Página Principal São Paulo Riviera de São Lourenço – o que fazer, onde ficar e dicas!

Riviera de São Lourenço – o que fazer, onde ficar e dicas!

por Mirella Matthiesen

Um dos destinos de praia mais badalados do litoral paulista fica na Riviera de São Lourenço, um condomínio de luxo semi-fechado localizado no município de Bertioga com casas e apartamentos de veraneio. Um lugar delicioso que atende aqueles que estão procurando um lugar perfeito e seguro para descansar em família.

A Riviera de São Lourenço é considerada o maior projeto de desenvolvimento urbano do litoral brasileiro, com cerca de 9 milhões de metros quadrados, 4.5km de praia e foi desenvolvida para atender 3 zonas: turística, residencial e mista.

O bacana de Riviera de São Lourenço é que 80% de sua área se mantem preservada com intuito de proteger à Mata Atlântica, do mesmo modo, vários projetos sustentáveis são desenvolvidos junto a comunidade. A Riviera recebeu o certificado ISO 14001 no ano 2000.

Essa visão sustentável me agrada muito, e me sinto feliz de poder privilegiar um espaço assim durante minhas férias.

Sempre que estou no Brasil vou para lá passar alguns dias! Adoro! 🙂

Clique para ir direto ao assunto:

FERIADOS NO BRASIL 2021

Riviera de São Lourenço
Dia nublado em Riviera

Sobre a Riviera de São Lourenço

Talvez, os principais fatores que leva a Riviera ser um destino de férias imbatível é a combinação da limpeza, infraestrutura e segurança, enfim uma maneira deliciosa de curtir litoral paulista sem medo! Uma preocupação recorrente em muitas praias da região.

Tanto é que esse condomínio de luxo atrai alguns residentes, muitas casas de veraneio e turistas temporários.

Atualmente, a Riviera possui cerca de duas mil casas e mais de duzentos edifícios, além de um complexo com shopping center, restaurantes, hipermercado, escolas, consultórios médicos, campo de golf, centros hípico, quadras de tênis e ciclovia.

No verão, durante a alta temporada, a Riviera atrai mais de 70.000 pessoas e durante o ano novo ela atinge seu pico. O grande problema da alta temporada são as filas gigantescas nos supermercados. Falta d’água e energia elétrica pode acontecer, mas não é recorrente.

Todavia, fora de temporada, a praia fica praticamente vazia durante a semana e enche somente nos finais de semana ensolarados. Minha época favorita!

Como chegar

Riviera de São Lourenço é um dos destinos preferido dos paulistanos e fica há apenas 120 km de São Paulo, capital.

A maneira mais fácil de chegar no litoral de Bertioga é de carro, percorrendo as rodovias Imigrantes (SP‑160) ou Mogi-Bertioga (SP-098) até cair na Rio-Santos (SP-55). Se não tiver carro próprio, você pode alugar, faça uma cotação hoje mesmo.

Existem também as opções de ônibus a partir das rodoviárias de São Paulo. A Rodoviária do Tietê tem a rota São Paulo – Bertioga através da empresa Pássaro Marron, enquanto a Rodoviária do Jabaquara tem opção direto para Riviera de São Lourenço através da Viação Ultra.

Para quem chega em São Paulo de avião, do aeroporto de Guarulhos há ônibus saindo direto do aeroporto até a rodoviária de Bertioga, via Pássaro Marron.

Há também pista de heliponto para frequentadores que prefiram chegar de helicóptero.

Procure passagens aéreas com desconto, clique aqui!

Praia da Riviera de São Lourenço
Riviera na baixa temporada

Quando ir para Riviera de São Lourenço

A região de Bertioga e Riveira de São Lourenço são agraciadas com um clima gostoso o ano inteiro, com uma média anual de 18°C a 31°C, mas em se tratando de litoral paulista, há sempre precipitações.

O verão costuma combinar com a temporada de chuva, mas raramente fica encoberto o dia inteiro, faz chuva, sol, trovoadas e muito calor, tudo no mesmo dia. O inverno costuma ser agradável, com céu azul e praticamente sem nuvens, contudo, alguns dias ficam bem gelados.

Na minha opinião, os melhores meses para ir a Riviera acontecem entre abril e Junho e entre setembro a metade de novembro.

Quanto tempo?

A Riveira de São Lourenço é um destino de praia que você pode ficar apenas um final de semana ou muitos dias, tudo depende do seu tempo livre e do seu objetivo.

A maioria das pessoas vai a Riviera para descansar, ficar sentado na cadeira de praia e esquecer da vida. Não é um destino cheio de atrações para ficar batendo perna, mas sim, para curtir o ambiente do condomínio e atividades como caminhada, golf, tênis e papo com amigos.

Família Mikix
Kiko (marido), eu e nossas mães.

+ O QUE FAZER EM PARATY

+ OS MELHORES HOTÉIS FAZENDA EM SANTA CATARINA PARA SE HOSPEDAR

+ O QUE FAZER EM BRODOWSKI, SP | MUSEU CASA PORTINARI


Onde ficar na Riviera

Desde que me conheço por gente, minha família aluga casas ou apartamentos de praia para passarmos as férias ou feriados. Então, ao se tratar de litoral paulista, especialmente na orla do Guarujá, Bertioga e Riviera de São Lourenço, minha primeira recomendação é de encontrar um lugar desse tipo para fechar sua hospedagem.

E hoje, é muito fácil reservar acomodações através do AirBnB ou até mesmo do Booking – mando mais dicas sobre isso abaixo.

Mas antes de escolher uma acomodação, você precisa entender sobre os “módulos” da Riviera de São Lourenço. Como mencionei anteriormente, a Riviera é um condomínio semi-fechado e para se localizar você precisar saber em qual módulo irá ficar.

São 33 módulos e o mapa abaixo te ajudará a entender melhor a dinâmica.

Os módulos em frente a praia, 1 a 9, são em sua maioria condomínios de prédios, alguns hotéis, a marina e o restaurante Maremonti, somente o módulo 4 possui casas.

Há duas ou três quadras da praia, ficam os módulos 10 ao 22 e são compostos em sua maioria por casas e o Shopping da Riviera também está ali, na avenida central. E por fim, os módulos 23 ao 33, ficam mais próximos da rodovia Rio-Santos e também são compostos por casas, alguns flats e mini-condomínios.

Fora do complexo, mas ao lado do portão de entrada, ficam o supermercado Pão de Açúcar, farmácia, consultório médico, o restaurante Jangada, a night club Pucci, entre outros estabelecimentos comerciais.

Mapa da Riviera de São Lourenço

Hotéis da Riviera de São Lourenço

Segue abaixo algumas opções de hotéis e flats na Riviera, mas já aviso que não amo nenhum deles:

Imóveis de temporada na Riviera de São Lourenço

Acredito que alugar uma casa ou apartamento para ficar na Riviera seja a melhor opção para aproveitar a Riviera de São Lourenço como os “locais” (diga-se, os condôminos).

Se escolher os apartamentos, a maioria deles oferece serviço de praia, isso quer dizer que um guarda-sol e algumas cadeiras estarão te esperando todos os dias na praia.

Antes de fechar a reserva, confirme com o proprietário todos os serviços que poderá se usufruir durante sua estadia, alguns apartamentos tem restrições para locatários.

Eu costumo ficar no apartamento da minha sogrinha, mas as vezes, reunimos uma turma maior e então o jeito é alugar um outro imóvel para acomodar todo mundo.

Minha família já ficou no apartamento “All Time” no módulo 8, a unidade que nos hospedamos não está mais disponível, mas essa e essa ilustram bem. E também já alugamos uma casa no módulo 22, essa aqui.

Abaixo tem o mapinha que você pode procurar diretamente no AirBnB:


+ PARQUES EM SÃO PAULO, 16 DICAS PARA RELAXAR

+ SERRA DA CANASTRA / MG – O QUE FAZER, ROTEIRO E ONDE FICAR


O QUE FAZER NA RIVIERA DE SÃO LOURENÇO

1- Curtir Praia

Sem dúvida, curtir praia é a melhor coisa para se fazer na Riviera e se der a sorte de ter serviço de praia, melhor ainda, pois nem carregar cadeira você precisará!

Cada lugar do Brasil se curti praia de uma maneira, todavia no litoral paulista, ficar embaixo do guarda-sol um dia sim e no outro também, é o melhor programa para relaxar. 🙂

Você pode optar por levar um isopor com algumas bebidinhas e belisquetes para a praia, mas também há várias barracas na areia que servem cerveja geladinha, caipirinha e até pastel! Opções de bebidas e comidas não faltam, e todo ano aparece uma novidade para experimentar!

Litoral Paulista fora de temporada

2- Comer milho na praia

Não sei se isso é coisa de paulista doido, mas ir a praia e não experimentar um milho verde quentinho com manteiga é um sacrilégio.

Se estiver com medo de ficar com o dente sujo, não se preocupa, pois agora tem o kit milho, onde já vem tudo picadinho!

Aliás, tem várias coisas gostosas que viraram parada obrigatório quando estou na Riviera de São Lourenço, além do milho, tem também o Churros da Si, mas esse só vende a noite perto da rotatória da avenida principal.

Milho verde na praia

3- Esportes em geral

Se não consegue ficar muito tempo sentado ou apreciando a arte de “fazer nada”, decerto você pode aproveitar algumas das atividades da Riviera de São Lourenço como golf, hipismo, tênis, jet ski, futebol na areia, SUP, surf, bicicleta etc.

As quadras de golf, hipismo e tênis ficam dentro do condomínio.

Aulas ou passeios de jet ski e SUP ficam no canto direito da praia, encostado na montanha. Enquanto as aulas surf acontece em vários lugares da orla.

Há vários pontos para se alugar bicicleta na Riviera – entenda os detalhes no Rivi Bike.

Eu por exemplo, adoro caminhar pela manhã nas trilhas do condomínio e no final da tarde pedalar!

E para quem gosta de futebol na areia, volei de praia, raquete e esportes de praia, depois das 16h sempre tem gente brincando na praia. De repente, você consegue se mesclar ou monte seu próprio time!

Praia no litoral paulista

4- Pôr do sol na praia

Recomendo pegar um pôr do sol na praia para apreciar o dia se despedir, seja caminhando, jogando raquete ou apenas molhando o pé!

Tem dias que o pôr do sol simplesmente nos deixa boquiaberto, como a foto que coloquei na capa desse post.

Riviera de São Lourenço, pôr do sol

5- Praia de Itaguaré

Não deixe de conhecer a praia de Itaguaré, fica logo ao lado da Riviera. Você consegue chegar lá a pé, se não tiver medo de caminhar.

A Praia de Itaguaré ainda guarda sua mata virgem e parece que estamos há anos luz da civilização. São cerca de 3Km de praião largo e de areia clarinha, quase no final, tem um rio que deságua no mar. Nesse local os pescadores se divertem com a pesca e os banhistas com um banho de água doce.

O grande dilema de Itaguaré é que toda essa beleza e preservação pode estar com os dias contados, já que imobiliárias estão de olho no local há anos e só ainda não iniciaram as construções devido a movimentação dos ambientalistas!

Por isso, aproveita enquanto ela ainda está assim… lindinha e intocada só pra gente curtir!

Praia de Itaguaré, Riviera de São Lourenço

6- Restaurantes

Se você gosta de boas opções gastronômicas, certamente a Riviera de São Lourenço vai agradar.

Vamos começar pelas barraquinhas e vendedores ambulantes na praia. Definitivamente só passa fome na areia quem quiser, pois existe uma variedade enorme de coisas gostosas para comer e beber. Você pode escolher pastel, peixes, acarajé, poke, milho verde (como disse acima), açaí e muito mais, e para beber a mesma coisa, muitas opções.

Para almoço ou jantar, o Shopping da Riviera tem alguns restaurantes e uma pequena praça de alimentação para uma alimentação gostosa e informal.

Os restaurantes mais balados são o Maremonte na beira da praia e o Jangada ao lado da rodovia. Reservas são essenciais na alta temporada.

Para finalizar, ali pertinho da Riviera, ao lado do Rio Itaguaré, tem alguns restaurantes de frutos do mar interessantes. Costumo frequentar o Villa das Ostras e recomendo.

Casquinha de siri
Casquinha de siri do Jangada

7- Vamos badalar?

Para a turma da balada, a night club Pucci é o point para dançar, azarar e curtir a noite.

E por muitos anos, o Luau da Riviera era a festa informal que acontecia na praia e atraia muitos jovens. Em virtude da festa não ser oficialmente organizada, alguns probleminhas chegaram a acontecer, como por exemplo venda de bebida alcóolica para menores, vira e mexe vários eventos são cancelados ou tem batida policial.

8- Cidades de praia da região

Se tiver mais dias da Riviera e quiser conhecer outras cidades de praia, aproveite para conhecer Bertioga que fica bem pertinho e tem um calçadão bonitinho, você pode também atravessar a balsa e ir conhecer a Prainha Branca ou então, aproveitar para comer os clássicos da cidade: o Burguers on Fire ou o Pastel Bertioga.

Contudo, minha praia favorita é Juquehy, um pouco mais longe, mas sem dúvida uma das grandes revelações do litoral norte de São Paulo. E se quiser um restaurante para passar o dia, siga direto para o Badauê! Uma delícia.

Casal Mikix em Juquehy
Eu e o maridão em Juquehy

Conclusão sobre a Riviera de São Lourenço

Como você deve ter percebido, sou fã da Riviera de São Lourenço e acho uma ótima opção para quem procura por um lugar seguro, bonito e com excelente infraestrutura no litoral de São Paulo.

Espero que tenha gostado das dicas que mandei acima e qualquer dúvida, estou a disposição nos comentários.

Coisas legais para fazer em São Paulo:

LEIA TAMBÉM:

5 comentários

Gabriela Torrezani 9 de novembro de 2020 - 10:53

Eu fui apenas uma vez para a Riviera de São Lourenço, faz tempo, mas amei… um lugar incrível pra curtir praia e tirar aquelas férias merecidas para descansar de verdade. Quero voltar!

Responder
Marcela 11 de novembro de 2020 - 10:44

Nunca fui pra Riviera de Sao Lourenço, mas seu post me deixou com vontade de conhecer! Achei muito lindo e tranquilo

Responder
Mirella Matthiesen 12 de novembro de 2020 - 00:06

Oi Marcela,
Eu sou suspeita, gosto muito de lá, mas como sou de São Paulo, fica bem fácil de ir, né?
Beijos

Responder
Luciana Rodrigues 12 de novembro de 2020 - 05:35

Pense que eu nunca nem tinha ouvido falar na Riviera de São Lourenço e já me parece um daqueles lugares que vou querer con hecer quando for a SP.

Responder
Fernanda Scafi 12 de novembro de 2020 - 16:33

E eu que moro perto, em Campinas, e mesmo assim nunca fui? rs Adorei saber que tem tanto assim da Mata Atlântica preservada na Riviera de São Lourenço – e o mapa curioso! rs

Responder

Fale com a gente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Viajoteca usa cookies para tudo funcionar direitinho no seu browser, tudo bem? Aceito Leia mais

Privacidade & Cookies