Franklin x Laguna). Volte para seu hotel de taxi ou transporte público.

Civic Center em São Francisco
UN Plaza levando até a City Hall (Prefeitura de São Francisco)

+ UM GIRO PELA COSTA DA CALIFÓRNIA EM 12 CIDADES

+ O QUE FAZER EM LAS VEGAS – 15 DICAS LEGAIS!

+ RUAS EM SÃO FRANCISCO NA CALIFORNIA QUE VOCÊ PRECISA CONHECER!


Dia 4 – Casinhas vitorianas, Haight St, Golden Gate Park e Castro (e Mission)

Alamo Square

Comece o dia na Alamo Square, uma das pracinhas mais fofas da cidade e que não pode faltar no seu Roteiro São Francisco.

Admire as casinhas vitorianas (incluindo as Painted Ladies, um dos cartões postais de São Francisco) e a vista linda da baía e da cidade.

Na esquina da Fulton x Scott, se ainda não tomou café da manhã, recomendo dois lugares ali do lado:  o restaurante Nopa (café da manhã somente aos finais de semana) ou pegue um sanduíche no mercadinho Bi-Rite (do lado do Nopa, que abre diariamente as 9h). Volte pra Alamo Square para comer, fazer isso é a cara de São Francisco.

Alamo Square em São Francisco
Domingo ensolarado na Alamo Square

Haight x Ashbury

Da requintada Alamo Square, você vai cair na época “Flower Power” e dos hippies de San Francisco, na região da Haight x Ashbury, outra atração de San Francisco interessante.

Siga o caminho descrito no mapa acima (dia 4), passando pela praça entre as ruas Fell e Oak, que é uma graça. Não deixe de prestar atenção nas casas vitorianas que são muitas e vai fazer você se apaixonar e se sentir imerso/a em São Francisco.

A Haight St pra mim é completamente diferente de todo o resto do bairro, pois ela é ultra-alternativa e chega até ser engraçada em alguns momentos (as vitrines especialmente são sensacionais!).

Caminhe por ela até o parque Golden Gate Park e no caminho, se gostar de discos de vinil, a loja Amoeba Music é bem legal e clássica!. Quem quiser explorar um pouco a região é bacana descobrir onde várias personalidades moraram por lá (incluindo Janes Joplin, Jimi Hendrix, entre outros).

Lojas da Haight Street
Uma das vitrines da Haight Street 🙂

Parque Golden Gate

O Parque Golden Gate, que muitos confundem com o parque Presidio, não fica do lado da Golden Gate Bridge (a ponte vermelha e símbolo de San Francisco), acho que eles fizeram isso só pra nos confundir nossa cabeça, só pode ser!

Mas fazendo um paralelo com Nova York, podemos considerar o Golden Gate Park o “Central Park” de San Francisco. As principais atrações do parque são o Conservatory of Flowers e os museus ao redor do Music Concourse. Dá pra fazer tudo isso a pé, mas de repente alugar uma bike por uma hora pode ser uma boa alternativa para conhecer o restante do parque!

Tem uma loja de bike logo no final da Haight e começo do parque ao lado do supermercado Whole Foods.

  • Dica: bem na entrada do parque, quando você sai da Haight St, tem muitos mendigos/drogados/maluquinhos que geralmente assustam, mas eles só ficam por ali e nunca me causaram problemas, o restante do parque é super tranquilo e muito lindo.
Golden Gate Park de bike
Marido (Kiko) quase em frente ao Conservatório de Flores…

Continuando nosso roteiro São Francisco, vamos chegar na Castro, mas no caminho, recomendo uma passadinha no Parque Corona Heights para ter um visual bonitão de São Francisco, aliás, em vários parques da cidade você tem vistas incríveis que sempre vale a pena explorar. Se estiver cansado/a, dá para ir do Golden gate Park ao bairro Castro de ônibus (linha 33).

Visual de São Francisco
Vista de São Francisco desde o Parque Corona Heights

Castro

O bairro “Castro” se transformou na década de 60 e 70 na primeira comunidade gay americana, segundo wikipedia, a maior delas atualmente.

Símbolo de resistência frente a uma sociedade preconceituosa e racista, seu residente mais famoso foi o Harvey Milk (lembra do filme do Sean Penn?). Acho que vale muito a pena pesquisar sobre a Castro e sua importância para a comunidade LGBT.

A principal atração turística da rua é o The Castro Theatre (cinema), o pessoal fala muito do Hot Cookie, mas achei sem graça, mas já que está lá, conheça essa lojinha de bolachinhas ao lado do cinema. Não se impressione se encontrar algumas pessoas peladas passeando por ali.

Castro em São Francisco
Castro em São Francisco … o sol não ajudou nesse foto 🙂
  • Agora a decisão é sua: Cansou de andar, quer relaxar? Pegue o bonde (linha F – $2) que te leva de volta pra Union Square, Ferry Building ou Pier 39. Ainda não escureceu e está no pique e quer conhecer mais um bairro bacana de São Francisco? Vamos para a Mission.

Mission

Depois de conhecer o belo parque Mission Dolores, explores aos controversos murais, a missão jesuíta e a forte influência latina, uma bairro eclético e muito autêntico.

No mapa do dia 3 desse roteiro San Francisco, deixei as ruas para conhecer, mas logo aviso que é somente um pedacinho do que o bairro tem a oferecer, mas já dará para dar uma ideia.

Clarion Alley na Mission
Clarion Alley, os murais em constante mutação. O que eu vi ontem, você não verá hoje…

Dicas extras para seu Roteiro São Francisco

1- Se tiver apenas 2 ou 3 dias em São Francisco, recomendo retirar lugares que não te atraíram na descrição acima. Ou faça um tour de carro com uma guia especializada e que fala português, fala comigo que eu organizo isso para você (valores a partir de US$280 por dia para até 3 pessoas – email: [email protected] – com dois Ls)

2- São Francisco, na minha opinião, é uma cidade inesgotável, dessa forma, criar um roteiro de 4 dias foi super difícil e sei que faltaram muitos pontos. Tentei de alguma forma, agregar os locais que mais gosto e que acredito que formem um pouquinho da alma da cidade. Tem muito mais a explorar e eu mesma continuo me perdendo e me redescobrindo dentro de San Fran.

3- São Francisco é uma cidade para ser explorar a pé, apesar das ladeiras. Além de ser gostoso passear caminhando, você também economiza muito com estacionamento, que são caríssimos!

4- Não moro em São Francisco, mas desde Novembro 2013, estou indo/vindo mensalmente a São Francisco passar de uma a duas semanas na cidade, sem contar que em 2005 morei 4 meses em Berkeley durante meu curso de extensão na U.C. Berkeley. Estou me sentindo local kkkkk…

5- Dúvidas e sugestões, são mais que bem-vindas na caixa de comentários. no final dessa página.

6- Espero que gostem desse Roteiro São Francisco.

7-Tem mais tempo? Inclua a região dos vinhos de Napa e Sonoma, uma delícia e muito romântica (mas tem que gostar de bebericar, lógico!).

Ajude o Viajoteca, faça suas reservas usando nossos links:

Todas as Viagens - Botão Seguro Viagem

 

Botão Chip de Celular
Todas as Viagens - Botão Passagem aérea

 

Botão Hoteis

Todas as Viagens - Botão Aluguel de carro

 

Botão Ingresso

LEIA TAMBÉM:

87 comentários

andreza 15 de julho de 2014 - 03:52

Obrigada por sua MEGA contribuição na minha viagem ;D

Responder
Mirella Matthiesen 15 de julho de 2014 - 18:27

Opa, um prazer Andreza, precisando de mais alguma coisa, estou a disposição 🙂
Abs e boa viagem!

Responder
Viagem a São Francisco ... introdução | Viajoteca - Blog de ViagensViajoteca – Blog de Viagens 22 de julho de 2014 - 20:13

[…] Leia mais: Roteiro de 4 Dias em São Francisco […]

Responder
Dicas de Viagem: Estados Unidos 24 de julho de 2014 - 22:53

[…] / Solvang (California) San Diego I & Laguna Beach (California) San Diego II (California) Sao Francisco – Roteiro de 4 dias com mapa Sao Francisco – introdução São Francisco: Dicas do bairro North Beach (Little Italy) Sao […]

Responder
cleversoncunha 31 de julho de 2014 - 22:57

Olá Mirella,
O que você mudaria no seu roteiro se a viagem fosse no inverno?
O seu texto é uma delícia de se ler! Parabéns

Responder
Mirella Matthiesen 2 de agosto de 2014 - 14:56

Oi Cleverson,
Como o inverno de San Francisco não neva ou faz temperaturas muito frias como no norte, eu não mudaria nada … Eu só tentaria ir na Golden Gate e telegraph hill num dia de sol e se der sorte no alcatraz tb…
E leve agasalho… Pois o vento corta 🙂

Ah… Adorei que gostou do texto! Volte sempre 🙂

Abs

Responder
Tiago 4 de agosto de 2014 - 10:36

De que horas começa a anoitecer em San Francisco?

Responder
Mirella Matthiesen 4 de agosto de 2014 - 15:27

Oi Tiago,
Esse horários variam muito de acordo com a época do ano, sendo que no verão os dias são mais longos, escurecendo por volta das 8pm e no inverno por volta das 5h30pm.
Esse website te dá uma ideia de acordo com os meses: http://www.gaisma.com/en/location/san-francisco-california.html
Espero ter ajudado 🙂
Abs

Responder
Tiago 5 de agosto de 2014 - 11:58

Muito obrigado

Responder
Mirella Matthiesen 5 de agosto de 2014 - 13:23

Opa, sempre que a gente puder ajudar, estaremos por aqui 🙂
Abs

Responder
Joao Marcelo Correa 5 de agosto de 2014 - 13:56

Oi Mirella! Amei suas dicas e muito obrigado por tantos detalhes e tanto cuidado para que tudo ficasse bem fácil e explicado para nós, leitores e viajantes. Estou indo para San Francisco em março de 2015 e vou usar suas dicas como base de meu roteiro, pois só ficarei 2 dias e meio por lá. Por isso, seu blog está sendo muito importante para tentar aproveitar o máximo possível. Mais uma vez, muito obrigado! Um grande abraço!

Responder
Vitoria 6 de agosto de 2014 - 15:58

Oi Mirella! Muito boa suas dicas, vou usar como orientações para minha viajem. Vou viajar no final de agosto/2014 e ficarei 4 dias em San Francisco e 4 dias em Las Vega. Que tipo de roupa você sugere levar?
Obrigada!!

Responder
Mirella Matthiesen 6 de agosto de 2014 - 19:44

Oi Vitoria,
Olha… pra ser sincera São Francisco sempre me surpreende, pois está sempre friazinha e precisando de um agasalho, especialmente a noite.
Se você for desembarcar primeiro em São Francisco, eu recomendo olhar o clima um ou dois antes da sua viagem para fechar a mala e ver se precisará de algo mais quentinho. Na minha mala, nessa época do ano, sempre vai um agasalho para o dia e um para a noite, levo sempre um cachecol bem levinho de pano, para caso esfrie mais, especialmente perto da baia (alcatraz e Golden Gate). Nessa minha última viagem a São Francisco (duas ultimas semanas de Julho), peguei uma semana super gostosa, de usar camiseta de dia… mas na outra semana esfriou e sempre levava o casaquinho durante o dia…
Las Vegas com certeza estará quente durante o dia, mas como é no meio do deserto, a noite pode dar uma esfriadinha, mas nada que uma camisa não resolva.
Ajudei?
Abs

Responder
Vitoria 7 de agosto de 2014 - 10:16

Obrigada!!! Ajudou muito!!

Responder
Joseane 7 de agosto de 2014 - 19:07

Mirella seu blog é muito bom. Parabéns!
Irei em novembro para Califórnia. Fico 4 dias em São Francisco e com certeza vou tomar por base esse roteiro maravilhoso que você gentilmente nos premiou.
Chegarei dia 20/11 e gostaria de saber como é a temperatura nessa época. Costuma já fazer muito frio?
Abçs e obrigada pela ajuda.

Responder
Mirella Matthiesen 8 de agosto de 2014 - 16:25

OI Joseane,
Que legal que está gostando do blog, volte sempre para mais dicas ou nos contar como foi sua viagem 🙂
São Francisco é sempre fria… em novembro, pense em uma variação de 10 a 17 graus.
Abs

Responder
Lenise 18 de agosto de 2014 - 18:51

Oi, muito legal as dicas! Amei..obrigada!
Não poderei fazer tudo isso de bike ou a pé porque estou indo com meu pai que já é idoso e não tem mais pique pra isso tudo rsrsrs. Gostaria de saber se é possível chegar na maioria desses pontos turísticos, principalmente a praças Alamo Square de bonde ou ônibus.. obrigada!!!

Responder
Mirella Matthiesen 19 de agosto de 2014 - 11:46

Oi Lenise,
Coincidentemente, estou essa semana fazendo esse roteiro com minha mãe e meu sogros e estou testando o pique deles (risos).
A maioria dos lugares dá para se chegar de ônibus sim e andar um pouquinho ao redor e pegar o onibus pro proximo. O ticket atual de onibus custa 2 dolares (vai aumentar em setembro, se não me engano) e te dá direito a usa-lo por 1h30.
Dá pra chegar na Alamo Square sem problemas de onibus, mas não de bondinho (as linhas de bondes são bem turisticas e não cobrem toda a cidade). Uma opção pra vocês poderia ser aqueles onibus hop on – hop off…
Abs

Responder
Lenise 2 de setembro de 2014 - 19:33

Obrigada querida! Eu tinha ouvido falar sobre esses ônibus, hop on- hop off, é uma boa! Mas estou pensando também no CityPass, pq vamos de carro até Los Angeles e quero muito visitar o Aquário de Monterey, que está incluso no CityPass, juntamente com outras atrações e também transporte né. Desculpa o abuso, mas você poderia me recomendar um lugar legal que seja possível curtimos um bom jazz? Obrigada mais uma vez!!!

Responder
Mirella Matthiesen 4 de setembro de 2014 - 12:30

Oi Lenise,
O hop on hop off pode ser uma boa, mas eu particularmente não gosto desses onibus, então sou super suspeita para dar minha opinião. Eu nunca fiz as continhas sobre o citypass, mas se quiser visitar todas as atrações dele, com certeza vale a pena.

Eu fui num bar de jazz super alternativo em SF chamado Sheba Piano Lounge, um bar de jazz pequeno e intimista com comida etiope na Fillmore St (que é onde rolam os principais bares de jazz na cidade). Dá uma olhadinha nesse link http://sfist.com/2013/09/11/best_jazz_clubs_in_san_francisco.php, talvez te ajudem com as pesquisas.
Abs e obrigada pela visita!

Responder
Roberto Carvalho 5 de setembro de 2014 - 16:56

Boa tarde Myrela, meu nome e Roberto Carvalho, sou advogado, moro no Rio de Janeiro, gostei muito das suas dicas, vou viajar p/São Francisco no final do ano em Dezembro nas minha ferias, c/minha esposa, chego dia 18; vou ficar no bairro Nob Hill na Washington Street, aluguel um apto; vou passar 4 dias em São Francisco depois vou de carro até Los Angelis passar o Natal com um amigo; já viajei para varias Cidades Americanas, mas SFO e 1 vez; alguma dica alem das que eu li. desde já agradeço. Muito obrigado.

Responder
Mirella Matthiesen 7 de setembro de 2014 - 14:18

Oi Roberto,
Que bom que gostou do roteirinho … como vai ficar em Nob Hill, eu só recomendo treinar as panturrilhas, pois essa parte da cidade (que é linda) fica no alto e vai ter muita ladeira para subir e descer.
Recomendo a leitura de outros posts que estou escrevendo sobre San Francisco aqui no Viajoteca nesse link.
Abs

Responder
Régis 18 de setembro de 2014 - 17:05

Muito legal o roteiro!! top tip.

Responder
Mirella Matthiesen 19 de setembro de 2014 - 12:16

Opa! Quem bom que gostou … deu trabalho de fazer, mas acho que vai ajudar muita gente a montar o roteiro por San Fran.
Abs

Responder
Adriana Minami 22 de setembro de 2014 - 06:40

Parabéns adorei suas dicas! Super úteis para quem está planejando a viagem! Obrigada!

Responder
Mirella Matthiesen 22 de setembro de 2014 - 14:34

Opa, que bom que gostou Adriana!
Qualquer dúvida estou a disposição 🙂
Abs

Responder
Silvia Sampaio 27 de setembro de 2014 - 20:30

Mirella, vou passar apenas um dia em SFO, chegando 8hs e partindo de noite. Estamos planejando pela manhã pegar uma condução do aeroporto para o Powell do Bart, onde sai o cable car pro Fisherman’s Wharf (se você souber dizer qual, por sinal) para descer na Lombard Street e depois ir para o Fishermans. De lá iremos para a Golden Gate. 13hs teremos que estar no Pier 33 para pegar o barco para Alcatraz. Será que dá tempo? Consideramos que estaremos de volta até umas 17hs, nao sabemos o que fazer até a hora de ir para o aeroporto de volta. Você tem alguma sugestão que naõ seja compras Agradeço desde já a ajuda. E adorei seu blog. Estamos lendo também sobre AUS e NZ, pois iremos ano que vem.

Responder
Mirella Matthiesen 28 de setembro de 2014 - 11:34

Oi Silvia, Tudo bem?
Sinceramente, acho bem apertado esse roteiro e tenho receio que não dê tempo.
Mas enfim, o cable car que devem pegar o da “Powell-Hyde”, eles sempre param na Lombard St, então não tem erro e de lá é só descer até a Ghirardelli Square e virar a esquerda na Jefferson para o Fisherman’s Wharf e Pier 39. De repente, eu pegaria um taxi da Lombard Street até a Golden Gate, olharia o que tem que ser visto e depois desceria no Fisherman’s Wharf e então caminharia pelo Pier 39 e segueria até o Pier 33 (do alcatraz). Terminando o Alcatraz e ainda com tempo, continue pelo embarcadero até o Ferry Building, a Bay Bridge e a Cupido.
Eu sinceramente não sei se vai dar tempo, pois tudo tem que funcionar feito relogio até o Alcatraz, mas vai controlando o tempo e se adequando.
Abs,
Mirella

Responder
Ana heymann 29 de setembro de 2014 - 16:49

Olá Mirell,a gostaria de atravesar a ponte com bicicleta eletrica pois não tenho tanto preparo físico, você acha mais fácil ? Paso Robles é uma boa em vez de Napa (já que fica no caminho até LA)?
Abs
Ana

Responder
Mirella Matthiesen 29 de setembro de 2014 - 17:02

Oi Ana, Tudo bem?
Eu nunca experimentei andar de bicicleta eletrica, então não tenho ideia… mas se não precisar pedalar, com certeza será mais fácil 🙂
Paso Robles ainda não fui, mas está na lista. Na semana passada experimentei um vinho de lá chamado Justin (Cabernet Sauvignon) e adorei! Esta na lista 😉

Abs

Responder
Cláudia Diogo 14 de outubro de 2014 - 22:17

Oi Mirella, parabéns pelo blog. Super gostoso de ler, e bem objetivo. Estou indo com meu filho de 7 anos no início de dezembro. Você tem alguma dica pra priorizar algum passeio para ele? Meu marido quer ir a Alcatraz. É permitida a entrada de criança? Obrigada. Abs. Cláudia.

Responder
Mirella Matthiesen 15 de outubro de 2014 - 13:23

Oi Claudia, Tudo bem?
Que legal que está gostando do blog, a gente faz com muito carinho 🙂

Com criança o ideal é ir mais lentamente e de repente usar mais transporte público para as maiores distâncias, eu uso muito ônibus em San Francisco e nunca tive problema. A criança gosta muito do passeio pelo Embarcadero e tem o museu Exploratorium no caminho que as criancas costuma gostar… no Golden Gate parque, tem um playground bem bacaninha chamado Koret Playground & Carousel, é uma boa opção para fazer um picnic e a criançada brincar um pouco.
Pode levar criança sim no alcatraz… mas não esqueça de comprar ingresso antes.
Abs

Responder
Ana 15 de outubro de 2014 - 14:05

Mirella, me ajude mais uma vez…Hotel em Fisherman’s Wharf ou Union Square ?

Abs
Ana Heymann

Responder
Mirella Matthiesen 15 de outubro de 2014 - 14:26

Oi Ana,
Eu prefiro Union Square … acho melhor localizado, mas o Fisherman’s Wharf tb é legal pra turistas e geralmente tem preços de hoteis melhores 🙂

Ah… se for usar o booking para reservar hoteis, please use nosso link: http://www.booking.com/?aid=395043 🙂 Obrigada!
Abs

Responder
Ana Heymann 16 de outubro de 2014 - 09:05

Obrigada Mirella…você indica algum ? Não preciso de luxo, só não gosto de hotel antigo…

obrigada

Responder
Mirella Matthiesen 16 de outubro de 2014 - 16:09

Oi Ana,
Como o Kiko vai a trabalho e temos cartão fidelidade do Marriott, sempre ficamos no Marriott. O que eu mais gosto é o Marriott Union Square, mas também ficamos com frequência no Marriott Marquis, depende qual dos dois oferece melhor preço, pois SF é uma loucura em questão de preço de hoteis, muda a cada 2 dias e a gente fica feito tonto procurando (reservando e desreservando… risos!).
Abs

Responder
Ana 16 de outubro de 2014 - 16:19

Obrigada mais uma vez !!!

isabel 17 de outubro de 2014 - 10:32

Oi Mirella,
Muito bom o roteiro!
Como costuma ser o tempo em fevereiro em SF? O que você sugere levar na mala? Obrigada pelas dicas! Ainda estou procurando local para ficar, alguma sugestão de bairro, que seja bem localizado e próximo dos principais pontos turísticos? Serão apenas 3 dias.

Responder
Mirella Matthiesen 22 de outubro de 2014 - 09:57

Oi Isabel,
Em fevereiro está já bem friozinho, um agasalho forte e camisetas de gola alta são indicadas, a media de temperatura é geralmente de 16 a 9C, mas tem sempre um ventinho que as vezes atrapalha e joga a sensação térmica pra baixo.
Sobre onde ficar, eu escolheria Union Square ou a região do Fisherman’s Wharf.
Super boa viagem e depois me conta como foi 🙂
Abs

Responder
Tissa 26 de outubro de 2014 - 18:30

Excelente post! Obrigada!!!! Vai ser muito útil !!!

Responder
Mirella Matthiesen 27 de outubro de 2014 - 16:36

Que legal que gostou Tissa… precisando de algma informação extra, estou a disposição.
Abs

Responder
Miguel Gustavo 14 de novembro de 2014 - 08:27

Oi Mirella !!
Gostei muito do seu blog e da forma que é escrito, parabéns !
Já viajei para algumas cidades americanas, mas em SF, será a primeira vez.
Estou em dúvida com relação ao clima, penso em ir na metade de fevereiro (dia 15), você poderia me dizer como é o clima, por favor ? Qual a temperatura em média ? Chove muito ?
Já li que em SF não faz tanto frio como no norte, mas nada melhor do que perguntar a quem sabe.
Muito obrigado

Responder
Mirella Matthiesen 17 de novembro de 2014 - 21:54

Oi Miguel, Tudo bem?
Veja bem … São Francisco é realmente uma cidade fria praticamente o ano inteiro, mas no inverno, ela é mais “quente” que as cidades do norte dos Estados Unidos e Canadá, então tem que levar isso em consideração.
Para fevereiro, imagine uma media de temperatura entre 9 e 16C, mas se estiver ventando a sensacão térmica pode cair consideravelmente para 0 graus, por exemplo. No inverno é a época que mais chove, então tenha sempre um guarda-chuva na mochila.

Abs

Responder
Como visitar o Alcatraz em São FranciscoViajoteca – Blog de Viagens 23 de novembro de 2014 - 03:16

[…] Roteiro de 4 dias em São Francisco … subindo e descendo as ladeiras […]

Responder
Além de SP: San Francisco (parte 3) | Pelo Centro 26 de novembro de 2014 - 19:01

[…] pode escolher qual quiser. Li boas indicações do Blazzing Saddles no post da Mirella no Viajoteca e no post da Mary do Hotel California Blog, mas são muitas opções, escolha aquela que for […]

Responder
Sheila 8 de janeiro de 2015 - 17:55

Demais ! Vou em março passar 2 dias e depois sigo para Napa ! Adorei as dicas ! bjs

Responder
Mirella Matthiesen 9 de janeiro de 2015 - 10:40

Oi Sheila,
Que legal que gostou dos dicas, precisando de mais alguma coisa estamos a disposição 🙂
Abs

Responder
Lais Lima 16 de janeiro de 2015 - 23:06

Adorei o post, vou pra são Francisco terça-feira!

Responder
Mirella Matthiesen 20 de janeiro de 2015 - 14:35

Opa! Aproveita e depois venha nos contar como foi 😉
Abs

Responder
Willian 6 de março de 2015 - 11:26

Melhor post de roteiro em San Francisco. Parabéns! Tudo bem detalhado. Vamos pra Califórnia semana que vem e passaremos 4 dias em SF também. Estamos pensando em seguir seu roteiro. Mas no primeiro dia faremos o check-in no hotel por volta das 15:00. O que você sugere para adaptar o seu primeiro dia no nosso?

Muitíssimo obrigado!

Responder
Mirella Matthiesen 6 de março de 2015 - 21:23

OI William, Tudo bem?
Que legal que gostou…. deu trabalho, mas valeu 🙂
Me diga uma coisa, onde é seu hotel? Se chegarem mesmo as 3pm e quiserem saracotear por aí, eu pegaria o bonde na Union Square (Powell – Hyde) e desceria na Lombard Street para conhecer a rua tortuosa, depois desceria a pé até a Ghirardeli Square… caso o pôr-do-sol ainda não tenha acontecido e vocês tiverem animo de andar mais, vai pra Marina (pega o caminho beirando a baia) para ver o Pôr-do-sol curtindo ao fundo a Golden Gate e depois vá jantar em algum lugar na Chestnut St. Você pode pegar um taxi ou voltar de ônibus para seu hotel.
Se achar muito alternativo essa parte da Marina, da Ghirardeli Square você pode seguir até o Pier 39 para um esquema mais turistão e jantar por lá.
Ajudei?

Responder
Anne 17 de março de 2015 - 12:30

Maravilhosas dicas, obrigada por nos ajudar com este Post. Irei fazer uma viagem em Maio e estou fazendo muitas pesquisas para roteiros e o seu se parece com o que eu tinha feito. Só tenho que fazer algumas adaptações pois só terei 2,5 dias em SF.

Responder
Mirella Matthiesen 17 de março de 2015 - 20:40

Oi Anne,
Precisando de ajuda para te ajudar com o roteiro, conte comigo… coloque aqui o que tinha pensado, que posso tentar dar uns pitacos 🙂
Vocie vai adorar SF 🙂
Abs

Responder
Anne 20 de março de 2015 - 09:58

Oi Mirella, então como vamos chegar em SF em torno de meio dia, pensei em pegar o Muni e conhecer a Alamo Square, depois passear pela Haight Áshbury, No segundo dia vamos fazer o passeio de bike pela Golden Gate, lado west (acabei de ler seu outro artigo, muito bom!) até Sausalito e volta de Ferry, depois devolver as bikes e ficar passeando pelo Fisherman Wharf e subir no Colt Tower. No 3. dia vamos fazer o passeio de Alcatraz (já compradas!) , depois pegaríamos o bondinho até a famosa Lombart Street e China Town, a noite jantar num daqueles restaurantes recomendados em North beach. No quarto dia vamos pegar o carro para seguir pela Highway 01, se o dia estiver bonito queria passar ainda no Twin Peaks. É isso. O que acha? Tranquilo, né? Um beijão!

Responder
Mirella Matthiesen 23 de março de 2015 - 13:04

OI Anne, Tudo bem?
Ficou legal sim o roteiro. Você viu que tem ônibus que te leva direto do Pier 39 para o Telegraph Hill, né? (Coit Tower), super prático.
A única coisa que ficou esquisitinha é o fato do Alcatraz com a Lombard Street, pois o bondinho não pode entrar-sair-entrar sem pagar de novo, aí vocês teria que subir a Hyde a pé que é dureza… mas dá pra fazer (fiz uma vez e sobrevivi kkkkk). Vocês podem fazer isso e de lá da Lombard pegar o bondinho até Chinatown.
A vista da Twin Peaks é linda… a noite é bem legal também. Se estiver hospedada na Union Square, tenta ir tomar um drink na hora do por do sol lá no “The View” do hotel Marriott Marquis, é tão bonito 🙂
bjos e boa viagem

Responder
Daniela 17 de abril de 2015 - 16:29

Oi Mirella! Gostei muito de suas dicas, da forma como explica. Peguei seu roteiro de 4 dias, mas estou tendo dificuldade para adaptá-lo a minha curta viagem. Chego em SF por volta do meio dia (11/05/15). O que poderia fazer do almoço em diante? No segundo dia começo com o passeio ao alcatraz (entradas já compradas para as 10h). No terceiro dia pensei em ir de bike para sausalito. No dia 14, alugamos um carro para ir para las vegas. Então, se puder me ajudar a encaixar coisas legais dentro disso que te falei…ficarei hospedada no Fusion Hotel, na Union Square. Aproveito para perguntar a melhor forma de ir do aeroporto ao hotel. Beijinhos e obrigada!!!!

Responder
Mirella Matthiesen 21 de abril de 2015 - 13:50

OI Daniela, Tudo bem?
Eu faria assim… deixaria as malas no hotel e pegaria o bondinho na Union Square para Fishersman’s Wharf (Lenha vermelha Powell/Hyde), mas desceria na Lombard Street para já fechar essa parte. Desceria a pé até o Ghirardelli Square e curtiria esse pedaço com calma e ia andando até o Ferry Building pela Embarcadero (jante em algum restaurante por lá mesmo) e não deixe de ver a ponte Bay Bridge iluminada a noite. No outro dia vá para o Alcatraz, aí pegue o ônibus no Pier 39 para o Telegraph Hill (a vista lá é linda) e depois pegue um taxi ou transporte publico para a Alamo Square… e jante em North Beach passando por ChinaTown (Grant Street).
Acho que assim funciona 🙂
Sobre o transfer desde o aeroporto, tudo depende do seu orçamento, se puder gastar mais, pegue um taxi (cerca de $50) do contrário tem o BART (metro/trem) pra Union Square (acho que custa $8 por pessoa).
Abs

Responder
Daniela 22 de abril de 2015 - 07:29

Obrigada!!!!!

Responder
daniela 24 de abril de 2015 - 17:54

Oi Mirella! preciso de mais uma informação. Vi num outro post seu sobre a utilização do bilhete de ônibus. Compra-se um e pode-se utiliza-lo por três horas. Então gostaria de saber mais sobre os bilhetes dos transportes públicos. Por exemplo: o do bonde, compra-se dentro dele, tb pode ser utilizado por determinado período de tempo?

Responder
Mirella Matthiesen 28 de abril de 2015 - 19:26

OI Daniela,
O bonde (cable car) pode comprar no momento que você subir (US$6), mas ele só vale para uma viagem, dessa forma, não pode entrar e sair como no ônibus, por exemplo…
É uma sacanagem, mas é como funciona…
Ajudei?
Abs

Responder
George 25 de abril de 2015 - 22:56

Olá, Mirella. Disparado as melhores dicas que li, vou em setembro/15 e estou com muita duvida sobre o transporte, chego a noite depois das 22h em SFO, e vou ficar hospedado na Union Square, mas como estarei chegando de Orlando estarei com 4 malas grandes e mochilas etc (Eu e minha esposa rs), qual é a melhor forma de transporte (mais barata possível rs)? Vou ficar 4 dias inteiros, pegando o carro no 4° dia para fazer a Highway 1, vou fazer ao pé da letra seu roteiro, e vi que vc colocou algumas linhas de onibus e era isso que eu queria, e se eu precisar de taxi é dificil chamar?? meu Inglês é nota 5 hahhahaha. Se vc tem mais dicas sobre transporte?

Responder
Mirella Matthiesen 28 de abril de 2015 - 19:36

OI George, Tudo bem?
Que legal que gostou das dicas … o primeiro dia, rola fazer também de trás pra frente e se fizer assim, ao pegar o Cable Car, desça na Lombard Street para ver de pertinho a rua tortuosa e depois desça a pá até a Ghirardelli Square – acho que hoje estou preferindo assim 🙂

Sobre o método de transporte… Com 4 malas eu iria de taxi do aeroporto para a cidade, e custará uns US$50 … mas se seu orçamento estiver contadinho, aí você pode pegar o serviço do Super Shuttle que ficará US$17 por pessoa + tip (gorjeta).

Taxi é super fácil de pegar e transporte publico também, e fica tranquilo que seu inglês vai ser suficiente para se virar na cidade 🙂

Grande abraco,
Mirella

Responder
Ruas em São Francisco na California 10 de junho de 2015 - 06:13

[…] Roteiro de 4 dias em São Francisco … subindo e descendo as ladeiras […]

Responder
Um giro pela costa da Califórnia em 12 cidades 24 de junho de 2015 - 06:31

[…] Roteiro de 4 dias em São Francisco … subindo e descendo as ladeiras […]

Responder
Eduardo 2 de julho de 2015 - 12:12

Muito bom o teu post sobre SF. Estou indo à SF com meus irmãos na proxima terça 07.07.15, e estou com uma duvida cruel que é em relação à compra do passe de transporte publico de 3 dias (que é o tempo que ficaremos). Tu achas dispensavel? Vi que a maioria dos percursos tu fazes a pé, correto? Quero fazer um roteiro bastante parecido. Pensei no seguinte: 1 dia chegaremos às 14:00, nos hospedaremos na Union Square, pensei e conheceremos a Union e depois ir em direção ao Ferry Market Place pra conhecer e ir andando até o At&T que compramos ingresso para assitir o jogo de baseball do giants, que começará às 7:15 p.m. Depois do jogo, pra curtir a noite, tens alguma indicação?
No segundo dia pretendemos atravessara golden gate, passar pela marina, etc, e ir à sausalito e tambem queriamos ír em alguns bairros dos quais tu citou. Terceiro dia nós faremos o bondinho indo até o Fisherman´s, passearemos por aquela região, a rua sinuosa, alguns dos piers da região e às 4 p.m. temos o passeio à ilha de alcatraz. Dormimos e no outro dia pegaremos o carro para descer a PCH1.
Tens algo que achas que eu deveria modificar, acrescer… Enfim, toda dica é super bem vinda. Muito obrigado pelo ajuda! Abraços

Responder
Mirella Matthiesen 2 de julho de 2015 - 16:21

Oi Eduardo,
Se vocês gostam de andar (como eu), eu acredito que não precisa comprar o transporte público de 3 dias, se precisar, você compra no ônibus e custa 2,25 (dura por 1h30). eu adoro caminhar por SF.
Como vocês vão fazer a Golden Gate e Sausalito? De bike? Pois andar da Golden Gate a Sausalito … aí sim é longe 🙂
Lá no SOMA 9no bairro do AT&T eu não conheço muitos restaurantes, mas essa semana foi o Marlowe e achei legalzinho (não OH MY GOD!), mas acho que fica meio fora de mão pra vocês. Comam no próprio Ferry Building, tem vários restaurantes legais naquela área. Se puder gastar e de comida Asiatica, eu gosto do Slanted Doors (tem que fazer reserva).
Ah… nesse seu roteiro faltou Alamo Square.
Ajudei?

Responder
Eduardo 2 de julho de 2015 - 21:45

Oi, Mirella! Bom, primeiramente, obrigado pela resposta. Quanto ao passeio da golden gate nós iremos fazer de bike e a ideia e passearmos pelos lugares no caminho, tipo o palace of fine arts, marina, etc, e ir até sausalito e voltar. neste mesmo dia queria visitar também a alamo square, a High street e pensei no golden gate park, só que não sei se dará tempo.
Quanto ao estadio AT&T, da pra ir caminhando até o ferry building? Eu pensei também em irmos até north beach, li por aí que à noite pe bem bacana por la.
Quanto ao passe de 3 dias (que custa 23 dolarés, correto?) pensei em comprar pq, ainda que muita coisa seja feita a pé, de vez enquando tem uns trechos mais puxados de um bairro à outro que pode ser que precise pegar o transporte e como o cable car, que a gente quer andar, também é meio carinho, eu pensei que pudesse compensar.
E também queremos ir na Chinatown, que eu ja vi que é bem perto da Union. Se der vamos ainda no primeiro dia, se nao sobrar tempo iremos no ultimo mesmo, visto que a pressa pra pegar a PCH é nossa 🙂

Valeu pela ajudaa!

Responder
Mirella Matthiesen 6 de julho de 2015 - 09:32

OI Eduardo,
Se a ideia é ir a Sausalito de bike junto com a Golden Gate, aí não rola fazer todo aquele roteiro que vc falou… vc vai ter que escolher a parte do Golden Gate Park ou a parte da Marina… do contrário acho tudo muito puxado e muito sobe e desce.
Pra ir do AT&T ao ferry building rola ir a pé sim … mas depois do jogo ir jantar, acho complicado, pois vai estar tudo fechado (risos). Geralmente as cozinhas dos restaurantes fecham 10pm.
Eu não sei se esse passe de 3 dias do transporte publico que vc está falando inclui o cable car… verifique isso, please.
Chinatown rola fazer com a Union Square mesmo e você pode encaixar quando sobrar um tempinho.
Boa viagem e qualquer coisa estamos por aqui 🙂

Responder
Fernanda Bragatto 9 de julho de 2015 - 22:12

Gente São Francisco é máximo, olhando esse roteiro fico doida pra voltar!!
Fui lá o ano passado e me apaixonei pela cidade demais da conta. Queria ter achado esse roteiro antes da viagem, deu o maior trabalhão juntar todas essas informações que estão aqui…kkk
Também rodei a cidade toda a pé, fui no jogo de Basball e fiz o passeio de bicicleta que pra mim é o melhor do mundo!! Escrevi também sobre eles no meu blog.
Mas um lugar que eu descobri lá e foi supreendente foi um pub na Union Square que tem duelo de piano, nunca tinha visto, achei o máximo!
Mirella você já ouviu falar?!

Mirella Matthiesen 10 de julho de 2015 - 00:29

OI Fernanda,
São Francisco é demais da conta, né? Eu morro de amor … qual bar é esse Fernanda? Eu sempre fico lá pertinho da Union Square e nunca fui 😉
Manda pra mim, de repente eu consigo testar em Agosto 🙂
Bjão

Eduardo 10 de julho de 2015 - 13:13

Olá! Primeiramente eu gostaria de agradecer a ajuda com as dicas. Estamos partindo de SF hoje e amamos a cidade. Mudamos o roteiro um pouco, pq nem tudo ocorre conforme o planejado, mas foi muito bacana. Realmente, quanto a compra do passe de transporte de 3 dias, não vale a pena! Em resumo, nos gastamos com 1 passagem apenas. Infelizmente não demos muita sorte com o tempo e pegamos dias nublados e chuvosos, com aberturas esporádicas do sol. O que não nos fez deixar de fazer os passeios, apenas atrapalhou um pouquinho. Enfim, SF é uma cidade que te deixa com vontade de ficar mais. Com um povo local muito receptivo e pronto a ajudar.

Mirella Matthiesen 12 de julho de 2015 - 13:00

Que legal que você voltou para nos contar como foi Eduardo… o clima em São Francisco é triste mesmo (risos), especialmente em Julho e Agosto.
Mas a cidade é apaixonante, não é? Eu adoro 🙂
Abs

Onde se hospedar em São Francisco 23 de julho de 2015 - 06:15

[…] Roteiro de 4 dias em São Francisco … subindo e descendo as ladeiras […]

Responder
Como fazer reserva de restaurantes online nos Estados Unidos 28 de julho de 2015 - 18:26

[…] Roteiro de 4 dias em São Francisco … subindo e descendo as ladeiras […]

Responder
Renata 13 de setembro de 2015 - 21:40

Olá Mirella!
Seu roteiro está ajudando muito no planejamento da viagem que faremos em Outubro! Excelente roteiro!
Temos uma grávida de 5 meses no nosso grupo e estou preocupada com as esperas no bondinho e caminhadas…o que você sugere?
Estaremos de carro, mas também não sei se conseguimos estacioná-lo nos pontos colocados no roteiro…

Obrigada!

Responder
Mirella Matthiesen 24 de setembro de 2015 - 14:01

Oi Renata, Tudo bem?
A espera do bondinho é realmente uma chatice… para evitar filas quilometricas, prefiram pegar o bondinho logo cedo ou a noite.
Esse meu roteiro é puxado e requer mesmo que as pessoas estejam preparadas para caminhar. Minha sugestão é que façam uso de ônibus para ir de um lugar a outro, eu uso bastante quando estou em SF e funciona. Custa 2,25 o ticket e dura 1h30, as vezes o motorista dá até mais tempo, e assim vocês podem ir reusando e evitando andar muito.
Estacionamento em SF é super caro, então tem mesmo que reconsiderar o lance de ficar usando carro… Eu não gosto muito do metro de SF, mas o onibus, dá certo!
O que acha?
Abs

Responder
Juliana 4 de novembro de 2015 - 17:44

Adorei as dicas! Estou indo em dezembro pra São Francisco! Alguma dica do que fazer no Natal e no Ano Novo por lá? É possível visitar o Vale do Silício de transporte público?

Responder
Mirella Matthiesen 5 de novembro de 2015 - 12:53

OI Juliana, Tudo bem?
Olha… Natal nos Estados Unidos é bem diferente do Brasil, então tente marcar um jantar para esse dia… e no ano novo vai ter fogos na Baia (http://www.sftourismtips.com/new-years-eve-fireworks-in-san-francisco.html).
Agora, sobre o vale do silício, eu sei que dá pra chegar de transporte publico, mas se dá para passear de empresa para empresa de transporte publico, aí não sei mesmo 🙂
Vou ficar te devendo essa.
Abs

Responder
Luciana Ferreira 6 de dezembro de 2015 - 08:34

Oi, Mirella,
Suas dicas deram uma boa ajuda pro meu roteiro. Obrigada por compartilhar tão detalhadamente. San Francisco é uma delícia de cidade. Dei sorte com dias lindos e céu azul, perfeitos prá quem gosta de caminhar. Tem tanto o que ver, que as ladeiras nem atrapalham. Amei o cuidado com alimentação saudável e preservação dos recursos naturais presentes o tempo todo, em detalhes. Só fiquei incomodada com a quantidade de gente de rua, mendigos, drogados, sequelados de todo tipo, uma população grande abandonada, muita gente se injetando abertamente. Eu sabia que tinha, mas não imaginava a dimensão. Um abraço

Responder
Mirella Matthiesen 8 de dezembro de 2015 - 14:01

OI Luciana, Tudo bem?
Que bom que te ajudei um pouquinho a montar seu roteiro.
São Francisco é realmente incrível, tive a sorte de visitá-lo regularmente nos ultimos 2 anos e espero que a partir do ano que vêm eu possa voltar a fazer o mesmo (oremos!).
A população de mendigos é mesmo uma tristeza, eu até comentei sobre isso no final desse post: https://www.viajoteca.com/viagem-a-sao-francisco/ , e levei bronca de uma leitora (risos). Mas é algo que incomoda, pois é muita gente.
Grande abraço e obrigada por voltar e contar suas impressões.
bjão

Responder
Entenda o Super Bowl 4 de fevereiro de 2016 - 06:25

[…] Roteiro 4 dias em São Francisco Tudo sobre a Golden Gate 4 Ruas charmosas de SF que você precisa conhecer Todos os posts de San Fran aqui no viajoteca […]

Responder
Dica de São Francisco: Tours gratuitos que valem a pena - ViajotecaViajoteca 7 de abril de 2016 - 06:21

[…] Roteiro 4 dias em SF (com mapa) […]

Responder
Dica de São Francisco: Tours gratuitos que valem a pena - ViajotecaViajoteca 7 de abril de 2016 - 06:21

[…] Roteiro 4 dias em SF (com mapa) […]

Responder
Marcos Medeiros 21 de junho de 2016 - 09:04

Oi Mirella, gostei bastante do seu roteiro, da forma como você escreve as dicas de forma direta, passa somente os detalhes necessários sem tornar a texto cansativo. Vou salvar seu blog nos meus favoritos, porque quando for preparar minha viagem à San Francisco vou explorar suas posts. Minha ideia é ir em abril do ano que vem, é um bom mês ou ainda está muito frio? Queria deixar como sugestão que você criasse um submenu dentro do menu Estados Unidos, separando por cidades principais ou pelo menos estado, porque vi que você escreveu bastante textos sobre San Francisco, mas fica um pouco difícil de encontrar já que tem muitos posts sobre os Estados Unidos. Abraço!

Responder
Mirella Matthiesen 27 de junho de 2016 - 19:21

Oi MArcos, Tudo bem?
Obrigada pelas palavras sobre o blog e meu texto de São Francisco 🙂
Sobre sua pergunta, eu acho Abril um bom mês para visitar… eu sempre recomendo evitar Julho e Agosto. Sobre o frio, São Francisco é uma caixinha de surpresa, pois pra mim, ela é sempre fria (risos), mas com essa época de seca, tem chovido e esfriado cada vez menos na região. Mas nunca vá a SF sem um agasalho, entende?
Ajudei?

Responder
Maisa 16 de dezembro de 2016 - 06:01

Oi Mirella, adorei suas dicas.
Minha primeira questão: Alcatraz é tão legal assim? Cada vez q entro no site, acho q deve ser muito sem graça ver um monte de celas e histórias de presidiários… Em quatro dias, acha que dá para ainda encaixar a visita ao Exploratorium e ao Science Museum? Tks

Responder
Mirella Matthiesen 16 de dezembro de 2016 - 16:32

Oi Maisa, Tudo bem?
Sobre o Alcatraz, eu gostei, mas não acho que é a coisa mais legal para se fazer em São Francisco, você chegou a ler meu post sobre o Alcatraz? Lá tem fotos e dicas.. se não puder fazer o alcatraz, eu acho que um passeio de barco pela baía é bem bacana, especialmente se passar por baixo da Golden Gate!
Eu acho que dá para encaixar os museus sim, fica um pouquinho corrido, mas você pode eliminar outras coisinhas que não se encaixam no seu perfil. E usar ônibus ou uber para se locomover entre um ponto e outro, ajuda bastante a economizar tempo 😉
Ajudei?

Responder

Fale com a gente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Viajoteca usa cookies para tudo funcionar direitinho no seu browser, tudo bem? Aceito Leia mais

Privacidade & Cookies