Como viajar com as mães e sobreviver

4

Como viajar com as mães e sobreviver? Essa é uma pergunta que a gente sempre se faz, não é?! E garanto que a sua mãe está fazendo a mesma pergunta: “como viajar com o meu filho e sobreviver?”. Não importa se vocês tem a melhor relação do mundo, ou se vocês se estranham de vez em quando, no meio de uma viagem tudo pode acontecer. Para melhor, ou para pior.

É até meio irônico se pararmos para pensar, afinal nossas mães cuidaram da gente como ninguém. Antes elas (e os pais) que organizavam e pensavam em tudo. Mas agora você cresceu, criou asas, viaja por este mundão de um jeito todo especial seu. E eis que surge uma oportunidade para vocês viajarem sozinhos (ou não) com a mãe de vocês. E agora?!!

A Helô escreveu um post no Aprendiz de Viajante que vale a leitura : Viajando com os pais. Querendo ou não, todos sabemos que infelizmente, mães não são eternas. E temos que aproveitá-las enquanto podemos. Então em comemoração ao dias das mães que é essa semana, nós da Viajoteca resolvemos fazer um post, para ajudar você, amigo viajante, a ter uma viagem incrível como sua mãe.

Como viajar com as mães e sobreviver

Organize a viagem com a maior antecedência que puder

Esse é um ponto que pode ser delicado para muitos viajantes compulsivos, que tem o hábito de organizar a viagem em cima do laço. Mas saibam que quanto mais detalhes vocês darem a sua mãe, logo que planejarem viajar juntos, melhor será. Além de deixá-la mais calma, e com a certeza que você está no controle, ela vai adorar saber mais detalhes dos lugares que vocês vão visitar, onde vão se hospedar, … Ela vai saber exatamente onde ela vai estar a cada dia, que lugares que ela vai visitar e que tipo de atividades que vocês irão fazer. Sem falar que assim você irá ajudá-la com as dúvidas que que roupa levar. Ela saberá exatamente as coisas que precisará levar. Não esquecendo de deixar claro se ela vai precisar carregar a bagagem na rua, metro, trem.

COMO VIAJAR COM AS MÃES E SOBREVIVER

Tenha sempre um plano A – B – C e se possível um D

Imprevistos acontecem e se você não quiser matar a sua mãe do coração, pelo menos falar o próximo passo, mesmo sabendo que não vai dar certo, já é uma forma de acalmá-la. Ou desde o início prepare-a para o pior. O melhor que pode acontecer, é tudo dar super certo.

Explique o seu estilo de viagem

Antes de começar a viagem, explique para a sua mãe como vai ser. Você deve explicar a sua ideia / propósito da viagem para ela. Se vocês vão se hospedar em albergue, diga. Se não vão poder fazer muitas extravagâncias, diga. Se vão sair para jantar num restaurante top ou ver uma Ópera, diga. Se ela aceitar as suas “condições”, não vai ter com o que se preocupar no futuro. 

COMO VIAJAR COM AS MÃES E SOBREVIVER

Leve tudo na esportiva. Ria de tudo, até das tragédias

Este é um mantra que eu tento aplicar, mas é difícil (ahhh esses taurinos estressadinhos). Nós temos um estilo de vida diferente das nossas mães (pais), podemos até morar com eles, ou perto, mas o mundo é outro. Se você morar fora do Brasil, as diferenças são muito maiores. Então, esteja preparado para certos tipos de comentários e caras. Você até pode não gostar, mas nessas horas é melhor nem tentar argumentar. No final é uma boa diversão, ver as caras de espanto e comentários que a sua mãe irá fazer.

Seja sensível

Se os seus pais se separaram (ou seu pai já é falecido), sempre podem surgir aqueles momentos embaraçosos. De raiva ou saudade. Nesses momentos é melhor nem tentar argumentar algo. Somente dê a mão e escute. E sim, concorde… mesmo não concordando por dentro.

COMO VIAJAR COM AS MÃES E SOBREVIVER

Respeite os limites da sua mãe

Assim como tem mães que estão com o pique total, muitas podem se sentir cansadas rapidamente. É importante manter o equilíbrio entre os passeios,  fazendo pausas para descansar e fazer um lanche/refeição. Tente não passar muito tempo andando sem parar. A sua mãe pode ficar entediada ou exausta. Os sentimentos dela podem mudar também. Ela pode não querer fazer o planejado para o dia. Adapte sem reclamar e ela ficará muito feliz.

COMO VIAJAR COM AS MÃES E SOBREVIVER

Fique de olho na sua mãe

Ao viajar com a sua mãe, você deve se certificar de que ela não vai se perder de você, e se isso acontecer, que ela conhece o caminho para o hotel/apartamento/albergue. A gente sempre acha que isso nunca vai acontecer com a gente, mas em lugares cheios, com uma multidão, isso é muito fácil de acontecer. Basta um descuido. É sempre bom anotar o endereço da hospedagem e o telefone em um pedaço de papel e entregá-lo à sua mãe.

COMO VIAJAR COM AS MÃES E SOBREVIVER

Faça a sua mãe aceitar o fato de que você bebe, ou simplesmente não beba

Esse é um ponto delicado. Você cresceu, já está com 30 – 40 anos e sua mãe ainda acha que você é criança, no máximo um adolescente rebelde. Das duas uma, ou a sua mãe bebe junto (experimentar novas bebidas é sempre uma ótima desculpa) ou você não bebe, para não dar desentendimentos.

COMO VIAJAR COM AS MÃES E SOBREVIVER

Atenção com sua vida noturna

Se você for sair à noite e a sua mãe não, das duas uma, ou você acorda no mesmo horário que ela (ou nem dorme), ou já deixem organizado o que ela poderá fazer enquanto você está dormindo. Porque deixar a pobre mãe sem fazer nada, presa no quarto de hotel te esperando acordar, vai ser péssimo.

COMO VIAJAR COM AS MÃES E SOBREVIVER

Tire muitas fotos

Nada como ter um álbum de fotos recheadas com fotos suas e de sua mãe. Ouse e tente poses que você nunca imaginou que sua mãe fosse capaz de fazer. Ela pode até relutar em fazer, mas tenham a certeza que vocês vão se divertir muito. Sem falar nos cenários que vocês terão.

COMO VIAJAR COM AS MÃES E SOBREVIVER

Viajar é tudo de bom, com a mãe, pode ser melhor ainda. É aquele ótimo momento para vocês experimentarem coisas novas, descobrirem o mundo  e se divertirem muito. O importante é estar otimista! Se a sua mãe gosta de viajar, você terá a melhor companhia!

 

Você já viajou com sua mãe?

Se sim, qual foi sua experiência?

Você lembrou do seguro viagem? Ele é um dos itens mais importantes da sua viagem. O seguro viagem é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen e precisa ter uma cobertura mínima de 30 mil Euros. O Seguro viagem também é exigido em Cuba, Venezuela e Austrália. Nos demais países em que ele não é obrigatório também é recomendável a contratação, já que infelizmente não podemos prever acidentes. Nos Estados Unidos, o custo médico diário de uma internação é muito caro (uns U$2.000). Não esquecendo que o seguro é muito útil nos casos de cancelamento de viagem, extravio de bagagem e assistência odontológica. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 10% na hora de pagar. 

Clique aqui e ganhe 10% de desconto no seu seguro viagem

;

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI :

–  Reserve seu hotel no Booking.com ( sem taxa de reserva e a maioria dos hotéis oferece cancelamento grátis)

–  Compre seu seguro de viagem na Real Seguros (faz cotação em 10 ótimas seguradoras)

–  Compre seus Ingressos para atrações, excursões e passeios na Europa com a Get Your Guide

–  Alugue seu Carro na Europa com a RentCars

Índice com todos os posts do Viajoteca

Se você fizer sua reserva através dos links aqui da Viajoteca, a gente ganha uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Essa é uma forma de apoiar a Viajoteca a continuar escrevendo sempre ótimas dicas para você. Obrigada!

4 Comentários
  1. Cyntia Campos Diz

    Em 2003, levei minha mãe pra Machu Picchu. Eu já conhecia, mas era o sonho dela ver as ruínas incas, então, lá fomos nós ver a Festa do Sol (Inti Raymi). Viajei preocupada, pois sabia que a altitude e o sobe e desce exigem muito até dos mais jovens. Pois minha mãe me surpreendeu pela disposição pra encarar até os programas mais cascudos.

    10 anos depois, foi a vez de levá-la a Santiago de Compostela, outro sonho dela (eu fiz o Caminho em 2005 e ela ficou com minhas conchas de peregrina e a minha Carta Compostelana).

    No final deste mês, vamos para nossa terceira aventura, uma road trip em Portugal – e ela vai amar, porque os netos vão junto.

    Acho que o segredo de dar certo é bem isso que você falou: deixar claro qual é o estilo da viagem, mas oferecer o máximo de informações pra as mães se sintam seguras.

    Adorei o post. Bjo

    1. Martinha Andersen Diz

      Cyntia… Que delícias de viagens! Eu quero muito fazer o Caminho de Compostela, e quero carregar a minha mãe junto.
      Uma ótima viagem para vocês em Portugal. Depois nos conte como foi.
      Super beijo!

  2. ferscafi Diz

    Ótimo post! Eu que vivo viajando com minha mãe sei bem rs. Ainda bem que no nosso caso, ela tem muito mais disposição física do que eu para andar sem parar por aí… Ah, quanto ao item de se perder, não aconteceu com a gente, mas tenho uma história de viagem relacionada: Meus tios estavam em Buenos Aires com os pais do meu tio. Durante o city tour, o pai dele se afastou e minha tia foi atrás. Meu tio percebeu que os 2 tinham sumido e foi atrás tb, só que nisso minha tia voltou com o sogro para o ônibus do tour e meu tio ficou “abandonado” no centro. O ônibus seguiu o passeio afinal tinham mais 29745645 pessoas lá e a sogra da minha tia até chorou pq o “filhinho” dela de 40 e tantos anos estava perdido (detalhe: em uma cidade que ele já tinha ido trocentas vezes a trabalho rs). Claro que no fim todo mundo se reencontrou no hotel. hehehe

    1. Martinha Andersen Diz

      Hahahaha Fer.. é assim mesmo. Mãe é mãe! Não importa a idade dos filhos. Mas que dá susto, dá! Beijos =)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.