Página Principal Croácia O que fazer em Dubrovnik: dicas e roteiro para visitar a cidade mais turística da Croácia

O que fazer em Dubrovnik: dicas e roteiro para visitar a cidade mais turística da Croácia

por viajoteca
0 comment

Difícil descrever Dubrovnik sem cair no clichê: belíssima, fotogênica e convidativa, não é à toa que a apelidaram de a Pérola do Adriático. Não é por nada que a cidade é desde 1979 Patrimônio Mundial da Unesco, além de ser um dos destinos turísticos mais concorridos do Mar Adriático.

Mas meu amigo, nada nessa vida vem de graça… e ao mesmo tempo que Dubrovnik pode ser o paraíso na terra, como bem disse o escritor Shaw (que a visitou antes da saga do Game of Thrones), ela pode se transformar no inferno de Dante, para qualquer um que resolver visitá-la durante um dia de verão, entre 10 e 14h. E não, isto não é uma brincadeira. Hehehe!

Sério! Dubrovnik é teste de paciência para quem não gosta de visitar cidades lotadas de turistas, principalmente daqueles de um dia, que chegam nos cruzeiros, em grupos, lotando tudo e transformando o lugar. Ah, Dubrovnik… você tinha que ter um defeito, né? 😉

Dubrovnik dos sonhos: cruzeiro privado de barco ao pôr do sol com vinho e cerveja

O que fazer em Dubrovnik, na Croácia

Antes de começar a dar dicas para você aproveitar melhor a cidade, apesar de sua lotação, queremos deixar claro que não, não somos daquele tipo de “viajante” que se acha melhor que os outros e se recusa a ser chamada “turista”. Mas se tem como visitar os lugares com menos gente e aproveitar ainda mais, por que não?! E esse é o objetivo desse post, te sugerir dicas para visitar e o que fazer em Dubrovnik… numa boa!

Assim sendo, vai seguindo as dicas dadas no texto todo, ou se preferir, clique nos links abaixo e siga direto para a (s) dica (s) que mais te interessar. 😉

O que fazer em Dubrovnik casas

Chip de Internet para os Europa!

Use nosso cupom: VIAJOTECA e garanta 15% de desconto na compra do seu chip de internet 4G com “O Meu Chip“! Super promoção!

Chip celular Europa

1 – Qual a melhor época para visitar Dubrovnik

A estação de turismo em Dubrovnik vai de Maio a Outubro, sendo Julho e Agosto os meses mais lotados e mais caros. Entretanto, recomendamos marcar suas férias para Junho e Setembro, se a sua intenção é pegar uma praia, além de conhecer a cidade. Isto porque neste período a temperatura da água ainda está gostosa e apesar de ainda estar cheia, a situação na cidade está mais maleável.

Sinceramente, achamos que vale muito pouco a pena ir para Dubrovnik de Novembro a Abril, pois todo o encanto da cidade costeira e do clima adriático vai ser perdido. Sem contar que muitas lojas e restaurantes fecham neste período, fora o vento frio, que pode cortar seu coração (risos).

o que fazer em Dubrovnik

SEGURO VIAGEM PARA EUROPA

Uma coisa que não pode faltar na sua viagem é um bom Seguro Viagem Internacional. Até porque, uma ds exigências para entrar na Europa, é possuir um seguro que cubra suas despesas médicas eventuais. Sem um seguro válido, você pode sim ser impedido de entrar nos países europeus!

Viaje tranquilo e esteja protegido/a se alguma emergência acontecer! Não vale a pena arriscar. Aproveite nosso link e receba no mínimo 5% de desconto!!!

Seguros Promo

2 – Prefira visitar a cidade murada antes das 10h ou depois das 16h

Para evitar ser atropelado pelos turistas de um dia dentro da Cidade Murada, ou mesmo durante sua trilha pela Muralha de Dubrovnik (que é passeio obrigatório), na alta temporada, prefira sempre visitar a cidade antes das 10h ou depois das 16h. Assim você pega Dubrovnik ainda vazia dos turistas que vem só para passar algumas horas na cidade, como os vários que descem dos navios, ou ainda, aqueles que fazem bate e volta de outros lugares, como Montenegro, que fica ali ao lado.

>>> Dubrovnik: Tour Game of Thrones com Ingresso da Muralha incluído

O que fazer em Dubrovnik muralhas
Muralhas de Dubrovnik

3 – Mas, o que fazer entre às 10h e 16h?

E aí que está a coisa boa da cidade e a ótima notícia, tem muitas coisas bacanas de o fazer em Dubrovnik nesse meio tempo, para curtir seus dias por lá. Então vamos lá descobrir quais são elas…

Relaxe e tome um solzinho em uma das praias de Dubrovnik

Sim, a gente sabe que para nós, brasileiros, uma praia de pedra nem sempre é nosso sonho de consumo. E já saiba de antemão que as praias de Dubrovnik são, sim, de pedras onde costumamos ter areia. Mas tenha em mente que o legal de viajar é experimentar coisas diferentes! E vamos combinar, não é sempre que podemos tomar um solzinho aos pés do Adriático, né? Então, aproveite! 🙂

Tem a Banje Beach, pertinho da Cidade Murada de Dubrovnik, ou se estiver hospedado na região de Babin Kuk, tem a praia pública chamada Copacabana (Oh, yeahhh! Na foto abaixo). Caso você esteja hospedado em um dos hotéis da rede Valamar, como foi o caso da Mirella, você pode pegar um solzinho na praia particular do Hotel President.

Veja aqui as melhores opções de hospedagem em Dubrovnik!

o que fazer em Dubrovnik
Copacabana Beach em Dubrovnik
Hotel President Lacroma Dubrovnik
Praia particular do President Lacroma Hotel

Vá fazer um passeio de Caiaque

A Mirella e o Kiko fizeram uma excursão de caiaque e adoraram. Para quem gosta de aventura, o passeio é imperdível. Eles foram pela manhã e circularam toda a ilha Lukrom, e puderam descer para conhecê-la um pouquinho (pra quem gosta de Game of Thrones, o trono original estará lá te esperando). Ainda puderam conhecer cavernas e uma praia praticamente deserta chamada Betina. Sem contar o visual lindo do skyline de Dubrovnik, enfeitando o passeio, durante quase todo o tempo. Muito legal mesmo, mas tem que remar!

Eles aceitaram o convite para fazer esse passeio de caiaque do pessoal do Dubrovnik Tourist Board, e foi sensacional!

>>> Tour Combo: Tour Game of Thrones e Excursão de Caiaque

Dicas para visitar Croácia

Ver a vista mais linda da região, do alto do teleférico

O teleférico Dubrovacka Zicara é uma das grandes atrações de Dubrovnik e foi símbolo da cidade até ser bombardeado durante a guerra em 1991. Entretanto, o período de abandono pós-guerra ficou para trás e hoje este teleférico voltou a ser “must do” na cidade.

Além de oferecer uma vista sem igual da cidade e região, ele foi o primeiro teleférico no litoral do Mar Adriático. Do alto da sua estação superior, em seus dois terraços, pode-se observar a cidade murada de Dubrovnik e a Ilha de Lokrum bem em frente. Ainda pode-se ver as Ilhas Elafiti, à direita, e as montanhas da Bósnia Herzegovina.

A viagem no teleférico conecta as muralhas com o Monte Srd, e em menos de cinco minutos se está na estação superior. Uma boa sugestão é subir no final da tarde para assistir ao pôr do sol bem à sua frente e ainda aproveitar e ver a cidade iluminada ao anoitecer.

>>> Teleférico e Walking Tour em Dubrovnik

dubrovnik-Adri Marie por Pixabay
Dubrovnik vista do alto – Foto: Adri Marie por Pixabay

Conhecer a Ilha Lokrum

Se remar não for sua praia, saiba que você pode visitar a Ilha Lokrum via ferry ou em excursões! Foi a esta ilha que chegou Ricardo Coração de Leão, de acordo com a lenda, depois de ter naufragado em 1192. Hoje em dia, a Ilha Lokrum inclui uma fortaleza, as ruínas de um mosteiro beneditino de 1023, além de um jardim botânico e uma praia naturista.

Mas o que atrai mesmo na ilha, hoje em dia, é o fato de ela ter sido usada como locação da série “Game of Thrones”. A cidade de Quarth, perto do Mar de Jade, na segunda temporada, foi ambientada ali. E vários visitantes procura a ilha por causa disto, mas ela ainda apresenta um ar meio inexplorado, até porque ali não tem hotéis e nem moradores, e a Ilha de Lokrum é uma reserva natural protegida pela UNESCO.

Caso você tenha se interessado, é importante saber que o ferry sai do porto de Dubrovnik cada hora até às 18h. A viagem dura apenas 15 minutos. Agora, se o tempo for curto, tem várias excursões de “glass boat” (bem pega turista) que circundam a ilha em um passeio de uma hora, como esse que a mãe da Mirella e a sogra fizeram.

>>> Excursão Ilha de Lokrum e Muralhas de Dubrovnik de Caiaque

>>> Dubrovnik: excursão Game of Thrones à ilha de Lokrum

>>> Dubrovnik: Viagem de catamarã ao pôr do sol

Passeios Dubrovnik

Faça um passeio bate e volta para outro lugar

É importante saber que tem muitas ilhas para fazer excursões desde Dubrovnik, muita gente recomenda a ilha Mljet. Sem ser passeios para ilhas, é possível fazer escalada e caminhadas nas montanhas, e também visitar o Arboretum de Trsteno, que fica a cerca de 20 quilômetros de distância, um dos mais antigos do mundo.

Mas estas não são as únicas opções possíveis, já que Dubrovnik fica supe bem localizada e pertinho da Bósnia e de Montenegro. Fora várias outras cidades da própria Croácia, que são bem acessíveis a partir dali. Então, alugue um carro, como a Mirella e a Carina fizeram (ou descole uma excursão legal!) e descubra as belezas das regiões ali perto. Certamente, os passeios bate e volta que as meninas aqui do blog fizeram a partir de Dubrovnik enriqueceram MUITO a viagem!

>>> De Dubrovnik: Ston e Korčula Tour com Degustações

Montenegro

Caso você tiver mais tempo, como eu tive, alugue um carro e vá conhecer um pouquinho de Montenegro, que é linda e encaixa direitinho para o bate e volta. Assim sendo, nós visitamos Perast, Kotor e Budva no mesmo dia, foi corrido, mas muito proveitoso!

>>> Montenegro: passeio de 1 dia saindo de Dubrovnik

Perast em Montenegro
O charme da pequena Perast

+ O QUE FAZER EM KOTOR, MONTENEGRO – INCLUINDO BUDVA E PERAST


Mostar, na Bósnia

Outro bate e volta muito bacana que o pessoal costuma fazer, é visitar Mostar na Bósnia, uma cidade muito gracinha que fica a cerca de 140 km de distância. A viagem de quase 2h30 vale a pena, já que a cidade é cinematográfica.

>>> Excursão em grupos pequenos para Mostar e Kravica, na Bósnia

Mostar Bósnia
A famosa ponte de Mostar

>>> Transfer de e para o Aeroporto de Dubrovnik dos hotéis de Dubrovnik

4 – O que fazer em Dubrovnik

Mas afinal, o que fazer em Dubrovnik? O que a cidade tem para oferecer? Além de praias incríveis, passeios bate e volta super interessantes e culturais, a cidade tem um centro histórico lindo e cheio de atrações. Apesar de ter sido bombardeado em 1991 e ter 70% do seu patrimônio histórico destruído, a cidade renasceu das cinzas e voltou a brilhar formosa, depois de milhões de euros de investimentos. Que valeram cada centavo para cidade voltar a apresentar suas belas construções aos moradores e visitantes.

Cheia de história e momentos de altos e baixos, Dubrovnik desde sempre teve seu desenvolvimento ligado ao comércio marítimo. E hoje, muito atrelado ao turismo. Com isto, tudo que se desejar, se acha por ali, desde hotéis excelentes, até restaurantes deliciosos. A cidade ainda tem diversos restaurantes que servem uma deliciosa cozinha croata e mediterrânea. Entretanto, a dica é evitar os restaurantes dentro da cidade murada. Afinal, como em qualquer cidade turística, eles são caros e a comida tá longe de ser boa.

Passear pelo interior da cidade murada de Dubrovnik é daqueles programas imperdíveis. Fora o imperdível passeio de conhecer Dubrovnik de cima de suas muralhas, circundando todo centro antigo e vislumbrando de um lado a cidade centenária e do outro, o incrível mar azul do Adriático. Passear pelas muralhas de Dubrovnik e poder apreciar a arquitetura com várias construções barrocas e medievais é um privilégio.

>>> Dubrovnik: excursão turística panorâmica

souvenier croácia

Festas e Festivais em Dubrovnik

Quem visitar a cidade no mês de Agosto vai encontrar o famoso Festival de Verão de Dubrovnik acontecendo. Este é um evento cultural com muita música, dança e teatro, e que acontece desde 1949. Culturalmente, ainda tem o popular Libertas Film Festival é realizado na 2ª semana de Abril.

Outras festas importantes na cidade acontecem no inverno. No dia 3 de Fevereiro, quando celebra-se a Festa de São Brás, o patrono da cidade, e ainda tem o Carnaval de Dubrovnik, ambas as festas que acontecem desde a Idade Média.

Seguros Promo

5 – Roteiro para conhecer Dubrovnik

O que visitar em Dubrovnik no interior das muralhas, o que fazer em Dubrovnik de imperdível, é a dúvida de muitas pessoas, e por isto montei um roteiro de Dubrovnik, passando pelas principais atrações e assim você não perder nada.

Já que no centro histórico tem bastante edifícios e monumentos para conhecer, vamos começar o passeio pela cidade, por uma das entradas de Dubrovnik, que é a Porta Pile.

Porta de Pile

Construída em 1537, a Porta Pile é uma das principais entradas para a cidade murada de Dubrovnik. Este portão medieval conta com uma ponte sobre um fosso, onde antigamente tinha água. Hoje em dia, o fosso é um jardim. Não deixe de prestar atenção na imagem de São Brás, o padroeiro da cidade, que adorna o portão.

O que fazer em Dubrovnik Porta Pile

>>> Dubrovnik: Excursão a Pé de 2 Horas conhecendo locações de Game of Thrones

Depois de atravessar a Porta Pile se está dentro da cidade murada e na sua rua principal, a Stradun. Logo à entrada, encontra-se a Fonte de Onofrio.

Fonte de Onofrio (Velika Onofrijeva Fontana)

A fonte foi construída em 1438 e é um dos marcos de Dubrovnik. Originalmente, a fonte era adornada por uma escultura, mas esta perdeu-se no terremoto de 1667. Sua enorme cúpula central e 16 torneiras de água ao redor, foi por muito tempo responsável pelo suprimento de água da cidade, que fazia parte de um sistema de abastecimento de água proveniente de um poço a 12 quilômetros.

Os degraus em torno costumam ser disputados: além de ponto de encontro dos adolescentes locais, os turistas encalorados aproveitam para abastecer suas garrafas com água e sentar para uma pausa antes de prosseguir a caminhada.

O que fazer em Dubrovnik fonte Onofrio

Boa pedida! >> Dubrovnik Áudio Tour para fazer sozinho pelas ruas da cidade conhecendo sua história

Da Fonte de Onofrio já se vê a Igreja do Santíssimo Salvador, em estilo renascentista. Logo ao lado está o Mosteiro Franciscano e a Antiga Farmácia de Dubrovnik, um bonito complexo que merece ser visitado.

Monastério Franciscano (Franjevački Samostan)

Esta atração de Dubrovnik é uma pérola da Cidade Antiga. Construído em estilo barroco após o terremoto de 1667, o Monastério Franciscano guarda um Portal e uma Pietà dos irmãos Petrović. Além de ainda conter uma interessante coleção de obras de arte sacra.

Dentro, a principal atração para os locais é a tabuleta na parede norte em homenagem ao poeta Ivan Gundulić, cujos restos mortais estão preservados na igreja, em um local não acessível ao público. O claustro é cercado por colunas decoradas. O Mosteiro é conhecido por abrigar valiosos manuscritos em sua biblioteca, uma das mais ricas e antigas na Croácia.

>>> Excursão a pé por Dubrovnik com Mosteiro Franciscano

Antiga Farmácia de Dubrovnik

A cidade conta com a terceira farmácia mais antiga do mundo ainda em funcionamento, que data do ano de 1317. Ela fica localizada no Monastério Franciscano, ao lado da igreja barroca, entre os arcos do átrio do mosteiro. À venda estão produtos feitos ali mesmo e que seguem as receitas dos antigos franciscanos. Boas aquisições são cremes para a pele, feitos com ervas locais.

Fortaleza Minčeta (Tvrđava Minčeta)

A torre que você vê à esquerda a atravessar a Porta Pile é a Fortaleza Minčeta. Esta é a torre mais imponente da cidade antiga, situada na parte norte das muralhas. O seu aspecto atual data de 1464, quando substituiu um edifício quadrado menor (de 1319). Do seu topo podem-se apreciar das melhores vistas da cidade. Alguns eventos do Festival de Verão acontecem em seu terraço.

O que fazer em Dubrovnik fortaleza minceta

A rua longa que começa aqui é a Stradum (ou Placa) e é a rua principal da cidade murada de Dubrovnik.

Stradum (Placa)

Esta bela rua plana (uma raridade na cidade) e exclusiva para pedestres, é toda pavimentada com piso de calcário da ilha de Brac. Tão lisa e brilhante, que parece mármore. Nada menos do que merece a principal via do centro antigo! Sempre cheia de gente, às vezes, caminhar por ela pode ser uma aventura (estressante, por certo!), mas imprescindível e animada.

A Stradum (Placa) liga a Porta Pile (Vrata od Pila) a Porta Ploce (Vrata od Ploca), e ao longo dela estão inúmeras lojas, barraquinhas de comida local, cafés, restaurantes e sorveterias. Placa corta inúmeras vielas com escadarias íngremes, que atravessam o centro histórico e é bem indicado desbravá-las (ao menos algumas delas).

A Stradun também foi reconstruída após o grande terremoto de 1667, e antes ela era ladeada por luxuosos palácios. Mas apesar de o objetivo inicial da reconstrução ser de defesa da cidade, e ter uma aparência mais modesta que a inicial, ainda assim ela é considerada uma das mais charmosas ruas do mundo.

O que fazer em Dubrovnik Stradum

Na outra extremidade de Stradum (Placa), está a Praça Luža, a parte mais movimentada do Centro Histórico. Nesta praça estão a Coluna de Orlando, junto à Igreja de São Brás, dedicada ao padroeiro de Dubrovnik, São Brás e bem em frente, o Palácio Sponza, uma bem sucedida mistura de estilos gótico e renascentista.

Coluna de Orlando (Orlandov stup)

Bem em frente à igreja de São Brás está a grande coluna de pedra escavada com a figura de um cavaleiro medieval erguida em 1418, em homenagem ao cavaleiro Orlando. Segundo a lenda, Orlando ajudou o povo da antiga Dubrovnik (que se chamava Ragusa) a derrotar os invasores no século IX. Como o monumento representa a liberdade, hoje em dia a coluna também carrega a bandeira Libertas (liberdade) do Festival de Verão da cidade, bem como a bandeira do Festival St. Blaise (São Brás).

Conta a história, que o antebraço de Orlando possui 51,25 centímetros de comprimento, e esta era a medida padrão que comerciantes de tecidos de Dubrovnik mediam, cortavam e vendiam seus tecidos.

O que fazer em Dubrovnik Orlando

Igreja de São Brás (Crkva svetoga Vlaha)

Como é de se imaginar, esta igreja é dedicada ao patrono e protetor da cidade de Dubrovnik, São Brás. Ela foi construída no século XIV, mas foi destruída no terremoto de 1667, sendo reerguida em 1706 em estilo barroco, como permanece até hoje. O interior da igreja é todo minunciosamente decorado, e os altares de mármore são impressionantes.

No altar-mor vê-se uma estátua gótica de São Brás, em prata banhada a ouro do século XV, que tem na mão um modelo da cidade como era antes do terremoto. A estátua é uma obra de um artista desconhecido e é a obra de arte mais valiosa de Dubrovnik. A estátua e alguns outros objetos de valor da igreja não foram danificados no grande terremoto e nem mais tarde, no incêndio que destruiu a antiga igreja. Assim sendo, este fato foi interpretado como um sinal e um milagre.

O que fazer em Dubrovnik Igreja São Bras

São Brás

Segundo a lenda, no ano de 971, na noite de 2 a 3 de fevereiro, navios venezianos ancoraram em frente à Dubrovnik sob o pretexto de pegar água e abastecer antes de seguir para o leste. Um padre chamado Stojko caminhou até a igreja de Santo Estevão (Stjepan – em croata) em Pustijerna (uma parte da cidade) naquela noite. Ele descobriu que as portas da igreja haviam sido deixadas abertas.

Na igreja, ele encontrou um velho com um batalhão de forças celestes. O velho disse-lhe para avisar o conselho da cidade que os venezianos planejavam atacar a cidade e que ele já os estava afastando da cidade por várias noites. Quando Stojko perguntou quem ele era, o velho respondeu que ele era Vlaho (Brás – Blasius).

Quando os venezianos viram que as portas da cidade haviam sido fechadas e que as paredes estavam abertas para ataque, ergueram as âncoras e abandonaram os planos do ataque surpresa à cidade. Desde aquele dia, São Brás se tornou o santo padroeiro de Dubrovnik.

Centenas de estátuas de São Brás (Blasius) podem ser encontradas em toda a cidade. Em todos os cantos das muralhas da cidade de Dubrovnik, você notará uma estátua de São Blasius, embutida nas paredes, observando atentamente a distância, antecipando intenções hostis, protegendo a cidade sob seu relógio.

Palácio Sponza

O belo Palácio Sponza construído em 1516 e em estilos gótico e renascentista, era a antiga Casa da Moeda. Sem dúvida, ele é um dos mais belos palácios da cidade, e está preservado em sua forma original, já que não foi danificado no terremoto de 1667 e esse fato provavelmente salvou a República de Dubrovnik. Desta forma, os assuntos de Estado puderam continuar, apesar da forte destruição de toda cidade.

Durante o Festival de Verão de Dubrovnik, o palácio de Sponza é palco da cerimônia de abertura, onde atores que representam o Reitor e os membros do Conselho Menor sentam-se na varanda superior do palácio de Sponza e fazem as honras aos atores que vieram à cidade para entreter e divertir o público, além de entregar as chaves da cidade para que eles apresentem seus shows.

Atualmente, o Palácio Sponza abriga a instituição cultural mais importante de Dubrovnik, o Arquivo Histórico da cidade, no primeiro andar. Ali, encontra-se uma exposição permanente, em homenagem aos defensores da cidade na guerra dos anos 90. O acesso é gratuito.

Torre do Relógio (Luža i Gradski zvonik)

A Torre do Sino data de 1444 e está alinhada ao centro da rua Placa. Esta famosa torre tem 35 metros de altura e é, na verdade, uma reconstrução, já que após o terremoto de 1667, a torre anterior começou a inclinar-se (como a torre de Pisa), então em 1929, ela foi considerada insegura e demolida.

A único parte original da primeira torre é o sino, que fica no topo, e pesa mais de 2 toneladas. A princípio, as duas figuras que tocavam a campainha eram de madeira. Mais tarde, as figuras de madeira foram substituídas por estátuas de bronze, os famosos “zelenci” – croatas (“os verdes”).

O que fazer em Dubrovnik torre relogio
Palácio Sponza e Torre do Relógio

Continue o passeio, siga pelo lado da Igreja de São Brás até a praça Gundulićeva Poljana, onde acontece o Gruž Market.

Gruž Market

Este é o mercado local e os estandes são realmente atrativos. Ali pode se comprar uma grande variedade de produtos regionais, como: azeites, vinhos, rakija (bebida local), lavanda, geleias, conservas, frutas secas, e tantas outras delícias. Os produtos são de muita qualidade, e são uma ótima opção de presentes, já que suas embalagens são bem atraentes.

mercados croácia

Pertinho da Praça Gundulićeva Poljana está o Palácio dos Reitores, que é o Museu de História da cidade, e a Catedral de Dubrovnik.

Palácio dos Reitores (Knežev dvor) e Museu de História Cultural

Este palácio é a antiga residência oficial do reitor, a autoridade máxima da república. Este prédio já passou por inúmeras reconstruções, devido a turbulenta história da cidade, que sempre o afetou. Mas o prédio principal que se vê hoje é uma construção de meados do século XV (1441), em estilo gótico e renascentista com algumas adições barrocas.

O lugar que já foi o centro político-administrativo da cidade abriga hoje o Museu de História Cultural de Dubrovnik. A coleção exibe móveis e roupas de época e pinturas de aristocratas ragusanos. No térreo, pode-se visitar as salas de reuniões do Conselho, um arsenal e uma masmorra.

Catedral de Dubrovnik (Katedrala Uznesenja Blažene Djevice Marije)

Conta a lenda, que Ricardo, o Coração de Leão, quando retornava das Cruzadas em 1192, naufragou e encalhou na Ilha Lokrum, em frente a Dubrovnik, durante uma forte tempestade. Para agradecer a Deus por sua vida, ele prometeu construir uma grande igreja no local onde sua vida foi salva. Mas os líderes de Dubrovnik o convenceram de que seria muito melhor construir a igreja em Dubrovnik. E assim foi feito e surgiu a Catedral da cidade.

Entretanto, a construção original virou pó durante o Grande Terremoto de 1667. E esta que era uma luxuosa basílica, decorada com muitas estátuas, foi substituída por este novo prédio de 1713, em estilo românico-barroco.

Na catedral estão guardadas as relíquias do santo padroeiro de Dubrovnik, São Brás, assim como inúmeras obras de arte. Não deixe de apreciar o altar de São João, que é feito de mármore puro em estilo nórdico-barroco e é simplesmente de tirar o fôlego.

cathedral-dubrovnik neufal54 por Pixabay
Catedral de Dubrovnik Foto: neufal54 por Pixabay

Retorne para a Praça Luža e dali siga para conhecer o Mosteiro Dominicano, perto da Porta de Ploče, onde se funde com as muralhas da cidade.

Mosteiro Dominicano (Dominikanski samostan)

O mosteiro dominicano é uma das partes arquitetônicas mais importantes de Dubrovnik e o maior tesouro do patrimônio cultural e artístico da cidade, pois o museu do mosteiro exibe muitas pinturas, artefatos, joias e outros itens da rica história de Dubrovnik. Além disto, sua biblioteca conta com mais de 220 livros impressos manualmente, numerosos manuscritos e um rico arquivo com preciosos manuscritos e documentos.

Os dominicanos fundaram seu mosteiro em 1225, no entanto, a construção da igreja atual e do mosteiro só foi concluída no século XIV. A igreja do mosteiro não tem nada de muito extraordinário por fora, mas seu interior é bem decorado. Sendo que ali se encontra um grande crucifixo de ouro no altar principal, uma obra de Paolo Veneziano, do século XIV. Além do Cristo, o crucifixo representa simbolicamente os quatro evangelistas nos cantos. Abaixo do crucifixo, estão Maria e São José em luto.

Museu do Mosteiro

O Museu do Mosteiro abriga um interessante acervo de arte sacra com objetos, uma grande coleção de joias, pinturas e iluminuras. Aqui pode-se apreciar as melhores pinturas da escola de arte de Dubrovnik dos séculos XV-XVI.

→ Dica:

Caso queira descansar um pouco, apreciando o movimento, ou comer alguma coisa, siga da Praça de Luža, através da passagem que fica sob o Mosteiro Dominicano, ao lado da torre. Este caminho leva até o Antigo Porto (Porat), um ótimo lugar para passar um bom tempo contemplando o mar e sentar numa mesa em um dos cafés ou restaurantes.

É deste porto animadíssimo de onde partem as embarcações de passeio para ilhas próximas e passeios pelo mar.

O que fazer em Dubrovnik porto antigo

Muralhas de Dubrovnik

Ali também fica uma das entradas para fazer a visita às Muralhas de Dubrovnik (Dubrovačke gradske zidine), um passeio imperdível na cidade! Explicamos tudo sobre este passeio no post sobre as Muralhas de Dubrovnik. São cerca de 2 quilômetros circundando o centro antigo de Dubrovnik, num passeio muito bacana.

>>> Excursão a pé particular por Dubrovnik e muralhas da cidade em espanhol


+ AS MURALHAS DE DUBROVNIK: UMA DAS GRANDES ATRAÇÕES DA CROÁCIA!


Outra construção que pode chamar a atenção para quem vai até a Porta de Ploče é a Fortaleza Revelin.

Fortaleza Revelin

Esta fortaleza foi construída em forma de trapézio irregular entre 1500 e 1538 para proteger o porto, a Porta de Ploče e a ponte da cidade. O seu vasto terraço, o maior da cidade, é usado para espetáculos no verão, como shows de rock, festas techno e festas exclusivas. Ainda acontecem ali alguns eventos do Festival de Verão de Dubrovnik. Além disso, no interior da fortaleza de Revelin está localizada uma boate, em um ambiente único.

Porta de Ploče

Esta é a entrada oriental da cidade murada, e uma das pontas da rua Stradum. O exterior data do século XVII, enquanto que a ponte levadiça de madeira e a ponte de pedra com dois vãos similares ao da porta de Pile são do século XV. No topo vê-se uma estátua de São Brás, o padroeiro da cidade. Dali, pode-se ter belas vistas noturnas do antigo porto.

O que fazer em Dubrovnik porta Ploce

Conclusão sobre Dubrovnik

Se tem uma cidade encantadora na Croácia, e cheia de história, esta cidade é Dubrovnik. Mesmo lotada no verão, ela é um destino imperdível para quem viaja ao país. Além de ser um passeio obrigatório caso você esteja ali pelos arredores para visitar a Bósnia e Montenegro. Ela é daqueles cidades que chamam a gente e apaixonam, pois em qualquer esquina tem uma beleza e um atrativo.

Este post foi feito numa junção de dicas de viagem feitas por Dubrovnik e arredores de duas de nossas sócias: Carina e Mirella. E ambas se encantaram e voltaram cheias de dicas e loucas para voltar um dia. Então, esperamos que as dicas e o roteiro dado acima sejam de muita utilidade. Caso ainda surjam dúvidas, não deixe de nos mandar nos comentários, ficaremos felizes em tentar responder!

Para saber o roteiro completo da viagem que a Mirella fez e ter inspirações para a sua, dê uma olhada no post dos 23 dias de carro pela Europa (Balcãs & Itália). Certamente você encontrar dicar e sugestões quentes para uma viagem por estes destinos.

O que fazer em Dubrovnik praia

PLANEJE SUA VIAGEM COM NOSSOS PARCEIROS!

Todas as Viagens - Botão Seguro Viagem

 

Botão Chip de Celular
Todas as Viagens - Botão Passagem aérea

 

Botão Hoteis

Todas as Viagens - Botão Aluguel de carro

 

Botão Ingresso

Vale a pena comprar antecipadamente!!

LEIA TAMBÉM:

Fale com a gente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

O Viajoteca usa cookies para tudo funcionar direitinho no seu browser, tudo bem? Aceito Leia mais

Privacidade & Cookies