Logo

Baleias na Nova Zelândia: Observando as cachalotes em Kaikoura

by / 8 Comentarios / 30 de maio de 2014

Baleias são animais relativamente comuns na costa da Nova Zelândia. Das 88 espécies cetáceos encontrados ao redor do mundo, 38 delas habitam águas territoriais neozelandesas. Pelo fato de o país controlar o quarto maior território marítimo do mundo, numa das regiões mais isoladas do planeta. Suas águas ricas em alimentos e próximas ao pólo sul, são tudo o que estes gigantescos mamíferos precisam para se alimentar, reproduzir, migrar e sobreviver.

Das 38 espécies de cetáceos encontrados na Nova Zelândia, 22 são espécies de baleias. Espécies como a baleia jubarte, baleia piloto e cachalote são provavelmente algumas das espécies de baleias mais comuns na costa da Nova Zelândia. No entanto outras espécies como a baleia azul, baleia minke, orcas entre outras; podem também ser ocasionalmente avistadas.

Por serem animais de natureza migratória, avistar baleias na costa da Nova Zelândia na maioria das vezes depende da sorte e principalmente da época do ano. Porém algumas espécies, como as cachalotes (Physeter macrocephalus), são visíveis ao longo de praticamente todo o ano.

Especialmente ao longo da costa de Kaikoura na porção nordeste Ilha Sul da Nova Zelândia, onde uma série de fatores como: Relevo submarino, correntes marinhas e abundância de alimento fazem com que estas baleias adquiram um comportamento gregário e permaneçam na região ao longo de todo o ano. Atraindo milhares de turistas ávidos por ver de perto essas fascinantes criaturas marinhas.

Imortalizada por Herman Melville no seu romance Moby Dick, a baleia cachalote é frequentemente associada a imagens / ilustrações da atividade baleeira do século 19 e início do século XX. Infelizmente, no passado não eram turistas que se interessavam por ela e sim baleeiros. Atraídos pelo alto valor e qualidade do óleo extraído de suas carcaças, a caça intensiva destes animais ao longo do século XIX e XX, fez a população destes animais diminuir drasticamente para cerca de 10% daquilo que originalmente existia pelos oceanos mundo afora.

Embora as baleias cachalotes sejam encontradas em outras partes do mundo, Kaikoura é considerada um dos melhores lugares para observação destas baleias. Isso se deve principalmente as condições do relevo submarino do local. Afinal de contas, a pouco mais de 4.5 km da costa de Kaikoura, a plataforma continental afunda abruptamente em mais de 1.000 metros de profundidade criando uma série de cânions subaquáticos extremamente profundos.

Além disso, na costa de Kaikoura, uma corrente quente vinda do norte se encontra com uma corrente fria vinda da antarctica. E o encontro destas correntes ricas em nutrientes das profundezas do oceano cria um fenômeno que ajuda a sustentar um ecossistema único com os mais variados tipos de vida marinha, de plânctons e krill a focas, golfinhos e baleias.

E é justamente neste verdadeiro abismo/ hot spot de vida marinha em Kaikoura que as baleias cachalotes encontram seus alimentos. As baleias cachalote capturam sua presas em mergulhos ultra profundos nestas trincheiras do oceano. Onde, cada um desses mergulhos pode atingir profundidades de impressionantes 3.000 metros.

Descendo a um ritmo de mais de 100 metros por minuto, a baleia cachalote pode ficar até mais de uma hora sem voltar a superfície para respirar e, no escuro por meio de ecolocalização, encontra suas presas.

Ao voltar a superfície, a baleia leva vários minutos (8-10 min) e 45-50 respirações para re-oxigenar se corpo e se preparar para o próximo mergulho abissal. Durante o passeio que fizemos com o pessoal do Whale Watch Kaikoura, além de observarmos as baleias relativamente de perto aprendemos também um pouco mais sobre alguns aspectos fisiológicos impressionantes destes incríveis animais.

Em inglês, as baleias cachalotes são chamadas de Sperm Whales, isso se deve ao fato de na cabeça destes animais encontramos o espermacete. O espermacete é um substância cerosa encontrada na cabeça de várias espécies de baleias e que é especialmente desenvolvido nas cachalotes. Sua etimologia deriva do latim sperma ceti que significa esperma de baleia. No entanto, o espermacete não tem nada a ver com o esperma da baleia uma vez que ele é encontrado tanto em machos quanto em fêmeas. Na verdade acredita-se que este liquido esbranquiçado foi errôneamente identificado como tal pelos primeiros baleeiros devido o aspecto muito similar.

Baleias Nova Zelândia (23)

Enfim, o espermacete é encontrado no órgão do espermacete na porção frontal e superior crânio da baleia e logo acima da mandíbula superior. O espermacete é uma substância muito peculiar com propriedades incríveis e que é composta exclusivamente por ésteres e triglicéridos. E que nas baleias tem como uma de suas funções regular o mergulho ou a flutuação das mesmas. No caso das cachalotes, o órgão do espermacete pode contem até 2000 litros da substância, a qual junto com outras adaptações fisiológicas permitem com que o animal faça mergulhos em altíssimas profundidades.

Baleias Nova Zelândia (24)

Funciona mais ou menos assim: Antes do início de um mergulho, a baleia aspira água fria que passa pelo órgão do espermacete provocando o resfriamento e a solidificação do espermacete cujo ponto solidificação é aproximadamente 30oC. Com a solidificação e o aumento do peso específico do espermacete, uma força descendente permite que a baleia possa submergir sem esforço, funcionando quase que como uma âncora.

Baleias Nova Zelândia (29)

Durante a descida e a perseguição das presas a grandes profundidades o oxigênio armazenado no corpo do animal é consumido e o calor produzido pela respiração derrete o espermacete que diminui o peso específico do espermacete, o que permite a ascensão mais fácil do animal a superfície. Para quem mergulha, o espermacete da baleia é praticamente como um BCD. Fantástico não é verdade?!

Baleias Nova Zelândia (30)

Além disso, o espemacete tem uma função primordial no sistema de ecolocalização das baleias em grandes profundidades que servem não apenas para localizar alimento, mas também para atordoar os inimigos através do sim que ela emite (potenciais presas). Afinal de contas a cachalote é o animal mais ruidoso do planeta. Os sons produzidos por eles tem uma intensidade que excede os 230 decibéis.

Baleias Nova Zelândia (32)

Outra coisa bastante peculiar das cachalotes é o seu comportamento social. As fêmeas e os machos vivem vidas praticamente separadas e so se encontram pela época do acasalamento. Enquanto as fêmeas vivem em pequenos grupos de até 50 baleias composto de várias fêmeas e baleias imaturas de ambos os sexos, os macho tendem a ser solitários. Na verdade os filhotes machos ficam com suas respectivas mães até os 7-10 anos de idade e a partir dessa idade até os 25 vivem em relativa harmonia com outros machos antes de chegarem a maturidade sexual. Já adultos , os machos tornam-se cada vez mais solitários e tendem a migrar e a se alimentar nas águas da Antártida .

Estima-se que na costa de Kaikoura existam pelo menos cerca de 80 baleias cachalotes “vivendo permanentemente”. Cerca de metade das baleias que já foram identificadas permanecem em Kaikoura por mais de uma temporada. As outras, provavelmente os machos mais velhos, passam e se alimentam e se acasalam por alí no caminho para as águas da Antártida.

Baleias Nova Zelândia (9)

As baleias cachalotes apresentam um grande dimorfismo sexual, os machos tendem a ser até 40% maiores chegando a medir até 18 metros de comprimento e até 300% mais pesados (32-45 toneladas) que as fêmeas.

Baleias Nova Zelândia (19)




Entre outras peculiaridades que descobri fazendo o passeio de observação de baleias em Kaikoura é que as cachalotes são o maior predador com dentes que do mundo. Para se manterem vivas, as cachalotes consomem diariamente cerca de 3% do seu peso total numa dieta majoritariamente composta por lulas (70%), garoupas e ling/merluza (30%). Detalhe, devido a pressão existente onde essas baleias mergulhas, elas só consegue digerir as presas quando voltam a superfície.

Além disso, as cachalotes são os animais com os maiores cérebros do reino animal, e estes podem facilmente pesar mais de 10 Kg. E o cérebro e o coração, são os dois únicos órgãos que não sofrem deformação durante os mergulhos abissais. Lembrando que para cada 10 metros de profundidade se aumenta 1 atmosfera de pressão, um mergulho de até quase 3000 metros é pressão que não acaba mais.

E para finalizar, para destinguir uma cachalote de outra espécie de baleia, basta observar o jato (spout) da respiração, se ele sair num ângulo de 45% a baleia é certamente uma cachalote.

Além da costa de Kaikoura , na Ilha do Sul. As baleias cachalotes na Nova Zelândia são também encontrados perto das Ilhas Kermadec, a oeste de Stewart Island e ao longo do Easten Cape da ilha norte, porém em nenhum outro lugar tão próximo a costa como em Kaikoura.

Além de Kaikoura, outros lugares onde você pode visualizar baleias cachalotes com relativa facilidade são Andenes e Tromso na Noruega, Açores em Portugal e em Tarifa (estreito de gibraltar) na Espanha.

No passeio com a Whale Watch Kaikoura, além das baleias cachalotes, você vê albatrozes e golfinhos praticamente o ano todo e dependendo da sua sorte até 7 outras espécies de baleias. As orcas costumam dar o ar da graça de dezembro a março, e as baleias jubarte de junho a julho.

Eu infelizmente só vi uma cachalote e alguns albratrozes. A costa de Kaikoura é lindíssima e se você der sorte de pegar um dia de sol, ver as montanhas chegando quase no mar, muitas vezes com os picos cobertos de neve já vale o passeio por sí só.

Informações Úteis para o passeio:

  • Os passeios para visualização das baleias em Kaikoura saem diariamente (exceto 25/12) às 07:15, 10:00 e 12:45 sendo que entre os meses de Novembro e Março existe um passeio extra que sai as 15:30.

 

  • O passeio começa e termina no escritório do Whale Watch Kaikoura na estação de trem de Kaikoura no endereço mencionado abaixo.

 

  • Depois do check-in e de um rápido briefing, os participantes embarcam num ônibus e seguem por cerca de 10 minutos até South Bay onde os barcos da empresa ficam ancorados.

 

  • Apesar de a taxa de sucesso em encontrar uma baleia é de aproximadamente 95%, caso no seu passeio eles não consigam localizar nenhuma, eles reembolsam 80% do valor do passeio.

 

  • Vale ainda lembrar que crianças com menos de 3 anos não são permitidas no passeio.

 

  • O passeio na água dura aproximadamente 2 horas e meia e é feito em barcos modernos e confortáveis que utilizam a mesma tecnologia (made in NZ) de propoulsão dos Jet Boats encontrados em vários lugares da Nova Zelândia, que além de mais silenciosa propicia agilidade e velocidade nas manobras.

Endereço Whale Watch Kaikoura

Whale Watch Kaikoura

The Whaleway Station Whaleway Road,

Kaikoura 7340, New Zealand

Coordenadas GPS

Latitude Longitude
S 42 23.796 E 173 40.858

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI:

Cada vez que você reserva algo através do blog, recebemos uma pequena comissão. Você não paga nada a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter sempre atualizado e com novas dicas de viagem.

Políticas do Blog Viajoteca

Procurando hotel para a sua viagem?


Você lembrou do seguro viagem? Ele é um dos itens mais importantes da sua viagem. Ele é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado de Schengen e também em Cuba e na Venezuela. Nos demais países em que ele não é obrigatório também é recomendável a contratação, já que infelizmente não podemos prever acidentes. Nos Estados Unidos, o custo médico diário de uma internação é muito caro (uns U$2.000). Não esquecendo que o seguro é muito útil nos casos de cancelamento de viagem, extravio de bagagem e assistência odontológica. Você pode cotar com a Real Seguro Viagem sem compromisso e, caso decida pela contratação, você poderá parcelar o valor do seguro em até 6 x sem juros no cartão de crédito, ou pagar com desconto de 5% no boleto bancário.

Seguro viagem oceania 728x90

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI :

–  Reserve seu hotel no Booking.com ( sem taxa de reserva e a maioria dos hotéis oferece cancelamento grátis)

–  Compre seu seguro de viagem na Real Seguros (faz cotação em 10 seguradoras)

–  Agende suas excursões e passeios com a Get Your Guide

–  Alugue seu Carro com a RentalCars

–  Índice com todos os posts do Viajoteca

Se você fizer sua reserva através dos links aqui da Viajoteca, a gente ganha uma comissão, mas você não paga nada a mais por isso. Essa é uma forma de apoiar a Viajoteca a continuar escrevendo sempre ótimas dicas para você. Obrigada!

TAGS: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

CATEGORIAS: Destinos, Ecoturismo, Estilo, Experiências, Ilha Sul, Kaikoura, Natureza, Nova Zelândia, Oceania, Passeios de Barco, Passeios e Atrações Turísticas, Road Trip, Viagem, Viagem com Crianças, Viagem em família, Viagem Solo, Vida Selvagem

8 Comment

  1. […] populações de mamíferos marinhos para a região. Tanto que a região é considerada uma das melhores áreas do mundo para visualização de Baleias Cachalotes (Sperm Whales a mesma do livro do Moby Dick) e dos Golfinhos Dusky (Dusky […]

  2. […] Baleias na Nova Zelândia […]

  3. incrivel!A natureza é maravilhosa!

  4. […] Baleias na Nova Zelândia […]

  5. […] populações de mamíferos marinhos para a região. Tanto que a região é considerada uma das melhores áreas do mundo para visualização de Baleias Cachalotes (Sperm Whales a mesma do livro do Moby Dick) e dos Golfinhos Dusky (Dusky […]

  6. […] de leões-marinhos (New Zealand fur Seals), muitos golfinhos e baleias.. Entre as espécies de baleias encontradas na costa de Kaikoura temos as Orcas e as Cachalotes. E é dali que parte inúmeros passeios voltados para a observação […]

  7. […] Observação de Baleias na Nova Zelândia: As Cachalotes de Kaikoura […]

Comente Aqui