Página Principal Rio de Janeiro O que fazer em Paraty

O que fazer em Paraty

por Mirella Matthiesen

Já tinha ouvido e lido muito sobre Paraty, uma cidade “carioca”, mas quase encravada no estado de São Paulo. Na verdade, eu já havia visitado quando ainda era menina, mas parece que só tinham ficado vagas lembranças, pois quando a reencontrei, confesso que a surpresa foi além do esperado!

Paraty superou qualquer imagem ou palavra que as pesquisas haviam me apresentado…


Leia também >> SERRA DA CANASTRA (MG) – O QUE FAZER, ROTEIRO E ONDE FICAR


O que fazer em Paraty

Vai viajar pelo Brasil? Contrate um seguro viagem!

Sabia que vários planos de saúde possuem apenas cobertura estadual? Pesquise a cobertura que seu plano de saúde oferece e se precisar de seguro viagem viagens nacionais, clique aqui para receber de 5 a 10% de desconto.

Dica: O seguro viagem nacional pode ser contratado para viagens a partir de 100 km de distância da residência do contratante.


Conheça mais de Paraty

Paraty na maré alta
Paraty na maré alta, onde os reflexos ficam ainda mais especiais…

Paraty, o paraíso da gringolândia!

Se tem um lugar no Brasil que a gente escuta mais línguas estrangeiras que português, esse lugar é Paraty… não somente de gringos turistas, mas os gringos que foram, gostaram e simplesmente ficaram.

Se eu acho isso ruim? Claro que não, pois Paraty não está perdendo a personalidade pela “invasão gringa”, mas está ganhando sabores e rebolado internacional.

Eu adorei e acredito que a cidade representa um Brasil colonial tão fresco e característico, que temos que mostrá-la para todo o mundo mesmo!


Leia também >> ROTEIRO FOZ DO IGUAÇU – O QUE FAZER EM 4 DIAS


O que fazer em Paraty
Vista clássica da cidade que você vê durante o passeio de barco.

Paraty, conheça os ciclos e entenda sua história…

Habitada originalmente pelos índios Guaianás, Paraty viveu quatro ciclos históricos desde sua fundação em 1667.

Passou pelo ciclo do ouro sendo um dos centros da negociação de escravos, passou pelo ciclo da cana-de-açucar reunindo 12 engenhos e mais de 150 alambiques, viveu o ciclo do café, e hoje, Paraty se desperta para o ciclo do turismo, atividade que representa cerca de 80% da economia local.

Ruas históricas de Paraty
Arquitetura colonial colorida de Paraty

Os anos de decadência de Paraty do início do século XX, foi o ponto principal dela ter se transformado em um museu arquitetônico a céu aberto, pois como a cidade não evoluiu economicamente por décadas e perdeu grande parte de sua população.

Enquanto isso, os prédios e ruas se mantiveram intactos e a fez renascer das cinzas para nossa alegria!


Vai para Paraty de carro? => Faça uma cotação na RentCars


Pescadores - Rio de Janeiro
Pescadores de Paraty

O que comprar em Paraty

Lojas de artesanato, lojinhas de cacarecos, hyppies ambulantes e afins não faltam em Paraty, mas eu realmente recomendo dois lugares imperdíveis para curtir arte local, do requintado ao caiçara…

O Atelier do Dalcir (Santa Rita, 65) é um daqueles lugares que a gente só de olhar já se contenta, pois infelizmente não é para o bolso da maioria 🙂 . O trabalho do artista é encantador, técnica japonesa com gingado brasileiro.

Atelier do Dalcir
Atelier do Dalcir em Paraty (foto emprestada do facebook do Dalcir)

E para levar uma lembrancinha realmente local, eu recomendo o Atelier da Terra (Rua da Lapa,1), uma loja que vende barquinhos de madeira feito pelo povo do Saco do Mamangua um mais lindo que o outro.

Há opções para todos os gostos, cores e tamanho. E não esqueça de pedir para conhecer dentro do ateliê, que a visita valerá ainda mais a pena, o difícil vai ser escolher o que levar, isso sim! 🙂

Atelier da Terra, souvenir local.
Atelier da Terra, souvenir local em Paraty

Onde comer em Paraty

Acho que engordei uns 2 kilos nos 3 dias que passamos por lá!!! Se tem um lugar que é bonito e cheio de restaurantes de lamber o beiço, esse lugar é Paraty… Da cozinha brasileira a internacional, a cidade tem um pouco de tudo para todos os paladares, e para quem não tem muita restrição, como a gente, PRE-PA-RA!

Para um italiano bem feito recomendo Punto Divino ($$$), para um sabor brazuca inesquecível Banana da Terra ($$$$), para um sabor asiático Thai Brasil ($$), para um crepe original, aconchegante e feito por francês vá para o Le Castellet ($$), para um café depois do jantar vá para o Margarida Café.

Para sobremesa, divirta-se em um desses restaurantes ou faça como eu, compre uma cocada branca ou o que te apetecer em uma das barraquinhas de doce da rua (muito bom!). Conforme escrevo esse paragrafo, já começo a salivar de saudades…


Leia também >> O QUE FAZER EM BRODOWSKI | MUSEU CASA PORTINARI


Doces em Paraty

Pousada em Paraty (onde ficar)

Eu e o mundo te recomendará ficar no centrinho histórico de Paraty, pois aí você esquece o carro no hotel/pousada a noite e curte a cidade e as bebidinhas sem restrições, mas nem sempre é possível, pois dependendo da época, as pousadas mais em conta se esgotam rapidinho e as caras já são uma restrição por si só.

Como fomos durante o Festival da Cachaça, resolvemos ficar fora do centrinho, pois não queríamos ter problema com barulho. Escolhemos a pousada novinha Refúgio Tropical a 3 quilômetros da parte histórica (muito longe na minha opinião, mas foi o que encaixou no nosso orçamento para essa viagem).

Outros hoteis/pousada que eu adoraria ficar são Pousada Literária de Paraty e a Casa Turquesa. As que encaixaria no meu bolso e que não consegui reservar porque já estavam cheias são Pousada Pardieiro e Pousada do Sandi.

Tem outras opções, basta fazer suas pesquisas e usar nosso link do booking. 🙂 

Dicas de Paraty

Além de Paraty

Trindade e passeio de barco para saborear as ilhas

Um dia é o suficiente para conhecer o centrinho histórico de Paraty, mas ir pra lá e não curtir as praias de Trindade e fazer (pelo menos) um passeio de barco pelas ilhas seria uma judiação.

Aliás, se puder ir pra lá e ficar pelo menos 5 dias inteiros, garanto que de tédio ninguém morrerá, pois há muito que se fazer na região de Paraty.

Dica de Passeios pela região de Paraty

Trindade, RJ

Alambiques, caminho do ouro, trilhas, piscinas naturais, praias lindas, areia branca, arquitetura colonial, barquinhos coloridos, igrejas fotogênicas, restaurantes, teatro de marionete para adultos etc… Paraty tem de tudo!!!

Nós fizemos o caminho do ouro com o pessoal do Paraty Explorer e o passeio pelas ilhas com o barco latitude.

E se for seguir viagem por cidades costeiras no Rio de Janeiro, recomendo muito Ilha Grande, ali do ladinho de Angra dos Reis, e Arraial do Cabo, uma praia paradisíaca!

Barco Latitude em Paraty
André e seu barco latitude, mestre que escolhemos para nos levar as ilhas!
Baía da Preguiça Paraty
Baía da Preguiça no passeio de barco pelas ilhas de Paraty

Previsão do tempo em Paraty, olhe para as Montanhas

Não tenha um roteiro de viagem engessado, pois o clima de Paraty é de lua. A chance de você pegar chuva em Paraty é grande, basta olhar sua geografia!

Então, para os passeios que exigem sol eu acordaria, tomaria um delicioso café da manhã e olharia para o céu do lado das montanhas, se lá estiver com céu aberto, pode apostar que fará sol durante o dia! Aprendi isso com os locais e realmente funcionou 🙂

DICA: Se quiser ir a Praia do Sono de barco, vá pela manhã para evitar o mar agitado da tarde, nós perdemos pois não sabíamos disso, tem a opção de ir pela trilha também (que deve ser muito legal), mas como estávamos com minha mãe e a trilha era longa, preferimos deixar pra próxima.

DICA: Tente marcar de passear próximo a Igreja Santa Rita durante a maré baixa e alta para ver a diferença. Algumas ruas ficam alagadas na maré alta e aquela foto de reflexos que todo mundo adora fazer, ficam realmente lindas!


Leia também >> 3 DIAS EM ILHABELA


Paraty em reflexos
Ruas de Paraty em reflexos…

Paraty no Festival da cachaça

Quando estávamos fechando o itinerário e detalhes (dias, carro e hotel), descobrimos que estaríamos lá bem no meio do festival da cachaça!

A princípio adoramos a ideia, pois sendo Paraty uma das capitais brasileiras da caninha (possuindo 7 alambiques), tínhamos certeza que a data não poderia ser mais propícia. Paraty definitivamente é cachaceira!!!

Porém, quase desistimos da viagem depois que comecei ler os péssimos relatos sobre o festival. Até pedi dicas na viajosfera do blog Viaje na Viagem (obrigada pessoal que colaborou!), pois tinha certeza que esse festival não tinha nosso perfil; costumamos fugir da muvuca e odiamos gente bêbeda caindo pelas calçadas…

Festival da Cachaça Paraty

Mas apesar dos pesares e da impossibilidade de cancelar nosso hotel, deu tudo certo. Vale lembrar que existe um trabalho da prefeitura para reverter essa imagem de bagunça e baderna do Festival da Cachaça e no final, o aproveitamos muito e curtimos Paraty do jeitinho que queríamos!

Festival da Cachaça

Conclusão de Paraty

Paraty é um lugar mágico e sem dúvida você precisa conhecer, caso ainda não tenha ido! Foi um grande prazer retornar a esse pedacinho do Brasil depois de tanto tempo, um reencontro que espero ter muitas outras vezes.

DICA: Em Paraty prefira sapatos sem salto e dê preferência para solado de borracha, pois aquelas ruas de “pé de moleque” são bastante irregulares e fácil de torcer o pé, especialmente em dias de chuva.

Boa viagem e aproveite!

LEIA TAMBÉM:

6 comentários

Delta do ParnaíbaViajoteca – Blog de Viagens 19 de abril de 2014 - 12:26

[…] Leia mais do Brasil aqui no Viajoteca: CE / PI: Viagem ao nordeste : Ceará e Piauí RJ: Paraty, Para mim, Para Todos […]

Responder
4 Dias em Foz do IguaçuViajoteca – Blog de Viagens 3 de setembro de 2014 - 07:19

[…] também no viajoteca: – Belezas e historias de Paraty, RJ – Pelo litoral do Ceará e […]

Responder
4 Dias em Foz do IguaçuViajoteca – Blog de Viagens 19 de novembro de 2014 - 23:04

[…] também no viajoteca: – Belezas e historias de Paraty, RJ – Pelo litoral do Ceará e […]

Responder
Onde se hospedar na Cidade do Panamá - Viajoteca - Blog de ViagensViajoteca – Blog de Viagens 21 de novembro de 2014 - 18:12

[…] e ao caminhar pelas ruas, parece que você voltou no tempo, sabe aquela sensação de Ouro Preto e Paraty? Pois é, o lugar é uma graça e está passando por restaurações em todos os aspectos: ruas, […]

Responder
Mari Vidigal 6 de junho de 2016 - 17:18

Delícia de post Mi e que saudades de Paraty. Essa foi a primeira viagem que eu e o Gu fizemos juntos (há mais de 10 anos atrás) então tenho um mega carinho pela cidade. Na nossa segunda visita, fomos desavisados e pegamos o festival da Pinga… Rs (Qualquer semelhança com a sua experiência é mera coincidência).
Beijos

Responder
Mirella Matthiesen 7 de junho de 2016 - 14:06

Oi Mari linda… essa viagem pra mim também foi muito especial, fizemos logo depois que meu pai faleceu e foi bom para minha mãe dar uma espairada.
Bjooooo

Responder

Fale com a gente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Viajoteca usa cookies para tudo funcionar direitinho no seu browser, tudo bem? Aceito Leia mais

Privacidade & Cookies