Logo

Jardim Botânico de Christchurch

1 cidade: 1 atração = Jardim Botânico de Christchurch

by / 2 Comentarios / 23 de outubro de 2015

Christchurch é a maior e mais importante cidade da Ilha do Sul da Nova Zelândia. Embora a cidade ainda não esteja 100% recuperada dos dois fortes terremotos que afetaram cerca de 85% dos edifícios da área central da cidade. Desde a minha primeira visita à Christchurch em 2012, uma coisa que sempre me chamou atenção na segunda maior cidade neozelandesa: O cuidado que os locais tem com os seus parques e jardins. E é exatamente por conta disso, que o post dessa semana da série 1 cidade: 1 atração fala sobre o Jardim Botânico de Christchurch.

Jardim Botânico de Christchurch

Para ler os outros posts da série 1 Cidade : 1 Atração, clique aqui!

Christchurch Botanic Gardens: Jardim Botânico de Christchurch

Conhecida como Garden City ou, a cidade jardim da Nova Zelândia, Christchurch era considerada até bem pouco tempo atrás, a mais inglesa das cidades fora do Reino Unido. Hoje, em função dos terremotos, Christchurch pode, num primeiro momento, parecer muito mais com um grande canteiro de obras. Porém prestando um pouco mais de atenção, certamente podemos observar muitas flores e inúmeros jardins públicos e privados muito bem cuidados por toda a cidade. Isso tudo emoldurado por inúmeros elementos arquitetônicos e urbanísticos introduzidos pelos primeiros colonizadores ingleses que conferiam tais títulos à capital da província de Canterbury.

Jardim Botânico de Christchurch na Nova Zelândia (13)

Grandes e espaçosos, os parques urbanos de Christchurch são ao lado da arquitetura colonial inglesa, a máxima da influência britânica sobre a cidade. Inspirados no estilo paisagístico inglês do século XVIII e XIX, os parques urbanos de Christchurch são atrações imperdíveis para quem visita Christchurch.

Jardim Botânico de Christchurch na Nova Zelândia

O maior, mais importante e famoso deles é o Hagley Park. Localizado bem no centro de Christchurch, o Hagley Park como todo bom jardim inglês que se preze, é extremamente arborizado, com enormes gramados e agradáveis caminhos para atividades físicas e obviamente muitas plantas ornamentais.

Jardim Botânico de Christchurch na Nova Zelândia

Com uma área de aproximadamente 165 hectares, o Hagley Park faz parte do cotidiano de Christchurch e além de servir de espaço para atividades físicas e grandes eventos ao ar livre como shows e concertos musicais, abriga ainda partidas de Rugby, Criquet, Golf e Tenis.

Jardim Botânico de Christchurch na Nova Zelândia (3)

No coração do Hagley Park, margeado pelo bucólico Avon River, encontramos o bucólico Jardim Botânico de Christchurch. Considerado um dos Jardins botânicos mais formais da Nova Zelândia, ele também é também um dos Jardins Botânicos mais antigos do hemisfério sul, com mais de um século e meio de existência.

Jardim Botânico de Christchurch

Fundado oficialmente em Julho de 1863, a primeira planta a ser oficialmente plantada no então novíssimo Jardim Botânico de Christchurch foi um carvalho europeu. Este carvalho europeu plantado especialmente para celebrar o casamento do príncipe Albert Edward, filho mais velho da rainha Victória, com a princesa Alexandra da Dinamarca. Tal árvore ainda pode ser vista no Jardim Botânico de Christchurch e faz parte de uma enorme e belíssima coleção de arvóres temperadas de diferentes lugares do mundo.

Jardim Botânico de Christchurch

Durante minha temporada na Nova Zelândia, visitei o Jardim Botânico de Christchurch em algumas oportunidades. Infelizmente nunca durante a época da florada das cerejeiras e no outono quando as folhas das árvores trocam de cor, quando dizem que são as épocas mais bonitas do ano para visitar o local.

Primavera Jardim Botânico de Christchurch

Mesmo assim, sempre que passei por Christchurch fiz questão de dar uma passadinha por lá. E sempre descobri algo novo e interessante por lá. E depois de pelo menos umas 5-7 visitas ao local já tenho até uma espécie de trajeto favorito para apreciar a beleza do local.

Jardim Botânico de Christchurch na Nova Zelândia (27)

Explorando o Jardim Botânico de Christchurch

Inicie o passeio pela entrada principal ao lado do Museu de Canterbury. Caminhe entre o Archery Lawn e os canteiros de plantas herbáceas anuais (se for no inverno nada mais que algumas plantas secas com o frio, mas entre Novembro e Abril estará repleto de flores) em direção ao Central Rose Garden.

Jardim Botânico de Christchurch na Nova Zelândia (23)

O Central Rose Garden é na minha opinião um dos pontos altos da visita ao Jardim Botânico de Christchurch. Durante o final da primavera, verão e meados do outono, esse lugar fica lindo! Afinal de contas, são mais de 250 variedades/cultivares de rosas diferentes na coleção.

Jardim Botânico de Christchurch na Nova Zelândia (39)

Quase ao lado do Jardim das Rosas estão as estufas do Jardim Botânico de Christchurch. Infelizmente por serem estufas antigas, e terem sofrido danos consideráveis no terremoto de 2011, elas ficaram um tempão fechadas ao público.

Jardim Botânico de Christchurch na Nova Zelândia (31)

Felizmente aquelas que resistiram aos tremores e seus after-shocks foram reforçadas e reabertas ao público em 2013. Entre elas o Fernery com uma interessante coleção de Pteridófitas nativas.. Algumas das que nunca tinha visto antes. Talvez você não saiba, mas a Nova Zelândia é um dos países com a maior diversidade de Samambaias endêmicas do mundo.




Jardim Botânico de Christchurch na Nova Zelândia (37)

Como algumas das estufas antigas sofreram grandes danos com os terremotos, um novo conjunto de estufas super modernas foram contruídas e abertas ao público em meados de 2014 e é onde hoje, encontramos o visitor centre, o excelente souvenir shop e café.

Jardim Botânico de Christchurch na Nova Zelândia (30)

Desta parte do jardim, siga em direção ao Azalea & Magnólia Gardens e por lá encontre algumas espécies / variedades de Magnoliáceas florindo e alguns Rhododendros. Essa parte do jardim tende a entrar em no início da primavera.

Jardim Botânico de Christchurch na Nova Zelândia (12)

Cruze a West Bridge sobre o Avon River para dar uma espiadinha nas coníferas do Pineteum. Mas logo volte pelo mesmo caminho para explorar o Water Garden e o New Zealand Gardens, um jardim de plantas aquáticas e plantas nativas da Nova Zelândia respectivamente.

Jardim Botânico de Christchurch na Nova Zelândia (9)

Na sequência visite o Heather Garden e o Rock Garden até encontrar o eixo principal do jardim com árvores enormes alinhadas em formato de promenade. Dê uma passeadinha pelo Central Lawn antes de seguir em direção à Woodlawn Bridge. Pelo caminho você irá acabar passando pelo Peace Bell. Um sino japonês, replica do que existe na ONU em Nova York e que foi presenteado pelo governo Japonês à cidade. Por alí existem algumas cerejeiras plantadas que devem ficar muito bonitas quando floridas lá por Agosto/Setembro.

Jardim Botânico de Christchurch na Nova Zelândia (15)

Atravessando a outra ponte sobre o Avon River, você logo chega ao belíssimo Daffodil Woodlawn.. Uma “florestinha” forrada com narcisos no chão. No início de Agosto eles estão florindo e como esta época coincidiu com a minha primeira e última visita ao Jardim Botânico de Christchurch, esta foi provavelmente a parte mais marcante de minhas visitas ao local.

Jardim Botânico de Christchurch na Nova Zelândia (16)

Seguindo adiante pelo Daffodil Lawn, você logo chega às imediações do hospital de Christchurch. Por alí é muito comum ver muitos pacientes passeando com seus respectivos familiares pelas imediações do jardim, ou simplesmente alimentando os marrecos no Avon River (Alguns deles com perna engessada, outros tomando soro na veia e por aí vai). Com certeza, um passeio assim, ajuda na recuperação dos pacientes.

Jardim Botânico de Christchurch na Nova Zelândia (17)

Atravessando novamente o Avon River visite o Vegetable & Herb Garden que na verdade é a horta do Curator’s House, local com restaurante espanhol muito bom. Depois de visitar a horta, ainda passeie pelo Amstrong Lawn e siga ao Peacock Fountain, onde o seu passeio pelo Jardim Botânico começou.

Jardim Botânico de Christchurch na Nova Zelândia (21)

Enfim, quando visitar Christchurch não deixe de conhecer o local. Eu mesmo, quando voltar novamente à cidade, pretendo voltar para revisitar esse pequeno óasis verde no centro de Christchurch.

Jardim Botânico de Christchurch na Nova Zelândia (35)

Informações Úteis:

Horário de Funcionamento:

O Jardim Botânico de Christchurch abre diariamente das 07 da manhã às 18:30 entre Abril e Setembro ficando aberto até as 20:30 nos meses de Março e Outubro e até as 21:00 durante os meses de verão (Novembro a Fevereiro).

Entrada:

A entrada do Jardim Botânico de Christchurch é gratuita. Para os interessados, existem tour guiados que acontecem em dias específicos e que custam baratinho.

O mapa do jardim Botânico de Auckland pode ser visualizado aqui.

Endereço:

Jardim Botânico de Christchurch

7 Rolleston Ave, Christchurch Central,

Nova Zelândia

Coordenadas GPS

Latitude Longitude
S 43 31.871 E 172 37.651

CONTINUE PLANEJANDO SUA VIAGEM AQUI:

TAGS: , , , , , , ,

CATEGORIAS: 1 Cidade : 1 Atração, Arquitetura & Design, Blog, Christchurch, Cultura, Experiências, Ilha Sul, Jardins Botânicos, Lugares Históricos, Nova Zelândia, Oceania, Parques e Jardins, Passeios e Atrações Turísticas

2 Comment

  1. Olá, estou planejando uma viagem para a Nova Zelândia no 2° semestre, iremos eu, meu marido e nosso filho de 5 anos. Nosso sonho é percorrer o máximo possível de motorhome. Estou em dúvida quanto ao mês das cerejeiras e tulipas floridas, podemos ir no fim de setembro ou no início de novembro, ( outubro é impossível! ), o que tu achas? E quanto as nevascas: será que em setembro teremos problemas para dirigir pela ilha sul? Neste mês a locação do MH é bem mais barata… Obrigada por compartilharem suas viagens! Adoro!

    • Olá Marisa tudo jóia?
      Então a florada das cerejeiras e tulipas não coincidem muito na Nova Zelândia.. Em Auckland por exemplo as cerejeiras geralmente florescem na última semana de Setembro e primeira semana de Outubro, já as tulipas em meados de outubro.. Na ilha sul por ser mais frio isso talvez aconteça um pouco mais tarde.. quanto a neve em Setembro ela pode ainda cair mas em raros eventos climatologicos capazes de atrapalhar a sua viagem..
      Espero ter ajudado

      Abraço

Comente Aqui