Logo

Como é voar na Nova Zelândia

Como é voar pela Nova Zelândia

by / 18 Comentarios / 16 de novembro de 2015

Afinal, como é voar pela Nova Zelândia? Bem, a Nova Zelândia não é exatamente um país muito grande. Mesmo assim, é dotada de uma excelente infra-estrutura multi-modal de transportes. Neste post aqui fiz um resumo das modalidades de transportes disponíveis no país e dei algumas dicas de como se locomover pela Nova Zelândia. Mas respondendo a pergunta, no post de hoje, irei me aprofundar um pouco mais no tema: Como é o transporte aéreo na Nova Zelândia?

Como é voar na Nova Zelândia

Principais Aeroportos da Nova Zelândia

Antes de qualquer coisa, para falar do setor aéreo da Nova Zelândia, é necessário conhecer quais são os principais aeroportos neozelandeses. De acordo com o número de passageiros transportados anualmente, os cinco aeroportos mais movimentados da Nova Zelândia são justamente os únicos 5 aeroportos internacionais do país.

Apesar de o Aeroporto Internacional de Auckland (AKL) ser o maior e mais importante deles e sozinho concentrar cerca de ¾ dos vôos internacionais que chegam e deixam o país. Você teoricamente também pode chegar ou deixar a Nova Zelândia através dos aeroportos de Wellington (WLG), Christchurch (CHC), Queenstown (ZQN) e Dunedin (DUD).

Ainda segundo a wikipedia, existem cerca de outros 70 e poucos aeroportos e pistas de pouso no país. Destes, menos da metade, recebe vôos regulares operados pelas duas principais cias aéreas que operam no mercado doméstico do país, nos chamados “regional flights”.

Além dos 5 aeroportos “internacionais“ mencionados anteriormente, temos estes outros destinos domésticos.

Na Ilha Norte, dentre os principais aeroportos regionais temos:

Já em Te Wahipounamu, quero dizer na Ilha Sul, os principais aeroportos regionais são:

Cias Aéreas Internacionais que operam vôos para a Nova Zelândia

Apesar de o foco deste post ser viagens aéreas dentro da Nova Zelândia, vale à pena mencionar as principais companhias aéreas que conectam a Nova Zelândia com o mundo.

Aeroporto Nova Zelândia

Com um crescimento exponencial estável desde a crise financeira global de 2008, em 2014 a Nova Zelândia ultrapassou a marca dos 3 milhões de visitantes ao ano. Levando-se em consideração que no mesmo período, o Brasil recebeu 6.4 milhões de visitantes e que a Nova Zelândia é um pouco menor que o estado do Tocantins. Podemos concluir que a Nova Zelândia faz muito bem o dever de casa e é um destino turístico em fraca expansão e com crescimento sustentável e que tem, a cada ano, despertando o interesse e cobiça das Cias aéreas.

Com aproximadamente 20 companhias aéreas internacionais operando vôos regulares para o país e com vôos ligando a Nova Zelândia a mais de 40 destinos diferentes ao redor do mundo. Aos poucos, A Nova Zelândia vai não apenas se consolidando como um formidável destino de férias e negócios, mas também como um excelente hub para aqueles que pretendem explorar as ilhas paradisíacas do pacífico sul.

Apesar de não ter encontrado uma lista oficial com exatamente todas as cias aéreas atualmente operando no país, listo aqui algumas das Cias Aéreas e os destinos que eu sei que elas voam de pelos menos 1 dos 5 aeroportos internacionais da Nova Zelândia:

  • Air New Zealand (ADL, BNE, MEL, OOL, PER, MCY, SYD, RAR, NAN, NOU, IUE, NLK, APW, PPT, TBU, VLI, HLN, IAH, YVR, LAX, SFO, EZE, DPS, HKG, PVG, SIN, NRT, HCH, LHR via LAX)
  • Air China (PEK) – Vôo à partir de Dez 2015
  • American Airlines (LAX) – Vôo à partir de Jun 2016
  • Fiji Airways (NAN, SUV)
  • Air Tahiti Nui (PPT)
  • Air Vanuatu (VLI)
  • Aircalin (NOU)
  • Cathay Pacific (HKG)
  • China Airlines (TSA)
  • China Southern (CAN)
  • Emirates (DXB com escalas em BNE ou SYD ou MEL)
  • JetStar (SYD, MEL, BNE, OOL, RAR)
  • KoreanAir (ICN)
  • LAN (SCL)
  • Malaysia Airlines (KUL)
  • Phillipines Airlines (MNL via CNS) Vôo à partir de Dez 2015
  • Qantas (BNE, PER, SYD, MEL)
  • Singapore Airlines (SIN)
  • Thai Airways (BKK)
  • Virgin Australia (MEL, ADL, PER, SYD, BNE, CNS, OOL, MCY, RAR, TBU, APW)

Cias Aéreas Domésticas na Nova Zelândia

O mercado dos vôos domésticos dentro da Nova Zelândia é basicamente dominado por duas empresas. A “national carrier” a excelente Air New Zealand e a subsidiária low cost da Australiana Qantas, a JetStar New Zealand.

Avião da Air New Zealand

Além dessas duas principais empresas, recentemente em Outubro de 2015 um novo player entrou no mercado. A Kiwi Regional Airlines, que tem como principal Hub a cidade de Hamilton em Waikato e que no momento oferece vôos para Nelson, Dunedin e Queenstown operando um SAAB 340A. Agora é torcer que a Kiwi Airlines decole, porque a ave que batiza a empresa não sabe voar. (Desculpe, mas não me contive em fazer piada).

Como é voar na Nova Zelândia JetStar

Enfim, além destas “três”empresas que operam serviços regulares em aviões que médio porte, notavelmente utilizando aviões dos modelos ATR 72 e A320. Outras empresas como a Air Millfod, Sounds Air, Sun Air e Air Chathams oferecem vôos para destinos neozelandeses menores utilizando aeronaves menores, quero dizer teco-tecos. Isso sem falar, nas empresas que oferecem vôos panorâmicos pelo país.

Como é voar na Nova Zelândia SoundsAir

Como é voar dentro da Nova Zelândia?

Segundo o Flightdiary, nos pouco mais de 3 anos que morei na Nova Zelândia fiz 60 vôos domésticos no país, sendo que 41 deles foram com a Air New Zeland e 19 deles com a Jet Star e é com base nessa experiência que baseio meus comentários neste post.

Sobrevoando a Nova Zelândia

Bem, escolher um vôo para fazer seus deslocamentos na Nova Zelândia não é necessariamente uma das opções mais baratas de viajar pela Nova Zelândia. E como o país não possui, internamente, muitas opções, o deslocamento aéreo entre cidades menores eleva muito os custos de uma viagem. Além disso, a grande maioria dos vôos domésticos e suas conexões são concentrada nos principais 5 principais hubs do país. Notavelmente em Auckland, Christchurch e Wellington.

Sobrevoando a Nova Zelândia (35)

Ou seja, minha recomendação para quem vai à Nova Zelândia à turismo é tentar se ater ao transporte aéreo para os deslocamentos entre uma ilha ou outra. Como a Nova Zelândia é uma país repleto de paisagens magníficas, fazer uma Road Trip pelo país dos Kiwis é sem dúvida uma das melhores formas de se conhecer o país. Agora para quem tem pouco tempo, para deslocamentos cujo trecho por terra leva mais de 4-5 horas, viajar de avião é sem duvida a melhor e mais rápida maneira de se locomover pelo país.

Eu pessoalmente prefiro mil vezes mais viajar com a Air New Zealand do que a Jet Star, tanto que cerca de 2/3 dos meus vôos domésticos foram com eles. Além de serviço de bordo melhor (especialmente no Koru Hour Flight), a Air New Zealand tende a ter maior disponibilidade de horários ao longo do dia. No quesito conforto na cabine, a diferença é quase imperceptível.

Voando com a Air New Zealand, na hora de escolher seu vôo, prefira os chamado Koru Hour Flight, na verdade esses são vôos em rotas especiais operadas pelos A320 que oferecem um serviço de bordo diferenciado no café da manhã para vôos de mais de 50 minutos saindo antes das 08:00 e no happy hour entre as 16:45 e 19:00.

Sobrevoando a Nova Zelândia (62)




Basicamente, na hora do café da manhã você ganha café ou chá e pode escolher entre um Muffin ou Cookies. Já no happy hour, os vôos da Koru Hour flights oferecem aos passageiros opções de vinhos “premium” neozelandeses, cerveja, L&P (uma espécie de Sprite neozelandesa) servidos com queijos e crackers ou outro lanchinho salgado.

Sobrevoando a Nova Zelândia (65)

A única coisa que realmente odeio em voar com a Air New Zeland é o fato de que se você dificilmente conseguir acumular milhas voando com eles. A não ser que você viaje Business Class ou compre a passagem na econômica na tarifa mais cara, você não acumula uma milha sequer com eles, principalmente se você usando programas de milhagens de cias aéreas parceiras da Star Alliance.

Sobrevoando a Nova Zelândia (66)

Tanto na JetStar como na Air New Zealand as bagagens não são inclusas na tarifa básica, na Air New Zealand a bagagem quando comprada com antecedência junto com a passagem na opção “Seat + Bag” tende a ser ligeiramente mais barata que a JetStar (10NZD). Comprando só o assento e adicionando bagagem posteriormente, a Air New Zealand acaba ficando mais caro.

Sobrevoando a Nova Zelândia (74)

Quanto a bagagem de mão, ambas as cias são rigorosas com a questão do peso. Tanto na Air New Zealand quanto na JetStar, o peso máximo da bagagem de mão é 7kg. Na Air New Zealand eles tendem a ser bem rigorosos nesse quesito, especialmente nos vôos domésticos operados por aeronaves menores como o ATR 72, Q 300 e Beech 1900D. Nunca me esqueço que uma vez indo de Auckland para Blenheim minha bagagem de mão estava com 8 Kg e fui obrigado a despachar a mala pagando 60NZD de taxa extra.

Sobrevoando a Nova Zelândia (71)

Ambas as cias aéreas, hoje cobram para marcar os assentos no avião. Os assentos na saída de emergência da Air New Zealand para os vôos domésticos são geralmente mais em conta que a JetStar.

No quesito segurança na hora do embarque, as coisas tem infelizmente mudado para pior nos aeroportos neozelandeses. Lembro que quando mudamos para Auckland você nem precisava apresentar documento de identificação para fazer o Check-Inn. Na hora do scanner no aeroporto, quando ele existe, você podia entrar na sala de embarque e no vôo carregando seu copo de café quente.

Sobrevoando a Nova Zelândia (67)

Hoje isso, infelizmente já esta um pouco diferente, mas em alguns vôos domésticos, especialmente em aviões menores e saindo de aeroportos menores, você ainda embarca sem ter que passar sua mala de mão pelo Raio X, tirando o computador, IPad e afins.

Sobrevoando a Nova Zelândia (63)

O processo do Check-Inn para os vôos domésticos da Nova Zelândia é super tranquilo. E muitas vezes é possível chegar no aeroporto com apenas pouco mais de 1 hora de antecedência para fazer todo o processo. Tanto na JetStar como na AirNZ o check-inn, nos aeroportos internacionais é geralmente self-service. Já nos aeroportos menores, o check-inn continua sendo feito da maneira tradicional.

Sobrevoando a Nova Zelândia (57)

Lembrando que quem vem do exterior e faz conexão para um vôo doméstico precisa necessariamente pegar a mala na esteira de bagagens no aeroporto de chegada para passar pela alfândega e principalmente pelo controle de biossegurança, antes de despachar novamente a bagagem para o vôo doméstico. Mesmo que a mala já esteja etiquetada até o destino final. No caso de Auckland, ainda há a necessidade de trocar de terminal.

Sobrevoando a Nova Zelândia (51)

Como conseguir vôos baratos para voar pela Nova Zelândia?

Apesar de os vôos domésticos na Nova Zelândia não serem exatamente dos mais baratos, com um pouco de paciência e planejamento é possível conseguir excelentes deals para praticamente todos os destinos operados pela Air New Zealand e Jet Star.

Sobrevoando a Nova Zelândia (49)

No caso da Air New Zealand. É interessante assinar a Newsletter deles com as promoções. Geralmente a cada 3-4 meses eles fazem promoções de vôos domésticos com preços realmente super atrativos e para quase todos os destinos.

Sobrevoando a Nova Zelândia (41)

Outra forma interessante de conseguir bons preços para voar com a Air New Zealand meio de última hora é checar o site do Grabaseat, um site onde a Cia Aérea oferece ótimos deals para aqueles vôos com baixa taxa de ocupação.

Sobrevoando a Nova Zelândia (22)

No caso da Jetstar, a política de preços é totalmente baseada na lei da oferta e procura. Ou seja os vôos começam a ser vendidos num valor mínimo e o preço das passagens vai encarecendo à medida que o vôo vai sendo preenchido. No entanto, vira e mexe eles fazem ótimas promoções que vocês podem encontrar aqui. E muitas sextas feiras, entre as 16:00 e 20:00 rola uma promoção chamada de Friday Frenzy com ótimos descontos como vôos entre Auckland e Christchurch por 9 NZD. O negócio funciona na base do first come first served, mas vale á pena espiar. Resumindo a Jet Star geralmente é mais em conta para vôos comprados em cima da hora.

Sobrevoando a Nova Zelândia (24)

Dos 9 vôos que fiz chegando ou saindo de Queenstown, apenas 1 deles foi com a Air New Zealand e ele foi justamente o único vôo doméstico que voei com eles em que consegui acumular milhas na Air NZ (Obviamente pagando uma fortuna). Como Queenstown é a cidade turística mais popular da Nova Zelândia e a disponibilidade de vôos para lá é limitada por uma série de restrições logísticas, geralmente os vôos da Air New Zeland são bem mais caros por estar justamente levando passageiros que compraram a passagem de destinos do exterior até lá. E como a demanda é maior que a oferta eles, certamente aproveitam para engordar os lucros.

Sobrevoando a Nova Zelândia (10)

Neste caso, a JetStar muitas vezes acaba sendo muitas vezes a melhor opção para quem voa entre Auckland e Queenstown. Por sinal, a maioria das fotos que ilustram esse post foram tiradas nessa rota. Na minha opinião uma das viagens de avião com visual mais bonito que já fiz até hoje. Por isso se você fizer essa viagem, pegue um assento na janela e de preferência do lado esquerdo no vôo de Auckland para Queenstown e do lado direito para o vôo da volta. Você não irá se arrepender se o dia estiver aberto!!

Sobrevoando a Nova Zelândia (52)

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI:

Toda vez que você reserva algo por algum link aqui do blog, recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter sempre atualizado e com novas dicas de viagem. Obrigado


Você lembrou do seguro viagem? Ele é um dos itens mais importantes da sua viagem. O seguro viagem é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen e precisa ter uma cobertura mínima de 30 mil Euros. Nos demais países em que ele não é obrigatório também é recomendável a contratação, já que infelizmente não podemos prever acidentes. Nos Estados Unidos, o custo médico diário de uma internação é muito caro (uns U$2.000). Não esquecendo que o seguro é muito útil nos casos de cancelamento de viagem, extravio de bagagem e assistência odontológica. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: VIAJOTECA5.

Comparar

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI :

–  Reserve seu hotel no Booking.com ( sem taxa de reserva e a maioria dos hotéis oferece cancelamento grátis)

–  Compre seu seguro de viagem na Seguros Promo (faz cotação em 10 ótimas seguradoras)

–  Agende suas excursões e passeios com a Get Your Guide

–  Alugue seu Carro com a RentCars

–  Índice com todos os posts do Viajoteca

Se você fizer sua reserva através dos links aqui da Viajoteca, a gente ganha uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Essa é uma forma de apoiar a Viajoteca a continuar escrevendo sempre ótimas dicas para você. Obrigada!


TAGS: , , , , , , , , , , , , ,

CATEGORIAS: .Novos posts na Viajoteca, Aeroporto, Auckland, Christchurch, Compras, Destinos, Dunedin, Ilha Norte, Ilha Sul, Nova Zelândia, Oceania, Passeios de Avião, Passeios e Atrações Turísticas, Planejamento de Viagem, Queenstown, Transporte Público, Utilidades, Wellington

18 Comment

  1. Post completo e bem detalhado. São informações importantes na hora de programar qualquer viagem. Muito obrigada pelas dicas.

    • Oi Fabíola,
      Obrigado pela visita e pelo comentário!! Bom saber que as informações foram relevantes para você 😀

  2. Post bem elucidativo para quem pretende voar pela Nova Zelândia ou a partir do país. A melhor coisa é que depois de ver todas essas fotos vou querer meu lugar na janela! Parabéns!

    • Verdade, sempre que você viaja pela Nova Zelândia de avião, sentar na janela pode ser uma agradável surpresa 😀

  3. Uau! Suas fotos estão maravilhosas e parabéns pelo post super detalhado.

  4. Oi Oscar, apesar do post super útil e informativo, foram as suas imagens que me prenderam. Fotografar um vulcão com o pico nevado não se consegue em muitas partes do mundo. Parabéns!

    • Que legal que você curtiu.. Voar entre os destinos na Nova Zelândia é um verdadeiro passeio panorâmico.. impossível não querer fotografar 😀

  5. Para quem está a pensar em viajar para a Nova Zelândia está aqui um guia a não perder! Super detalhado e muito prático, parabéns!

  6. Excelente post! Todos os detalhes importante para quem está planejando uma visita para a Nova Zelândia. Pelo que vejo a franquia de bagagem está mudando no mundo todo, aqui a British Airways tb cobra bagagem nas tarifas mais básicas…

    • Obrigado pela visita.. As franquias de bagagem realmente estando cada mais mais enxutas…

  7. Muito legal a dica, nunca havia me atentado a algumas informações que você trouxe e que realmente fazem a diferença em uma viagem. Sobre as paisagens da NZ eu concordo inteiramente, elas são magníficas.

  8. Nova Zelândia é um país que quero muito conhecer! Acabei de saber tudo acerca de como me poderei deslocar por lá 🙂

    • Legal!!! A Nova Zelândia é um país que realmente vale muito a pena conhecer!!

  9. Post bem completo! Qdo for pra lá já sei onde consultar. Parabéns.

Comente Aqui