Logo

Leões Marinhos na Costa de Kaikoura

Ohau Point Walkway em Kaikoura: Um segredo da Nova Zelândia

by / 10 Comentarios / 20 de julho de 2015

O Ohau Point está localizado à cerca de 27 km ao norte de Kaikoura e tem se tornado um ponto de parada cada vez mais popular entre moradores e turistas que visitam a costa de Kaikoura ou por aqueles que estão simplesmente de passagem por alí ao longo da State Highway 1 (SH 1) entre Picton e Christchurch.

Litoral de Kaikoura na ilha Sul da Nova Zelândia

Afinal de contas, no Ohau Point, está localizada a Ohau Point Seal Colony, uma das maiores colônias de New Zealand fur Seals (leões marinhos) da Nova Zelândia e que guarda ainda um “segredo” muito especial, a Ohau Stream Walkway.

Ohau Point Seal Colony em Kaikoura

Isso porque ao lado da estrada (SH1), nas imediações do Ohau Point, existe uma trilha que margeia um pequeno riacho chamado Ohau Stream que durante alguns meses do ano (inverno) é literalmente invadido for centenas de filhotes recém nascidos de leões marinhos, que acabam transformando o local numa espécie de creche enquanto suas respectivas mães vão se alimentar em alto- mar.

Filhotes de Leão Marinho Cascata em Kaikoura

Para dizer bem a verdade nem deveria ficar disseminando muito esse “segredo”, pois apesar de existir uma trilha bem marcada, a presença de humanos (principalmente aqueles sem noção) sempre acaba tendo algum impacto sobre o ambiente e suas populações locais.

Filhote de Leão Marinho na Nova Zelândia

Ao mesmo tempo, considero esse lugar um dos lugares mais fantásticos que já visitei em toda a Nova Zelândia e que todo mundo deveria conhecer. Tanto que desde que mudei para cá, sempre que tenho a oportunidade eu volto lá para ver essa queda dágua e suas adoráveis criaturas. Pelas minhas contas já tive a chance de visitar o Ohau Stream Walkway pelo menos por umas 5 vezes e espero sinceramente ainda poder retornar muitas outras.

Ohau Stream o segredo mais bem guardado de Kaikoura

Na primeira vez que estivemos em Kaikoura no início de Novembro de 2012 logo que mudamos para a Nova Zelândia, visitamos essa belíssima região costeira no norte de Canterbury num bate e volta à partir de Christchurch. E como aquela visita era um bate e volta, acabamos não indo até o Ohau Point por puro desconhecimento do lugar. Porém naquela oportunidade, avistamos centenas de leões marinhos ao longo de toda a costa de Kaikoura, o que já tinha sido uma experiência absolutamente memorável dado o extraordinário relevo do local.

Costa de Kaikoura

Porém na segunda visita a região, um pouco antes do Natal daquele mesmo ano e durante nossa road trip de carro pela ilha Sul, chegamos à Kaikoura vindo pelo norte. E sendo assim, então finalmente encontramos e visitamos a tal colônia de New Zealand fur Seals (leões marinhos) do Ohau Point.

Leões Marinhos na Costa de Kaikoura

Enquanto planejava o roteiro dessa nossa viagem de fim de ano, lí em algum lugar sobre uma trilha até uma cachoeira nas imediações do Ohau Point e que mencionava que as vezes era possível encontrar alguns filhotes de leão marinho tomando banho ou descansando nas margens desse riacho. Mas, para dizer bem a verdade, acabei nem dando muita bola para isso.

Cachoeira em Kaikoura na Nova Zelândia

No entanto, visitando o local é que descobrimos que a principal atração do Ohau Point na verdade não fica exatamente na belíssima costa de Kaikoura e sim a cerca de 10-15 minutos de caminhada numa trilha que parte do outro lado da estrada e que segue por um pequeno vale mata à dentro.

Leões Marinhos Ohau Point Kaikoura 8

A Ohau Stream Walkway é uma pequena trilha, administrada pelo Departamento de Conservação da Nova Zelândia que segue por meio da mata ao longo das margens do Ohau Stream e que leva você até uma cachoeira de uns 25 metros de altura que durante os meses de Abril e Setembro é literalmente tomado por dezenas em alguns casos centenas de filhotes de leão marinhos que usam as piscinas naturais para socializar e passar o dia enquanto suas mães estão em alto mar.

Filhotes de Leão Marinho Cascata em Kaikoura (2)

Mesmo sabendo que muito improvavelmente encontraríamos qualquer animal nas inúmeras  piscinas naturais, ao longo do caminho, fizemos a trilha até a cachoeira em Dezembro e como previsto não encontramos um leão marinho sequer pelo caminho.

Filhotes de Leão Marinho Cascata em Kaikoura (24)

E apesar de não termos encontrado nenhum leão marinho pelo caminho, a curta caminhada até a cascata já tinha valido a caminhada. Mas depois olhando as fotos do Google Images sobre o local, quando voltamos para casa, decidimos que teríamos que voltar para Kaikoura no inverno presenciar este peculiar fenômeno que acontece todos os anos alí.

Filhotes de Leão Marinho Cascata em Kaikoura (36)

Aproveitando que tínhamos um casal de amigos nos visitando aqui na Nova Zelândia no finalzinho de Março de 2013, aproveitamos para fazer uma viagem até a Ilha Sul para reencontrá-los. A viagem começou com a viagem de trem a bordo do Coastal Pacific entre Christchurch e Picton, e continuou com o nosso reencontro e inesquecível mergulho com os golfinhos de Kaikoura e que terminaria com um mergulho com os leões marinhos.

Leões Marinhos na Costa de Kaikoura

Porém devido a mudança das condições do mar, e principalmente com o aumento dos ventos e da turbidez da água, nosso mergulho com os leões marinhos acabou sendo cancelado. Foi aí que lembramos do Ohau Stream Walkway e decidimos conferir se os filhotes de leões marinhos já estavam começando a migrar para a cachoeira. E para nossa surpresa e felicidade alguns deles já estavam por alí. E por lá ficamos por um bom tempo observando essas desajeitadas, curiosas e graciosas criaturinhas de pelo.

Leões Marinhos Ohau Point Kaikoura 7

Depois disso, acabamos retornando todos os anos no mês de Maio, em viagens de bate e volta feitos à partir de Blenheim na região vitivinícola de Marlborough, a qual adoramos visitar nesta época do ano para pegar os parreirais amarelinhos com a chegada do Outono. Mas que ao mesmo tempo, são motivadas também pelos graciosos leões marinhos que se banham na cachoeira do Ohau Stream e o fantástico litoral de Kaikoura.

Filhotes no Ohau Stream em Kaikoura

Litoral de Kaikoura: Um paraíso para a vida marinha neozelandesa

O litoral de Kaikoura com seus dramáticos afloramentos rochosos, cantos e recantos, oferece um excelente habitat para as New Zealand fur Seals (Arctocephalus forsteri). Tanto que, até antes da chegada dos primeiros colonizadores europeus na Nova Zelândia, estima-se que existiam mais de 2 milhões de leões marinhos vivendo na costa neozelandesa e cerca de 10-15% delas viviam na costa de Kaikoura. Eu sinceramente não consigo imaginar mais de 200.000 leões marinhos vivendo alí.. Mas deveria ser uma visão absolutamente fantástica.

Filhotes de Leão Marinho Cascata em Kaikoura (8)

Cruelmente mortas por sua carne e pele durante boa parte do século XIX e XX a população de leões marinhos da Nova Zelândia quase entrou em colapso. Tanto que hoje, estima-se que existam menos de 20-25% da população original de leões marinhos que outrora aqui existiam. Felizmente, com a proibição total e criminalização da caça na segunda metade do século passado (1973), as populações da espécie tem aos poucos tem crescido, no entanto ainda estão longe de voltar aos patamares originais antes da chegada dos europeus.

Filhotes de Leão Marinho Cascata em Kaikoura (16)

Graças a abundância de alimento e condições ideais para a espécie, Kaikoura é um dos lugares onde os leões marinhos tem obtido maior sucesso em seu processo de recolonização dos costões do país. Mas como era de se esperar, esse processo é lento e relativamente recente. Tanto que o Ohau Point por exemplo, voltou a ser um ponto aglomeração de leões marinhos apenas no final da década de 80.

Filhotes de Leão Marinho Cascata em Kaikoura (41)




Mas uma das coisas que fazem do Ohau Point ser um local tão especial é o fato de que os filhotes, que geralmente nascem em meados de Novembro e Dezembro, passam a subir o fluxo do Ohau Stream à partir de Abril quando suas mães vão para o mar se alimentar.

Filhotes de Leão Marinho Cascata em Kaikoura (43)

Depois de cuidar e amamentar seus filhotes recém-nascidos por quase 5 meses consecutivos na qual chegam a perder até 40% do seu peso. As mamães leão marinho, praticamente exauridas, “largam” seus filhotes que por instinto se refugiam no Ohau Stream enquanto elas iniciam suas viagens de forrageamento as quais podem vir a durar até 20 dias. Ou seja, enquanto viajam, as mães “deixam seus filhotes na creche”, quero dizer no riacho.

Filhotes de Leão Marinho Cascata em Kaikoura (44)

Como e porque esse processo realmente acontece, os biólogos ainda estão tentando compreender. Mas o fato é que, subindo a corrente do riacho os filhotes de leão marinhos estão virtualmente protegidos de qualquer perigo. E é um comportamento exclusivamente observado na costa de Kaikoura e Marlborough.

Filhotes de Leão Marinho Cascata em Kaikoura

Como numa pré-escola, durante este período longe de suas mães, os filhotes de leão marinho desenvolvem uma série de habilidades como: a socialização com outros animais, a natação, forrageamento, e comportamento anti-predador. Além é claro de ganhar força muscular e coordenação.

Filhotes de Leão Marinho Cascata em Kaikoura (18)

Não é por acaso que os filhotes, muitas vezes, são visto brincando com paus e folhas na água, perseguindo uns aos outros numa verdadeira algazarra.

Filhotes de Leão Marinho Cascata em Kaikoura (17)

Etiqueta ao visitar os filhotes de leão marinho em Kaikoura

 Além disso, os filhotes são extramemente curiosos e inocentes. Eles podem facilmente se aproximar dos visitantes e por isso é importante ter um olhar mais atento. Vale lembrar que apesar de a visita ao local ainda ser permitida, eles são animais selvagens e que mordem! Então por favor, não toque nem os alimente. E se ele vier em sua direção, dê espaço para eles passar. E para evitar perturbá-los deve-se manter nas trilhas enquanto você os observa e fotografa os filhotes (sem flash por favor).

Filhotes de Leão Marinho Cascata em Kaikoura (29)

E mais importante, não faça como uns turistas chineses totalmente sem noção, os quais fomos obrigados a puxar a orelha numa das visitas que fizemos ao local por tentar acordar e tocar nuns filhotes que estavam dormindo. Eles, assim como bebês humanos precisam dormir.

Leões Marinhos Ohau Point Kaikoura 31

E é justamente por conta deste bando de turista sem noção que existe por aí aos montes, que a possibilidade destas visitas serem proibidas no futuro. Atualmente cerca de mais de 40 mil visitantes visitam o Ohau Stream Walkway por ano e se as pessoas não seguirem o bom senso, logo ninguém mais vai poder presenciar este incrível fenômeno. Até porque, as terras do Ohau Stream Walkway encontram-se em uma área privada que pertence aos, Ngai Tahu, uma tribo Maori.

Leões Marinhos Ohau Point Kaikoura 30

Para evitar abusos por parte dos visitantes existe um grupo de voluntários, formado há cerca de 4 anos, que tenta estar presente no local durante os finais de semana justamente para ajudar a educar os visitantes sobre os leões marinhos.

Leões Marinhos Ohau Point Kaikoura 29

Infelizmente os voluntários estão presentes no local apenas nos finais de semana e alguns dias aleatórios da semana. No entanto fiquei feliz que na minha última visita ao local em Maio de 2015, no meio da semana, finalmente havia um ranger do DOC dando um “pito” naqueles que não sabem se comportar.

Leões Marinhos Ohau Point Kaikoura 22

Os filhotes de leões marinhos têm este mesmo comportamento em outras partes ao longo de toda a costa de Kaikoura e Marlborough, logo filhotes de New Zealand fur Seals também podem ser encontrados em outros locais inesperados. Porém as ações antrópicas sobre o ambiente faz com que alguns filhotes desorientados possam acabar nos quintais e até mesmo debaixo do seu carro.

Leões Marinhos Ohau Point Kaikoura 12

Mas a migração em massa com a forma que acontece no Ohau Stream não é vista em nenhum outro lugar. O que faz desse lugar um dos lugares mais especiais que já visitei na Nova Zelândia. Afinal de contas encontrar dezenas, se não centenas, de filhotes de leão marinhos nadando numa piscina natural com uma cachoeira é digamos algo que não vemos todo dia não é mesmo?

Este slideshow necessita de JavaScript.

Focas ou Leões Marinhos?

Até começar a pesquisar e escrever sobre os leões marinhos na Nova Zelândia, acreditava que as New Zealand fur Seals, como são chamadas em inglês aqui, eram focas. Afinal de contas em todas as fontes que consultei e as placas que existem nos locais chamam os animais de Seals (focas em inglês). No entanto, aparentemente este é um caso de um falso cognato. Apesar de a palavra Sea Lion (Leão Marinho em inglês) também existir na lingua inglesa. Taxonomicamente as New Zealand fur seals são da família Otariidae, ou seja de fato leões marinhos. Veja mais sobre a diferença entre estes animais aqui.

Informações Úteis:

A trilha até a cachoeira tem cerca de 280 metros de comprimento em cada sentido e leva de 10 a 15 minutos para ser feita. Recomenda-se calçado fechado já que a trilha tende a ser úmida e com alguns pontos escorregadios.

Passeio gratuíto

Coordenadas aproximadas para o GPS

Latitude Longitude
S 42 14.706 E 173 49.856

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI:


Você lembrou do seguro viagem? Ele é um dos itens mais importantes da sua viagem. Ele é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen e também em Cuba e na Venezuela. Nos demais países em que ele não é obrigatório também é recomendável a contratação, já que infelizmente não podemos prever acidentes. Nos Estados Unidos, o custo médico diário de uma internação é muito caro (uns U$2.000). Não esquecendo que o seguro é muito útil nos casos de cancelamento de viagem, extravio de bagagem e assistência odontológica. Você pode cotar com a Real Seguro Viagem sem compromisso e, caso decida pela contratação, você poderá parcelar o valor do seguro em até 6 x sem juros no cartão de crédito, ou pagar com desconto de 5% no boleto bancário.

Seguro viagem oceania 728x90

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI :

–  Reserve seu hotel no Booking.com ( sem taxa de reserva e a maioria dos hotéis oferece cancelamento grátis)

–  Compre seu seguro de viagem na Real Seguros (faz cotação em 10 seguradoras)

–  Agende suas excursões e passeios com a Get Your Guide

–  Alugue seu Carro com a RentalCars

–  Índice com todos os posts do Viajoteca

Se você fizer sua reserva através dos links aqui da Viajoteca, a gente ganha uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Essa é uma forma de apoiar a Viajoteca a continuar escrevendo sempre ótimas dicas para você. Obrigada!

TAGS: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

CATEGORIAS: .Novos posts na Viajoteca, Aventura, Cachoeiras, Destinos, Ecoturismo, Estações do Ano, Estilo, Experiências, Floresta, Ilha Sul, Inverno, Kaikoura, Natureza, Nova Zelândia, Oceania, Passeio à pé, Passeios e Atrações Turísticas, Rios, Safari, Viagem, Viagem com Crianças, Vida Selvagem

10 Comment

  1. Muito surpreendente esta NZ, que fantástico encontrar um riacho com estes filhotes de leões marinhos.

    Parabéns post realmente para a NatGeo.

    Abraço
    @GusBelli

    • Valeu Gustavo

      Realmente esse país surpreende a cada canto novo que exploramos

      Abraço

  2. A única coisa mais simpática do que um post sobre leões marinhos é um com filhotes de leões marinhos! Muito legal! =p

  3. Adorei essa experiência! Estou aqui com mil indagações sobre o lugar 🙂 quando eu for por aí, também vou querer ver essas gracinhas na cachoeira!
    um beijo pra vcs.

    • Camila

      Interagir com os filhotes é um barato… Espero voltar lá novamente outras vezes.. Quando vocês estiverem por aqui recomendo ir lá dar uma espiada

      Bjs

  4. Ei Oscar
    Adorei as fotos e o vídeo desse post!
    Abraços,
    Lillian.

    • Lillian

      É muito legal.. Elas são super curiosas.. Pena que quando vocês estiveram lá não haviam muitas delas ainda..
      Obrigado pela visita
      Bjs

  5. […] Leia Também: Oahu Point Walkway: Um lugar mágico na Nova Zelândia […]

  6. […] Basta treinar o olho para encontra-las visto que elas e as pedras tem praticamente a mesma cor. Mas você certamente irá enxergá-las nas imediações do Ohau Point. Um local que se você estiver de carro na região de Kaikoura não pode deixer de visitar, como conto nesse post aqui. […]

Comente Aqui