Passeio de Barco em Nova York: Circunavegando Manhattan com a Circle Line

O melhor passeio para contemplar as belezas e atrações de Nova York

2

Passeio de Barco em Nova York:

Navegando ao redor de Manhattan com a Circle Line

O passeio de barco da Circle Line Cruises ao redor de Manhattan é uma das melhores maneiras de você conhecer e curtir Nova York. O passeio começa no píer 83 em Midtown West e tem duração aproximada de 3 horas.  Circunavegando Manhattan no sentido anti-horário, o visitante tem a oportunidade de não apenas contemplar a arquitetura e o famoso skyline de Nova York, mas também de aprender um pouco mais sobre a história e geografia da maior cidade dos EUA.

Sul da Ilha de Manhattan vista do passeio de barcoDesde a minha mudança de Hong Kong para Nova York no início deste ano, estava enrolando para fazer novamente este passeio. Graças à visita de um casal de amigos do Brasil, finalmente tomei vergonha na cara e fui fazer o passeio com eles. 

Hudson Yards a nova area de negoocios de Nova YorkCompramos nossos ingressos para o passeio de barco ao redor de Manhattan pela Internet e fomos curtir uma deliciosa tarde de início de outono nova-iorquinio. Navegando e contemplando alguns dos mais emblemáticos landmarks da Big Apple. As três horas do passeio passaram literalmente num piscar de olhos.

Passeio de Barco pelo Hudson River em Nova YorkComo morador, esse passeio foi particularmente interessante. Nele pude, não apenas comtemplar minha não tão “nova” cidade. Mas observar, o quanto a grande Nova York mudou e cresceu nessa última década. A primeira vez que fiz esse passeio em 2010. Áreas como o Hudson Yards e a região de Hoboken e Jersey City nem de longe pareciam com o que se parecem hoje.

A verdade é que Nova York é uma cidade que vive se reinventando, e um passeio como este é sempre uma boa pedida para quem quer ter uma perspectiva geral da cidade.

Empire State Building em Nova York visto do passeio de barco ao redor de Manhattan

Comprando os ingressos para o passeio de barco em Nova York

Existem pelo menos uma dúzia de opções de passeios de barco para você curtir em Nova York. Embora ainda não tenha feito todos os cruzeiros disponíveis na cidade, posso afirmar que o passeio de barco ao redor de Manhattan é um dos melhores, mais completos e compreensivos passeios disponíveis.

Passeio de Barco ao redor de Manhattan em Nova YorkE um passeio que certamente vai te surpreender bastante e render ótimas fotos. Além disso, ainda vai te mostrar uma Nova York que a grande maioria dos turistas não tem chance de conhecer ou que você nem imaginava que existisse.

Lado pouco conhecido de Nova YorkComo meus amigos vieram passar 10 dias na cidade, decidimos aguardar um dia de céu azul e sem nuvens para fazer o famoso passeio de barco ao redor de Manhattan. Compramos os ingressos pela manhã pela Internet no site da Get Your Guide, empresa parceira do blog e que oferece ingressos para uma série de tours e atrações ao redor do mundo. Comprando os ingressos antecipadamente no site da Get your Guide você pode imprimir o voucher gerado no site. Ou levar o mesmo, em formato digital (ele também será enviado por email), até o Pier 83 nas margens do Rio Hudson na altura da rua 42.

É importante chegar com pelo menos uns 30 – 40 minutos de antecedência para fazer a troca do voucher eletrônico pelo bilhete físico. Lembrando que você pode ir na fila dos tours que geralmente é menor do que aquela que o pessoal que esta comprando os tickets na hora.

Upper West Side em Nova YorkChegando um pouco mais cedo ao píer 83. Além de você efetuar a troca do voucher pelo bilhete físico, você acaba embarcando primeiro e podendo escolher os melhores lugares para curtir esse inesquecível passeio ao redor de Nova York.

Qual o melhor lugar para curtir o passeio de barco em Nova York?

Como eu adoro fotografar eu sempre acabo optando pelo deck superior na embarcação. Como o passeio de barco ao redor de Manhattan percorre uma trajetória anti-horária, eu prefiro o lado esquerdo da embarcação. Desta forma você estará com seu campo de visão sempre voltado para o lado de Manhattan.

Navegando ao redor de Nova YorkOutra dica é tentar ficar na popa do barco. Além de ventar menos, você terá a oportunidade de tirar fotos sem ninguém atrapalhando a sua foto. E numa área que você consegue se movimentar mais facilmente para fotografar Nova York  em diferentes ângulos.

George Washington Bridge vista do Rio Hudson em Nova YorkVale ainda lembrar que, dependendo da época do ano que você visita Nova York pode fazer bastante frio. Então vá preparado com roupas e acessórios adequados. Se o dia estiver ensolarado, levar protetor solar também é bastante recomendado.

Como é o passeio de barco ao redor de Manhattan em Nova York

Operando desde 1945, a Circle Line Cruises mostra aos visitantes de Nova York os principais canais e landmarks da cidade. O Best of New York Cruise é o tipo de passeio que todo visitante que vem a Nova York deveria fazer uma vez na vida.

Passeio de barco ao redor de ManhattanCircunavegar Manhattan é uma ótima maneira de se geolocalizar e obter uma visão geral do layout de Manhattan e dos outros boroughs de Nova York.

Manhattan Bridge no passeio de barco ao redor de ManhattanNão é de admirar que mais de 60 milhões de passageiros já tenham feito esse passeio. Afinal de contas ele oferece uma visão geral e abrangente das muitas atrações de Nova York. Incluindo a Estátua da Liberdade, Ellis Island, South Street Seaport, Fredom Tower, Brooklyn Bridge, ONU, Empire State Building e afins.

Estátua da Liberdade em Nova YorkDurante as 3 horas do cruzeiro, um guia de turismo narra o passeio através do sistema de alto-falantes do barco, apontando pontos de referência importantes, compartilhando curiosidades e destacando parte da história da cidade de Nova York.  Essa narração acontece em inglês, mas a Circle Line tem um aplicativo para celular que oferece essa narração em outras línguas. Inclusive em Português. Só não esqueça de trazer o seu fone de ouvido com você.

 Aplicativo Circle Line Google Play                                                                Aplicativo Circle Line na Apple Store

O passeio começa em Midtown West e segue a jusante do rio Hudson em direção ao Sul da Ilha de Manhattan. Logo na saída podemos avistar o consulado da China que curiosamente fica do lado oposto ao prédio da ONU em Manhattan.

Midtown West em Nova YorkNa altura da rua 34, passamos pelo Javits Convention Centre e perpendicularmente ao Empire State Building. Logo na sequência, passamos pelo Hudson Yards. O maior empreendimento imobiliário da história americana. Um conjunto de edificações (ainda em contrução) cujo investimento passa da casa dos 20 bilhões de USD e que está mudando o Skyline de Midtown Manhattan que outrora era dominado exclusivamente pelo Emprire State Building.

The Vase uma das novas atracões do Hudson Yards

Hudson Yards em Nova York o maior empreendimento imobiliario dos EUA na atualidadeA seguir passamos pela região do Chelsea e Meatpacking District. Uma área outrora industrial e que se reinventou na última década com a criação do Highline e do Chelsea Market. E que hoje abriga inúmeros museus, galerias e empresas como o Whitney Museum e o próprio Google.

Chelsea e Meatpacking District em Nova YorkÀ medida que vamos nos aproximando do Sul da Ilha e do Distrito Financeiro, os edifícios voltam a ficar cada vez mais altos. E os arranha-céus passam a dominar novamente a paisagem.

Sul de ManhattanDo outro lado do Rio Hudson, em Nova Jersey existe um Prédio que lembra muito o IFC de Hong Kong. Em 2010 ele era digamos o único edifício a se destacar por alí. Agora são vários prédios comerciais e residenciais competindo por nossa atenção.

Jersey City`Mas do lado de Manhattan, é a Freedom Tower que realmente chama atenção nessa parte do passeio. Até hoje fico imaginando como seria se as torres gêmeas estivessem ainda por ali. É realmente muito triste pensar que um dos maiores ícones de Manhattan tenham sido destruídos da forma que foram matando quase 3000 pessoas inocentes. E mudando para sempre a forma como que nós viajantes, hoje viajamos pelo mundo.

Freedom Tower em Lower ManhattanVoltando às atenções para o lado de New Jersey, seguimos em direção à Ellis Island, local onde funcionou o mais movimentado posto de inspeção de imigrantes dos Estados Unidos entre 1892 e 1954.

Ellis Island em Nova York funcionou como centro de triagem para os imigrantes recém chegados na América

Estátua da liberdade em Nova York

Adiante passamos pela Liberty Island, onde encontramos o monumento mais famoso dos EUA, a famosa estátua da liberdade. Um presente da França para os EUA por ocasião do centenário da assinatura da declaração de Independência dos EUA.




Estátua da liberdade em Nova York foi presebnte da França aos EUA por ocasião do centenário de sua independênciaNo dia do nosso passeio, ancorado próximo à estátua da liberdade estava o HMS Queen Elizabeth, o maior e mais moderno navio (porta aviões) já contruido pela marinha real britânica.

HMS Queen Elizabeth em Nova YorkDeixando as imediações da estátua da liberdade, seguimos em direção ao East River. Passamos em frente à Governors Islande pelo pier que dá acesso a balsa para esta e outras ilhas como a Staten Island.

Staten Island Ferry em Nova YorkSeguimos então pelo lado Oriental de Manhattan, passando pelas pontes mais famosas de Nova York. Ou BMW, como explicou o guia do passeio. Se referindo às iniciais das 3 pontes que cruzam do Brooklyn para Manhattan são elas: a Brooklyn Bridge, a Manhattan Bridge e a Williamsburg Bridge.

Passamos pelo prédio da ONU que foi inspirado na proposta de Oscar Niemayer e Le Corbusier. Ainda podemos ver o Chrysler Building com sua magnífica arquitetura em estilo neo-clássico. Na minha opinião, este é um dos edifícios mais bonitos de Nova York.

Predio da ONU em Nova York

Chrysler Building em Nova YorkInteressante observar que a largura do rio deste lado de Manhattan é muito menos do que aquela do lado Ocidental no Rio Hudson. Eu tive a impressão que este lado tenha sido alargado e aprofundado no decorrer da história.

East River em Nova YorkAntes de passarmos pela Roosevelt Island e a belissima Queensboro Bridge, passamos então por outra área que tem mudou bastante nessa última década e que deve mudar ainda mais na próxima com a chegada do recém anunciado HQ2 da Amazon na região.

Queensboro BridgeEstamos falando da região de Wiliamsburg e Long Island.  Por alí vários dos edifícios industriais que até alguns anos atrás deram lugar ou foram convertidos em edifícios residenciais e comerciais modernos. Marcas emblemáticas dessa transformação / gentrificação da cidade são a Domino Sugar Plant e do famoso  letreiro da Pepsi Cola.

Letreiro da Pepsi em Nova YorkSeguindo em direção ao norte passamos por inúmeras pontes e bairros tradicionais como Haarlem e Astoria. Deixamos então o East River e seguimos pelo Harlem River passando as margens de Randall e Wards Islands e mais adiante pelo lendário Yankee Stadium.

Yankee Stadium em Nova YorkNa parte bem ao norte de Manhattan, antes de entramos novamente no Rio Hudson é muito interessante observar a quantidade de árvores nesta parte nordeste da ilha. E por vezes na própria margem do rio e pela influência das marés. O lugar chega a lembrar um pouco uma formação florestal de influência fluvio-marinha como um manguezal.

Henry Hudson Bridge em Nova YorkNo extremo norte da ilha encontramos a Henry Hudson Bridge, uma das 16 pontes que ligam Manhattan ao resto do mundo, inaugurada em 1936 ligando o Spuyten Duyvil no Bronkx ao Inwood Hill Park em Manhattan.

Interessante que Spuyten Duyvil se refere à Piscina do Diabo, nome dado pelos então colonizadores holandeses a esta parte da confluência do Rios Harlem e Hudson. Mas para dizer a verdade é dificil acreditar que aquele verde todo na margem esquerda seja Manhattan.

Por alí é possivel ainda observar como acidentado deveria ser o terreno da ilha bem antigamente. Atualmente, Manhattan é plana, certamente efeitos da intervenção humana na natureza.

Prova disso é o enorme “paredão”do outro lado da margem do rio Hudson conhecido como Palissades. Paredão este que certamente influencia diretamente o clima na cidade. Como o guia bem comentou do lado do rio Hudson venta muito mais do que do outro lado da ilha.

George Washington Bridge e os Palissades em New JerseyOlhando do barco, a região do Upper West Side de Manhattan é na minha opinião a região mais bonita da ilha. Isso porque o cinturão verde formado pela confluência do Inwood Hill Park, Fort Tryon Park e Fort Washington Park na chamada Hudson River Greenway  se destaca na paisagem e se extende desde o limite norte de Manhattan até a rua 145 W. Lembrando que Manhattan vai até a rua 218.

Outono em Nova York no Cloisters

Farol aos pés da George Washington BridgeOutras três coisas que chamam bastante atenção nesta parte do passeio são a Ponte George Washington, que liga Manhattan à Fort Lee em New Jersey. O ‘The Cloisters’ um ramo do Metropolitan Museum of Art dedicado à arte e arquitetura da Europa na Idade Média e que está localizado no lato de uma colina e nitidamente visível do barco.

The Cloisters em Nova YorkE a Riverside Church que fica nas imediações do Grant’s Tomb e o Sakura Park. Um dos melhores lugares para a comtemplação de Cerejeiras em NY.

Riverside Church em ManhattanChegando na parte final do nosso passeio, saímos da popa do barco e passamos à proa onde podemos tirar ótimas fotos com o Sol de final da tarde batendo nos edificios no lado do Rio Hudson de Manhattan. Para quem não lembra foi neste rio que o avião da US Airways fez um pouso forçado após ambas as turbinas seram atingidas por pássaros em 15 de Janeiro de 2009.

Passamos ainda pelo terminal de navios de cruzeiros onde haviam dois transatlânticos parados e pelo Intrepid Museum.

Cruzeiros em Nova York

Um antigo porta-aviões utilizado na segunda guerra mundial  transformado em museu onde apaixonados por aviões e tecnologia ficam maluquinhos.

Intrepid MuseumE assim terminamos o passeio ao redor de Manhattan. Com pelo menos umas 200 fotos tiradas ao longo do caminho e com um pouquinho mais de conhecimento sobre essa incrível cidade que tenho o privilégio de atualmente chamar de casa.

Upper West Side em Manhattan

Dicas e outras informações úteis para o passeio de barco ao redor de Nova York

Existe uma lanchonete à bordo que inclusive vende cerveja e vinho. Mas ela não é lá essas coisas. Se quiser e for discreto você pode levar sua própria comida e bebida não alcoólica à bordo.

Eles começam a embarcar no barco cerca de 20-30 minutos antes da partida. E por motivos de segurança existe uma breve revista em sacolas e mochilas levadas à bordo.

Então como já mencionei no inicio do post é interessante chegar com antecedência para você chegar a tempo de trocar / comprar seus ingressos (o que pode levar 15 minutos, especialmente nos finais de semana e férias escolares) para estar perto da frente da fila.

Os assentos mais desejados ficam ao longo do lado esquerdo do barco, pois esse é o lado mais próximo de Manhattan durante todo o trajeto.

Use protetor solar se você planeja se sentar do lado de fora ou ficar na proa do barco – apesar da brisa, você pode nem sentir, mas sair bem queimado num dia de sol forte.

Depois que o passeio de barco começa, eles abrem a proa do barco para quem quiser ficar em pé. É o local que mais venta no barco, mas vale a pena conferir a vista de lá, apesar das multidões e do vento/frio.

Os banheiros à bordo tendem a ser mais limpas no início da viagem.

Já fez esse passeio de barco antes e tem dicas, ou tem alguma dúvida? Deixe seus comentários na caixa de comentários daqui do blog.

Gostou desse post? Salve ele no Pinterest

O passeio de barco da Circle Line Cruises ao redor de Manhattan é uma das melhores maneiras de você conhecer e curtir Nova York. O passeio começa no píer 83 em Midtown West e tem duração aproximada de 3 horas. Circunavegando Manhattan no sentido anti-horário, o visitante tem a oportunidade de não apenas contemplar a arquitetura e o famoso skyline de Nova York, mas também de aprender um pouco mais sobre a história e geografia da maior cidade dos EUA.

Toda vez que você reserva algo por algum link aqui do blog, recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter.

Sempre atualizado e com novas dicas de viagem. Obrigado!!

 


Você lembrou do seguro viagem? Ele é um dos itens mais importantes da sua viagem. O seguro viagem é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen e precisa ter uma cobertura mínima de 30 mil Euros. Nos demais países em que ele não é obrigatório também é recomendável a contratação, já que infelizmente não podemos prever acidentes. Nos Estados Unidos, o custo médico diário de uma internação é muito caro (uns U$2.000). Não esquecendo que o seguro é muito útil nos casos de cancelamento de viagem, extravio de bagagem e assistência odontológica. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: VIAJOTECA5.

Comparar

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI :

–  Reserve seu hotel no Booking.com ( sem taxa de reserva e a maioria dos hotéis oferece cancelamento grátis)

–  Compre seu seguro de viagem na Seguros Promo (faz cotação em 10 ótimas seguradoras)

–  Agende suas excursões e passeios com a Get Your Guide

–  Alugue seu Carro com a RentCars

–  Índice com todos os posts do Viajoteca

Se você fizer sua reserva através dos links aqui da Viajoteca, a gente ganha uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Essa é uma forma de apoiar a Viajoteca a continuar escrevendo sempre ótimas dicas para você. Obrigada!


2 Comentários
  1. Maria Luiza Esper Diz

    Oscar já fiz esse passeio 2 vezes e percebi que perdi muita coisa por falta de informações tão detalhadas como você escreveu no seu post. Parabéns! Vou salvar e fazer o passeio novamente com o seu texto em mãos!

    1. Oscar Risch Diz

      Obrigado pela visita e pelas gentis palavras. A verdade é que esse passeio vale muito a pena. Mesmo que você já tenha feito uma vez na vida, depois de alguns anos é legal observar como a cidade mudou nesse tempo.

Comente Aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.