La Morra, um encanto de cidade em Piemonte, na Itália

0

Eu nunca havia ouvido falar de La Morra, uma pequena e bela vila nos arredores da famosa Barolo. A cidade fica na região de Langhe, em Piemonte, no norte da Itália. Mas me encantei assim que começamos a subir a estrada sinuosa que leva até a cidade. E como não? Afinal, ela fica no cume de uma colina, a 550 metros de altitude, olhando vinhedos a perder de vista. La Morra é a Itália que a gente sonha conhecer!

Não esqueça de fazer o seu Seguro de Viagem, pois ele é obrigatório nas viagens para a Europa.  Nossos leitores recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: VIAJOTECA5.

Um pouco de história…

 

A História conta que La Morra, assim como a maioria das cidades vizinhas, foi fundada no local por razões de segurança. No período medieval (século XII), foi construída com a proteção de um alto muro ao redor de si. Já o seu nome vem de Loci Murrae, que significa “recinto de ovelhas”. De fato presume-se que os frades beneditinos que moravam em Annunziata (parte da cidade) pastoreava seu rebanho nestas terras.

 

A região sempre foi uma área vinícola próspera. Teve tempos nesta região, que era ilegal cortar uma videira Nebbiolo. Caso ousasse-se cometer este crime, podia-se contar com penalidades severas que iam desde ter uma mão amputada até o enforcamento.

 

Os primeiros a introduzir o cultivo de uvas foram os monges que viviam na atual Igreja dell’Annunziata, na aldeia do mesmo nome. Este convento do século XIII, é um monumento de interesse histórico e artístico e vale a visita.

La Morra21

O lugar também passou por uma sucessão de períodos difíceis, quando a região de Langhe foi abalada pela guerra, pela peste e pelo devastador terremoto de 1222. Estas catástrofes deram lugar ao fervor religioso, que só aumentou com a chegada de São Francisco de Assis, em 1223, que pregou nestes terras.

 

Mas os tempos ruins ficaram para trás e a cidade tem muitas belezas a oferecer em seu bem-conservado e animado centro histórico, e especialmente à mesa! A cidade é famosa por seus vinhos finos e excelente cozinha.

 

Mangialonga

A cultura do vinho e boa comida é tão difundida e reconhecida em La Morra, que o seu evento mais popular é o Mangialonga (algo como “comer longamente”). Este evento acontece no último domingo de agosto, e envolve uma série de paradas para saborear produtos tradicionais ao longo de uma rota de quase quatro quilômetros entre vinhas, quintas e capelas espalhadas por todo o campo nos arredores da cidade.

Conhecendo a cidade de La Morra

Chegando em La Morra, vindo pela Via Alba (estrada que sobe a colina e leva até a cidade) deixe o carro no estacionamento da Piazza Martiri. A circulação de carros nas estreitas ruas da vila é limitada aos moradores, e além do que a cidade é facilmente percorrida à pé. Dali já se tem belas vistas da região e uma ideia do que se esperar desta visita!

La Morra01
La Morra03

Logo ali ao lado está o serviço de informação turística que oferece informações eficientes das atrações histórico-culturais, além de auxiliar os turistas com reservas de hotéis, restaurantes e etc. A cidade oferece ao lado de todas as suas atrações placas com uma curta explicação sobre o lugar, o que facilita bastante a vida dos turistas curiosos.

La Morra26
La Morra27

Seguindo pela graciosa Via Umberto I, com seus vários restaurantes e lojinhas que despertam o apetite, chega-se na Piazza Castello.

La Morra04

Piazza Castello

Esta praça fica no ponto mais alto da cidade e oferece uma vista inesquecível das colinas circundantes e da cidade de Barolo, logo abaixo. Aqui estão a maioria das atrações da cidade, além de alguns restaurantes.

Esta praça já foi lugar de um imponente castelo, propriedade da Falletti (uma das famílias nobres mais importantes da área). Mas em 1544 (durante a guerra Espanhola-Francesa de 1537-1559), o comissário do rei da França deu ordens para que ele fosse destruído.

La Morra09

Nesta praça pode se ver as antigas muralhas da cidade, e o Monumento al Vignaiolo d’Italia (Monumento aos Lavradores da Itália), que é símbolo de La Morra, e um trabalho em bronze feito em 1972 pelo escultor A. Munciguerra para homenagear todos os agricultores pelo difícil trabalho nas vinhas.

 

Ainda aqui está o busto de mármore de Giuseppe Gabetti (1796-1862), que viveu os últimos anos de sua vida em La Morra. Ele era o compositor da Marcha Real, que se tornou o hino nacional italiano entre 1861-1946.

La Morra08
La Morra06

Outra grande atração da cidade também fica na praça e é a Torre Campanaria.

 

Torre Campanaria

Esta torre do sino foi construída entre 1709 e 1711, e tem 31 metros de altura. A torre é composta por cinco pisos com painéis simples e sóbrias e um campanário em estilo barroco. Na cave ainda são visíveis fragmentos de pedra que datam da torre medieval pré-existente. Este é um dos poucos vestígios do castelo demolido em 1544 por ordem das tropas francesas de ocupação.

A torre, de propriedade da cidade de La Morra, está aberta de março a novembro, aos sábados e domingos. A subida na torre é gratuita e feita por escadarias que levam até o último andar. No alto estão os sinos, e de onde se tem as mais lindas vistas da região. Imperdível!

La Morra10




Se você quer se hospedar na região de La Morra, procure seu hotel aqui e encontre as melhores opções e melhores preços!

Mas não se pode falar sobre esta praça sem mencionar um outro símbolo que distingue e sintetiza as duas vocações da cidade: a beleza da paisagem e do vinho/gastronomia abrangido pela Cantina Comunale, que fica ao lado da Torre Campanaria.

 

Cantina Comunale

Abrigada no Palazzo dei Marchesi di Barolo, do século XVIII, reúne o melhor da produção local. O lugar serve como um ponto de partida para excursões para descobrir os vinhos desta terra e seus produtores. O lugar é gerido pelos produtores de La Morra e aqui pode se provar e comprar, escolhendo entre mais de 60 diferentes vinhos Barolo.

Aberto diariamente entre 10-12h30 e 14h30-18h30.

Via Carlo Alberto, 2. Tel: +39 0173 509204.

Seguindo pela Via Carlo Alberto, se chega na Piazza del Municipio. Ali estão as Igreja de São Martinho, e quase em frente, a Igreja di S.Rocco.

La Morra15

Chiesa Parrocchiale di San Martino

Esta igreja é edicada à padroeira do país, San Martino, cuja estátua está acima da entrada principal. A igreja é um dos mais importantes exemplos de arquitetura e de pintura barroca da região.

Esta igreja barroca de 1699 teve sua fachada desenhada por Michelangelo Garove. Ela abriga no seu interior recentemente restaurado tesouros preciosos de trabalhos artísticos, retábulos, afrescos e alfaias sagradas.

Entre as pinturas, vale a pena prestar atenção no retábulo-mor, obra de Giovanni Carlo Aliberti de Canelli (1662-1740), que descreve Madonna e a criança com San Martino e San Crispin.

Atribuído ao mesmo autor, o afresco da abóbada da capela-mor descreve o triunfo do San Martino.

O teto da nave foi pintado por Luigi Morgari em 1880: dividida em quatro segmentos, cada um narrando um episódio na vida de San Martino.

Chiesa di S.Rocco

A igreja foi construída como uma oferta de gratidão pelos Irmãos Turchini, porque La Morra não tinha sido acossada pela praga. Mas teve uma construção conturbada entre 1716 e 1750, quando foi finalmente terminada. No seu interior observe a abóbada pintada por Peter Paul Operti Bra, que ilustra a glória de San Rocco.

Outros passeios nos arredores:

 

No vilarejo de Annunziata, está o Museu Ratti dei Vini di Alba. Este museu conta a história e técnicas de enologia e viticultura da região.

Informações úteis

 

Escritório de Informações Turísticas de La Morra
Piazza Municipio, 1 – 12064 La Morra (Cn).
Tel: +39 0173 50105.
Aberto 2ª e 3ª-feira entre 09h30-13h30; fechado na 4ª-feira, de 5ª-dominfo entre 10-18h.

Vale a pena comprar antecipadamente:


Você lembrou do seguro viagem? Ele é um dos itens mais importantes da sua viagem. O seguro viagem é obrigatório em vários países, como Cuba, Jordânia, e principalmente os países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen e que precisa ter uma cobertura mínima de 30 mil Euros. Nos demais países em que ele não é obrigatório também é recomendável a contratação, já que infelizmente não podemos prever acidentes. Nos Estados Unidos, o custo médico diário de uma internação é muito caro (uns U$2.000). Não esquecendo que o seguro é muito útil nos casos de cancelamento de viagem, extravio de bagagem e assistência odontológica. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: VIAJOTECA5.

Comparar

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI :

–  Reserve seu hotel no Booking.com ( sem taxa de reserva e a maioria dos hotéis oferece cancelamento grátis)

–  Compre seu seguro de viagem na Seguros Promo (faz cotação em 10 ótimas seguradoras)

–  Compre seus Ingressos para atrações, excursões e passeios com a Get Your Guide

–  Alugue seu Carro com a RentCars

–  Índice com todos os posts do Viajoteca

Se você fizer sua reserva através dos links aqui da Viajoteca, a gente ganha uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Essa é uma forma de apoiar a Viajoteca a continuar escrevendo sempre ótimas dicas para você. Obrigada!

Comente Aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.