Dicas de Viagem

1 Cidade : 1 Atração = Jakarta: Mesquita Nacional da Indonésia

Mesquita Nacional da Indonésia em Jakarta
21

Mesquita Nacional da Indonésia em Jakarta

Com quase 260 milhões de habitantes, a Indonésia é o país com a maior população muçulmana do mundo. No post desta semana da série 1 cidade: 1 atração, vamos viajar até Jakarta, a capital do quarto país mais populoso do mundo, para conhecermos a Mesquita Nacional da Indonésia. A Istiqlal Mosque, uma das dez maiores mesquitas do mundo.

Mesquita Nacional da Indonésia em Jakarta

1 Cidade : 1 Atração = Istiqlal Mosque : Mesquita Nacional da Indonésia em Jakarta

A Istiqlal Mosque, ou mesquita nacional da Independência Indonésia foi inaugurada em 22 de fevereiro de 1978 e desde então ostenta o título de maior mesquita islâmica do sudeste asiático, tanto em termos de tamanho como capacidade.

Mesquita Nacional da Indonésia em Jakarta

Com quase 100.000 m2 de área construída, a mesquita de Jakarta pode acomodar até 180.000 fiéis, fazendo dela um dos locais sagrados mais visitados do mundo islâmico fora do Oriente Médio. Esse impressionante número de pessoas reunidos num único lugar acontece esporadicamente ao longo do ano, mas é especialmente comum durante as festividades do fim do período do Ramadã.

Ramadã na mesquita de jakarta (AP Photo/Achmad Ibrahim)
Ramadã na mesquita de jakarta (AP Photo/Achmad Ibrahim)

Localizada na Jalan Taman Wijaya Kusuma no centro de Jakarta, na porção nordeste da Merdeka Square / MONAS, a Mesquita Istiqlal se destaca na paisagem com a sua conspícua cúpula branca de 45m de diâmetro.

Mesquita Nacional da Indonésia em Jakarta

Projetada em 1954 por Frederich Silaban, um arquiteto cristão do norte da ilha de Sumatra, as linhas da mesquita Istiqlal de Jakarta são clean e inspiradas nas correntes arquitetônicas modernistas do final da década de 50 e início dos anos 60.

Mesquita Nacional da Indonésia em Jakarta

A idéia da construção de uma mesquita nacional foi do líder muçulmano KH Wahid Hashim e posta em prática por Cokroaminoto, então ministro para assuntos religiosos da Indonésia na segunda metade da década de 50.

Mesquita Nacional da Indonésia em Jakarta

Istiqlal cujo tradução do Bahasa é “Liberdade”, é um lembrete da luta pela independência nacional da Indonésia. Sua construção levou ao todo 17 anos e foi supervisionada pessoalmente pelo então presidente Soekarno que ao longo da construção da mesma acabou sendo deposto pelo general Suharto que inaugurou a mesquita em 1978.

Mesquita Nacional da Indonésia em Jakarta

Para dizer a verdade, sempre tive muita curiosidade em conhecer essa mesquita. Lembro que quando ainda era criança, ainda no ensino funfamental, li uma reportagem sobre o crescimento explosivo do islamismo no mundo numa edição da revista super interessante. Nesta revista, que tinha até cheiro, havia justamente uma foto do interior dessa mesquita durante o Ramadã, aquela imagem com milhares de pessoas rezando de certa forma ficou marcada na minha memória. E quem diria, um dia poderia visitar o local ao vivo e a cores. São justamente esses momentos que fazem viajar, um dos melhores investimentos pessoais que podemos fazer em nossas vidas.

Muçulmanas na Mesquita de Jakarta

Para ler os outros posts da série 1 Cidade : 1 Atração, clique aqui!

História da construção da mesquita nacional em Jakarta

Após a Revolução Nacional (1945-1949) que culminou com o reconhecimento da independência da Indonésia por parte da Holanda em 1949, surgiu entre a classe política e religiosa da então recém fundada República Indonésia um movimento crescente em prol da construção de uma grande mesquita nacional.

Mesquita Nacional da Indonésia em Jakarta

A idéia de construir uma mesquita nacional na Indonésia foi encabeçada por Wahid Hasyim e pelo então ministro para os assuntos religioso da Indonésia Anwar Cokroaminoto, que mais tarde seria nomeado como o presidente da Istiqlal Masjid Foundation.

Mesquita Nacional da Indonésia em Jakarta

Liderada por Cokroaminoto, a comissão fundada em 1953 apresentou a idéia da construção da mesquita para o então presidente indonésio Soekarno, que juntamente com seu gabinete prontamente acolheu a idéia e deu ordens para o início do projeto. Tanto que mais tarde, o projeto e execução da construção da mesquita passou a ser supervisionado diretamente por ele, o presidente da Indonésia até o mesmo ser deposto por seu sucessor.

Mesquita Nacional da Indonésia em Jakarta

Para a construção da grandiosa mesquita de Jakarta, vários locais de construção foram propostos; Mohammad Hatta, vice-presidente indonésio, sugeriu que a mesquita deveria ser construída perto de áreas residenciais como em Menteng ou ao longo da Thamrin Avenue (uma das principais avenidas de Jakarta). Um dos locais mais cotados na época, era o terreno onde está localizado hoje, o Hotel Indonésia Kempinski e um dos maiores e melhores shoppings da cidade, o Grand Mall of Indonesia.

Istiqlal Mosque em Jakarta - A Maior mesquita do sudeste asiático 27

No entanto, Soekarno insistiu que a mesquita nacional deveria estar localizada perto da praça mais importante da nação, a Merdeka Square e perto do Palácio Presidencial. Isto porque de acordo com a tradição javanesa o Kraton (Palácio Real) e Agung Masjid (Grande Mesquita do Sultão) devem estar localizadas ao redor do Alun-Alun (principal quadra das cidades javanesas), o que no caso de Jakarta significa estar perto da Merdeka Square, do palácio presidencial e do MONAS (Monumento Nacional da Indonésia construído entre 1961 e 1975).

Mesquita Nacional da Indonésia em Jakarta

Soekarno também insistiu que a mesquita nacional da Indonésia deveria ser construída perto de Catedral de Jakarta, para simbolizar a tolerância e harmonia religiosa, como promovida pela Pancasila (a filosofia nacional da Indonésia e os cinco princípios que constituem a base filosófica de nacionalidade indonésia).

Istiqlal Mosque em Jakarta - A Maior mesquita do sudeste asiático 11

Foi ai que, depois de algumas deliberações, decidiu-se que a mesquita nacional seria construída no parque Wilhelmina, em frente à Catedral de Jakarta. Para abrir caminho para as obras da mesquita, o Prins Frederick Castle, construído em 1837 pelos holandeses em estilo colonial teve que ser demolido.

Istiqlal Mosque em Jakarta - A Maior mesquita do sudeste asiático 13

Soekarno que era Engenheiro Civil com especialização em Arquitetura, participou ativamente no planejamento e construção da mesquita, inclusive atuando como o presidente do júri do concurso de design da mesquita realizado em 1955. O projeto apresentado pelo arquiteto Frederich Silaban, um arquiteto cristão de Sumatra, com o tema “Ketuhanan” que em Bahasa Indonesia significa “Divindade” foi o projeto escolhido como o vencedor.

Istiqlal Mosque em Jakarta - A Maior mesquita do sudeste asiático 7

A pedra fundamental da mesquita foi lançada por Soekarno em 24 de agosto de 1961 e a construção da Istiqlal Mosque levou 17 anos para ser finalizada. Nestes 17 anos, o presidente Soekarno acabou sendo deposto pelo general Suharto que acabou inaugurando a mesquita como a Mesquita Nacional da Independência Indonésia ou Masjid Istiqual em 22 de fevereiro de 1978.

Istiqlal Mosque em Jakarta - A Maior mesquita do sudeste asiático 20

Desde então, a Istiqlal Mosque é considerada a maior mesquita do sudeste asiático. Com uma capacidade de mais de 180.000 fiéis que lotam o local durante as celebrações do mês do ramadã, fazendo da mesquita de Jakarta é um dos maiores monumentos islâmicos do mundo.

Mesquita Nacional da Indonésia em Jakarta

Arquitetura da Mesquita Nacional da Indonésia: Istqlal Mosque

A mesquita Nacional da Indonésia tem oficialmente sete entradas, e apesar de, durante os dias “normais de visitação”, apenas um deles estar aberto. Os sete portões da mesquita de Jakarta prestam uma homenagem ao Al-Asmaul-Husna, os 99 nomes de Allah no Islã. O número sete, por sua vez, representa os sete céus da cosmologia islâmica.

Istiqlal Mosque em Jakarta - A Maior mesquita do sudeste asiático 14

O wudu ou abdesto utilizados na ablução (ritual de purificação que o muçulmano faz antes das rezas) estão localizados no piso térreo, enquanto o salão principal da oração e o pátio principal estão no primeiro andar da mesquita.




Mesquita Nacional da Indonésia em Jakarta

A arquitetura da mesquita Istiqlal consiste basicamente em duas estruturas retangulares ligadas entre si: A estrutura principal e a estrutura secundária menor. A estutura menor serve como portão principal, bem como escadas e espaços de oração em 4 diferentes andares e que circumdam o salão principal.

Mesquita Nacional da Indonésia em Jakarta

Já o edifício do salão principal, onde encontramos o salão de oração está coberto sob uma abóboda central com 45 metros de diâmetro. E o número “45” por sua vez, coincidência ou não, simboliza 1945, o ano da proclamação da Independência da Indonésia.

Mesquita Nacional da Indonésia em Jakarta

A cúpula principal da mesquita, por sua vez é adornada com um pináculo ornamental feito em aço inoxidável sob a forma de uma meia-lua e estrela, o símbolo do Islã. Já a cúpula secundária menor também é adornada com um pináculo de aço inoxidável com o nome de Allah (Deus) na caligrafia islâmica. Ambos além de decorativos, servem também, como para-raios.

Mesquita Nacional da Indonésia em Jakarta

A enorme abódoda formada sob a cúpula do salão principal é suportada por doze colunas redondas, e a sala de oração é cercado por pilares retangulares com quatro níveis de varandas. As 12 colunas representam o aniversário do profeta islâmico Maomé em 12 de Rabi ‘al-awwal (terceiro mês do calendário islâmico).

Mesquita Nacional da Indonésia em Jakarta

O piso principal e os quatro níveis de avarandados fazem ao todo a mesquita ter cinco andares; o número “5” por sua vez, representa os cinco pilares do Islã e também da Pancasila. Lances de escadas nos 4 cantos do edifício permitem o acesso a todos os pisos (embora o acesso aos 3 últimos deles é apenas durante o Ramadã).

Ramadã em Jakarta
Mesquita Nacional da Indonésia em Jakarta durante o Ramadã (AP Photo/Achmad Ibrahim)

O salão principal por sua vez é alcançado através de uma entrada coberta por uma cúpula de 8 metros de diâmetro; o número 8 simboliza o mês de Agosto, o mês de Independência da Indonésia. Infelizmente não muçulmanos, não podem entrar nesta parte da mesquita.

Istiqlal Mosque em Jakarta - A Maior mesquita do sudeste asiático 29

O design interior da mesquita é minimalista, simples e clean-cut, com um mínimo de ornamentos geométricos feitos de aço inoxidável. Como é o caso das colunas 12 são cobertas com aço inoxidável importado da Alemanha. Assim como os adornos da abódoda da mesma que dependendo da iluminação pode adquirir diferentes cores.

Colunas da Mesquita Nacional da Indonésia em Jakarta

Na parede do lado voltado para o Qiblah, como em toda mesquita que se preze, há um mihrab e minbar ao centro. Ainda nesta parede principal, há duas grandes peças em caligrafia árabe, soletrando o nome de Allah no lado direito e Maomé no lado esquerdo. Já no centro há também o verso 14 da vigésima sura do Alcorão.

Istiqlal Mosque em Jakarta - A Maior mesquita do sudeste asiático 23

Ao contrário de muitas mesquitas árabes, persas, turcas e indianas que geralmente apresentam vários minaretes, a mesquita Istiqlal em Jakarta tem apenas um único minarete e este tem como finalidade não apenas chamar os fiéis para oração, mas também simboliza a unidade divina de 1 único Deus.

Minarete Mesquita Nacional da Indonésia em Jakarta

Com 66,66 metros de altura, o minarete da mesquita nacional de Jakarta tem essa altura para simbolizar os 6.666 versos da versão tradicional do Alcorão. No auge do mesmo há uma peça de aço inoxidável de 30 metros de altura simbolizando a 30 sura do Alcorão.

Istiqlal Mosque em Jakarta - A Maior mesquita do sudeste asiático 25

Ao redor de toda mesquita há um gigantesco pátio com piso em cerâmica com desenhos orientados em direção à Mecca na Árabia Saudita e são a razão pela qual quase 200.000 pessoas cabem nesse lugar durante as festividades do Ramadã. Inicialmente pensava que esse povo todo caberia dentro da mesquita, mas não, durante as festividades do calendário muçulmano muita gente fica orando do lado de fora mesmo.

Istiqlal Mosque em Jakarta - A Maior mesquita do sudeste asiático 26

Curiosidades sobre a Mesquita de Jakarta

A mesquita nacional da Indonésia não é apenas uma mesquita onde os muçulmanos rezam, em seu interior, há também uma escola primária islâmica (Madrasah Ibtidaiyah), uma escola secundária (Tsanawiyah) e uma Senior High School. Ou seja, este lugar nunca está vazio.

Madrassa na Mesquita Nacional da Indonésia em Jakarta

No lado sul perto do minarete há também um grande Bedug (uma espécie de tambor, um cilindro de madeira grande feito de pele de vaca). Instrumento comum em boa parte do mundo islâmico indonésio, tradicionalmente utilizado por muçulmanos de Java durante o adhan (chamada para a oração).

Istiqlal Mosque em Jakarta - A Maior mesquita do sudeste asiático 9

No canto sudoeste do jardim ao redor da mesquita, há uma grande piscina e uma grande chafariz que jorra água a uma altura de até 45 metros de altura. A fonte só funciona às sextas-feiras durante o salat congregacional e durante feriados islâmicos, como Eid ul-Fitr e Eid ul-Adha. O rio Ciliwung flui através do complexo da mesquita ao longo do lado oriental da mesquita. Infelizmente parece bastante poluído.

Istiqlal Mosque em Jakarta - A Maior mesquita do sudeste asiático 6

Informações úteis para visitar a mesquita de Jakarta:

Entrada

Entrada é gratuita, no entanto é recomendável deixar uma gorjeta entre 20.000 e 50.000 IDR (5.70 e 14.20 BRL em Fev 2016).

 

Como chegar

Jakarta até possui sistema de transporte público e em poucos anos terá também metrô, porém os deslocamentos de táxi costumam ser tão baratos que não vale o perrengue. Uma corrida do Mandarin Oriental onde fiquei hospedado sai por cerca de 35.000 IDR (10 BRL em Fev 2016).

Estacionamento

Existe estacionamento no local, ou no pátio anexo à catedral do outro lado da rua.

Endereço:

Istiqlal Mosque

Jalan Taman Wijaya Kusuma, Jakarta 10710, Indonesia

Coordenadas GPS

Coordenadas Geográficas (GPS)

Latitude Longitude
S 6 10.160 E 106 49.957

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI:

Comente Aqui

21 Comentários
  1. […] 1 Cidade: 1 Atração = Mesquita Nacional da indonésia em Jakarta […]

  2. aprontandomalas Diz

    Uau, quanto cultura e história!!! também tenho muita vontade de conhecer uma mesquita! Deve ser maravilhoso!! Adorei o post.

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      É um passeio muito interessante!!

  3. Eloah Cristina Diz

    Só conheço mesquitas aqui no Brasil. Fiquei encantada com a diferença e tradições dessa da Indonésia.

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      É bem diferente mesmo!! Acho legal que as mulheres apesar de cobertas usam roupas bem coloridas

  4. viagenseviagenseviagens Diz

    Adorei saber mais dessa Mesquita… Pode ter certeza que ela estará no meu roteiro no dia que for à Jakarta…

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      É um programa bem interessante de se fazer na capital indonésia.

  5. giselerocha5 Diz

    Que maravilha de post, Oscar. Sou doida para conhecer essa mesquita, mas ainda não tive a oportunidade de ir à Indonésia. Vou salvar esse texto nos favoritos para eu ler de novo antes de ir. Abraços!

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      Legal!!! Até lá espero ter publicado alguns outros posts sobre esse país incrível!!

  6. Katarina Holanda Diz

    Eu nunca fui em uma mesquita, muito interessante o post! Fiquei encantada com essa cúpula central.

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      A cúpula central é mesmo o ponto mais legal da arquitetura dessa mesquita.

  7. Adriana Mendonca Diz

    Nossa, que post completíssimo sobre essa mesquita!!! Devo ir pra lá em breve e, como adoro conhecer mais a história dos lugares que visito, esse post foi super util. Obrigada!

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      Legal que você curtiu 😀 Obrigado pela visita

  8. Maria João Proença Diz

    Que sitio magnifico. Em Jakarta apenas estive de passagem para apanhar um voo, nunca cheguei a visitar a cidade. Se um dia lá voltar farei questão de incluir esta mesquita no roteiro de viagem. Fantásticas fotos! Obrigada pelas dicas

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      É realmente um lugar surpreendente. Eu gostei bastante de conhecer um pouco mais de Jakarta, não sei se teria ido a Jakarta turismo com tantos outros lugares mais interessantes para conhecer na indonésia, mas como fui a “trabalho” aproveitei a oportunidade para tentar conhecer um pouco mais.. A mesquita, os museus e principalmente os restaurantes foram as coisas que mais me surpreenderam na cidade.. Voltaria a passeio numa escala novamente sem pensar duas vezes.

  9. angiesantanna Diz

    acho mesquitas sempre bonitas, são construções imponentes com cuidados em cada detalhe e muuito dourado! a minha preferida é a de Kuala Lumpur!

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      A mesquita de Kuala Lumpur é bem diferente, se for a mesma que eu estou pensando.. Em KL adorei conhecer o museu de arte islâmica pertinho da National Mosque.

  10. Nossa que enorme esta mesquita! Morro de vontade de conhecer uma. Fui em Foz do Iguaçu mas estava fechada para reformas, mas nem se compara com esta que você foi. Parabéns pelo post

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      Ela é realmente gigantesca.. Uma das maiores do mundo. Eu não conheço a mesquita de foz. A única mesquita do Brasil que eu já visitei foi a de Curitiba.
      Obrigado pela visita e pelo comentário

  11. Paula Oliveira Abud Diz

    Nossa, fiquei surpresa com o tamanho da Mesquita e que linda ela é, com capacidade para 18 mil pessoas, gente que massa!
    A cultura deles é muito bonita, adorei conhecer um pouquinho mais aqui no seu blog.

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      Ela é mesmo gigantesca!! É uma cultura bem diferente mas ao mesmo tempo muito interessante. Achei bem válido conhecer.