Logo

Snow Safari: Esqui na ilha sul da Nova Zelândia com Haka Tours

by / 2 Comentarios / 1 de outubro de 2014

Nos últimos 2 meses vocês puderam acompanhar algumas postagens sobre algumas das principais estações de esqui da ilha sul da Nova Zelândia. Como vocês talvez puderam perceber, participei do Snow Safari da Haka Tours, uma empresa 100% Kiwi especializada no segmento de turismo de aventura que me levou a explorar como convidado 6 das principais montanhas da ilha sul da Nova Zelândia ao longo de uma semana.

Haka Tours

A viagem estava originalmente programada para acontecer em meados de Junho, mas só aconteceu no finalzinho do mês de Julho, depois de um pequeno acidente que me fez postergar a data da viagem por conta de um corte que fiz no pé no início de Junho em Samoa.

Haka Tours (1)

Eu particularmente estava bastante ansioso para fazer esta viagem pois, além de adorar esquiar (apesar de não ser um expert), também queria experimentar uma forma de viagem focada em turismo de aventura na Nova Zelândia. Apesar dela soar um pouco como uma viagem “empacotada”, eu particularmente curti bastante a experiência de viajar num grupo pequeno de esquiadores com muito mais experiência que eu, oriundos de vários lugares do mundo, onde além de novas amizades e ótima companhia, tive a oportunidade de melhorar meus skills na neve.

Haka Tours

 

Itinerário do Snow Safari

A viagem começou e terminou em Christchurch. Como a programação do Snow Safari da Haka Tours começa bem cedinho, voei até Christchurch no dia anterior e fiquei a primeira noite no Haka Lodge da própria Haka Tours na cidade.

Haka Lodges

Embora já não esteja mais muito acostumado a dividir o quarto com outras pessoas, achei o hostel da Haka Tours em Christchurch bem estruturado. Lá encontrei com alguns dos participantes do tour da semana anterior que acabavam de chegar do tour que estava prestes a embarcar. E a medida que via algumas fotos a ansiedade para a semana de aventuras que estava prestes a começar, só aumentava.

Dia 01 – Mt Hutt

Como comentei anteriormente, o dia começou bem cedinho. O café da manhã foi servido entre as 06 e 06:30 e antes das 07 da manhã já estávamos todos a bordo do Haka Tour Bus indo em direção ao Mt. Hutt. Pelo caminho paramos no local onde quem não tinha equipamento próprio, como eu e a maioria dos participantes, alugou os mesmos para a semana toda na neve.

Mt. Hutt

Pelo caminho até Mt. Hutt pelas planícies de Canterbury já deu para termos um gostinho das paisagens maravilhosas que estávamos prestes a conhecer ao longo da semana explorando as principais estações de esqui da ilha Sul da Nova Zelândia. Se estivesse dirigindo minha própria condução, certamente teria parado várias vezes para tirar fotos.

Canterbury

Embora as paradas de fotos ao longo de quase toda viagem tenham sido um pouco aquém de minhas expectativas. Neste primeiro dia de viagem, paramos por cerca de 15-20 minutos na Rakaia Gorge e aproveitei para tirar várias fotinhos desta interessante formação geológica, neste que é um dos maiores rios a cortar a planície de Canterbury.

Mt. Hutt (2)

Seguindo adiante, já aos pés de Mt. Hutt tivemos que fazer mais uma parada para deixar o trailer com todas as nossas malas e também colocar as correntes no Haka Tour Bus para iniciarmos a subirmos a montanha.

Mt. Hutt (7)

Como era durante a semana a estação de esqui estava super tranquila. Eu esperava encontrar bem mais neve lá em cima, mesmo assim as condições estavam excelente apesar do dia parcialmente encoberto. Lá aproveitei para fazer 2 horas de aula particular para aprimorar e relembrar algumas técnicas de esqui. Minha professora foi uma Japonesa que a 17 anos vem todo inverno a Nova Zelândia esquiar e dar aulas durante o verão japonês. No final de contas fiquei quase amigo dela e no final das contas a aula durou quase 3 horas.

Teleférico do Mt. Hutt

Teleférico do Mt. Hutt

Lá pelas 16:00 deixamos Mt. Hutt e seguimos por cerca de 3 horas até Lake Tekapo onde pernoitamos no YHA de Tekapo. Pelo caminho fizemos uma rápida parada em Geraldine, uma cidadezinha de Canterbury famosa por suas geleias, que serviu para fazermos umas comprinhas rápidas de mercado e um pulo no banheiro.

Mt. Hutt (20)

Chegamos em Tekapo a tempo de correr até o Tekapo Springs para relaxar nas piscinas de águas quentes depois de um primeiro dia intenso de esqui. Eu quase troquei o spa pelo Earth and Sky Experience em Mt. John, porém infelizmente algumas nuvens resolveram aparecer de última hora para estragar meus planos.

Dia 02 – Ohau Snow Fields

O segundo dia do Snow Safari da Haka Tours começou um pouquinho mais tarde, mas por volta das 08:15 da manhã já estávamos na estrada indo em direção a Twizel / Lake Ohau. Pelo caminho fomos “obrigados” a fazer uma parada técnica para fotos no Lake Pukaki. Na minha opinião um dos lugares mais fotogênicos da Nova Zelândia, mas infelizmente o Mt. Cook estava encoberto por nuvens. Um pouco mais adiante, depois de uma longa sessão de fotos, paramos novamente. Desta vez numa fazenda de criação de salmão.

Depois de alimentarmos os peixes e comprar sashimi fresquinho, seguimos em direção a base da montanha. Lá como de praxe colocarmos as correntes no micro-ônibus iniciamos a subida da que talvez seja a mais bonita e tensa das estradas que subimos nesta semana de sobe e desce de montanha.

Esqui na Nova Zelândia Ohau Snow Fields (16)

Ohau Snow fields foi sem dúvida a estação de esqui menos comercial que já estive na vida e onde aparentemente só os locais costumam ir. A experiência só não foi perfeita pois numa das descidas acabei levando um tombo feio que arruinou meu joelho esquerdo pelos próximos dias.

Esqui na Nova Zelândia Ohau Snow Fields (18)

Deixamos Ohau no finalzinho da tarde e seguimos em direção de Wanaka onde pernoitamos num dos melhores albergue da juventude que já fiquei na vida. O YHA Puple Cow de Wanaka. Talvez tenha sido o fato de eu pedir um upgrade para um quarto sozinho por conta do meu acidente, mas nesse quarto que eu fiquei, você literalmente não precisa ficar em hotel.

Dia 03 – Treble Cone

O terceiro dia do Snow Safari foi destinado a Treble Cone, a estação de esqui mais desafiadora de todas as seis que visitamos ao longo desta semana. Como havia machucado o joelho no dia anterior esquiei bem menos do que gostaria ficando o tempo todo explorando apenas a área de principiantes e as green runs mais fáceis do terreno. O pior de tudo foi que logo numa das primeiras decidas logo ao sair do T-lift um aprendiz de esquiador veio com tudo e me derrubou justamente no lado do joelho machucado. Apesar da raiva que fiquei na hora essas coisas acontecem, principalmente na zona de iniciantes.

Treble Cone em Wanaka

O visual de Treble Cone é sem dúvida o mais espetacular de todas as estações de esqui que visitei ao longo desta semana. Bem, na verdade o fato das montanhas estarem de frente ao Lake Wanaka e o mesmo ter o Mt. Aspiring National Park no background já da para ter uma idéia da beleza deste lugar. E mesmo sem esquiar o terreno todo por conta do meu acidente no dia anterior, aproveitei o teleférico para passear e tirar algumas fotos.. Isso explica também porque as melhores fotos da série de posts sobre esqui e snowboard são justamente de Treble Cone :P.

Trebble Cone Esqui na  Nova Zelandia (1)

Assim como na noite anterior, o pernoite do terceiro para o quarto dia dia foi novamente em Wanaka e por pura coincidência do destino acabei conhecendo pessoalmente o pessoal do blog Melhores Momentos da Vida, que passou uma longa temporada na Nova Zelândia e estava em Wanaka exatamente se despedindo deste incrível país, prestes a embarcar numa temporada no sudeste da ásia.

Dia 04 – Coronet Peak

Pela programação oficial da Haka Tours, o quarto dia de aventuras na neve era para ser em Cardrona. Ao chegarmos na base da montanha descobrimos que boa parte do terreno ainda estava fechada por conta do vento e da neve no alto alto da mesmo. Nosso motorista e super guia, o Burto, então resolveu adaptar e fazer uma mudança nos planos. Seguimos a viagem adiante por cerca de 45 minutos 1 hora em direção à Queenstown até Coronet Peak viajando pela impressionante estrada do Crown Ranges.

Crown Ranges

Como acabamos chegando mais tarde na estação de esqui e iámos pernoitar em Queenstown mesmo, ficamos em Coronet Peak até quase as 17:00 e como era uma sexta feira muitos do grupo resolveram ficar mais algumas horas para esquiar a noite. Coronet Peak é uma das primeiras estações de esqui da Nova Zelândia e é a única estação de esqui com pista iluminada que abre as sextas e sábados até as 21:00 para quem curte esquiar vendo a lua e as estrelas. Eu adoraria ficar, mas meu joelho não permitia.

Mapa Coronet Peak (9)

A partir deste dia ficamos hospedados no excelente e super bem localizado Haka Lodge de Queenstown. Além de bem mais novo que o Haka Lodge de Christchurch, o de Queenstown está literalmente no centro da cidade. Super conveniente para quem está em Queenstown sem carro.

Haka Lodges (1)

Dia 05 – Dia Livre

O quinto dia da programação oficial do Snow Safari era um dia livre para você fazer atividades por conta própria. Estas atividades podem ser contratadas diretamente no site da Haka Tours, quando você faze a reserva do seu Snow Safari. Bem quase metade do meu grupo resolveu fazer a atividade mais cara e legal do inverno neozelandês, o famoso Heli-Skiing nas montanhas dos arredores de Queenstown/Wanaka. Bem, apesar de ter vontade eu ainda não considero que estou neste nível de esqui e com o joelho estourado acabei ficando por Queenstown mesmo para me “recuperar” para os próximos dias.

Queenstown

Pela manhã aproveitei minha carteirinha de membro anual de Skyline de Rotorua, para subir no Skyline de Queenstown. Lá aproveitei para finalmente conhecer a pista do Luge de Queenstown que ainda não tinha tido a oportunidade de experimentar. Ainda prefiro o Luge de Rotorua, mas o visual da pista de Queenstown é imbatível.

Skyline Queenstown

No período da tarde aceitei um convite que tive do pessoal da Nomad Safaris e fui explorar de Land Rover as locações de filmagem do Senhor dos Anéis no Wakatipu Basin nos arredores de Queenstown e Arrowtown. Passeio fenomenal diga-se de passagem como vocês podem ver neste post aqui.

Senhor dos Anéis Tour Queenstown (10)

Durante a noite aproveitei que estava em Queenstown para conhecer pessoalmente a Suzany e o Felipe do blog iPartiu que atualmente residem na cidade e que tem um blog com várias dicas bacanas para quem está vindo para a Nova Zelândia no esquema do Work Holiday Visa. Fomos ao Winnie’s, uma pizzaria que na minha opinião é provavelmente uma das melhores pizzaria da Nova Zelândia.

Dia 06 – Cardrona

O sexto dia do Snow Safari, retornamos às montanhas. Como no quarto dia da viagem tivemos uma mudança inesperada nos planos, acabamos voltando em direção a Wanaka para explorar as pistas e terrenos de Cardrona.

Cardrona

Bem como vocês podem ver neste post, Cardrona dispensa apresentações. Na minha humilde opinião de aspirante de esquiador, Cardrona é a melhor e mais completa estação de esqui da ilha sul da Nova Zelândia.

Cardrona Esqui na Nova Zelândia (2)

Como meu joelho estava bem melhorzinho, acabei fazendo quase 4 horas de aulas e terminei o dia dominando algumas Blue Runs do terreno. Depois de esquiar por horas ainda demos uma paradinha no Cardrona Hotel para o melhor Aprés Ski da Nova Zelândia. Voltando a Queenstown todos estavam moídos e famintos de tanto esquiar. Ninguem tinha forças para sair para jantar. Então decidimos pegar o lanche no famoso Fergburger. Fizemos uma lista com os lanches e um dos funcionários do Haka Lodge foi lá comprar para todo mundo. O FergBurger é uma verdadeira lenda de Queenstown. Olha a fila é sempre gigantesca, mas vale a pena esperar!!

Aprés Ski em Cardrona

Dia 07 – The Remarkables

O último dia do Snow Safari foi super longo. Deixamos o Haka Lodge pela manhã e seguimos em direção ao The Remarkables. De todas as estações de esqui ela talvez seja a que menos me impressionou, eles sentindo que estão perdendo terreno estão investindo pesado na modernização da mesma. Em 2014 eles inauguraram um novo teleférico na Curvey Basin que abriu novo terreno para esqui e para os próximos anos uma nova base de apoio aos visitantes deve ser inaugurada. A localização e a vista da mesma são privilegiadas e daqui 2-3 anos o The Remarkables vai voltar a ser uma das melhores estações de esqui da Nova Zelândia.

Topo do teleférico no Curvey Basin

Topo do teleférico no Curvey Basin

Como no dia anterior acabei forçando a barra em Cardrona, tive que pegar leve no The Remarks brincando apenas nas green e blue runs “mais facinhas”. Como ainda teríamos que seguir viagem até Christchurch, saímos do The Remarkables pelas 13:30-14:00. Veja o post do The Remarkables aqui.

Visual do Lookout para o Lake Wakatipu em Queenstown

Visual do Lookout para o Lake Wakatipu em Queenstown

Fomos até o Haka Lodge, pegamos nossas malas, nos despedimos de cerca de 1/3 do grupo que resolveu ficar mais alguns dias em Queenstown e seguimos viagem em direção a Christchurch, onde acabamos chegando apenas por volta das 22:30 da noite, depois de uma parada para jantar em Tekapo.

Acabei ficando um dia extra em Christchurch para um bate e volta até Greymouth de trem a bordo do Tranzalpine. De volta a Christchurch embarquei no último vôo da noite de volta para Auckland.

TranzAlpine

Veja todos os Posts desta Série

 

 

Oscar Risch participou do Snow Safari oferecido pela Haka Tours entre os dias 22 e 29 de Julho de 2014 na qual teve a oportunidade de visitar 6 estações de esqui ao longo de umas semana pela ilha sul da Nova Zelândia. Todas as despesas com alimentação e transporte até Christchurch foram cobertas pelo autor. Já o transporte entre os destinos e as estações de esqui, assim como acomodação e aluguel de equipamento foram cortesia da Haka Tours. Já os lift passes cortesia das estações de esqui visitadas.

Todas as opiniões e impressões são do autor e refletem a experiência do mesmo.

..

Haka Tours

 

.

Veja Também:

Todos os posts sobre a Nova Zelândia

Todos os posts sobre a ilha Sul da Nova Zelândia 

Todos os posts sobre Esqui e Snowboard na Nova Zelândia


Você lembrou do seguro viagem? Ele é um dos itens mais importantes da sua viagem. Ele é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen e também em Cuba e na Venezuela. Nos demais países em que ele não é obrigatório também é recomendável a contratação, já que infelizmente não podemos prever acidentes. Nos Estados Unidos, o custo médico diário de uma internação é muito caro (uns U$2.000). Não esquecendo que o seguro é muito útil nos casos de cancelamento de viagem, extravio de bagagem e assistência odontológica. Você pode cotar com a Real Seguro Viagem sem compromisso e, caso decida pela contratação, você poderá parcelar o valor do seguro em até 6 x sem juros no cartão de crédito, ou pagar com desconto de 5% no boleto bancário.

Seguro viagem oceania 728x90

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI :

–  Reserve seu hotel no Booking.com ( sem taxa de reserva e a maioria dos hotéis oferece cancelamento grátis)

–  Compre seu seguro de viagem na Real Seguros (faz cotação em 10 seguradoras)

–  Agende suas excursões e passeios com a Get Your Guide

–  Alugue seu Carro com a RentalCars

–  Índice com todos os posts do Viajoteca

Se você fizer sua reserva através dos links aqui da Viajoteca, a gente ganha uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Essa é uma forma de apoiar a Viajoteca a continuar escrevendo sempre ótimas dicas para você. Obrigada!

TAGS: , , , , , , , , , , , , , , , , ,

CATEGORIAS: Aventura, Christchurch, Esportes Radicais & Adrenalina, Esqui e Snowboard, Estações de Esqui, Estações do Ano, Estilo, Experiências, Ilha Sul, Inverno, Lagos, Montanhas, Mt. Hutt, Natureza, Neve, Nova Zelândia, Oceania, Off Road, Ohau Snow Fields, Passeios de Luge, Passeios e Atrações Turísticas, Queenstown, Road Trip, Roteiro de Viagem, Tour Guiado, Viagem, Viagem Solo, Wanaka

2 Comment

  1. […] fazer o tour, todos os tours estavam sold out. Na segunda tentativa, quando estava participando do Snow Safari com o pessoal da Haka Tours, estava pagando e prestes a embarcar na van do Earth and Sky no centrinho de Tekapo para subir para […]

  2. […] Veja + => Snow Safari: Minha experiência esquiando na Ilha Sul da Nova Zelândia com a Haka Tours […]

Comente Aqui