Dicas de Viagem

Cape Reinga: O extremo norte da Nova Zelândia

17

Considerado “extra-oficialmente” como o ponto mais ao norte da Nova Zelândia, o Cape Reinga é um local sagrado de grande importância cultural e espiritual para o povo Maori. Apesar da sua remota localização, à cerca de 430 km ao norte de Auckland, o Cape Reinga é um destino turístico bastante popular e relativamente acessível que é visitado por milhares de pessoas todo os anos por aqueles que desejam colocar em seus currículos sua passagem por ali.

Cape Reinga Nova Zelândia 16

Embora a Nova Zelândia possua, em suas águas territoriais, algumas pequenas ilhas em baixas latitudes ao norte da ilha norte. O Cape Reinga é que muitas vezes leva a “fama” de ponto mais setentrional do país. No entanto, a verdade é que, o Cape Reinga tem sua “setentrionalidade” superada por algumas centenas de metros pelo Surville Cliffs no North Cape. O qual, também está localizado na península de Aupori no extremo norte da ilha norte da Nova Zelândia à cerca de 30 km ao leste do Cape Reinga.

Cape Reinga Nova Zelândia 25

Pelo fato de ser praticamente inacessível por terra, visto que não existem estradas até o North Cape, o Cape Reinga foi “simbólicamente adotado” como o ponto mais setentrional do país e é de onde parte e/ou termina a famosa SH 1 que cruza a Nova Zelândia indo de Cape Reinga ao Norte até o Stirling Point em Bluff no Sul da ilha Sul da Nova Zelândia.

Visitamos o Cape Reinga em pelo menos 3 oportunidades desde que mudamos para a Nova Zelândia. A primeira vez, foi numa de nossas incursões pelo norte da ilha norte da Nova Zelândia num dos nossos primeiros feriados morando por aqui. Já a última vez, foi a algumas semanas atrás.

Cape Reinga Nova Zelândia 14

 

Em todas as visitas, como esta é uma viagem relativamente pesada para ser feita num único dia a partir de Auckland, acabamos optando por ficar hospedados 1 noite na região de Bay of Islands, antes de seguirmos em direção ao Cape Reinga, assim como antes de retornarmos até Auckland.

Cape Reinga Nova Zelândia 15

Em todas as oportunidades que tivemos explorando o “far North de Northland”, aproveitaríamos também para explorar algumas das praias e baías existentes ao norte de Bay of Islands. Lugares como a região de Whangaroa Harbour (uma das maiores regiões produtoras de ostras da Nova Zelândia), Doubtless Bay entre outras antes de continuarmos viagem até o famoso Cape Reinga.

Cape Reinga Nova Zelândia 8

Para se chegar até o Cape Reinga existem basicamente dois caminhos. O primeiro, considerado o mais tradicional e seguro, segue ao longo da Highway 01 numa bela e sinuosa estrada de asfalto que corta a península de Aupouri ao meio. Já o segundo caminho, segue em modo mais aventura off road, e segue por aproximadamente por 88 km de areia da praia de Ninety Mile Beach.

Cape Reinga Nova Zelândia

Embora a segunda opção seja bastante tentadora para aqueles que curtem uma boa aventura (tipo eu), ela apresenta uma série de desafios, que vão desde a questão das tábua de marés, até o fato de carros de aluguel serem proibidos de fazer tal trajeto.

Cape Reinga Nova Zelândia 50

Como na primeira viagem estávamos com carro alugado e nas outras duas com veículo com tração apenas nas 2 rodas dianteiras, resolvemos não arriscar muito.  E logo vimos porque: Ao longo do caminho pela praia é comum encontrar vários carros encalhados e abandonados pelos seus respectivos donos em tentativas frustradas de chegar em Cape Reinga pela praia.

Cape Reinga Nova Zelândia 43

O trajeto pela praia é “recomendado” apenas para carros com tração 4×4 e teoricamente vai de Waipapakauri até o Te Paki Stream. O Te Paki Stream está a cerca de 17 km antes de chegar ao Cape Reinga e possui dunas lindas que merecem a visita. A má notícia é que carros alugados (mesmo 4×4 não são cobertos por seguro em caso de atolamento e/ou perda total). Ou seja melhor não arriscar..

Cape Reinga Nova Zelândia 49

Por outro lado, a boa notícia, é que para os interessados neste tipo de aventura, existe a opção de viajar pela areia da praia num tour de ônibus que parte de Paihia em Bay of Islands ou Kaitaia. Ou mesmo num passeio 4×4 guiado caso possa cacifar a brincadeira.

Cape Reinga Nova Zelândia

Enfim, apesar de nunca ter tido feito todo trajeto pela praia, tenho que dizer que o visual pela estrada principal asfaltada não decepciona nem um pouco. E ao longo do caminho, você certamente se sentirá obrigado a parar diversas vezes para tirar algumas fotos.

Cape Reinga Nova Zelândia 35

A paisagem da região, como quase toda a Nova Zelândia é muito impressionante e combina extensas pastagens com dunas de areias brancas e inúmeras baías de água salobra com rica vida de aves migratórias marinhas.

Cape Reinga Nova Zelândia 55

A chegada ao Cape Reinga oferece cenários espetaculares, com direito a enormes dunas de areia e extensas praias visíveis em ambos os lados da estrada. A área do entorno do Cape Reinga contém uma flora e fauna bastante singular e é principalmente dominada por flax e manuka.

Cape Reinga Nova Zelândia 12

Estacionando o carro no final da Highway 01, chegamos em alguns poucos minutos de caminhada ao farol do Cape Reinga. Um farol de sinalização marítima construído em 1941 e totalmente automatizado em 1987.

Cape Reinga Nova Zelândia 27

O Farol do Cape Reinga é um conhecido marco de Nova Zelândia. Porém o que mais impressiona alí não é necessariamente o farol em sí. E sim, a hipnotizante visão do encontro de dois oceanos, o Mar da Tasmânia e do Oceano Pacífico.

Cape Reinga Nova Zelândia 19




No dia de nossa primeira visita ao local estava ventando muito forte (rajadas de até 90 Km/h) e era até difícil ficar de pé próximo ao costão. A vantagem foi que não havia quase ninguém visitando o local e foi quando acabei tirando as melhores fotos do local. Por conta dos ventos era notável o redemoinho causado pelas correntes dos dois oceanos colidindo entre sí, numa quebra de braço cujo Mar da Tasmânia parecia estar levando a melhor sobre o pacífico.

Cape Reinga Nova Zelândia 26

Na segunda visita, no entanto pegamos o Cape Reinga absolutamente cheio de gente por ser justamente a época do feriado prolongado do aniversário de Auckland. Apesar do tempo estar bem melhor, diga-se sem vento, acabei não curtindo ter dezenas de pessoas estragando as minhas fotos.

Cape Reinga Nova Zelândia

Toda a área do entorno do farol do Cape Reinga passou por reformas alguns anos atrás e agora existem várias placas informativas que explicam muitos dos aspectos naturais e culturais da região. Recomendo ler para entender a história e a mitologia associada ao local.

Cape Reinga Nova Zelândia 21

Como comentei no início deste post, o Cape Reinga é um dos locais mais sagrados para os Maoris em toda Nova Zelândia. Segundo os Maoris, o verdadeiro nome do Cape Reinga é Te Rerenga Wairua e significa  algo como “o local de onde saltam de espíritos”

Cape Reinga Nova Zelândia 29

De acordo com a mitologia maori, Cape Reinga é o lugar de onde os espíritos dos mortos deixam Aotearoa (Nova Zelândia) e iniciam a jornada de volta para Hawaiki (a terra natal ancestral dos Maoris). Segundo a lenda, os espíritos pulam no mar a partir de uma pohutukawa, uma árvore claramente visível do farol e que tem mais de 800 anos de idade. (Mais ou menos o mesmo tempo em que os Maoris vivem na Nova Zelândia).

Cape Reinga Nova Zelândia 20

Depois de saltarem na água, segundo a lenda os espiíritos seguem nadando em direção a ilha dos 3 reis, um arquipélago visível de cape Reinga em dias de boa visibilidade e onde dão uma “descansada” e uma última olhada para Aoreatoa antes de continuar sua jornada até seu destino final.

Cape Reinga Nova Zelândia 17

O interessante nessa história toda é que a tal Pohutukawa (segundo a lenda) nunca floresceu em sinal de luto. Consideradas as árvores de natal da Nova Zelândia, pelo fato de terem flores vermelhas que florescerem abundantemente principalmente pela época do natal, foi interessante observar que apesar de algumas pohutukawas já estarem florescendo em outros lugares, esta não tinha nenhum sinal de floração.

Cape Reinga Nova Zelândia 30

Perto desta ávore, na encosta, ainda existe ainda um pequeno olho d´água chamado de Te Waiora-a-Tāne, cuja tradução seria “Águas Sagradas de Tāne”.  Tāne que na mitologia maori, é o Deus das florestas e dos pássaros teria o poder de purificar os espíritos. Enfim as águas de tal fonte eram, e em alguns casos ainda são, utilizadas em rituais fúnebres como purificador dos espíritos daqueles que acreditam nesta viagem para Hawaiki. Enfim uma história bastante interessante contada pelas placas existentes entre o estacionamento e o farol. Vale a pena ler para conhecer mais sobre as lendas dos Maoris.

Cape Reinga Nova Zelândia 28

Se você for daqueles que curtem Trekking/Tramping, você pode se esbaldar nas inúmeras trilhas para caminhadas existentes na área. Entre as mais populares da região, temos a trilha para Spirits Bay e Tapotupotu Bay. Tapotupotu Bay é também acessível de carro a partir de um pequeno desvio à partir da estrada principal. Esta pequena praia de areias brancas é, na minha opinião, uma das praias/baías mais bonitas que visitamos na região de Northland.

Cape Reinga Nova Zelândia 33

No caminho de volta em direção à Bay of Islands, aproveite para conhecer algumas das dunas existentes ao longo da 90 Miles Beach (Te Paki Stream Road) e tendo tempo ao invés de retornar pela Highway 01 (nosso caminho da vinda), volte pela highway 10 via Kataia viajando pela costa que a estrada é muito mais bonita.

Cape Reinga Nova Zelândia 46

Enfim, visitando o norte da ilha Norte da Nova Zelândia, não deixe de conhecer esta região. Assim como o restante do país, as paisagens nesta porção do território neozelandês, têm também o poder de te hipnotizar. A viagem ao Cape Reinga é cercado de mitos e com uma áurea meio sobrenatural. É uma ótima opção para quem visita a Ilha Norte da Nova Zelândia por um tempo maior e destino obrigatório aos que se aventuram por Northland e Bay of Islands.

Informações Úteis:

Nessa latitude (aproximadamente 34-35o), o clima é ameno em comparação a outras regiões do país ao longo de todas as estações do ano. A única coisa a observar é a chuva, os meses mais secos do ano vão Outubro a Março. Mas o tempo na Nova Zelândia é bem imprevisível e nem sempre dá para confiar na previsão.

Outra coisa muito importante é verificar quando se esta viajando pela região é sempre procurar ter pelo menos meio tanque de combustível. Principalmente antes de iniciar o trajeto pela península de Aupouri, visto que não existem postos pelo caminho.. Nós até passamos certo apuro em nossa viagem, na volta pois o posto de Awanui estava fechado para reforma e o primeiro posto que encontramos em Kaitaia a cerca de 10 km ao sul de Awanui estava fechado por ser final de semana. Felizmente, algumas quadras mais a frente em Kaitaia encontramos um posto aberto e no final deu tudo certo, mas aprendemos a lição..


Você lembrou do seguro viagem? Ele é um dos itens mais importantes da sua viagem. O seguro viagem é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen e precisa ter uma cobertura mínima de 30 mil Euros. Nos demais países em que ele não é obrigatório também é recomendável a contratação, já que infelizmente não podemos prever acidentes. Nos Estados Unidos, o custo médico diário de uma internação é muito caro (uns U$2.000). Não esquecendo que o seguro é muito útil nos casos de cancelamento de viagem, extravio de bagagem e assistência odontológica. Faça sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Você pode pagar em até 12x no cartão ou ter desconto no boleto. Nossos leitores ainda recebem um desconto de 5% na hora de pagar. Use o código promocional: VIAJOTECA5.

Comparar

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI :

–  Reserve seu hotel no Booking.com ( sem taxa de reserva e a maioria dos hotéis oferece cancelamento grátis)

–  Compre seu seguro de viagem na Seguros Promo (faz cotação em 10 ótimas seguradoras)

–  Agende suas excursões e passeios com a Get Your Guide

–  Alugue seu Carro com a RentCars

–  Índice com todos os posts do Viajoteca

Se você fizer sua reserva através dos links aqui da Viajoteca, a gente ganha uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Essa é uma forma de apoiar a Viajoteca a continuar escrevendo sempre ótimas dicas para você. Obrigada!


17 Comentários
  1. Angie Santana Diz

    Meus amigos viajaram pra lá em um final de semana e adoraram! Uma pena que não pude ir junto D: muito bom seu blog, continue o bom trabalho!!!

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      Angie

      Cape Reinga é super bonito mesmo.. Uma pena você não ter tido a chance de conhecer. Obrigado pela visita aqui no Blog

  2. Flora Diz

    A cada novo post seu a vontade de conhecer a NZ só aumenta. Que lugar lindo!

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      Flora

      A Nova Zelândia é surpreendente.. Você precisa vir conhecer.. Preferencialmente antes de irmos embora.. Corre que ainda dá tempo 😛

  3. Jussara Diz

    Magico! Fotos lindas

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      Jussara

      Que bom saber que você gostou das fotos

  4. Lia Nascimento Diz

    Muito lindo mesmo!

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      Legal que você curtiu

  5. Vagner Lima Diz

    Muito Legal!
    Gostei, Realmente é um lugar muito lindo, Parabéns Pelo Post!

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      Vagner

      Pessoalmente é ainda mais impressionante..
      Obrigado pela visita

      Abs

  6. Ronilda Alves Diz

    Amei…espero poder visitar Cape Reinga em minha visita à NZ em julho.

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      Super recomendo

      Você pode ir pela costa leste visitando Bay of Islands e na volta voltar pela costa oeste visitando a Waipoa Forest e suas arvores gigantes

  7. Gustavo Santos Diz

    Qual o local que voces indicam para pernoitar voltando de Cape Reinga para no dia seguinte pegar a costa oeste passando por Hokianga Harbour, Waipoa Forest ate chegar em Auckland?

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      Gustavo
      Eu nunca pernoitei por esses lados.. Geralmente quando vamos para essas bandas fixamos base na região de Bay of Islands, mais precisamente em Paihia.. Não vou te indicar nenhum lugar sem ter experimentado.. De uma forma geral, a costa oeste é bem menos desenvolvida turisticamente que o lado leste nesta região de Northland..

  8. […] 25 km ao Sul do centro de Auckland e às margens da SH 1, a estrada que corta a Nova Zelândia de Cape Reinga ao Norte à Bluff no […]

  9. Fernando Blikstein Diz

    Interessante lenda da mitologia maori. Sou professor, tradutor e revisor de textos e, como uma pessoa engajada na área da educação e comunicação, acho interessantíssimo que as lendas sejam valorizadas por outras culturas. Cada lenda traz a cultura de um povo e de um determinado local. Conhecer a lenda é conhecer essa cultura e também esse local. Além disso, as lendas não apenas cultura trazem, mas também mistérios e uma certa sensibilidade ao leitor… curiosidade e outros sentimentos de querer saber, investigar o que realmente aconteceu naquele lugar.
    Parabéns pela publicação! Sucesso para vocês!

    1. Oscar Augusto Risch Diz

      Olá Fernando

      Obrigado pela visita e pelas suas palavras.. Eu também acho super válido valorizarmos as lendas e tradições do lugares que visitamos. Na Nova Zelândia as Lendas dos Maoris são muito interessantes.. Praticamente todos os lugares que tem nome em Maori tem uma lenda que fala sobre a sua criação..

      Abs

Comente Aqui